Alerta vermelho para a Scuderia

Realmente as coisas não estão muito bem para a Ferrari na atual condição do campeonato. Apesar da liderança de Felipe Massa e o 2º lugar de Alonso na tabela, isso não mostra, nem por perto, as dificuldades do time de Maranello para se estabelecer sem problemas nos 3 GPs que já foram e nos que estão chegando, que serão decisivos na briga pela ponta. Red Bull se aproxima, McLaren dá show com Hamilton e Nico já está a 4 pontos do 1º lugar. Alguma solução?Primeiro, vamos ver os problemas, que aliás não são poucos. Como bem destacam alguns jornais pelo mundo, a pedra no sapato da Scuderia não está sendo o consumo alto, que era algo que preocupava o time na pré-temporada e alertava para várias hipóteses de um projeto B, mas sim as frequentes quebras de motor.

Motores usados:

  • Jenson Button (McLaren) 2
  • Lewis Hamilton (McLaren) 2
  • Michael Schumacher (Mercedes) 2
  • Nico Rosberg (Mercedes) 2
  • Sebastian Vettel (Red Bull) 2
  • Mark Webber (Red Bull) 1
  • Felipe Massa (Ferrari) 3
  • Fernando Alonso (Ferrari) 3

Vendo esta tabela, em que destacamos o Top 4, a Ferrari já gastou 6 (!) motorres em 3 provas, uma média terível para um conjunto que pretende lutar pelo título. Lembremos que com o máximo permitido pela FIA, que são 8 motores sem a temida punição, é bom trabalhar para que isto não aconteça mais. Em Bahrein, como todos devem lembrar, Tanto Felipe quanto Alonso tiveram que fazer a troca dos seus propulsores por precaução. Não receberam a punição, já que esta não entrava em um caso específico do regulamento, e conseguiram uma boa confiablidade aproveitando-se, justamente, de um problema com a sua maior rival, a Red Bull.

O que isso significa? Que se não tivessem optado pela mudança, provavelmente sofreriam na prova e teriam problemas, como um abandono pelo super aquecimento do motor, ainda mais com as altas temperaturas das terras árabes, aí também vemos a preocupação com a refrigeração do mesmo.

Agora, dando um breve salto por Melbourne, temos o grave caso de Sepang. Alonso teve que fazer a troca de seus propulsores depois dos treinos livres e na corrida de ontem, o que já sabemos. E Felipe não fica atrás, com a troca realizada também logo depois dos treinos livres, porém não teve inconveniências na corrida.

Domenicali, com seus cabelos de pé vendo “seu” precioso time se afundar em problemas, deu uma ideia da situação:

Nós estamos lá. Somos competitivos, fortes, e precisamos ter certeza de que resolvemos os problemas. Infelizmente, este final de semana foi o pior em termos de resultados, principalmente por duas razões.

Nossa confiabilidade não foi boa o suficiente. Mas não podemos esquecer que o mau resultado deste final de semana foi relacionado ao treino classificatório, porque começamos da 19ª e 21ª posições, então estar lá é um milagre.

Não sabemos ainda qual foi a natureza do problema no motor de Alonso e não sabemos qual é a situação do motor da Sauber também. Mas o que posso dizer, de acordo com as informações que tenho, é que os problemas são diferentes.

Apesar do medo estipulado diante deste tema, no mínimo preocupante, existe um lado positivo, se é que assim se pode dizer. Sabemos que os motores que são trocados, se tiverem concerto,  são usados depois em treinos e afins. O que por um lado economiza o uso do motor novo, mas soma mais uma mudança. É um beco sem saída.

Para Alonso, após a incrível prova feita sem embriagem, (classificada por ele não só como a mais difícil, mas como a melhor da sua carreira), resta olhar para frente, trabalhar por uma solução e rezar para que não aconteça de novo. Vendo o vídeo aí acima, que mostra as últimas voltas do GP da Malásia, exatamente no momento em que Fernando atacava Button pela 8ª posição, notamos a dificuldade do espanhol em manter o controle exato do F10 e a sua tomada nas curvas. Quando tenta ultrapassar Jenson, ele não consegue manter o carro na linha do vácuo ao McLaren e a fumaça começa a sair do monoposto. Foi isso o que causou a quebra?

Pode ser que sim, mas talvez não. Muito se falou que, se Alonso não tivesse exigido mais do carro no estado que este estava para ultrapassar Button, ele poderia ter chegado ao fim da prova “sem problema” e com a liderança do campeonato em mãos. Mas essa não é a ideia. Porém, dadas as circustâncias, todo 0 cuidado será pouco daqui em diante.

Em duas semanas, temos o GP da China. Lá, veremos se o espanhol terá que fazer a sua quarta troca de motor, já que ficou um pouco confusa a sua declaração que, dentro dos propulsores usados e quebrados, um pode ser usado em corrida, outro “morreu” e o 3º está em estado de ser utilizado em treinos livres.

Enquanto isso, Massa, com “um rosto feliz e tranquilo”, vai liderando um campeonato que mostra que qualquer erro do rival pode ser usado em benefício de si próprio. Vettel que o diga, e agora, Alonso que o diga. Porém, o jogo vira um dia. A luz vermelha continua acessa, e uma atenta Red Bull enxerga nisso, uma grande oportunidade de sepultar as chances de título para os Tifosi…

42 respostas para “Alerta vermelho para a Scuderia”

  1. É…a situação nao esta facil..
    aionda mais sabendo q temos um campeonato longo pela frente…
    sabendo que a Ferrari n é de ficar vendo as coisas acontecerem…Os mecanicos devem estar trabalhando duro para solucionar os problemas..principlamente dos motores…porque o carro esta rapido…os pilotos estao afinados….
    E Massa que se cuide, pois ele esta se mantendo regular, porem é preciso vencer em um sistema de pontuação q da tanto peso para quem cruza a linha de chegada primeiro…isso deve justificar sua postura tranquila e realista mesmo liderando o campeonato…
    A Ferrari tem tudo para ganhar o titulo, porem é preciso ver os motores, o aqeucimento de pneus de MAssa, e a aerodinâmica que a RBR tanto tem…
    Se isso acontecer teremos um campeonato longo e emocionante…seria muito legal ver a RBR e Ferrari batendo de frente, e colocando os 4 pilotos em condições de disputa….

    1. “E Massa que se cuide, pois ele esta se mantendo regular, porem é preciso vencer em um sistema de pontuação q da tanto peso para quem cruza a linha de chegada primeiro”

      Gabriel, é justamente isso que intriga.
      Se o regulamento é feito para valorizar a vitória, como um piloto que não venceu é líder????
      Pois é….
      Vettel venceu 1, quebrou 1 e ficou em 4º em outra..
      Alonso venceu 1, quebrou 1 e ficou em 4º em outra..
      Massa ficou 2º em 1, 3º em outra e 7º em outra..

      Daqui a pouco a FIA terá que colocar 10 pontos de diferença para valorizar a vitoria..

      Vamos ver no que dá. abs.

      1. Campeonatos são vencidos por regularidade e vitorias, ja campeonatos na Indy de onde eles copiaram o sistema de pontuação, terminarem com o titulo sendo dado um piloto que so venceu uma vez, por enquanto Massa lidera pela regularidade, com o passar do campeonato precisará de vitorias.

      2. “por enquanto Massa lidera pela regularidade, com o passar do campeonato precisará de vitorias.”

        Verdade Claudio.
        Turquia é favorável a ele…

  2. Tomás, você não está confundindo a constante TROCA de motores com GERÊNCIA de motores.

    Porque é o seguinte. O motor usado em um GP, pode ser reaproveitado em treinos livres para o GP seguinte. Aí, a equipe, para o GP, usa o motor novo. Assim tu consegue o máximo de utilização dos propulsores.

    Se não estou enganado, a equipe pode fazer um estudo da condição do motor sob supervisão da FIA. Quando isso ocorre ela deve retirar os óleos, fazer a verificação, e recolocar os óleos retirados anteriormente a verificação.

    Exemplo. A quebra da vela de ignição do carro de Vettel inutilizou mesmo o motor? São seria o caso de simplesmente trocar a vela?

    Mas tudo isso pode ser mascarado com as provas em alguns lugares na Europa, Inglaterra e Alemanha por exemplo. E voltar a assombrar na Hungria, Valência (Espanha) e Cingapura.

    1. OI Bruno…
      Pode até ser q isso esteja acontecendo…
      mas as mudanças e verificações nos motores sao bem restritas….
      E ainda estamos muito no começo do campeonato….pode ser que a Ferrari consiga gerenciar bem essa situação…mas mesmo assim a questao de motores pode dar uma dor de cabeça p a aquipe no final do campeonato

    2. “Tomás, você não está confundindo a constante TROCA de motores com GERÊNCIA de motores.

      Porque é o seguinte. O motor usado em um GP, pode ser reaproveitado em treinos livres para o GP seguinte. Aí, a equipe, para o GP, usa o motor novo. Assim tu consegue o máximo de utilização dos propulsores.”

      Bruno, vc leu o post?

      “Sabemos que os motores que são trocados, se tiverem concerto, são usados depois em treinos e afins. O que por um lado economiza o uso do motor novo”

      Mas eu entendi o seu comentário sim.. 😉

  3. Pois é… Embora o problema desta vez tenha sido um defeito de unidade.
    O Alonso deu azar em pegar um motor com defeito.
    Mas antes ele que o Massa. hahahaha.

  4. O Alonso é impressionante mesmo.
    Os motores da Ferrari caem no caso do superaquecimento. A aerodinâmica teóricamente muito “fechada” impede a devida refrigeração do motor. Alonso seguindo no ar quente de Button acabou por aumentar o problema.
    O que não “fecha” é que a equipe tem dados durante a prova pra saber se o piloto tem condições ou não de perseguir outro…

    A Red Bull, com seu sistema inovador de exaustão (que dá a volta na caixa de câmbio e sai por trás) parece ter resolvido seu problema. Gostei do video , Tomás, pena que tem um cara chorando no fundo.

    1. “Os motores da Ferrari caem no caso do superaquecimento. A aerodinâmica teóricamente muito “fechada” impede a devida refrigeração do motor. Alonso seguindo no ar quente de Button acabou por aumentar o problema.
      O que não “fecha” é que a equipe tem dados durante a prova pra saber se o piloto tem condições ou não de perseguir outro…”

      Muito interessante KBK, aí fica a pergunta…
      E a Ferrari introduziu umas aberturas no F10. Inclusive o Wilson destacou nos ultimos dias…

      abraço!

      1. O burraco tem que ser maior, e por falar na exelente informação do KBK sobre a Red Bull, faz todo sentido, afinal sua irmã mais pobre corre de motor ferrari e foi a unica com essas unidade a não ter problemas.

      2. “afinal sua irmã mais pobre corre de motor ferrari e foi a unica com essas unidade a não ter problemas.”

        Pois é. Ferrari e Sauber tiveram problemas, já STR não.
        Será que isso fará a diferença?

  5. Se no ano passado os motores da Ferrari não deram problema, se todas as modificações estão congeladas, o foco é a refrigeração e o ângulo da fixação desse motor, parece até simples esse problema, mais será que essa quantidade de motores usado não vai fazer falta no final?
    Será que o pé na bunda que deram no engenheiro antigo da Ferrari não foi precipitação, com graves consequências hoje???
    É triste ver uma grande estrutura que foi montada pelo Shumi na Ferrari, que deu tantos títulos, ser aos poucos trocada pela estrutura confusa dos italianos?

    1. “Será que o pé na bunda que deram no engenheiro antigo da Ferrari não foi precipitação, com graves consequências hoje???

      É isso ai Luiz Sergio, estava esperando alguem dizer isso,
      Pois acho que sim….

      abraço

    2. Com certeza foi, mas deram mancadas em não descobiri o problema logo, os furros como ja disse em post mais acima, foi uma solução ineficiente, agora a Ferrari terá que tomar outra Atitude, isso terá um preço a ser pago na pista, pois fica claro que ainda não estão desenvolvendo o carro e sim reparando erros….

      1. “pois fica claro que ainda não estão desenvolvendo o carro e sim reparando erros…”

        Exato Claudio, e eu vejo mesmo força na McLaren, ele vem evoluindo bastante..
        vamos ver..

  6. Outra questão é os treinos da pré temporada, será que essas “grandes equipes” não poderiam treinar em um país que tivesse temperaturas altas, para testar se a refrigeração com a nova aerodinâmica dos carros??????
    Com tão poucos treinos, quem foi o iluminado que arrumou as pistas, quantos dias foram perdidos?????
    Será que valeu a Ferrari treinar mais de 1000000 quilômetros para no final nos vamos ver ela troca de motor a toda hora????

    Tomás, será que você não arruma um raio X da suspensão inteligente da Red Bull.
    Sei que a FIA não achou nada de anormal na suspensão, no Hamilton, no furão de fila nos treinos de classificação, aliais ela não vê nada , ela é cega e corrupta.

    1. “Tomás, será que você não arruma um raio X da suspensão inteligente da Red Bull.”
      Vou ver se consigo, ou aí eu posso fazer, vou pesquisar.

      Abraço Luiz!

  7. já foi solicitado isso Luiz Sergio e parece a principio, salvo alguma mudança ultima hora, que testes pré-temporada em 2011 será no Barein. Assim terão noção melhor gps com altas temperaturas e não terão problemas com tempo chuvoso como é quando é feito em circuitos europeus nessa data

      1. Luiz;
        não consegui achar um raio x, para hj, vou ver como faço, mas assim que conseguir já trago ao blog.
        um abraço

    1. Valeu Wilson, eu até me lembro que neste ano, com as chuvas em Valencia, se discutia a possibilidade de levar os testes até lá. Mas se for ano que vem está ótimo.
      Agora, será que com isso ele colocariam Melbourne em 1º no calendario?

      abraço

  8. Tomás , vem aí o aerofólio magico da Ferrari , pois a mesma pensa em altera-los para evitar problemas como o acontecido com Alonso , que abandonou o último GP duas voltas antes do fim .
    Aí , todos os problemas serão resolvidos com o revolucionário ” aerofólio muiti mágico ” .

    1. “vem aí o aerofólio magico da Ferrari , pois a mesma pensa em altera-los para evitar problemas como o acontecido com Alonso”

      Haha, tudo vira magico na Ferrari.. 😀
      Mas como assim, o que tem a ver o aerofolio com o problema de alonso:?
      talvez eu não tenha entendido, esses dias estou terrivel com compreensão de frases!
      hahah

      abraço!

      1. Bom , explico meu caríssimo ídolo !
        Alonso disse ter feito a melhor corrida de sua vida no GP da Malásia , apesar de ter abondonado a corrida na penúltima volta .
        Com problemas no câmbio desde o início da prova , Alonso teve de se superar , diz que ” freie de forma estranha ” e ” tive que improvisar a cada curva ” .
        Pois muito bem , como a equipe diz também não saber qual o motivo da falha no motor do Alonso , eu como grande ” entendido ” no assunto ( é brincadeira heim , esta entre asapas ) , adianto-me e digo : ” Se ” a equipe já estivesse com o tal aerofólio , não ficava tanto tempo atrás do Button , pois o mesmo dizem que vai funcionar meio que parecido com a tal suspenção da Red Bull , e com o tal duto da Mclaren , sendo assim evitaria o superaquecimento ,pois ” seria ” mais rápido apesar dos problemas que vinha enfrentando , fazendo com que o motor não fosse ” pro espaço ” .
        Quero afirmar que é uma opinião totalmente individual , que pode ser totalmente eqüivocada .
        Eis a minha explicação meu grande ídolo .

      2. “adianto-me e digo : ” Se ” a equipe já estivesse com o tal aerofólio , não ficava tanto tempo atrás do Button , pois o mesmo dizem que vai funcionar meio que parecido com a tal suspenção da Red Bull , e com o tal duto da Mclaren , sendo assim evitaria o superaquecimento ,pois ” seria ” mais rápido apesar dos problemas que vinha enfrentando , fazendo com que o motor não fosse ” pro espaço ” .”

        Excelente Marco.
        obrigado pela explicação, agora tudo vai ficando mais claro.
        Tenho vários planos aerodinamicos para postar aqui, não sei se serão interessantes, mas vou ver,
        abraço!

        P.S.: E valeu pelo ídolo!!!hahha

  9. É, a classificação atual do campeonato não reflete bem o equilíbrio de forças das equipes. A Red Bull por enquanto se apresenta como a mais rápida? Mas… e a confiabilidade? Ah, as observações nos comentários sobre a aerodinâmica dos carros foram muito interessantes, de repende é isso que está dando tanto problema, já que a Toro Rosso ainda não quebrou nenhum motor.
    Mas é bom observar, que das equipes do G-8, só o Webber utilizou apenas um motor até agora. Essa questão dos motores também pode ser um problema para outras equipes no decorrer do ano, ainda bem para a Ferrari por agora para ser mais acentuado. Hum…. Essa questão do congelamento dos motores já é bastante polêmica, será que a FIA vai ter mão de ferro para punir, como questão potencial, todas essas equipes no segundo semestre do campeonato? Eu não sei se vocês lembram, mas a Brawn também teve problemas com os motores e a quantidade da troca de câmbios no ano passado, parece que po “algum motivo” (kkkk), todas as equipes rápidas que estão liderando o campeonato tem esse tipo de problema. Será que já não está na hora de verificar essa norma? Eu não falo de permitir um motor por GP, isso seria injusto para as equipes menores, mas já está se falando em 20 GPs para o ano que vem.. Não estaria na hora de aumentar o nº de motores e de trocas permitidos durante o campeonato? Tenho uma ligeira impressão que essa vai ser uma reivindicação da FOM daqui para o meio do ano…
    E foi bom lembrar a ajuda que o Schumacher… e também o Tio Ross deram a Ferrari em tantos anos na Maranello. Esses dois caras são menos bons na parte técnica. O diretor da Mercedes chegou mesmo a dizer que Schumacher tem tido um papel importante em ajudar a desenvolver a parte técnica do carro e ajudar o Nico a se desenvolver como piloto, coisa que o garoto confirma!

    1. Ester;
      ótimo comentário

      “Será que já não está na hora de verificar essa norma? Eu não falo de permitir um motor por GP, isso seria injusto para as equipes menores, mas já está se falando em 20 GPs para o ano que vem.. Não estaria na hora de aumentar o nº de motores e de trocas permitidos durante o campeonato”

      Esta na hora sim, e como você disse, querem colocar 20 GPs, tem India na briga, EUA, um pessoal grande.
      Ou talvez mudar a potencia dos motores, isso tem que se analisar com um artigo mesmo.
      Quem sabe não faço um bacana para debatermos mais.

      um abraço!

  10. Tomás , é verdade , não está fácil não para a Ferrari , em apenas três corridas os pilotos já tiveram três motores danificados .
    Mas vejo que é casual , pois foram tão bem na pré-temporada , não é agora que vai começar a gerar problemas .
    Claro , é óbvio que a Ferrari já está investigando o que está acontecendo .
    A Ferrari é uma grande equipe e vai sair bonito dessa situação , mesmo contando agora com , apenas cinco motores , acredito na Ferrari , e acredito nesses motores .
    Abraço , Grande Tomás .

    1. “mesmo contando agora com , apenas cinco motores , acredito na Ferrari , e acredito nesses motores .”

      Marco, realmente não gosto nada de ver a Ferrari com apenas cinco motores diante de 16 corridas. Meu deus!!
      Como a situação foi a esse ponto?
      Sinceramente, já estou cansado de ver o Alonso (isso é BEM PARTICULAR MEU, claro) em carros que pecam. Renault-carroça em 2008, que mesmo assim tirou leite de pedra, mas em 2009 foi muito mal esse time, que ainda gosto tanto.
      Agora na Ferrari, ele faz um casal perfeito com a Scudeira. Vibrei muito com a vitória na abertura, mas agora vejo que ao azar já começou. Duas voltas para o final e,,,,, PUFFFFF…
      Haja paciência, mas sei que os fãs do Massa estão pulando de alegria,hehehe

      abraço!

  11. Tomás ,estou aqui tranqüilo … pensando … ( tô com tempo hoje ), a Ferrari mesmo com problemas , está na liderança do mundial de construtores e ,seus pilotos , são também os líderes do mundial com apenas dois pontos de diferença entre ambos .
    Mesmo assim o clima é de preocupação na equipe .
    Agora , se analisarmos todas as equipes , elas estão fazendo um bom trabalho sim , tanto que está tudo embolado , mas no entanto todas tem que melhorar e todas podem e devem melhorar no desempenho e na confiabilidade .
    Entendo que muitas equipes tem muito trabalho a fazer , e , precisam ficar muito concentradas para não desperdiçar pontos importantes neste competitivo campeonato que está se desenhando .
    Voltando à Ferrari , apesar de ter começando bem ( como falei acima ),o grande temor é em relação à durabilidade dos seus motores , três corridas três motores , mas como disse também , acredito nesse conjunto : equipe e pilotos .

    1. “Voltando à Ferrari , apesar de ter começando bem ( como falei acima ),o grande temor é em relação à durabilidade dos seus motores”

      E todos pensavam que iria ser o consumo..
      Estou vendo que o F10 é bem problemático, mas Felipe e Fernando estão se virando bem..

      E, hj são completadas 17.000 visitas em 40 dias! eba!!!
      😉

      abraço

      1. Pô … excelente heim !! Realmente você está de parabéns !
        Está fazendo um trabalho que sabe combinar um bom post , com um inigualavél sistema de comunicação entre os seus colaboradores , tendo uma filosofia viva para o sucesso, motivando assim , a cada momento , mais pessoas a descobrirem com grande felicidade este excelente blog .
        Grande abraço Tomás !

  12. Sobre o sistema de pontuação que valoriza a vitória… O Maciel fez uma análise bem legal sobre o assunto: http://blogf-1.com/2010/04/regularidade-ainda-pesa-mais-que-vitoria/ (acho que vale a pena dar uma conferida).
    Hum… A gente não pode se esquecer que o Massa contou com algumas situações “atípicas “para estar na liderança…. Inclusive as quebras da Red Bull, a falta de regularidade de Weber nas corridas (o que não é mais tão novidade), e o mais atípico de tudo: a quebra de Alonso, na última corrida. O que de forma alguma tira o mérito da Ferrari e do Massa pela liderança, a equipe construiu um bom carro e Massa brigou muito para chegar aos pontos que conseguiu. Mas não dá para negar: não dá para ser campeão sem regularidade, ninguém conseguiu isso ainda não história da F-1, não é a toa que temos tantas corridas.
    Mas o campeonato ainda tá bem em aberto, e muitas variáveis ainda estão contando. Por isso, o Massa fez bem em manter os pés no chão com relação à liderança do campeonato. Afinal, a Red Bull ainda tem muitas cartas na manga, o Alonso continua sendo um bom competidor, e ainda tem mais duas equipes do G-4 que podem fazer toda a diferença. Cada uma dessas equipes tem chances bem “palpavéis” de conseguir vitórias, salvo as zebras que sempre acontecem…rs. E acho que só o tempo vai dizer o quanto o novo sistema valoriza ou não a vitória.. Mas como todos nós sabemos: o campeão vai ser aquele que tem mais pontos, e em caso de empate, aquele que tem mais vitórias; mas acredito que o mais importante que isso, é ver pilotos combativos brigando por posições do início ao fim do grid; e vitórias bem comemoradas, ganhas de forma limpa!
    Bjs,

    1. “E acho que só o tempo vai dizer o quanto o novo sistema valoriza ou não a vitória.. Mas como todos nós sabemos: o campeão vai ser aquele que tem mais pontos, e em caso de empate, aquele que tem mais vitórias; mas acredito que o mais importante que isso, é ver pilotos combativos brigando por posições do início ao fim do grid; e vitórias bem comemoradas, ganhas de forma limpa!
      Bjs,”

      É isso aí Ester. Por uma F1 mais simples e competitiva.
      Leia o post no blog com esse nome, https://theformula1.wordpress.com/2010/03/18/por-uma-f1-mais-simples-e-competitiva/

      abraço!

  13. Pois é… na época do Schumacher não acontecia isso na equipe Ferrari, nem quebras frequentes, nem as várias pixotadas nas estratégias, Schumacher sempre deixou bem claro que se a equipe ficasse”dormindo” ele ia repensar se valia a pena continuar na equipe! Schumacher com certeza escolhia quem sabia trabalhar direito, a Ferrari morria de medo de perder o alemão para outra equipe, a Mercedes bem que tentou, mas não conseguiu tirar o alemão da equipe! Após 2006 a Ferrari nunca mais foi a mesma, em 07/08/09 e agora logo no início de 2010 a equipe continua com o show de pixotadas e as temíveis quebras! Será que Schumacher e Brawn vão fazer em poucos anos da Mercedes uma super equipe como fez na Beneton e depois Ferrari? Não subestimem o velho alemão! Não tenho dúvidas que Alonso e Massa estão super preocupados, o jeito é maneirar na pista, mesmo assim acho que vão ficar sem motor na reta final e aí Vettel agradece! A RBR vai obsevar cada problema da Ferrari e pode até administrar o desempenho de Vettel na pista! Pra mim a Ferrari vai entregar o “ouro” de novo a rival, Vettel pra mim é o favorito ao título! Alonso e Massa com esses problemas técnicos vai ficar difícil pra eles! Mclaren e Mercedes vão se animar muito, vai ser uma grande temporada! Cabeças vão rolar em Maranello se continuar essas pixotadas e muitos vão sentir saudade do alemão…Mercedes com Schumacher em 2011/2012/2013/2014 promete, não tenho dúvidas que ele vai deixar esse carro como ele quer…2010 é só para tirar a “ferrugem”. Quando retomar seu ritmo veloz e o carro vencer ele vai se animar e renova seu contrato!

    1. Sabe Mercedes, agora andei pensando com o que você esreveu (” Será que Schumacher e Brawn vão fazer em poucos anos da Mercedes uma super equipe como fez na Beneton e depois Ferrari?”), que não é algo tão descabelado não…
      A Ferrari perdeu Todt, Schumi e grandes funcionários…
      A McLaren não tem Ron Dennis.,,
      então, a Mercedes, junto com a RBR, pode surpreender mesmo…
      vamos aguardar!!

      um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s