Ferrari vs Red Bull: a batalha está só começando… (atualizado)

O que mais poderíamos esperar de um duelo fantástico que já se previa vir a meados da pré-temporada? Red Bull e Ferrari estão dando um verdadeiro show, tanto na pista quanto no fator psicológico, e como bem podemos destacar em nossos corações de torcedores ansiosos em uma quebra do Vettel, rodada do Alonso, vitória do Massa, erro do Webber, ou vice-versa, ainda temos muito a presenciar e vibrar…O fato é que cada um destas grandes equipes tem uma história totalmente diferente e incrível no esporte.

  • Uma breve intro para entrar no clima:

A Red Bull conta com uma equipe sensacional, o “mago-projetista” Adrian Newey e o fantástico Sebastian Vettel. Mas isso tudo vem de raízes que mal chegaram a tocar o solo. O time tem apenas 4 anos completos na categoria, mas mesmo assim já é vice-campeã de pilotos e equipes e consegue colocar medo em seus rivais com carros que saltam do trampolim em padrões técnicos: são inovadores, eficientes, rápidos e bonitos.

Por outro lado, a Ferrari é uma equipe com uma história tão, mas tão extensa, que levaria dias para esta ser contada por inteira. Enzo é o grande idealizador de toda essa história. Puxou tudo até finais dos anos 80, e nos anos 2000 a fase Schumi estourou. Agora, com Alonso e Massa no time, uma das duplas mais fortes do grid, é tentar se recompor dos baques de 2008 e 2009, ambos envolvendo Felipe… Alonso vai com a “rmada espanhola” e Massa com o “orgulho brasileiro”..

  • Quem começou melhor em 2010?

Sem dúvida, a Ferrari. Alonso venceu o GP do Bahrein justamente aproveitando-se dos problemas de Vettel, que lá estaca sofrendo com a confiabilidade do seu RBR. A história é que, com a dobradinha nas terras do deserto, a Scuderia selou seu ótimo início de ano. Na Malásia a história foi um pouco diferente, mas os inconvenientes com a equipe austríaca voltaram a acontecer. Vettel quebrou seus freios, deixou a liderança no lixo e preocupação a Horner. Enquanto isso, a Ferrari com seus “carrinhos” vermelhos ia para o pódio tranquilamente.

Porém, o jogo prometia virar… Em Sepang a Red Bull mostrou que não estava para brincadeira e já colocou uma dobradinha espetacular nas costas da Ferrari. Alonso estourava motor, mas Massa liderava a tabela. Enfim, os lados opostos se atraem… Então, respondendo a pergunta inicial, declaro empate pelo menos nas condições dadas até o momento.

  • Problemas para os dois lados

Ninguém pode negar que os problemas em ambas as equipes estão sendo um verdadeiro dor de cabeça tanto para Domenicali quanto Horner. Pelo lado dos touros vemos uma grande deficiência em termos de confiabilidade do RB6. Oras, ter problemas na 1ª corrida, o que causou a perda de uma vitória importantíssima para o campeonato, na 2ª, com a perda de outra vitória de pontos sagrados para a tabela, e por fim as “besteiras” de Webber. vendo do ponto de vista “E se..”, Vettel, se tivesse tido suas corridas sem problemas, lideraria nocauteando a turma da Ferrari com 75 pontos- 100% do aproveitamento.

No lado ferrarista os motores são a pedra no sapato da vez. Ironicamente a Red Bull sofreu muito com este fato em 2009, com os débeis motores Renault daquele ano que a deixaram a 1 corrida de ficar sem propulsores.Como já disse, o jogo vira, e agora a Scuderia é que lamenta os problemas nos seus. Como todos podem ver atentamente no post abaixo, já são 6 motores trocados em 3 corridas, e de positivo temos que apenas 1 deu problemas com magnitude de corridas (a quebra de Alonso na Malásia). Na China, quero ver quem escapa da velha lenda….

  • Brigas internas

Fatalmente, temos, talvez, dois lados completamente opostos, vejamos:

Na RBR, Vettel luta com um piloto que por algumas razões já não tenha mais forças para batê-lo. Mark é estremamente rápido, eficaz e com um senso que faz a diferença. As vitórias em 2009, e a estratégica pole no sábado, por si só, demonstram isso. Porém, vejo pelo lado da taça, ele perca para o jovem alemão. Cada um deles tem seus pontos fracos,e fortes. Webber se mostra um ótimo “classificador” sempre, mas perde para Sebastian por 2×1. Fica difícil por exemplo, dizer como Vettel passou tão facilmente na decisiva largada em Sepang. E vimos que a partir daí Webber não foi capaz de superá-lo, seja pela sua deficiência em ficar no 2º lugar em dobradinhas, pelo carro ou pela pista. Na verdade, gostaria ver este grande batalhador vencendo como no ano passado, mas até agora Seba rouba a cena…

Pelo lado do “alemãozinho intrometido” vemos a verdadeira estrela que a Reb Bull tem em mãos. Um piloto que não só se adapta muito bem aos carros que lhe dão, como os desenvolve muito bem. Vettel é o tipo de piloto que, se você lhe der uma ordem e ele tiver as condições para obedecê-la, ele a fará. Foi assim em 2008, com a pequena Toro Rosso, foi assim em 2009 e está sendo no presente ano. Óbvio que não só de lados bons se vive na vida. Sebastian é novo, nas pistas e na sua idade, por isso alguns erros infantis ele comete as vezes. Mostrar tudo o que seu monoposto tem a oferecer também é algo contra, já que é sempre bom ter aquela carta na manga. Sem mais nem menos, no fundo, todos sabem do que esse garoto é capaz…

Indo para a boa e velha Ferrari, temos “Massita” e “Alonsito”. As duas mascotes dos Tifosi se mostram realmente muito bem educadas, mas não pretendam que seja assim  ano inteiro. Será só um dos dois fazer, dizer ou não fazer algo para o outro saltar na defensiva. Aguardem..

Massa está resistindo tão bem aos tiros ininterruptos da ‘Armada Espanhola’, que o brasileiro merece ser banhado  em elogios, até por parte dos espanhóis sedentos em tirar-lhe o seu mérito. Dois pódios em 3 corridas, a liderança em um campeonato que valoriza as vitórias (e ele não tem), além da volta por cima na briga. Felipe, agora com esta vantagem mínima de 2 pontos, vai para o tudo ou nada na China. Só depende dele. Na verdade os cinco primeiros só dependem de si. Tanto como Massa, Alonso, Vettel, Button e Rosberg. se vencerem tem a lideranças garantida (aí sim vemos a valorização da vitória). Por isso vencer será importante.

Por Alonso, a situação está bem pior do que na abertura do certame.. Início com vitória, mas a ponta já foi perdida e os problemas no carro já começam a aparecer. Importante, assim como para Vettel, Webber e Massa, será ganhar. Uma vitória tiraria todo esse sabor amargo e colocaria a pressão nos outros. Porém, sabemos que é difícil de acontecer facilmente, a concorrência interna e externa é grande para todos. O segredo, até aqui, mostrou ser constância. Já se vão dois GPs que o espanhol acabou atrás de Felipe, um retrospecto nada bom para as ambições do espanhol pela taça. China vem aí…

  • McLaren corre por fora (e perto)…

Sinceramente, havia pensado em colocar um bom texto sobre McLaren na análise de Red Bull e Ferrari. Por descuido, acabei me empolgando e focando o centro das atenções nos touros e cavalos. Mas, como bem salientam os grandes comentaristas do Blog, é preciso, para que possamos ver toda esta situação por completo, ver o lado dos carros prateados, vamos lá então:

Na parte do excelente e as vezes inacumulável time de Woking, temos dois pilotos sensacionais a bordo. Hamilton leva o perfil de piloto rebelde, que não obedece as regras e que aposta em ser o talento ágil da década. Não digo isso para encher linha, mas todos bem devem lembrar quando o jovem desobedecer as ordens de Ron Denis na derradeira temporada de 2007, quando disputava com Alonso.Claro que o espanhol deu o troco quando ficou parado cerca de 5 seg. no box quando lewis estava atrás para entrar em volta rápida na Pole Position. No final, o espanhol foi punido e renegado ao 7º lugar…

Não podemos esquecer também, se formos a 2009, as “menitiras” que de vez deram um choque na sua personalidade. E agora, o redente caso com a manobra sobre Petrov, que deu mais polêmica que razão. Enfim, Hamilton é o piloto Show-Man, você sabe que se ele largar lá trás, vai abrir caminho e deixar todos em segundo plano. Foi assim em Melbourne, em Sepang quando só um bravo e talentoso Sutil o parou.

Pelo lado técnico e não menos importante, Lewis se destaca em ser um verdadeiro roedor de pneus, fazendo assim muitas de suas corridas um calvário. Porém agora parece que ele está pegando o jeito.

Button é o tipo de piloto sensação tardia, que iniciou como talento revelação em 2000 mas só venceu em 2006 e em 2009, pela primeira vez com um verdadeiro carro para disputar o título, deu banho. Muitos julgaram errada a sua decisão de ir a McLaren, em abandonar o time que o “amava”, (já que a Mercedes nada mais é do que a Honda, B.A.R. e Brawn GP evoluída), mas ele até gora já venceu, tem 4 pontos de vantagem sobre o colega de equipe e pode ser líder do campeonato de vencer. Diria eu que a situação é boa para quem esperava que ele recebesse uma lavada de Lewis. Como vimos pelo lado técnico de Hamilton, Button faz justamente o tipo contrário, mas é exatamente isso que a McLaren queria (por isso contratou Button. Enfim, ele é conservador de pneus, mas não tem o jeito raçudo e “egoísta” de Lewis, Talvez seja por isso que ele não leve crédito. Como bem me lembro, Marco um dia destacou que mesmo que ele vença Lewis, que seja bi ou mais, nunca será creditado com o devido louvor. E vejo que isso é verdade, e, apesar que você possa discordar, pense e veja que com um título em mãos, uma temporada espetacular ele era alvo de chacota. A F1 é assim…

Finalizando este trecho, acredito que a McLaren, como resslataram aqui, vem evoluindo muito bem e até mais do que Ferrari. As soluções arriscadas e inovadoras que chegaram a dar polêmica (F-Duct, Snorkel, Difusor), parecem ter dado certo (exceto a última que estaria fora das regras) e logo foram copiadas. Até a Ferrari quer seu snorkel prontinho para a China. Por isto e mais, não duvidem que a McWoking possa liderar o campeonato fazendo frente a RBR e a Scuderia sem problemas

  • Em quem você aposta?

É complicado apontar a dupla mais forte, mas todos tem que arriscar. Na enquete abaixo, vote em quem você acha que é a dupla mais forte. Além disso, na nossa seção de comentários, serão bem-vindas as opiniões, tanto sobre os times, as duplas, quem levará a melhor na china, a corrida por fora da McLaren e o que interessar. Até mais e obrigado!

OBS: Se acharem necessário, depois acrescento um texto sobre a Mercedes.

38 comentários em “Ferrari vs Red Bull: a batalha está só começando… (atualizado)

  1. Ao ler as coisas do lado mais tecnico que esportivo, afinal esse espaço aqui fala muito da parte tecnica da coisa, tudo acaba ficando mais claro. A turma dos Touros Austriacos entraram com tudo no negocio e descobriram uma formula que Maclaren Ferrari e Mercedes, que é uma especie de filha da Ferrari, afinal Ross saiu de la e aos pouco foi pegando seus homens de confiança que hj andam pela Mercedes.
    Com a contratação do melhor projetista da categoria, deram o pulo do gato, e tem um desenvolvimento maior e melhor que as outras, afinal corre com time A e B, mas como assim? podem me pergutar, não são nesse campeonato carros diferentes, sim são, mas eles compartilham informações, e desenvolvem soluções com 4 carros ou seja tem o dobro de Kilometragem que as demais, não acredito que não haja comunicação entre a Matriz e a filial, veja q a Toro Rosso aprontou o carro primeiro na pre temporada e depois veio a Red Bull, muitos disseram a Red Bull esta atrasada por isso tera problemas, começou a testar com um carro ja afinado e com muitas coisas ja testadas, lembro q

  2. Ao ler as coisas do lado mais tecnico que esportivo, afinal esse espaço aqui fala muito da parte tecnica da coisa, tudo acaba ficando mais claro. A turma dos Touros Austriacos entraram com tudo no negocio e descobriram uma formula que Maclaren Ferrari e Mercedes, que é uma especie de filha da Ferrari, afinal Ross saiu de la e aos pouco foi pegando seus homens de confiança que hj andam pela Mercedes.
    Com a contratação do melhor projetista da categoria, deram o pulo do gato, e tem um desenvolvimento maior e melhor que as outras, afinal corre com time A e B, mas como assim? podem me pergutar, não são nesse campeonato carros diferentes, sim são, mas eles compartilham informações, e desenvolvem soluções com 4 carros ou seja tem o dobro de Kilometragem que as demais, não acredito que não haja comunicação entre a Matriz e a filial, veja q a Toro Rosso aprontou o carro primeiro na pre temporada e depois veio a Red Bull, muitos disseram a Red Bull esta atrasada por isso tera problemas, começou a testar com um carro ja afinado e com muitas coisas ja testadas, lembro q a Maclaren no tempo a da arapongagem testou tudo da ferrari em seu carro que obvio era diferente do carro Italiano e mesmo assim desenvolveu seu carro em cima do projeto alheio com perfeição. E verdade também que a Maclaren ja dispertou desejo no passado de ter um time B, porem teve medo pois a Honda culpava o fato de ter 2 times como fracasso nas pistas, o problema da Honda era dinheiro esborrando nas mãos de gente que não entendia das coisas, hj acho que a Red Bull gasta menos grana nos dois times, que Honda gastava com um só.
    A Red Bull focou em resolver um problema em relação ao motor Renault, resolveu, evoluiu o que já era bom a aerodinamica e fez medidas para que seu propulsor não quebre, a Ferrari focou em bater a Red Bull como melhor carro, porem acabou invertendo a Situação, pois seu motor sempre foi potente e Beberrão porem não quebrava, resolveram o consumo, mas a regrediram na refrigeração de seus motores, então vjo a Ferrari atras da Red Bull e com sério risco de perder postos para Mercedes GP e Maclarem, que tem no motor um canhão inquebravel, e hj so tem a preocupáção de melhorar aerodinamica e desgastes no Pneu, o time de Maranelo desde que perdeu Ross Branw, patina em termos de organização e estrategia, Ganhou com Kimi por que Hamilton de forma individual perdeu o campeonato e a Maclarem apostou no piloto Errado, se fosse Alonso ali no Lugar de Hamilton a Maclaren se sagraria campeã.
    Resumindo vejo a Red Bull hoje melhor, e a Ferrari tendo que se virar com muita competencia para não ficar para tras, porem Massa/Alonso são melhores que Weber/Vettel, pra mim Weber fica abaixo dos outros 3 desequilibrando neste fator.

    Alias com o fim do reabastecimento e outras medidas as equipes tentaram otimizar Aerodinamica construindo carros mais compactos e algumas esqueceram de refrigerar o Motor, que hoje tem um tanque maior de combustivel e para ocupar espaço e hj o Carro carrega mais peso, Isso tudo sem a evolução destas maquinas que nasceram para estar em carros de alguns anos atras com configurações bem diferentes.

    • Excelente Claudio!
      Um comentário muito bom mesmo, e com informações úteis,
      obrigado por compartilhar aqui comigo e o pessoal e continue assim, como sempre.

      um abraço!

  3. Tomás, você está acompanhando o ritmo de muitos comentaristas, que a Red Bull tem o carro mais rápido “até agora”, posso dizer que sim, e que perdeu com o Vettel as duas vitórias também, que tem uma equipe focada no grupo sem ter problemas de estrelismo, e o mais importante sua equipe B leva as informações importantes, essa via é muito mais da equipe B para a equipe A e o que tem feito a maior diferença, tem pessoas técnicas que se preocupam em “criar” com um orçamento bem menor, um mar de dinheiro as vezes afoga.
    Ferrari, para mim já existe duas equipes, que praticamente não dialoga uma com a outra, como dizem, sem união não tem solução. Existe muita emoção e pouca razão.
    Não incluir Mclaren nem a Mercedes nessa avaliação é nem olhar a tabela de pontuação para saber que essas duas equipes estão quase grudadas na confusa Ferrari, a evolução dessas duas tem sido muito maior que na equipe Ferrari, que não é o foco dessas duas e sim a equipe do touro vermelho, se bobearem passam de passagem pelo estrelismo da equipe “SANTANDER”.
    A Red Bull, também não está tão a frente, penso que não é nem o carro todo e sim algo descoberto na suspensão.
    Não descartaria nunca as equipes que tem o melhor motor em comparação aos frágeis motores Ferrari e o ainda raquítico motor Renault.

    • Luiz Sergio;
      “Não incluir Mclaren nem a Mercedes nessa avaliação é nem olhar a tabela de pontuação para saber que essas duas equipes estão quase grudadas na confusa Ferrari, a evolução dessas duas tem sido muito maior que na equipe Ferrari, ”

      Inclui a McLaren, com um texto que eu achei bem interessante.
      Depois leia, quanto a Mercedes, se for necessário, analiso tb!
      Abraço e valeu pela sugestão.

  4. A velocidade que a equipe Mercedes GP evolui, mostra que Shumi consegue tirar algo mais do grupo onde trabalha, sem a sua personalidade onde o foco é tirar o máximo, motivando uma equipe onde todos percebem que são importantes.

    Como devem estar o grupo técnico da equipe Ferrari, olham para trás e percebem que o engenheiro que ajudou a fazer vários carros fantásticos, errou no projeto do ano passado e foi descartado, esses técnicos estão mais interessados na melhoria do carro atual ou procurando uma outra equipe bem mais tranquila.

    A recuperação do piloto Webber, entre uma corrida estabanada e essa última, mostra o apoio que a equipe deu para ele, pois o grupo é um time unido, um carinho com que errou, faz muito mais efeito que arrasar com o piloto, nota dez para a equipe RBR.

      • Valeu Luiz, mas acho que agora passou um pouco de tempo,rsrsr
        fiquei sem internet ontem a partir da noite, e hoje como aqui em Floripa não teve aula (a chuva tá terrivel), fiquei em casa.
        voltou agora de manha.E já tem post.
        fica pra proxima!
        abraço!

  5. As equipes mais rápidas, no momento, são Ferrari e Red Bull. Porém, a McLaren e a Mercedes estão próximas e poderão tirar proveito de algum problema envolvendo a equipe italiana e a dos touros vermelhos.

    Ambas tiveram problemas de confiabilidade, enquanto os times equipados pela montadora alemã, ainda não sofreram com falhas no carro. Concordo com o que disse o Luiz Sérgio.

    Vettel teve problemas no Bahrein e na Austrália, enquanto Massa e Alonso tiveram que trocar o propulsor na etapa inicial. Webber, destes quatro, foi o único que ainda não teve problemas com o equipamento.

    Neste ponto, o time de Woking e o das três pontas podem levar vantagem, mesmo possuindo um carro menos rápido. Nico Rosberg pouco tem aparecido, mas está entre os líderes, Jenson Button acertou na estratégia e ganhou em solo australiano. Lewis Hamilton tem feito espetáculo, e pode ganhar algumas corridas, e Michael Schumacher, ainda pode melhorar ao longo do ano, pois está andando próximo do companheiro de equipe.

    • “Webber, destes quatro, foi o único que ainda não teve problemas com o equipamento.”
      E nem com isso conseguiu tirar proveito..
      Interessante o texto falando da Mercedes, vou ver se acrescento no post tb.

      abraço!

  6. Comparar quem tem a dupla mais forte beira a covardia. O maior mérito do Webber seria a regularidade que o mesmo apresentou em 2009; só assim ele se aproveitaria dos erros de um companheiro de equipe jovem e afoito. Só que o que derrubou Vettel neste ano foi a fragilidade da Red Bull, não os seus erros. Deste jeito, Webber não faz nem sombra ao Vettel.

    Já Alonso e Massa sim, formam uma dupla equilibradíssima. Para mim, as melhores duplas são da Ferrari e McLaren, esta última muito interessante, com dois estilos de pilotagem totalmente opostos e ao mesmo tempo muito eficientes.

    • “Comparar quem tem a dupla mais forte beira a covardia.”
      Vitor, comparar é sempre bom.
      Acho cada dupla bem diferente da outra, mas creio que a da Ferrari seja mais centrada e melhor.
      o que não tira o mérito da RBR;
      E concordo perfeitamente com a sua afirmação sobre a dupla da McLaren.

      abraço

  7. Tomás , mais uma vez meus parabéns ! belo post !
    Bom ,acredito que vai ser uma ” briga ” bonita até o final do campeonato , também acredito que a Mclaren vai juntar-se a essas duas grande equipes .
    Agora pelo que estou acompanhado , vejo as duas equipes meio que tranquilas , pois ambas tem inovações e vão coloca-las nos seus devidos tempos .
    No acaso da Ferrari por exemplo , vem aí o revolucionário ” aerofólio mágico ” mas deve demorar um pouco para ser utilizado segundo informações o tal aerofólio vai ser usado após o GP da China .
    Como estão ” tranqüilos ” , farão um levantamentos de erros ocorridas nos GPs anteriores para colocar um pauta a nova mudança .
    Já à Red Bull , considerada por todos como a mais rápida , está implantado o polêmico sistema de dutos da Mclaren se já e´rápida , imagina agora ,pois está mais que provado que ganho de velocidade é muito vantajoso .
    Mas também como esta “tranquila “, vai aguardar mais um pouco essa ” inovação ” em seu modelo , o RB6.
    Portanto , entendo eu que ,a disputa dessas duas equipes e mais a Mclaren vai ser o ápice dessa temporada .
    Grande abraço Tomás .

    • Obrigado Marco!
      Legal a sua opinião,e vou investigar mais sobre esse aerofilio magico da Ferrari,,,hehe
      Mas, analisando tudo, parece que a McLaren pode dar o bote…

      vamos ver e abraço!

  8. Belo, post, Tomás… Desculpen o tamanho do meu comentário… Eu acabei entrando em alguns pontos bem filosóficos, passando do esporte e entrando até em algumas questões da vida, rs… Bem, como eu sou das Ciências Humanas… Ah, não tem justificativa, é porque hoje eu tô muito inspirada mesmo!kkkkkkkkkkkSó não quis ser moralista! Mas espero que sirva para a análise do campeonato!
    Olá, pessoas, como vão? Em condições normais de temperatura e pressão, é normal termos quebras nos carros e os pilotos cometerem erros, vide, por exemplo, Schumacher em 2006, quando quebrou numa das últimas corridas do ano, naquela disputa ferrenha com Alonso. Ou as frequentes quebras de Kimi em 2005, na McLaren.
    Acredito que na verdade isso sempre acontecer na F-1, sou muito nova ainda para ter visto tantas coisas, mas as quebras e os erros sempre foram frequentes na F-1, assim como em qualquer esporte, a sorte também conta (ok, isso é mais do que sorte, é preparação técnica e psicológica também). Mas veja os campeonatos em que Senna, e principalmente Piquet ganhou, em especial quando este parecia não ter nenhum chance de ganhar, “contou” com a quebra dos outros concorrentes os títulos nos últimos GPs. Vide a briga do Alonso com o Hamilton (em que eu torcia ferronhamento para o Hamilton ganhar) pelo título em 2007, que culminou com o trófeu do Kimi. Um grande vice-campenato para Hamilton, e no outro ano foi campeão, quando recebeu punições da FIA que eu considero bastante questionáveis (pois é, não concordei mesmo, rs, kkkkk).
    Também dá para argumentar sobre esse nesmo campeonato de 2008: e se Massa não ido tal mal nas duas primeiras corridas no ano, e se a Ferrari não tivese cometido aquele erro ridículo em Cingapura? Mas aí jogam junto um monte de “se”, inclusive dos outros pilotos, como as punições de Hamilton, os erros dos outros pilotos, e tantos outros “se” não dá nem para prever se a história estivesse se desenrolado de um jeito diferente!
    Vettel quebrou duas vezes esse ano, fora aquele problema mecânico, quem sabe estivesse com 75 pontos no campeonato. Mas poderia ter cometido outro erro, ser acometido de outro problema mecânico, levar uma na traseira do carro, como levou Hamilton na Austrália de Webber. São coisas que não podemos prever, podemos fazer o máximo possível para evitar, como foi o caso do acidente do Massa ano passado, mas como diz em Eclesiastes “o tempo e o acaso acometem todos os homens”. É chato, como brasileira, admitir, mas Alonso é mesmo melhor do que Massa, mas além de ter quebrado na Malásimo, no penúltimo GP já ficou uma posição atrás do pódio do Massa, por fatores mil.
    Na História da Fórmula 1, nem sempre o piloto que consideramos ter as melhores habilidades como piloto e tem o melhor carro é que chegam a ser campeões: vide Prost com Senna, quando os dois começaram a correr juntos, Piquet com seu companheiro de equipe na equipe inglesa e até Button na Brawn (sim, eu considero Barriquelo um piloto melhor do que Button). Mas acho que uma coisa é fundamental: constância. Sou extremamente contra qualquer tipo de artimanha baixa para ganhar, mas boas estratégias, esforço e até um pouco de sorte (ajuda divina, se prefirerem), definem muito coisa. É importante a equipe se esforçar e dar o melhor de si, mas simplesmente conjeturar “se, se…”. É melhor procurar resolver os problemas, que foram muito bem enumerados no post.
    E para quem se considera talentoso em algo que faz, e não teve muito sorte; ou quem sabe não tenha conseguido ainda desenvolver tanta habilidade como deveria: não desista, a vida é assim. Um dia ganhamos, outro dia perdemos. Mas eu acredito que com certeza seremos recompensados por todo o bem que fizermos. O esporte está cheio de exemplos de gente que se superou em meio as dificuldades. Na próxima F-1, para pegar um exemplo mais antigo, apesar de não simpatizar tanto com o caro: quem diria que o Schumacher voltaria tão forte depois do acidente de 1999? Ou agora mesmo, o Kubica, com aquele carro da Renault, entre os concorrentes ao título?
    É isso aí, galera, não desistam, e o campeonato está em aberto. A Red Bull tem o carro mais rápido, mas eu acredito que a Ferrari pode ser superar, principalmente se conseguir avançar alguns milésimos de segundo e “insistir” na constância e confiabilidade.
    Bjs..

    • ESTUPENDO Ester!
      Com este grande comentário, a “senhorita” já entra para os grandes comentaristas do blog.
      E Gostei do lado mais pessoal,do técnico, enfim.
      😀 😀
      Aliás, só tenho que agradecer pelos comentários de vocês, são todos de ótima qualidade, e isso
      faz a diferença. Geralmente os blogs tem dificuldade em ter um boa linha de opiniões, e incrivelmente aqui não acontece isso.

      Valeu a todos, e mais uma vez, parabéns pelo comentário Ester!
      Beijos!

  9. Gostei do comentário da Ester, um ponto de vista bem interessante. Não que eu concorde com tudo (torço muuuito pelo Rubinho, mas acho o Button melhor), mas achei bem legal o comentário.
    Mas meu quase xará, Vitor de Recife, disse tudo!!! Comparando as duplas, a Ferrari tem 2 pilotos excelentes. Alonso: bi-campeão, sem comentários. Massa: líder, diferenciado, e perfil de campeão.
    Maclaren: dupla tão boa quanto da Ferrari, mas o carro ainda está um passo atrás.
    RedBull: Weber é muito bom, nada além disso. Vettel está num outro nível, assim como seu carro.
    E, usando um pouco de Ciencias Humanas como a Ester fez, relembro que “o homem é o lobo do homem”. As verdadeiras lutas ainda estão dentro das próprias equipes.
    Lewis esperniou contra a equipe na Australia porque seu “companheiro” Button parou uma vez apenas.
    A luta de Massa não tem sido contra Vettel, em momento algum ninguém fez comparação entre seus desempenhos. É Alonso que é utilizado nas comparações com Felipe (e vice-versa).
    Já na Red Bull, isso não precisa ser feito. Vettel vai superar Weber com facilidade.
    Na qualificação da Malásia, Weber bateu Vettel por uma sacada inteligente, uma oportunidade. Foi assim que Rubinho (o piloto também muito bom, nada além disso) conseguiu sua primeira vitória (pneu seco, na chuva, com padre invadindo a pista).
    Quando a poeira baixou após a largada, Vettel já estava a frente.
    Por isso afirmo, VETTEL SERÁ CAMPEÃO! Pois dentro de algumas provas, Weber não será seu concorrente, e sim seu escudeiro, seguindo ordens de equipe.
    E tenho dito…

    • Legal Vito, seu segundo comentário no blog e já está muito interessante,

      ‘Por isso afirmo, VETTEL SERÁ CAMPEÃO! Pois dentro de algumas provas, Weber não será seu concorrente, e sim seu escudeiro, seguindo ordens de equipe.
      E tenho dito…”

      Olha que uma afirmação dessas não pode ser retirada! hehe
      Bem,não quero ser injusto com o Mark, mas também acredito que acontecerá isso. E não será surpresa para ninguém.

      o “E tenho dito” é alguma referencia ao Marcus Zamponi? 😉

      um abraço!

      • Obviamente, torcerei com todas as minhas forças para estar errado. Quero o Felipe campeão.
        Mas um cara que consegue uma vitória com uma Toro Rosso no ano de estreia, é vice no segundo ano por pouco (se tivesse mais 3 provas, já era Button), e domina as 3 provas iniciais em um campeonato cheio de feras (sim, ele dominou, mesmo o carro não sendo confiável), é porque tem pinta de campeão.

        Nossa, roubei o “e tenho dito” do Zamponi? Tenho que comer muito feijão para me comparar em alguma coisa com ele 🙂
        Acho que ouvi de um daquelas malucos do Mtv Rock Gol…

      • “Nossa, roubei o “e tenho dito” do Zamponi? Tenho que comer muito feijão para me comparar em alguma coisa com ele
        Acho que ouvi de um daquelas malucos do Mtv Rock Gol…”

        hahahha, verdade… 😀
        um abraço!

  10. Tomas;
    Acredito que hoje a RedBull seja a melhor equipe, mas é seguida de perto por Ferrari e Mclaren, e como você já disse, Mercedes ainda não está com o carro do nivel das 3 mencionadas, mesmo assim acho que antes ou na metade do ano a Mercedes estará no mesmo nivel.

    Abraços

  11. Lucas e amigos;
    estava pensando aqui e queria perguntar a vocês:
    Vocês acham que a Renault lutará pelo título?
    Kubica está, por sorte ou não, no páreo pelo menos da pontuação.
    Fica aí a questão.

    abraços!

    • Olá Tomas…
      Acredito q n…..pode ser q a equipe faça um bom trabalho, ainda mais com o polones no cockpit…
      Ele pode estar no páreo agora, mas isso pode ser uma coincidencia de começo de temporada (só tres corridas ate agora) e as duas ultimas corridas q ele fez, q foram muito boas…
      Lógico que tudo pode acontecer, qm sabe na proxima corrida a renoult venha evoluindo a passos largos…
      mas até mesmo a aequipe esta com os pés no chão, se olharmos as declarações de Kubica podemos ver isso. Quem sabe esse trabalho tao bom não seja um motivo de animo para eles projetarem uma briga de titulo p o ano q vem?!

      • “Ele pode estar no páreo agora, mas isso pode ser uma coincidencia de começo de temporada (só tres corridas ate agora) e as duas ultimas corridas q ele fez, q foram muito boas…”

        Pois é Gabriel, acho que pode acontecer como em 2008, chegou a liderar mas o carro não ajudou.
        mesmo assim ele pode tirar mais pódios, vai saber..

        um abraço!

  12. Muito bom, Tomás.
    Prefiro não entrar em detalhes em relação aos comentários porque sem ler tudo o que foi dito nos comentários anteriores, somada a minha preferencia que não é segredo pra ninguém(hahahaha), pode ser que acabe falando algo inconveniente.
    Depois de ler tudo, posto minhas opiniões

    • Valeu por aparecer aqui Alan!

      “somada a minha preferencia que não é segredo pra ninguém(hahahaha)”
      Hehhe, então, é Hamilton ou Button? 😉

      valeu!

  13. Olá, pessoas, novamente! E… muito obrigada pelos elogios, Tomás, é sempre bom conversar sobre Fórmula 1!
    Sobre a questão da McLaren e da Mercedes… É óbvio que o time de Wooking não pode ser descartado, mas precisa se classificar melhor. Ttem bons pilotos, inclusive, vejo Hamilton como um fácil postulante ao título; e, quanto ao Button (desculpe os fãs de Jesson), acho ele um piloto até bem razoável, vide sua vitória em Melbourne. A McLaren tem o motor Mercedes, que tem se mostrado mais confiável que os demais motores, e toda a aerodinâmica do carro parece confirmar a boa confiabilidade do carro, até prova do contrário… kkkk. Por enquanto, o que põe em dúvida a segurança do carro é só aquele sistema de dutos, questão já levantada pelo Adrian, mas que mesmo assim (olha só!), ele quer colocar nos carros da Red Bull (ai, ai, que bela contradição).
    Mas se o time de Wooking quer mesmo brigar pelo título, precisar melhorar em alguns milésimos na velocidade (sim, tem outros fatores que jogam na briga pelo título, mas Red Bull e Ferrari se mostram nitidamente mais rápidas :)).
    Já o time da Mercedes, está com o monoposto em franca evolução, sim, o pódio do Nico não nos deixa negar. No quesito confiabilidade, eles tem o melhor motor da atualidade. A aerodinâmica também parece boa, e a quebra de Schumacher, pelo menos ao que parece, foi apenas uma exceção (que eu torço para que não se repita mais vezes, rs :). Já ao falar dos pilotos da escuderia… polêmica a vista! kkkk… Nico apesar de ser chamado de “sem sal”, tem marcado preciosos pontos para a escuderia, é bom de classificação, e neste último final de semana marcou o primeiro pódio pela Mercedes. Agora já Schumacher, o heptcampeão é um caso a parte… O piloto está voltando, depois de três anos de aposentadoria, e ainda se adaptando a nova F-1 que se apresenta para ele… Ok, ele está na categoria para se divertir… e acredito que vá mesmo conseguir esse seu objetivo. O problema, é que após apenas três GPs, o heptacampeão já recebeu uma “tempestade” de críticas pelo seu desempenho da Mercedes, principalmente, porque por enquanto está andando atrás do Nico. Mas, críticas a parte, a presença do Schumacher aumenta o moral da equipe (espero, kkk), e é muito importante para o desenvolvimento da parte técnica do carro, o próprio Fry já andou comentando que ele ajuda, e muito, no desenvolvimento de Nico como piloto. E isso é bom… E, não custa nada lembrar que o Schumacher ainda está voltando a sua forma física de antes.
    No mais, é muito mais fácil para Mercedes e McLaren apresentarem melhorias mais rápidas em seus carros, nesse início de campeonato. Até porque, Ferrari e Red Bull já estão com seus carros mais desenvolvidos que as primeiras equipes citadas (exceto na confiabilidade, para a Red Bull). Mas não há como negar que a Escuderia “Vermelha” e a equipe dos Energéticos tem, no momento, os carros mais velozes do grid.. Por isso é mais difícil para elas darem “passos tão largos”, ainda mais no começo do campeonato.
    O que a Ferrari e a Red Bull podem e “devem” melhorar urgentemente é na confiabilidade aerodinâmica dos seus carros e na “organização” da equipe (principalmente a Ferrari, sem dúvidas, kkkkk). Quantos aos pilotos, eu acho que a Ferrari tem a melhor e mais equilibrada dupla (o problema é que o sangue quente dos dois pode apimentar a parceria, principalmente se “alguém” fizer birra para ser primeiro piloto, logo no início do campeonato). Na Red Bull, não há muito coisa a comentar além do que já foi bem dito no post. Vettel se destaca pela voluptividade, mas ainda comete erros bobos, como qualquer piloto em início de carreira, e espero que isso se resolva com o tempo. Já Mark é bastante atacado pela crítica por estar não ser tão combativo, e nem sempre acompanhar Vettel tão de perto, mas isso é uma questão para a própria Red Bull resolver, não podemos destacar o “canguru” tão rapidamente…
    Hum… o Kubica tá mesmo fazendo milagre com aquela Renault dele! Pelo menos agora no início do campeonato, ele tá indo bem, só não tenho certeza se eles vão conseguir resistir aos avanços das outras equipes já no meio do campeonato. A Renault, depois de tantos escândalos, não tá com muita cara de quem quer investir firme em avanços técnicos para o carro não. Mas isso aí, só o tempo dirá. E falando nessa equipe, o Petrov tá surpreendo no seu primeiro campeonato da Fórmula 1! Mesmo sendo um piloto pagante, fez um início de campeonato nada mal…
    E… Mais uma vez obrigada pelos elogios, e bjs para toda a galera que curte F-1!!!!!
    DTA!

    • Ester, UAU….
      Belíssimo comentário, acho que você já tomou os corações dos leitores daqui.. hahahahah
      legal a sua analise,
      “e ainda se adaptando a nova F-1 que se apresenta para ele… Ok, ele está na categoria para se divertir… ”
      Mas acho que não deve ser diversão nenhuma para Ross ver seu heptacampeao perdendo pra um “moleque”, hehe
      a situação tem que mudar, pois se ficar assim Nico vai aprontar!

      abraço Ester!

  14. Amigos,

    Desculpa se meu comentário fugir um pouco do assunto deste post. Mas me dei conta disso quando li aqui sobre a Mercedez e depois fui ligando os fatos.

    Trecho retirado do Tazio:
    “Brawn quer um vitória pelo menos até junho, ou então ele desiste da temporada e passa o foco para o próximo ano”, afirmou uma fonte do jornal [Bild], cujo nome não foi revelado.

    Bem, é a cara do Ross! Já fez isso com a Honda (antes de virar Brawn) e deu muito certo.
    Bom, o Bild é um jornal alemão razoavelmente conhecido. Fui testar se meu alemão enferrujado ainda servia para algo e fui checar a notícia na origem e … nichts! Nada! Como o Bild tem tal informação e não publica? Como diria Dona Milú em Tieta: “Misteeeeerio…”

    Poucos dias atrás saiu a notícia que Kubica poderia assinar com a Ferrari no lugar do Massa (AutoHebdo da França). Galvão Bueno afirma poucos dias depois que um contrato de 3 anos para Massa permenecer na Ferrari já está redigido. Nos dias seguintes, vários sites brasileiros falam de um entrevista de Domenicali ao “Die Welt” (outro jornal alemão) sobre o tal contrato de 3 anos.
    O que eu faço? Vou ao site do “Die Welt” e o que encontro? Nichts novamente! E novamente “Misteeeerio…”

    Minha conclusão:
    Os caras devem inventar a notícia e pensar “quem vamos colocar como origem para dar força a notícia, que entenda de Formula 1, mas dificilmente alguém vai checar? Publicações da Alemanha!”.
    Eis a minha teoria conspitória da semana 🙂

    • “Minha conclusão:
      Os caras devem inventar a notícia e pensar “quem vamos colocar como origem para dar força a notícia, que entenda de Formula 1, mas dificilmente alguém vai checar? Publicações da Alemanha!”.
      Eis a minha teoria conspitória da semana ”

      Grande Vito, Pois eu acho que vc está certo.
      Primeiro que boato tem sempre, e aqui no Brasil só tende a aumentar.
      vc pode ler, por exemplo, que bruno “””PODE””””tem contrato com a STR, afirma um jornal da austria.
      nao é uma noticia tão chocante, mas chama a atençaõ.
      e AÍ? como vc disse, poucos vão conferir.
      Esta dada a prova de que tudo pode ser dito em base de jornais alemães. rsrsrsrs

      abraço e gostei da teoria conspiratoria! 😉

      abs.

  15. Tomás,
    mudando um pouco do assunto.
    Sobre a nova pontuação, que continuam reclamando sobre ainda não estar a altura a vitória, tanto é que o Massa é o líder sem ter nenhuma vitória até agora.
    A formula mágica para que os pilotos arrisquem mais é super simples:
    A VOLTA DO DESCARTE DE DUAS OU TRÊS CORRIDAS NO CAMPEONATO.
    Hoje que arrisca e não consegue ultrapassar e ainda ficou em um brita da vida, é visto como
    foi visto o piloto Webber, barbeiro, burro, etc…
    No primero título do Senna, ele só arriscava as vitórias, pois tinha o maravilhoso descarte, como a presidente da FIA era francês e o Prost também, tiraram realmente a parte mais bonita de uma competição, o arriscar!!!

    • ‘A VOLTA DO DESCARTE DE DUAS OU TRÊS CORRIDAS NO CAMPEONATO.”

      Seria muito interessante. Mas duvido que aconteça em estes tempos , heheh
      Mas eu queria!

  16. A hispania, começo a acreditar que ano que vem, se nao for comprado por um grupo empresarial, incorporada, vendida, não estará na f1 em 2011. Nesse momento já tem gente importante saindo por lá.

    Geoff Willis
    Geoff Willis poderá trocar a Hispania pela Force India. Foi relatado em Sepang que Willis, que iniciou seu trabalho na equipe espanhola como consultor durante sua luta pela sobrevivência na pré-temporada, agora estaria considerando a possibilidade de sair.

    O ex-diretor técnico da Williams, McLaren e Honda, que deixou a Red Bull no meio do ano passado, disse na Malásia que estava “desapontado” com o carro da Dallara e não acredita em um progresso significativo.

    Foi dito que ele tomará uma decisão a respeito de seu futuro até o GP da China do próximo fim de semana. O Turun Sanomat da Finlândia, assim como a Autosprint da Itália, relataram que a saída de Willis é provável.

    Comenta-se que o britânico pode ir para a Force India, depois da saída do diretor técnico James Key, que foi para a Sauber. Key foi substituído em fevereiro por Mark Smith.

    autoracing

  17. “Massita” e “Alonsito”. boa tomas sempre sendo,sarcastico cara a dupla do ano é de fato massa e alonso mas o piloto do ano é vettel(pelo menos por inquanto, hamilton se mostra disposto a mudar isto e eu acho q vai)mas temos ainda MUITAS corridas pela frente esta foi apenas a 3º corrida do ano mas podemos tirar algumas conclusões:
    Vettel: muito rapido, mas com alguns problemas nas duas primeiras corridas do ano e teve a chance de estar 100% mas os problemas nao o deixam.
    Webber:sem sombra de duvidas nao sera melhor q vettel mas sim “ajudara” o vettel no decorrer do campionato.
    alonso:um forte piloto com grandes chances de vencer o campeonato esta em segundo com 1 vitoria um bom começo de campeonato.
    massa:foi espetacular na ultima corrida(fazendo a mesma quantidades de ultrapassagens do q hamilton e terminando 1 possiçao atras dele),sem nenhuma vitoria é o lider isso mostra q é um piloto constante.
    button:sempre regular esta em 4º lugar apenas 4 pontos atras do lider e como foi dito pelo tomas qualquer um dos 5 primeiros q vencerem teram sua liderança garantida
    Hamilton:esta em 6º no campionato 4 pontos atras de seu companheiro isso nao tira seus meritos ele vem melhorando a cara corrida e fez uma espetacular corrida em Sepang(tem grandes chances de brigar pela vitoria na china e no campionato.

    um abraço tomas e parabens pelo ótimo post como sempre

Deixe uma resposta para Diego Wendhausen Passos Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: