Adrian Sutil merece ir para a McLaren?

Estava pensando neste últimos dias (na verdade já tenho essa ideia desde que Sutil mostrou que é um piloto de talento) sobre a possibilidade de um dos maiores talentos da nova safra da F1 (porém com carro limitado) ir ao grande time de Woking. Mas é isso o que eu mas queria saber: existe alguma chance, ou definitivamente não?

Sutil é alemão. Ou seja, faz parte deste período que se mostra bastante fértil para os pilotos dessa nacionalidade (temos Nico Rosberg, Sebastian Vettel, Nico Hulkenberg, Timo Glock, (Schumi não entra nessa lista porque já é “mais velho”, de outra época). O detalhe é que os dois primeiros citados já têm carros de ponta. Tanto Vettel quanto Rosberg já estiveram em carros intermediários, mas ambos tem o seu lugar garantido em lugares desejados e competitivos.

Sutil leva no currículo 16 pontos, 10 deles conquistados na nova pontuação de 2010 com o 5º lugar em Sepang. Depois disso, temos o 4º lugar em Itália 2009, quando marcou a volta mais rápida, e o heróico 8º lugar (ironicamente devido a uma punição em cima de Liuzzi (seu atual companheiro), que havia sido o oitavo) com a extinta Spyker. Mas Adrian tomou gosto pela Force India. Já é o terceiro ano no time e a evolução é constante. A vinda dos motores Mercedes a equipe ajudou notavelmente, e este ano já é o mehlor da escuderia.

Porém, já fica claro que o grande talento precisa ser lapidado e conduzido a um cookpit de qualidade para disputar um título. Se ele está sendo um dos responsáveis pela melhora nos resultados e permormace na equipe indiana, seria muito bem mais aproveitado em um equipe de ponta e que lhe possa dar um carro de ponta- aí entra, obviamente, a McLaren.

O negócio é o seguinte: Sutil é, digamos assim, o melhor amigo de Hamilton dentro do ambiente automobilístico, e fora também. Com isso, talvez, mas duvido pela personalidade de Lewis, Adrian tivesse uma “forcinha” extra para entrar em um cookpit do time inglês. O fato de como já disse aqui ser alemão, ter talento e “grana”, com certeza deve chamar a atenção de Withmarsh e Ron Dennis (que, apesar de dizerem o contrário, deve estar por traz das decisões de Martin). Agora, Hamilton deixaria isso acontecer?

Depois do “trauma” com “Don Alonso”, Hamilton “decidiu” que queria companheiros, “fracos”. A partir daí vieram Kovalainen por duas temporadas, que não chegou sequer perto do inglês. Mas, como este também nem ajudava a equipe a pontuar regularmente, saiu. Então veio Button, peça chave nessa história. Todos acreditavam, inclusive Hamilton, presumo, que Jenson levaria um banho e nem conseguiria fazer competência. Mas não foi bem assim, e ele já venceu e se mantém a 4 pontos do líder e a 4 pontos na frente de Hamilton. Ou seja, trazer Sutil não seria nada bom para Lewis, mas a McLaren pode estar interessado nele.

Apesar de Button ser campeão do mundo e mais, não é aquele piloto “raçudo”, como Hamilton demonstra ser, e sim mais técnico, a estratégia arriscada em Melbourne mostra isto. Mas se por um lado isso não é bom, por outro é. Como vários leitores já dizeram por aqui, Jenson e Lewis “se completam” e cada um se inspira- e tenta se diferenciar mais do que cada um parece ser.

Por isso pode ser difícil de Sutil ir a McLaren, mas, se eu tivesse que escolher, optaria por ele. Sabemos que com um carro bom e  bem regulado ele pilota muito bem mesmo.

Exemplo mais recente foi a excelnte segurada no, quem sabe, seu futuro companheiro, Hamilton. Com seu humilde Force India Sutil fez um belo duelo com o inglês, e este deu merecidos elogios a Adrian:

Depois da minha parada, tentei fazer o meu melhor para ultrapassar Adrian , mas ele foi muito esperto e era simplesmente mais veloz nas retas. Ele fez uma corrida fantástica, na verdade, sem erros.

Se ele merece, eu acredito que sim. Agora, na seção de comentários, você é quem opina. Ao longo do dia vamos debater o assunto e chegar a uma opinião final. Até mais e obrigado!

20 respostas para “Adrian Sutil merece ir para a McLaren?”

  1. Vejo a Maclaren fechada por mais uns dois anos, Button é um cara tipo boa praça, que fez uma escolha na minha opinião acertada de ir pra Maclaren, e o que vejo é, se ele sair dali é pra se aposentar, afinal sair da Maclaren so justifica se for pra Ferrari, mas isso não existe no plano nem de Button muito menos da Ferrari.
    Assim acho meio dificil a curto prazo rolar, porem se rolasse, com Hamilton la fica a pergunta, valeria a pena, vendo que o objetivo de Hamilton e ter um companheiro fraco, ou se forte ele for enfraquece-lo, acho que ele pode primeiro dar um passo a mais, Mercedes ou Red Bull, para mais a frente tentar as Top Top Ferrari ou Maclarem.

    1. “acho que ele pode primeiro dar um passo a mais, Mercedes ou Red Bull, para mais a frente tentar as Top Top Ferrari ou Maclaren”

      É isso o que se anda falando por aqui. Mas não acho descabelada a ideia não. Podem acreditar, um ano só que o Button for mal e trazem outro piloto. O problema, como dizemos, é que Sutil não é bobo não…

  2. Valeria mais pensar em uma Ferrari, pois o Massa tem um contrato a vencer?
    Na própria Mercedes GP, se o Shumi realmente não engrenar?
    Na Red Bull, pelos comentários que o Webber pode se aposentar?
    Mclaren????????????????????????????????????????????????????????????????????

    1. “Valeria mais pensar em uma Ferrari, pois o Massa tem um contrato a vencer?
      Na própria Mercedes GP, se o Shumi realmente não engrenar?
      Na Red Bull, pelos comentários que o Webber pode se aposentar?
      Mclaren????????????????????????????????????????????????????????????????????”

      Luiz;
      confesso que essas possibilidades são maiores.
      Mas, alguém ouviu falar de algo?
      Ok, do Sutil na McLaren pouco se disse, mas, bom, eu fiz este post justamente para isto. Uns concordarem, outros não.
      Eu queria que ele tivesse essa chance, é um dos grandes talentos da F1 que precisa de uma boa máquina..

  3. Quando o Alonso deu uma de mau perdedor e traidor, eu pensei nele, na época ainda de Spyker(se escreve assim msm? huahauahu), mas veio Kovalento…
    Atualmente acho difícil, mas é uma ótima opção daqui a alguns anos, vejamos:
    McLaren e Force India mantêm uma parceria técnica, o que aproxima as duas partes, e o Button deve ter uns 2 anos de McLaren pela frente, renovando por mais 2, totaliza 4, nesse período, se o Adrian não for pra alguma outra equipe, acaba se tornando forte candidato, a menos que o Jenson mantenha-se em plena forma durante esse tempo todo.

    Mas, vale lembrar que tendo uma “line up 100% british”, a McLaren consegue um apelo comercial muito maior na Inglaterra.

    E por fim, não vejo a Ferrari como único provável destino de Jenson Button caso ele decida sair da McLaren no futuro. Tem a Red Bull, onde o Vettel parece ter um lugar guardado por muitos anos, mas o Webber não tem nada garantido. Caso Kimi não volte, uma vaga em aberto. E a Mercedes GP tbm, pq não voltar? Afinal, M. Schumacher não corre até os 50(eu acho hahahaha), e a tendência é a equipe andar no nível das demais grandes, com os recursos financeiros e tecnológicos que tem.

    Pra finalizar, vejo o Sutil como boa opção sim, mas no momento em que a equipe possui dois campeões mundiais, com caracteristicas opostas, como bem disseram(e eu concordo), seria um tanto sem lógica mudar apenas por mudar…

    1. Bem pensado,

      O Adrian Sutil é um bom piloto, e com a melhora da Force India, ele tem boas chances de conseguir um lugar em um carro competitivo no futuro. Tem a McLaren, a Mercedes, que é alemã, Renault, Ferrari, Red Bull.

      Acredito que ele tenha chances, e melhorou bastante, junto com a equipe indiana.

      1. O que me preocupa, não que eu torça por ele, haha, mas que Adrian fique pela eternidade na Force India.
        Já são 3 anos (1 com Spyker) e este o 4º e terceiro na FI.
        Vendo melhor, a opção da Mercedes, como vocês bem analisaram aqui, seria factível.
        É alemã, Schumi pode sair, quem sabe..

    2. “McLaren e Force India mantêm uma parceria técnica, o que aproxima as duas partes, e o Button deve ter uns 2 anos de McLaren pela frente, renovando por mais 2, totaliza 4, nesse período, se o Adrian não for pra alguma outra equipe, acaba se tornando forte candidato, a menos que o Jenson mantenha-se em plena forma durante esse tempo todo.

      Mas, vale lembrar que tendo uma “line up 100% british”, a McLaren consegue um apelo comercial muito maior na Inglaterra.”

      Muito interessante seu comentário Alan, gostei. É isso aí, temos que debater. A mudança faria bem, a McLaren? Agora eles tem dois campeões mundiais, ingleses e com opostos se se atraem. perfeito! Mas esse Button acho que não deve manter o ritmo 4 anos.
      O que vocês acham?

  4. Não creio que a McLaren esteja interessada em desfazer uma dupla tão equilibrada e, vale lembrar, composta por dois campeões. Lewis é, como você citou, um piloto raçudo, de pilotagem exuberante, enquanto Jenson é o contraponto, um piloto discreto mas muito eficiente. Dois estilos diferentes, mas que levam à vitória. Para que mudar em time que está ganhando?

    Resta ao Sutil arranjar outro espaço para crescer. Red Bull no lugar do inconstante Webber? A Renault, que ensaia um crescimento com Kubica?

    1. “Red Bull no lugar do inconstante Webber?”
      Fazendo dupla com Vettel?
      Nossa, iria pegar fogo!!!
      Mais uma dupla alemã fortíssima seria formada, e poderia servir muito bem de previa para Sutil “ensaiar”.
      Se bem que a Red Bull já tem status, não é?

  5. Tomás, eu acho que o Sutil precisa ainda mostrar mais consistência para ir à Maclaren. Achei meio precipitada a ida de Kovalainen à equipe, mas visivelmente a opção era por alguém submisso à Hamilton (e isso ferrou Kova, que nem era tão lento assim, mas nada comparado ao que foi na Maclaen)…depois do kovalainen a equipe visivelmente se preocupa mais com o campeonato, e é uma via de conter o poder de Hamilton na equipe.

  6. Vejamos Ridson.
    Kova havia estreado em 2007, pela fraca Renault desestabilizada pela saída de Alonso, (para a Mclaren) e não havia sido tão bem assim. Só venceu Fisichella, que estava em uma época sem glorias ( e que depois foi para a Force India). Por isso me surpreendeu a escolha da McLaren por ele, como você disse, (a opção era por alguém submisso à Hamilton).
    A ideia agora continua a mesma, mas a diferença é que ele querem alguém contante. Por exemplo: Lewis fica em 2º, o companheiro em 3º (nao como o heikki, em 8º). Button é assim, mas como Sutil, não é bobo.
    Já venceu, algo positivo.
    Bem, não fugindo muito do assunto, é esperar, como sempre…

  7. Boa noite meu Tomás e Amigos da velocidade.

    Eu pessoalmente achei sempre Adrian Suttil um bom e competitivo piloto. Pena é que nunca teve carro bom para poder mostrar este potencial. Mas como a Mclaren e a FOrce India têm uma parceria tecnica eu acredito muito que um dia Suttil possa ir para Woking. Conforme o Tomás ja frisou acima Suttil e Hamilton são muito amigos e talvez isto pese muito nesta decisão.

    Tomás, noticias rolam por aí que a Mclaren gastou cerca de 7 milhões de dolares para densevolver um novo simulador, e cujo o mesmo ja está a ser utilizado por Hamilton e Button para as corridas de Xangai.
    Tens alguma informção mais concisa sobre este assunto? Se tiveres libera para a gente.

    Um abraço

    1. Caro Edgas;
      aqui algumas informações do simulador e declarações:

      A solução para subir o nível, assim, pode estar em um simulador orçado em 5 milhões de libras (R$ 13,3 milhões). É nesse equipamento que Button passará horas e horas na manhã desta quarta-feira, em Woking, buscando destrinchar cada curva do circuito de Xangai, palco da prova de 18 de abril.
      No supercomputador, Hamilton se juntará ao compatriota, buscando melhorar os resultados que até aqui o colocam na sexta posição do campeonato, a oito pontos do líder, o brasileiro Felipe Massa.
      Conforme explica o chefe de equipe da McLaren, Martin Whitmarsh, a tecnologia disponível não se resumem ao simulador, visto que a escuderia prepara evoluções gradativas para introduzir nos carros corrida após corrida.

      “Temos que acreditar nessas ferramentas”, diz o dirigente, acompanhado por Button: “alguns pequenos problemas precisam ser resolvidos, mas se desenvolvermos nosso carro mais rapidamente que os adversários, podemos vencer”.

      Por enquanto, é isso apenas, nesta semana mais informações devem ser reveladas.
      um abraço e espero que tenha servido;

  8. Tomás , devido problemas no meu com.puta.dor ,estou chegando muito tarde .
    Então seremos breve : Ao logo da história do automobilismo alemão , a Alemanha , produziu grandes pilotos , dentre eles , esse que você muito bem lembrou , Adrian Sutil , que muito bem merece estar em grandes equipes da categoria .
    Abraços .

  9. Ele é um bom piloto e nós sabemos disso
    Mereceria sim sim estar numa grande equipe, mas acho que McLaren ainda está muito alto, mesmo ele sendo um bom piloto.
    Um único defeito dele, que muitos também é a “Barbeiragem”.
    Muitas vezes ele é imprudente de demais e causa acidentes desnecessários.

    1. “Muitas vezes ele é imprudente de demais e causa acidentes desnecessários.”
      Isso é verdade. mas me lembro no GP de monaco 2009 ele esta em 4º no GP de Mônaco, fazendo um pilotagem muito boa, e foi acertado por Raikkonen na traseira..
      e o Force India ajuda nesses “problemas”, hehe

      abraço!

  10. Interessente post, Tomás! Sutil tem se mostrado bom piloto, sabendo administrar bem o carro da Force India, em constante evolução, finalmente (rs). Pode até brigar por alguns pódios, dependendo do desenvolvimento do carro da Force.
    Mas quanto a ir para a McLaren, como já foi comentado, a escuderia parece estar feliz com seus dois pilotos, pelo menos do ponto de vista do markentig (top line inglesa). Hamilton é muito bom piloto, mas não vejo ele como sendo tão birrento, a ponto de querer vetar pilotos para a equipe. Sim, ele indicou o Button, mas pelo menos ao que foi comentado, foi apenas uma sugestão. O Hamilton não dá a impressão de ser tão orgulhoso, tanto que faz elogios constantes a Button, e chegou a dizer sobre o companheiro, antes do início do campeonato que, que era ele (Button) que detinha o número 1 escrito no carro. Não hesitou em chamar o colega de equipe várias vezes de “campeão” e até dizer que este era “o melhor piloto da atualidade” (na minha opinião, uma frase bem polêmica, convenhamos…).
    Não estou aqui tentando fazer uma defesa incondicional de Hamilton, afinal, ele é um competidor como qualquer outro do grid, e quer chegar na frente dos demais como qualquer piloto na F-1 (ou pelo menos, eu acho que todos deveriam ter garra para querer ser campeão – sem atitudes antidesportivas, lógico). Mas Lewis não parece ter um gênio tão explosivo como de Alonso, por exemplo. Basta ver o campeonato de 2007, ele procurou o máximo possível manter a paz com o colega de equipe, até que começou a ser cutucado. Mas não dá para negar: as ofensas de Alonso para cima de Lewis serem foram desproporcionais às respostas que este dava.
    Lewis não costuma arrumar confusão no grid “de graça”, tanto que teve um campeonato extremamente disputado com Massa em 2008, levando a taça com a diferença de 1 ponto de diferença de pontuação para o brasileiro, mas em nenhum momento eles deixaram de se falar, ou ficaram com raiva dos outros, com briguinhas infantis. Essa nova geração da F-1, em especial os jovens talentos, tende a separar as brigas da pista, para as brigas de cunho pessoal. Ou seja, são maduros o suficiente para se “degladiarem” na pista (no bom sentido, óbvio) e depois estarem comendo uma pizza no restaurante mais próximo. Diferente, por exemplo, de Schumacher e Alonso, Prost e Senna, Mansell… O próprio Villeneuve comentou sobre isso, vejam http://colunistas.ig.com.br/victormartins/2009/06/04/o-sabio-canadense/.
    Sim, o pai de Hamilton, antes do início da temporada, tentou filtrar o companheiro de Hamilton na McLaren. Mas este não parece ser auto-confiante e gostar de desafios, e não se importar tanto de ter um companheiro competitivo na equipe. O jovem piloto combativo não parece muito afinado a arrumar brigas por causa dos resultados do colega de equipe. Pelo menos, até que cutuquem Lewis, lembrem-se que quem começou a jogar pesado e levar para o lado pessoal a disputa interna na equipe foi o Alonso (desculpe os fãs do asturiano, não é segredo para ninguém o seu gênio forte, mas ao menos tempo é um gênio na pista). Hamilton revidou sim, algumas vezes, mas como já disse, não foi de forma proporcional ao desafeto que Alonso lhe tinha. Para encerrar essa parte, o jovem inglês conseguiu seu respeito na equipe de Wooking não simplesmente pela sua nacionalidade, mas pelo bom trabalho e relacionamento positivo com a equipe desde as categorias de base. Quanto a Alonso, parece que o asturiano está melhorando seu temperamento, mas 2007 não foi a primeira vez que o vimos tendo brigas sérias dentro da equipe. (Mais uma vez, me perdoem os fãs do Alonso 🙂 )
    Fiz todo esse comentário sobre a situação na McLaren, porque acredito que não é problema para o Wooking ter mais um piloto competitivo dentro da equipe. A equipe quer ganhar corridas, o campeonato, e além disso ter pilotos que se entendam bem com a equipe, a mídia e seu colega de escuderia, seja ele quem for. Hamilton não comprou a escuderia, tem hoje o destaque que tem porque correu bem, mas não é protegido o suficiente para a McLaren “fazer de tudo” para não lhe tirar o reinado. E nem o piloto parece preocupado se tiver um companheiro que o desafie na pista – mas que, pelo menos, não leve a disputa para o lado pessoal e sujo. Mas e quanto ao Sutil? É um bom piloto, está correndo bem e evoluindo junto com a Force India. Mas como já foi bem comentado, as vezes comete erros bobos, e “barbeiragens” sem nehuma necessidade. Acho que por enquanto não está pronto para competir numa equipe de ponta. A McLaren, como escuderia de ponta que quer ganhar, quer um piloto que dê markentig, some o maior número de pontos, não importando se sejam mais ou menos que Hamilton (porque se não, se fosse levar ao extremo essa ideia que colocam de “intocabilidade” de Lewis, à essa altura do campeonato, Jesson já tinha ido embora… kkkkk, rs). Na minha humilde opinião, a McLaren quer simplesmente pilotos da melhor qualidade possível, que atraiam patrocinadores, e que não sejam escandalosos, brigando à toa por qualquer motivo. Mas acho que Sutil ainda não alcançou esse nível, ele está competindo e lutando bem por pontos, mas no pelotão intermediário. Ir para uma equipe grande exige muito mais de um piloto, inclusive, estrutura psicológica para aguentar a enxurrada de críticas (não tô dizendo que Sutil não tenha, mas acho que precisa amadurecer mais e parar de cometer acidentes bobos). Mas vejo Sutil como uma boa posta para a Red Bull, no lugar de Webber, se Adrian tiver paciência de esperar algum tempo e humildade para aprender com Vettel… Ou quem sabe na Renault, acompanhando o nosso amigo Kubica… Se continuar mostrando serviço, é bem mais fácil de as portas se abrirem mais facilmente para ele. Mas por enquanto, precisa ir se esforçando dentro da Force Índia, que esse ano tá dando muito sorte com um carro mais rápido e confiável.
    Quanto a pergunta sobre quanto tempo o Button fica na McLaren… Não sei, é dificil dizer… Mas ele está fazendo de tudo para conquistar a equipe. Por enquanto está marcando pontos, e ao menos ao que parece, não está fazendo nenhum mal ao markentig da equipe. Mas Button precisa evoluir, eu não o considero tão bom piloto assim. Para conseguir a renovação do seu contrato, precisa apresentar um BOM quadro de evolução, ainda mais com tantos talentos novos chegando… Existem muitos talentos jovens na F-1 que está crescendo, e até, quem sabe, pilotos talentosos vindos de outras categorias que podem interessar a McLaren. Não creio que ele vai hesitar em colocar um piloto mais rápido no lugar de Jesson, se precisar. Ou que ajude a desenvolver melhor a parte técnica do carro (deve ser por isso que convidou Rubinho para fazer companhia a Lewis, ano passado).
    Já as vagas na Mercedes, na Red Bull ou na Willians para Jesson, ou outros pilotos daqui a algum tempo… eu não sei responder como vão ficar: vai depender muito do desempenho dos pilotos que agora estão pilotando para essas equipes. Se vão dar bons resultados, trocar de equipe, ou dar sua vaga na F-1 para outros pilotos.. É esperar para ver!
    Bjs,

    1. Nossa Ester, cada dia fico mais impressionado com seus comentários…
      como você escreve tanto “guria”?!?!?!??!?!?!?
      haha, meu parabéns, ótimo comentário
      está perdoada,,,,rsrsr
      mas tudo o que você disse tem argumento, e me sinto contente em que você ocupe seu tempo em escrever tanto neste espaço–é uma honra!
      Obrigadíssimo, e assim a gente vai longe!
      hehe

      abraço!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s