No clima de Melbourne- prévia

Enfim, estamos no embalo da F1! Como já estava nos meus planos, começa hoje o “No clima de Melbourne”, um especial com as expectativas, curiosidades, pilotos, circuito, guia e muito mais. Será um jeito muito interessante de ficar por dentro das novidades e se preparar para a corrida, que hipoteticamente, deve ser muito mais emocionante do que a de Bahrein.Como vocês puderam ver há duas semanas, toda quarta feira antes de um GP entrará em cena “No clima de…”. Para Austrália, temos a seguinte programação:

  • No clima de Melbourne- prévia
  • No clima de Melbourne- o circuito
  • No clima de Melbourne- prévia II
  • Guia GP da Austrália- 26/28 de março
  • Treinos livres
  • Na disputa pela Pole Position
  • Cobertura do GP

Claro que, entre estes posts, outros assuntos serão abordados, como palpites e debates de outros assuntos. Vamos então começar hoje com a prévia:

Certamente, como já foi discutido aqui, Albert Park será muito mais emocionante do que Sakhir, pois tem um circuito com menos áreas de escape, curvas em que o carro desliza mais e isso tende a que ocorram batidas, ou seja, que o Safety Car entre e a corrida se embaralhe novamente.

Por isso boa parte das más impressões com essa temporada irão desaparecer, mas claro, tudo vai indo com calma.

Breve análise do Top 4:

FERRARI:

A Scuderia entra em um dilema neste fim de semana: como superar a principal rival Red Bull? Pneus? Consumo? Afinal, qual é o ponto fraco do F10? Aparentemente, parece ser o motor, que como vimos já deu problema no Bahrein e Massa e Alonso foram obrigados a trocar os seus. Um sinal bastante vermelho, que com certeza já deve ter sido solucionado. Felipe Massa também havia chamado a atenção para a refrigeração do motor, que foi o seu “concorrente” na 1ª prova do ano. Aqui no blog foi discutido sobre o F10 “B”, algo como o F10 evoluído. Vários detalhes foram revelados e o novo projeto promete ser muito competitivo. Falando da dupla, Alonso vive o seu momento “rei”, já que venceu a 1ª corrida na Ferrari, da temporada e a disputa com Massa. E Felipe vai como o objetivo de vencer, claro. Sabemos que o retrospecto brasileiro na pista não é bom, mas um dia o jogo muda. A classificação será essencial.

Australian Grand Prix Preview

RED BULL:

O problema de Vettel foi tão investigado que só hoje tivemos a explicação concreta do infortúnio com o alemão. Como ressaltou Marco, leitor do blog, os danos já devem estar sanados e o rendimento deve ser muito alto, a dúvida é se será melhor ou não que a Ferrari. O estado de ânimo, apesar dos pontos perdidos em Bahrein, são ótimos, e esta dupla promete bastante. Sebastian deve apostar em largar bem no grid, de preferência na pole, e Webber tentará ficar na 2ª ou 3ª fila. É hipotético, mas essa deve ser a atitude a ser tomada. A expectativa fica para o grande prêmio, para testar a confiabilidade do RB6 e o seu consumo em pista.

Red Bull worries Lewis

McLAREN:

Há mais fatores negativos do que positivos para a McLaren. Vejam que em poucas semanas o time se envolveu na polêmica da asa traseira ilegal, no Snorkel introduzido a frente do cookpit e recentemente com seu difusor, que estaria fora da regra junto com Mercedes e Renault. Fica claro que, na medida do possível, a equipe inglesa trará muitas novidades, porém neste caso simplificando as anteriores de um modo que não haja irregularidades. Hamilton, após o pódio, deve estar confiante, mas fiquemos alerta para as reações das mudanças no MP4-25. No momento a briga ainda não está quente, mas é só esperar algumas provas que o circo pegará fogo. Button, como costume, na sua posição cautelosa em busca da vitória…

MERCEDES GP:

Talvez a maior incógnita deste Top 4 seja a Mercedes. Não pelos resultados, que se mostraram razoáveis, mas pela situação na equipe e seus pilotos. Rosberg esta entre dois extremos: se ele conseguir ser superior a Schumacher mais uma vez, um respeito maior pode vir, mas, se Michael foi melhor desta vez, uma grande chance para liderar o time pode ir por água abaixo. Isto porque é uma situação de risco, Ross Brawn deve estar trabalhando para que Schummy consiga trazer um pódio e colocar confiança na equipe. Porém, ao mesmo tempo, seria importantíssimo apostar na promessa que é Nico… Melbourne trará escolhas, uma difíceis, outras nem tanto, mas tudo dependerá de algo decisivo: a sorte.

Pelas equipes fora deste seleto grupo, ganham destaque Williams, Force India e Renault. No time de Groove, a esperança brasileira está em Barrichello, autor do heróico ponto da equipe em Bahrein. Não podemos esquecer do novato Hulkenberg que também quer pontuar…

Na Force India, as luzes aponta para o talentoso Sutil, mas Luizzi não está atrás. Aliás, diria que ele pode estar na frente. Os dois pontos conquistados são muito valiosos, e o objetivo é ficar entre o Top 5. É pedir muito?

Renault fez mudanças em seu bico e tende a melhorar um pouco de rendimento, mas nada milagroso. Kubica se mostrou realista com a situação e espera pontuar, claro, mas não será nada fácil…

Virgin e Hispania, times de Di Grassi e Senna respectivamente, evoluíram (e muito) os seus projetos em busca de chegar na Lotus, que completou o GP com seus dois carros. Por enquanto, completar é a meta, sem esquecer de eventuais chances de ir mais a frente no grid.

Ainda, temos, Sauber e Toro Rosso. Na equipe suíça, o clima não é bom. De La Rosa só reclamou do carro e Kobayasho nem se ouviu falar. Será que a equipe revelação passará a equipe azarada do grid?

Na Toro Rosso, tudo aparenta estar calmo. Alguersuari com o objetivo de estar bem posicionado e preocupado com Buemi, que deve ser o melhor candidato na esperança de pontuar.

E nos “extras”, este vídeo da Williams, vale a pena:

Muito bem meus amigos, finalizando por aqui, está aberta a seção de comentários para análises, palpites, e o que interessar. Fiquem a vontade!

18 respostas para “No clima de Melbourne- prévia”

  1. Gostei da idéia, Tomás!
    É bom porque já podemos saber o que esperar, aonde procurar pela informação desejada.
    Tomara que você esteja certo e a corrida tenha mais emoção, ainda estou com um pé atrás.

    Sobre as equipes tenho praticamente a mesma opinião. Curioso que Red Bull e Ferrari tiveram problemas de aquecimento nos seus carros, provavelmente priorizando aerodinâmica. É uma aposta…

    Rubinho tem que tomar cuidado com o “Incrível Hulk”, o alemãozinho promete.

    Vou aguardar os próximos posts. Até lá!

    1. Valeu KBK!

      Tomara que seja emocionante mesmo, é o que eu espero para tirar a chatice do Bahrein…
      Vamos ver..

      “Vou aguardar os próximos posts. Até lá!”

      Obrigado” Até mais!

  2. Tomás,
    Ferrari, se priorizaram a ventilação do motor, teoricamente perdeu um pouca da aerodinâmica.
    Mclaren, qualquer coisa que foram obrigados a fazer para que o carro fique dentro do regulamento, já perdeu alguns décimos de segundos.
    Red Bull, deve melhorar na parte da resistência, sem afetar nada na velocidade.
    Mercedes GP, essa deve ter um trabalho maior para tentar chegar realmente perto das outras três equipes top, Shumi, já nessa corrida deve chegar bem perto do Mico ou até superalo.
    Minhas dúvidas sobre dois pilotos, Button e o Japonês Koba, peso que eles ficaram devendo muito, o japonês show não fez o que nós esperávamos, Button tem o título de campeão e deve honrar o seu nome que está na galeria dos campeões da F1.
    Agora o sonho, Williams com o Rubinho, entrando nesse seleto grupo das 4 grandes, que passaria a ser 5 grandes.

    1. “Minhas dúvidas sobre dois pilotos, Button e o Japonês Koba,”.

      Pois é, diria que Button foi até bem, porque não conta com o melhor carro do grid mas pontuou.
      Já Koba, bem, tudo culpa do carro que não presta, o De La Rosa criticou muito que o “projeto é ruim”, e muito não devemos esperar…
      A não ser que o Japa se ilumine…

      “Agora o sonho, Williams com o Rubinho, entrando nesse seleto grupo das 4 grandes, que passaria a ser 5 grandes.”

      essa é difícil, mas quem sabe..

      abraço!

  3. seguinte:
    deverá ser uma corrida mais emocionante com toda certeza em relação ao barein.
    Sabem quantas entradas de safety car o gp da austrália já teve? Desde 2002, foram 11 intervenções do Safety-Car, fato que torna o Circuito de Albert Park o recordista nesse quesito.
    Rapaziada inicio da prova com carro parecendo caminhão tanque, alguns querendo recuperar tempo perdido, iniciar reação no campeonato, etc…
    Algumas equipes com seus carros com solução meia boca, pois não poderão usar difusor que estavam usando e com isso terão rendimento afetado em algum grau (uns mais, outros menos) e não é uma equipe só: são quatro.

    Vettel diria que salvo algum infortunio ultima hora ou chuva larga na frente (90% chances)
    Segundo massa querendo mostrar cartão de visitas pro espanhol de novo.
    Alonso em 3º ou 4º se weber fizer valer questão correr em casa, chassi novo, etc
    Hamilton em 5º
    6º uma mercedez (não sei se nico ou schumacher)
    7º uma williams
    8º outra mercedez
    9º button
    10º sutil

    vamos ver minha previsão depois dos testes, não vou acertar tudo mas… vai estar dentro disso aí. Só não vale se chover, porque muda tudo.

    1. Wilson;

      legal a sua hipótese, e tem grandes chances de acontecer.
      Mas, como você mesmo disse, se der chuva, aí a coisa enrola.
      Logo mais vamos analisar melhor isso..

      abraço!

  4. comunicado:

    novidades no blog!
    agora com lista de TODOS os comentaristas que já passaram por aqui,
    será atualizado diariamente,
    podem conferir na página “comentaristas”, embaixo do título do blog, e o TOP 10 na barra lateral.

    até mais!!!

  5. Tomás , muito obrigado por me citar em seu comentário .
    Que grande idéia meu Mestre , assim todos nós estaremos em ” perfeita ” sintonia .
    Quanto as equipes ” grandes “, vou de encontro no que realmente o nosso grande mestre comenta , é isso mesmo .
    A minha torcida vai para uma boa corrida da Williams com o Rubinho , ou o Rubinho com a Williams … como queiram .
    Quanto ao resto , ( é trite mais é verdade ) é o resto !
    Abraços .

  6. Melbourne é muito bom ( apesar que eu prefiro Adelaide), quanto a corrida, acredito que seja melhor que em Bahrein, mas não será ainda a corrida que os fãs tanto querem.

    Acho que a Formula 1 deveria voltar aos circuitos antigos e tradicionais da Formula 1 antiga e começo da moderna, seria bem legal outro grande premio sul-amerericano ( argentina denovo??), Imola também seria legal, Portugal também.

    Abraços

    1. Pois é Lucas, só que há muitos interesses nestes novo circuitos, e os velhos já não tinham mais dinheiro ou condições,depende o caso,de se estabelecer na F1.

      Ma seria bom..

      abraço

  7. Tomás, você poderia analisar o resultado da pesquisa da Foca, achei estranho uma pista monótona, que não tem ultrapassagens como a pista de Mônaco ser eleita a melhor e a SPA ficar fora das cinco melhores.???????

  8. que vai ser bem melhor que o barein não tenho duvidas.
    Agora maior certeza tirando aqueles circuitos bons (ou diferenciados tipo monaco, canada)
    tipo belgica, monza, etc… onde a força do motor ajuda muito, piloto que ficar atras de outro carro muito tempo vai ter sua corrida comprometida.

    Além do turbilhão do carro a frente, está mais sensível a questão de refrigeração do motor, ou seja só vai haver ultrapassagens se for uma boa reta e o cara tiver uns cv a mais no motor.

  9. Alonso se mostra cauteloso e objetivo quanto a quem está na frente quanto a velocidade:

    A dobradinha da Ferrari na primeira etapa do Mundial de F1 não mostrou a realidade deste início de temporada, de acordo com Fernando Alonso. O espanhol afirmou que, apesar da vitória no GP do Bahrein, a Red Bull mostrou que tem o carro mais rápido do grid. Diante disso, a expectativa para Melbourne é que a Ferrari consiga ser forte o suficiente para enfrentar Sebastian Vettel e Mark Webber sem ficar na dependência de eventuais problemas da dupla.

    “Eu acho que o desempenho da Red Bull talvez esteja um pouco à frente de todos agora, o que não é uma surpresa, já que eles terminaram 2009 muito fortes e mantiveram o ritmo”, disse Alonso. “Mas uma coisa é ser o carro mais rápido e outra é ganhar a corrida”, ressaltou.

    Alonso destacou ainda a diferença de performance entre os times com pneus macios e duros. Na opinião do espanhol, a Ferrari se saiu melhor com os compostos duros do que a rival austríaca. “Eu não conseguia atacar no início porque ele [Vettel] era muito mais rápido do que eu com pneus macios. Com os duros, eu estava um pouco mais confortável, mas talvez ele estivesse controlando esta parte da prova, ou algo assim. É difícil dizer.”

    “Eu acho que nós precisamos de mais duas corridas para entender melhor o quadro. Vamos tentar pressioná-los novamente, mas vai depender também de circuito para circuito. Espero que sejamos fortes aqui na Austrália para lutarmos pela vitória. Espero começar na frente deles e não ter de esperar por qualquer problema”, acrescentou o bicampeão.

    O piloto ainda minimizou os rumores de que o motor Renault é mais eficiente do que o Ferrari, permitindo que os carros da Red Bull iniciem os GPs com menos combustível que os demais. “Acho que essa história dos 6 kg é apenas um boato. Não acredito que alguém é capaz de apostar em quem esteve mais leve na largada do Bahrein.”

    “Nós não estamos concentrados nisso, estamos apenas concentrados em nosso próprio consumo de combustível. Estamos felizes com o que conseguimos no inverno”, concluiu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s