No clima de Sepang:Por dentro do GP da Malásia

Confesso que quando um grande prêmio é dividido do seu sucessor por apenas uma semana a expectativa é muito maior. Os pilotos tem apenas 3 ou menos dias para descansar e já têm que partir para outro país, e mais uma corrida que lhes pode custar pontos ou estratégias.

Geralmente, por causa das tempestades e clima instável, o GP da Malásia é conhecido por ser difícil para os pilotos, por causa de que exige alguns fatores fatais para o acerto ideal de tudo. É quarta feira, mas as novidades estão a toda e hoje quero mostrar algumas delas para vocês, nesta programação “No Clima de Sepang”. Vamos a elas então:

  • FERRARI

Foi muito interessante o gráfico feito pelo jornalista italiano Giorgio Piola sobre o volante da Scuderia. Eu até havia pensando em fazer algo assim, mas este está realmente muito bom. Detalhe que, como informa o artigo, ele se baseou no volante de Alonso, mais largo e posicionado mais próximo do corpo do que o usado por Massa: Clicando na imagem, o artigo em português:

Por outro lado é bom destacar que a Ferrari já tem pronto um novo pacote aerodinâmico para o GP. Os destaques ficam pela mudanças feita na tampa que recobre o motor, com a adição de “brânquias” para que a refrigeração seja mais eficiente, coisa que atrapalhou bastante Felipe nos dois GPs anteriores.

Alonso, humilde, mas esperto:

Tem sido um início de temporada incrível. Eu definitivamente não achava que estaria liderando o campeonato após duas corridas. Esta situação é muito mais do que eu esperava”, disse Alonso.

No Bahrein e na Austrália mostramos que somos competitivos e estamos em alto nível. Nós só podemos ficar felizes e orgulhosos do que temos feito até agora, não apenas na pista, mas também na fábrica durante a pré-temporada. O F10 tem provado ser muito bom. É um carro fácil de dirigir. É razoavelmente fácil encontrar um bom acerto para qualquer tipo de pista. Acima de tudo, é muito consistente.

No entanto, não há tempo para relaxar. Nossa meta agora é simples: continuar fazendo o que fizemos nas duas primeiras corridas. Não será fácil, mas temos confiança na nossa capacidade.

  • MCLAREN

Como já pude analisar aqui, não é de agora que sabemos que a McLaren não tem o melhor carro. A vitória em Melbourne, além da arriscada e eficiente estratégia de Button, foi com sorte pela quebra de Vettel. Jenson foi claro nisso, mas é bom ficar de olho:

Não temos o melhor carro, mas temos pontos. Vettel tem o carro mais veloz, mas não conseguiu tirar o melhor proveito da situação. Foram apenas duas corridas, mas estou feliz com o que adquirimos e evoluímos.

Vettel está em uma boa posição, mas não tem confiabilidade em seu carro. Quando eles acertarem isso, serão adversários complicados e muito rápidos.

O problema, ou vantagem para a McLaren, é que está difícil solucioná-los.

  • MERCEDES:

Schumi, apesar de tudo, está otimista. A dicussão aqui no blog durante os últimos dias sugeriu que, para alguns, ele pode sim disputar o título. Para outros, será ofuscado. Afinal, ele tem chances? Hoje ele declarou que sim:

Ainda podemos lutar pelo título. Estou bem feliz por ter atingido o máximo das minhas possibilidades até agora.

  • FORCE INDIA:

A novidade de que Liuzzi esteja superando Sutil já foi até admitida pelo próprio. Se bem que esta tem tudo para ser a sua melhor temporada na categoria, se já não é. Curioso que a Force India, que era antes tida como Minardi, agora é a melhor (depende o ponto de vista) fora do Top 4. Com a palavra, Tonio:

Tive uma corrida realmente sólida quando voltei em Monza (substituindo Giancarlo Fisichella, que foi para a Ferrari na época), e agora estamos marcando pontos. Quero dar o máximo de retorno ao time, pois eles acreditaram em mim.

Infelizmente é difícil para igualar a velocidade de Red Bull, Ferrari, Mercedes e McLaren, mas a equipe está trabalhando bastante.

  • WILLIAMS:

A força de vontade e a garra posta por Rubinho nestes doi primeiros GPs da temporada são dignos de destaque. Primeiro, porque a Williams não tem um carro que consiga lutar pelo pódio e as vezes nem sequer pelos pontos, mas Barrichello tem 5. E segundo por estar superando, seja na sorte ou na competência, Hulkenberg. Mesmo assim, ele espera melhoras no FW32. Aqui um trecho de uma entrevista:

Pergunta:O Sam Michael (diretor técnico da Williams) o elogiou dizendo, entre outras coisas, que você é o melhor piloto possível, que traz o carro sem cometer erros, que é rápido e um acertador incrível. Como você recebe essas declarações em sua 18a temporada de F1?

Rubens Barrichello: É sempre bom receber um elogio assim principalmente em um time de guerreiros como eu, que dão a vida pelo carro e pelo seu desenvolvimento. Fiquei bem feliz e vamos continuar batalhando dentro e fora das pistas.

P:Como você espera o desempenho do FW32 na Malásia?

RB: Será um bom teste para o nosso carro. Vamos ver se os problemas em relação ao calor que tivemos no Bahrein foram solucionados. O Objetivo é sempre marcar bons pontos até o momento que melhorarmos para chegarmos ao pódio.

P:O que você acha do traçado do circuito malaio?

RB: Eu realmente gosto desta pista. Um dos melhores traçados do mundo… Fisicamente, é a mais difícil também. Então, tudo somado é um grande fim de semana para quem gosta de velocidade.

VIRGIN:

A equipe de Lucas di Grassi pode estar melhorando, mas realmente isso não se notou. Pior que a Hispania está chegando e a pressão aumenta no carro feito totalmente por computador. Positivo mesmo só a esperança de melhorar, agora em Sepang. Di Grassi diz que quer o fim dos problemas, e segundo ele, o time evoluiu:

Temos algumas atualizações e algumas melhoras em relação à confiabilidade do carro, principalmente no que concerne aos problemas que tivemos e que nos prejudicaram na Austrália, como a bomba de combustível e detalhes na parte hidráulica que serão modificados e tratados com mais atenção durante o final de semana”, disse.

As altas temperaturas prejudicam a durabilidade. Está bem mais quente aqui do que estava na Austrália. Isso sem falar na umidade, que é muito alta e aumenta a sensação de calor

Por causa disso, o carro em geral trabalha bem mais quente, e isso não é bom. Por isso estamos tão focados nestas melhorias, porque o objetivo é, antes de qualquer coisa, terminar a corrida.

O carro melhorou e a performance está boa. Espero pelo menos brigar com os Lotus, o que não aconteceu em Melbourne, já que eles estavam um pouco mais rápidos e nós estávamos economizando combustível

Em termos gerais, deveremos ter uma melhora em relação à última corrida, e o mais importante é terminar a prova. É disso que realmente precisamos: fazer uma corrida inteira sem problemas. E, claro, continuar evoluindo.

HISPANIA:

Chandhok completou em Melbourne, o que já é um grande avanço. Agora falta completar na mesma volta que o líder, o que parece fora de alcançe agora. Bruno ainda não sabe o que é cruzar a linha de chegada em uma corrida. Vai tentar isso na Malásia, mas, como sabemos, é quase impossível. Quase:

Só quando começarmos a mexer nos amortecedores é que poderemos estabelecer o acerto básico. Aqui, isso não é possível. anto aqui quanto na China, precisaremos ter paciência, procurar aumentar a quilometragem e melhorar a resistência dos carros.

E o problema de Albert Park foi descoberto:

Quebrou um bico que pluga nas mangueiras que se conectam à caixa de câmbio – provavelmente por um colapso do material de tanto que o assoalho bateu no chão. Mas essa peça era de alumínio e já foi substituída por uma de aço.

Na verdade, isso já poderia ter sido feito na Austrália, mas não tínhamos nenhuma indicação de um problema. Tanto que o Chandhok correu com uma peça igual e completou a corrida.

E para Sepang:

Quanto maior o número de variáveis, maior a chance de acontecer algo imprevisto que nos beneficie.

Muito bem meus amigos, espero que tenham gostado e na seção de comentários fiquem a vontade para opinar, trazer mais notícias, curiosidades e quem vencerá; Até mais!

8 comentários em “No clima de Sepang:Por dentro do GP da Malásia

  1. espectacular a materia sobre o volante de massa. curti muito

    Mclaren pode não ter um bom carro, mais como não quebram e as velas trabalham sempre estão em segundo lugar na tabela, o que devia ser o lugar da Red Bull

    e nico na frente de Schumi: mais do que anecdótico, simbólico: o século XXI acabando com as vacas sagradas

    • A matéria é muito boa mesmo, legal.

      “e nico na frente de Schumi: mais do que anecdótico, simbólico: o século XXI acabando com as vacas sagradas”
      rsrsr, essa foi boa!

      abs.

  2. Tomás , de tudo que você muito bem comentou e mostrou , eu não tenho dúvidas de que a Ferrari sai como franca favorita para vencer essa corrida , isso se o Vettel não quebrar , mesmo com ou sem chuva .
    A Mclaren , ainda não é assim … ” uma brastemp “, mas , acredito muito nos seus pilotos .
    Quanto a Mercedes e seus pilotos , até agora só vi ” fogo de palha “, penso que deve melhorar mas ,não vai chegar numa Ferrari e Red Bull nunca .
    Agora quanto a essa simpática equipe Williams , que realmente tem uma bonita história no automobilismo , seria interessante vê-la voltar a vencer com esses verdadeiros ” guerreiros ” termo este , muito bem dito e usado pelo nosso grande Rubinho .
    E para finalizar , com tudo respeito e educação , não vou perder o meu tempo para falar de Hispania e Virgin !
    É como “diss ” a Mariquinha aqui em “Ratons” : ” A Hispana e a Virrgi dáum tempo né sôMarco , aquilo não valium kibe sô , olhó lhó lhó …
    tás doido .

    • Fala Marco!
      Obrigado!

      “E para finalizar , com tudo respeito e educação , não vou perder o meu tempo para falar de Hispania e Virgin !
      É como “diss ” a Mariquinha aqui em “Ratons” : ” A Hispana e a Virrgi dáum tempo né sôMarco , aquilo não valium kibe sô , olhó lhó lhó …
      tás doido .

      Tá ficando legal isso, depois temos que faer uma retrospectiva!hahha

      abraço!

  3. Muito legal o volante, muita função tbm…
    Uma pessoa normal deve levar um tempo ate acostumar…
    Uma parte me chamou a atenção, a asa dianteira e sua regulagem…
    Pouco se foi falado delas, me lembro apenas de Button ressaltando da importancia da regulagem da asa durante a prova, uma vez que o piloto pode muda-la…

    • ‘Pouco se foi falado delas, me lembro apenas de Button ressaltando da importancia da regulagem da asa durante a prova, uma vez que o piloto pode muda-la…”

      Gabriel, vou pesquisar mais e trazer novidades sobre isso!

      grande abraço!

  4. Será que não é a Renault é melhor fora do G4?
    Minha opinião, velocidade:
    1 – Red Bull
    2 – Ferrari
    3 – McLaren
    4 – Mercedes
    5 – Renault
    6 – Force India
    7 – Williams
    8 – Toro Rosso
    9 – Sauber
    10 – Lotus
    11 e 12 – Acho que Hispania vai passar a Virgin dentro de 3 corridas.

    • “11 e 12 – Acho que Hispania vai passar a Virgin dentro de 3 corridas.!
      É possível, mas a Virgin também está tentando passar a lotus e se defender da hispania, isso aí está tão embolado, hehe

      abs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: