Você concorda com a volta do Kers para 2011?

Com a proibição da Asa Duto para o ano que vem, a alternativa mais factível para alguma vantagem em milésimos que se possa conseguir fica na responsabilidade no bom e velho Kers. Com as discussões que se centram no paddock, provavelmente teremos a volta do sistema para 2011.

Se, as equipes concordam em trazer o Sistema de Recuperação de Energia Cinética de volta, lembrando que este não está proibido em 2010, os times apenas escolheram não usá-lo, pode ser uma boa tacada para termos aquelas vantagens que todo engenheiro de F1 gosta de ter.

O mais interessante para mim é que, na medida do possível, cada equipe trabalhará no seu Kers individualmente, jogando no lixo o sistema padrão de construção. Obviamente, algo que colocará muito mais emoção e deixará em evidência os times experientes.

Os que estão por dentro da ideia, concordam certamente em usar o Kers para a temporada que vem:

Trabalharemos para introduzir o KERS. Ainda não tivemos uma solução definitiva, mas eu sou defensor desse tipo de tecnologia. Eu não ficaria surpreso em ver o dispositivo em vários carros no próximo ano. -Nick Fry-CEO da Mercedes.

Espero que isso aconteça e, com certeza, vamos fazer o possível. Estamos trabalhando neste projeto e sentimos que é o caminho certo a ser seguido. Queremos um pacote de confiança, sem o risco de ver o que aconteceu no ano passado. -Stefano Domenicali, chefe da Ferrari.

Apoiamos o que a Fota e a FIA estão tentando fazer com o Kers.
Já está começando a ficar tarde para introduzirmos isso no próximo ano, mas existem muitas pessoas trabalhando nisso. Achamos que esta é a hora certa para o retorno do Kers.- Tim Goss, engenheiro-chefe da McLaren.

Para as equipes novatas, a solução encontrada para que estas também tenham o Kers em seus carros é a de uma parceria com uma marca independente, como a Flybrid.

Eu, no meu ponto de vistam vejo a Williams com uma grande vantagem para usar o Kers ano que vem. Sam Michael já toca no assunto faz tempo, então o time de Grove poderá ter um passo adiante.

Muitos carros de rua estão andando com Kers agora, então faz sentido que a F-1 também tenha. Nós achávamos que 2013 era melhor pelo ponto de vista da introdução, mas nós temos que seguir o acordo que todos assinaram, e esse era de que se alguém provasse até o fim de março que poderia ser feito por um milhão de euros seria adotado, e eles podem provar.- Sam Michael.

Williams explica o Kers:

Com isso, gotaria de saber a sua opinião e se você concorda com a volta do Kers para 2011.

10 comentários em “Você concorda com a volta do Kers para 2011?

  1. Sou a favor da volta do KERS. É uma ferramenta a mais a serviço da ultrapassagem, e para os pilotos q souberem fazer bom uso dele, tanto para atacar, qto. para defender, pode ser um ás na manga.

    Algumas equipes já gastaram muito tempo e dinheiro em P&D do dispositivo, e é justo q tenham algum retorno prático do investimento.

  2. Não sou a favor. Mas o que significa a minha opinião frente às opiniões de Domenicali, Goss e outros???

  3. A anos a F1, fala muito de boca para fora que quer baixar custos, mais ao mesmo tempo, não passa um ano sem inventar algo que vai gerar custos, hoje está ainda pior pois tem seis carros que correm na F1, sem ser um F1, esquecem que essa abertura para as novas equipes, foi porque as grandes fabricas cansaram de despejar rios de dinheiro e foram embora assim mesmo a cada ano dona máFIA inventar algum gastos a mais, não só de verbas mais também, tempo e mão de obra, que isso gera mais custos, essas equipes também só entraram porque a F1 passou a ter um teto orçamentário, que depois foi retirado, 2011 as equipes vão ter que arca com os custos dos pneus e já para 2013 vem com a revolução nos motores completamente diferentes, então meu pensamento é DEIXEM AS EQUIPES TENTAREM SAIR DO C.T.I em 2011 e 2012.
    Vamos ver se nesses três anos saia um piloto campeão e não um carro campeão, pilotado por qualquer um piloto.
    Minha maior alegria em 2010, foi ver que o piloto Button é um campeão de verdade que depois de vários anos na F1, 2009 teve um carro a sua altura.

    • Concordo com o Luiz Sergio. Esse é o momento de economizar , então para-se de inventar coisas que gastam mais dinheiro. Tem que implantar coisas que economizem dinheiro. Essa é a ideia da redução gradual na quantidade de motores (e outras peças) que cada piloto pode usar ao longo do ano. Aproveitando as palavras de uns integrantes da Toro Rosso “estão gastando 20 dolares em caviar ao inves de comprar 4 sanduiches”. Grandes equipes sairam da Formula 1 por causa do gasto desenfreado. Seguindo nesse ritmo, as 3 novatas também não vão suportar.
      Falando em novatas:
      Ano passado anunciaram as equipes inscritas no “processo seletivo” para o campeonato de 2010. Esse ano, a FIA não anunciou nada (algumas equipes que já se anunciaram). A ART (equipe da GP2) deve tá na disputa e não anunciaram o nome da dito cuja pois um dos acionistas é nada mais, nada menos que o filho de Jean Todt.

      • OBS. Li sobre isso no blog do Ico.

  4. Não gosto da volta do KERS. Se todos os carros tiverem o dispositivo, será igual se nenhum deles usassem, ou seja, é gasto de dinheiro. E por que isso? Em 2009 cada piloto poderia utilizar o dispositivo durante 6.6s por volta, então a cada volta ele vai usar o KERS nos mesmos lugares, ou seja, os mais vantajosos, e como os circuitos são os mesmos pra todos os pilotos, todos vão usar mais ou menos nos mesmos lugares. Se um usa o KERS na reta pra ultrapassar o outro, esse outro vai usar pra se defender. Se o KERS for igual o de 2009, não concordo com a volta.
    O sistema de potência extra que, na minha opinião, mais agradou foi o PUSH-TO-PASS que foi utilizado na extinta Champ Car, onde cada piloto tem 1 minuto (quando achar melhor e na duração que quiser) durante toda a corrida pra utilizar. Ai fica a critério do piloto, usar pra passar, pra defender, pra fazer uma volta mais rápida, etc…

    • Viktor, é isso ai, querem bolar sempre alguma coisa para distanciar as grandes das pequenas e depois reclamam. Ainda bato na mesma tecla, mundial de pilotos é para o melhor piloto seja o campeão.

  5. Sou a favor da idéia do Kers, motor de 4 ou 6 cilindros de baixa cilindrada, TURBO (principalmente) e movido à álcool ou metanol.

    A F1 precisa disto para se tornar um esporte mais “acessível” para quem o sustenta. A idéia de implantar bio-combustível com motores de baixa cilindrada seria muito bem vista como iniciativa para criação de um esporte sustentável.

  6. Eu continuo achando o Asa Duto melhor do que o Kers no quesito de ajudar a dar velocidade ao carro – apesar de considerar esse duto muito problemático quanto à segurança. De qualquer forma, a volta do Kers para mim representa um aumento considerável de custos na F-1 (a despeito do que já foi investido em tecnologia. Acho que vai haver uma quase “obrigação” todas as equipes da F-1 usarem este tal dispostivo para ganhar velocidade na reta.
    O Kers também vai aumenar o fosso entre as equipes maiores e menores na principal categoria de automobilismo no mundo. Essa ideia das equipes pequenas comprarem o dispostivo Flybrid, por exemplo, me lembra muito a lógica do motor Cosworth, um motor menos potente e mais “popular” que deixa as equipes pequenas a sua mercê. Ok, mas nesse último caso, a política de congelamento de motores por 10 anos diminui essa desigualdade – apesar de eu também ser contra essa política. Já no caso do Kers, as equipes grandes vão usar tecnologia de ponta vão ficar “chorando” nos pés de uma montora independente pedindo melhorias, o que eu não acho bacana.
    Mas pode ser bom para equipes com a MacLaren e a Ferrari que de alguma forma já detém uma certa tecnologia do tão polêmico KERS. E mais tecnologias vão aparecendo na F-1, quem sabe ano que vem a Fota não está na calora discussão para introduzir mais um desses dispositivos, rs. De qualquer forma, o show tem que continuar. E ainda bem que o espetáculo depende de muitos mais fatores!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: