E a Williams não deu um carro vencedor para Barrichello…

A sorte de ter um carro campeão não se repetiu para Barrica em 2010. A promessa de que com a Williams as glórias voltariam para o Brasil na F1, como na época de Piquet e Senna, não aconteceu. É claro que um time que vinha em um fraco desenvolvimento, com uma dupla que não ajudava muito, o sucesso não viria repentinamente. Rubens sabia disso, mas de nada custava tentar.

O grande problema é que a temporada deste ano se mostrou muito hierárquica. 4 times disparando com carros bem superiores, com dois ou três um pouco atrás, mas com poucas chances de mostrar um carro regular em todas as provas. A Williams aparentou começar o ano em boa forma, superando até as suas concorrentes diretas, Renault e Force India. Mas com o passar das corridas, o rendimento foi caindo e os resultados não foram tão satisfatórios. O que salva os pontos do time é, sem dúvida, a garra de Rubens Barrichello.

Ele, que tem 17 temporadas com os mais variados tipos de carros na F1, sabe muito e, mesmo que alguns não vejam assim, a Williams o contratou por isso. Afinal Hulkenberg não iria saber fazer o que Rubens faz. A meta, para o alemão, é praticamente o que aconteceu com Nico Rosberg. Uma preparatória para, no caso, a Mercedes, que lhe pode dar um carro para disputar o título (tecnicamente).

No entanto, o FW32 vem retrocedendo do que evoluindo. A briga parelha que acontecia com Renault e Force India parece ser mais uma guerra impossível para o time de Frank. Só para vermos a diferença, a Williams possui apenas 8 pontos (7 de Rubens), contra 30 da FI e 65 da Renault. E além de ver a Toro Rosso chegando timidamente, com 4 pontinhos.

Claro que não podemos dizer que a Williams decaiu tanto. Nas classificações, a permormance é um pouco melhor. Barrichello entrou 3 vezes no Q3, e Hulk 1 (sendo este a melhor posição de largada da equipe em 2010, 5º).

Mas, algo falta para esta equipe. E não é um piloto experiente ou um novato promissor, justamente a dupla que possui, ou um homem batalhador como Sir. Frank Williams. É, um bom projetista, e neste caso, estamos falando de Adrian Newey. Frank já expressou ontem qual é a chave do sucesso da Red Bull este ano. E a resposta foi Newey:

Adrian está em outro nível, além de ter uma vasta experiência. Quando ele se juntou a nós, em 1990, era óbvio que ele sabia que caminho seguir. Ele não colocou nenhuma porcaria no túnel de vento. É uma pessoa muito especial e talentosa.

A sociedade em 90 deixou um gosto doce para Williams, foi uma época frutífera, com títulos e glórias (apesar da perda de Senna). E no começo da década de 2000, com Ralf Schumacher e Montoya, e a associação com a BMW, um período bom se formou. Depois, a partir de 2006, um ano pífio, o pior da história do time junto com o da estreia, tirou os ânimos para baixo.

Mas Williams não é do tipo de desiste. E para 2011, algo realmente bom poderá vir. O desenvolvimento deste ano, com Barrica e Nico, servirá de base. A possível chegada dos motores Renault, um bom acordo com os pneus e um bom projeto poderão trazer finalmente a grande Williams de volta as primeiras posições.

Para Rubinho, é levar este ano como aprendizagem. Conseguir alguns pontos onde o carro se mostrar competitivo, onde uma tampa de bueiro não atrapalhar… e terminar o ano em alta. Mas vencer, isso fica longe por enquanto.

E por último na análise, algo que discutimos a alguns dias no blog: A “pão durisse” do “Tio Frank”. Podemos notar que ele não está gastando muita grana com a equipe. Muita no sentido de poder vencer. Pois convenhamos que se ele desenbolssase mais dinheiro, poderia já se ter associado com a Renault, e algo que teria sido o pulo do gato: A compra da falida Toyota. O segredo do sucesso poderia ter sido este.

Tudo depende de uma série de coisas. Agora quero ver o que vocês aí do outro lado tem a dizer sobre a “evolução da Williams”. Se a aliança com a Rebault seria uma tacada inteligente por parte de Frank. Se Rubens aceitaria renovar o contrato para o ano que vem. E se, porque não, a Williams voltará a vencer. E Barrichello também…

42 respostas para “E a Williams não deu um carro vencedor para Barrichello…”

  1. O maior problema da Williams é o dinheiro, que hoje é ‘pouco’ para o Frank e teve que colocar o motor barato da Coswort que mostra ser ultrapassado realmente. Rubens está a fazer muitos milagres com esse carro, se tivesse um motor melhor, ele poderia estar mais a frente no campeonato. Espero que em 2011 a Williams adote a REnault como motor e quem sabe o Rubens não lute pelo titulo.
    abraço

  2. Você escreve bem demais. Siga mesmo a carreira de jornalismo, estamos precisando de gente que saiba opinar. Se tem ainda 13 anos, saiba que terá um belíssimo futuro na área.

    Coitada da Williams, nem de longe é a mesma da segunda metade dos 80 e do início de 90.

  3. A Williams sofre com falta de grana a muito tempo, a equipe tempos atras abandonou a grana que vinha do Tabaco, que sustentou durante muito tempo o circo da formula 1, neste ponto o Frank Williams estava sendo visionário. Ele enveredou no rumo dos patrocinios e parcerias tecnicas, lembro da Williams ter consigo a Compaq na parte de computadores, a BMW com motores, A Petrobras fornecendo Combustivel e lubrificante, mas dois patrocinios pagos e pronto, neste periodo ela ralou junto com todas as outras para alcançar a ferrari, sem sucesso, a unica escuderia que teve sucesso para chegar perto da Ferrrari foi a Maclaren na base da safadeza e espionagem, e depois a Renault Alonso e Michellin, acabou com a escrita Ferrarista. depois do fim da era Shumacher, a Compaq ja tinha caido fora, a BMW quis ter sua propria equipe, a Petrobras caiu fora, RBS o banco escoces foi fortemente afetado pela grande crise mundial, resultado Frank Williams estava sem grana e sem parceiros tecnicos, conseguiu uma parceira de motores que não ajudava, a Toyota, pois seus Propulsores eram os piores do grid, porem nem com isso mais ela conta.
    A Williams sofre para aprender a fazer um carro dentro de suas possibilidades, pois sempre teve sobras ou parceiros para fazer bons carros, vendeu parte de suas ações e errou feio ao apostar no motor cosoworth, valeria apenas pagar um pouco mais por motores Ferrari ou Renaul, pois vejo a Mercedes não muito intecionada em aumentar sua clientela de motores, porem o carro desse ano tbm sofre, mesmo sem os motores cosowoth estaria brigando com a Force India e aproveitando alguns vacilos da Mercedes, não muito mais que isso.
    Então é isso, falta dinheiro e a Williams, ainda tenta ser revolucionária tentando fazer um carro campeão com pouca grana, pode ser que consiga um dia, ou não, mas torço sempre por Frank, tenho admiração por um homem que sempre honrou este esporte, e levou ele a Sério, não vendeu seu time a Montadoras que sempre visaram lucros e nem sempre deram enfase ao esporte F1, depois aprenderam que a F1 é um belo local pra se jogar dinheiro, não pra lucrar.
    Rubinho apostou em estar na Williams, sabia das dificuldades, mas parando pra pensar, que outra opção teria ele, então tudo que lhe resta é trabalhar muito e ganhar respeito e conseguir mais uns 2 anos de contrato, e torcer para que Frank Williams ache a formula Magica de Fazer um bom Carro gastando pouca Grana.

    Ps: Agora com a falta de teste, a experiencia conta muito, por isso veremos pilotos mais velhos, permanecendo na F1 por mais tempo, Rubinho é um exemplo, Fisichela foi tolo ao deixar a Force India para Guiar a morta ferrari em 6 corridas, hoje teria lugar no bom carro da equipe indiana.

  4. Que graça tem ser campeão com carro “pronto” isso é o que mais aconteceu na F1, da pra contar no dedo nas últimas 3 décadas quantos pilotos foram campeões começando por baixo desenvolvendo equipamento para de pois chegar ao pódio, vitórias, enfim aos títulos, dos que eu vi somente Lauda/Piquet/Prost/Schumacher e Alonso conseguiram essa façanha, o resto só sentou e pilotou…O Rubinho teve carro bom para ser campeão várias vezes, o problema foi que sempre tomou pau dos companheiros de equipe, ficou MUITO FEIO(alô Galvão) pra ele ter sido massacrado pelo Button que até então tinha apenas 1 vitória na F1 em 2008. O Galvão sempre disse que o Rubinho é um grande acertador de carro, pilota muito na chuva e blá,blá,blá…até hoje só vi muita propaganda enganosa, na pista não vi nada disso! Até o Webber que muitos afirmam que é um piloto fraco esta na luta pelo título. Quando o Rubinho venceu sua primeira corrida na Ferrari a equipe já estava estabilizada graças ao Schumacher. Muitos afirmam que o alemão só foi campeão quando Rubinho entrou na equipe, mas se esquecem que a Ferrari de 2000 já era evolução da versões 99/98/97/96 nas mãos de Schumacher, o Rubinho não teve participação nenhuma no desenvolvimento da Ferrari campeã de 2000! Se ele é grande acertador de carro cadê as vitórias na Jordan/Stewart/Honda? Lembrando que seus companheiros de equipe na Stewart e Honda venceram quando ele pilotava na equipe! Na Jordan depois que Rubinho saiu D. Hill, Fisichella e Frentzen venceram nessa equipe, quantas vezes Rubinho venceu na chuva? Que eu me lembre só foi no eterno GP da Alemanha de 2000, o Button que muitos afirmam que é outro piloto fraco já venceu pelo menos 3 GPs históricos na chuva: HUN/06, AUS e CHI 2010! O Rubinho sempre chorou na Ferrari, mas os carros eram os mesmos para ele e o alemão, ele mesmo dizia isso, colocar a culpa na Ferrari por dar a melhor estratégia ao alemão é muito fácil, mas e os erros e azares de Rubinho em corridas? Foram vários, enquanto isso Schumacher pontuava constantemente e sumia na pontuação! Exemplos como: Senna/Prost, Piquet /Mansell, Raikkonen/Coulthard, Alonso/Trulli, Lewis/Alonso, Massa/Raikkonen, Vettel/Webber, Button/Lewis, Massa/Alonso, Webber/Vettel todos(a esquerda)foram pra cima de seus companheiros de equipe em determinada época, o Massa mesmo estava a frente de Alonso esse ano na tabela…e o Rubinho??????? Ele nunca deu trabalho a Schumacher e Button na briga pelo título, hoje esta a frente do Huckemberg, mas não quer dizer muito, pois o jovem alemão é um novato na F1. O que eu vi foi muita propaganda enganosa da Globo/Galvão sobre o Rubinho, na pista mesmo ele foi apenas um piloto “mediano”, olha o exemplo do Schumacher que depois dos 40 e duramente criticado nas 4 primeiras corridas fez nos dois últimos GPs, superou Rosberg, “segurou” o atual campeão Button com um carro inferior e “DEU” no Alonso em Mônaco, o problema de Rubinho é que ele não FAZ ACONTECER, não foi brilhante como Vettel ou Hamilton em início de carreira, isso pesa muito…mas pilotos como D.Hill e Button chegaram ao título, esperaram por dias melhores e eles acabaram acontecendo e quando chegou a chance eles não desperdiçaram a oportunidade. O problema do Rubinho é que não esta “escrito” que ele vai ser campeão na F1, mas ele não pode reclamar que nunca teve carro para ser campeão, isso ele teve claramente em 2002/2004/2009, o problema é que seus companheiros estavam infernais na pista. O Trulli também passou por caso semelhante quando a Renault estava pronta para fazer um campeão, mas o Trulli deu de cara com um espanhol que cometia poucos erros, era constante e a sorte sempre esteve ao seu favor…o Rubinho para brigar por um título falta muita coisa, essa conversa de “faca nos dentes, pilota muito bem na chuva, grande acertador de carro, esta muito motivado parece um menino…isso é tudo papo furado, o Schumacher também chegou muito motivado em 2010, começou mau, só que já mostrou na ESP e MON que esta longe de estar acabado para a F1, e não duvidem se Schumacher fizer em poucos anos na Mercedes o mesmo que fez na Benetton e Ferrari…tempo ele tem, pode pilotar na Mercedes até os 45 anos e acho que até lá ele leva um título em cima da molecada. O Rubinho hoje só mete o pau na Ferrari, mas ele mesmo não teve coragem de fazer como Piquet, Prost e Alonso fizeram, sair da equipe para buscar o sucesso em outra equipe. O Rubinho esta a 18 anos na F1, colocar a culpa toda na Ferrari sendo que ele ficou apenas 6 anos na equipe chega ser hilário, Button chegou a dizer que Rubinho foi injustiçado na Ferrari, mas ele passou a mesma situação do Schumacher em 2009, tinha Brawn como chefe e Rubinho como companheiro de equipe, e curiosamente Button fez o mesmo que Schumacher, “surrou” Rubinho na pista…a verdade é uma só, o Rubinho já atingiu seu objetivo principal na F1…ficou MUITO RICO! Na F1 estou fazendo de conta que ele não correu pela Ferrari para o vexame não ser maior, na Honda e BrawnGP Rubinho foi “espancado” pelo Button em 2006/2007/20009. Carro “pronto” todo mundo quer, assim é fácil ser campeão(mas na F1 a coisa é mais embaixo, se a F1 SÓ quisesse saber quem é bom de braço ela colocaria carros iguais para todos, não é a filosofia da F1…no circo o grau de dificuldade é enorme, príncipalmente com a mudança de regulamento, quando o carro que foi campeão vira uma carroça o piloto tem que se virar e começar do zero, ou assume a derrota e vai para uma equipe melhor). Duro mesmo é ficar na equipe em baixa e desenvolver equipamento, organizar e dar estabilidade a uma equipe, nisso o Schumacher foi mestre, pois fez isso na Benetton, Ferrari e hoje tem um ideal…fazer o mesmo na Mercedes! A verdade é que Rubinho jogou fora a grande chance em 2009 de se aposentar como campeão. Pra mim nem o título salva mais o Rubinho, dizem que o D.Hill foi um piloto fraco, só que ele disputou apenas 115 GPs na F1, foi campeão com 22 vitórias, 20 poles e 19 M.Voltas…se ele foi fraco, o Rubinho foi o que então com 11 vitórias em 294 corridas? Tenha dó…O que eu acho hilário são os pachecos de plantão sempre afirmar que desde a morte do “herói” em 94 a F1 só teve pilotos fracos, que os campeões não convenceram, ué então Rubinho tinha a obrigação de ser campeão pelo menos umas 3 vezes…se ele não conseguiu superar os fracos, vai superar quem?

    Volta pra casa Rubinho, já passou da hora…

    1. Mercedes, gosto muito quando você escreve, só penso que seu foco sobre o Rubinho está fora da realidade, Rubinho, foi e é um ótimo piloto, suas vitórias mostram isso, mais fazer comparação com o Michel é perda de tempo, ótimos pilotos também com sorte ganham campeonatos, que o diga, Rosberg, Damoll Hill e até o Button.
      Rubinho, já conseguiu o que ele queria, que é permanecer na F1, ser campeão é algo fora da sua realidade, pois não é um fora de série e sem essa capacidade precisa de uma sorte muito grande, uma estrela de campeão, que nesses anos todos ele já provou que não tem.
      Olhe com carinho para as suas pilotagens e vai ver um piloto que dificilmente erra, que é rápido, mais do que isso você e tantos outros torcedores vão querer algo que ele não tem, nunca será um substituto para um Emerson, Piquet ou o Senna, mais já entrou na galeria de grandes pilotos do Brasil.
      Um grande abraço,
      Luiz Sergio

      1. Também assino em baixo. Acho de, no mínimo, uma presunção e arrogância infinitas pretender desqualificar o Rubens Barrichelo como piloto. Ninguém fica por 17 anos pilotando estas baratas se não for bom o suficiente, os interesses e somas envolvidos não o permitiriam. Por que ele nunca foi campeão? Bem, se o Patrick Head não consegue explicar, quem sou eu para me meter a…

        CG

    2. Existiram pilotos que foram considerados garndes sem vencer um campeonato, existem pilotos mediocres que ganharam campeonatos, na F1 não basta ser o melhor piloto, precisa estar no lugar certo.
      De a estrutura e o carro campeão a Rubinho hj ele ganha o campeonato, mas acredito que isso não mais será possivel, por que a escolha dele de ir pra uma ferrari que trabalhava com foco no Shumacher foi errada, porem ele disse que não tem nada a perder e ficará por lá o tempo que lhe aceitarem, admiro o trabalho e o talento que Rubinho faz, e hoje sendo bem sensato, dos pilotos Brasileiros que estão alinhados no Grid Rubinho é o melhor, massa ainda é muito inconstante.

  5. Os famosos cossies, que outrora eram sinônimo de economia, agora são caros, pois os times que os têm precisam pagar por eles muito mais do que os times que conseguem motores Renault, Mercedes, Ferrari.
    Além do óbivo detalhe que esses motores não estão tendo o mesmo desempenho constante dos rivais.
    A Willians em si, nos últimos anos tem gasto mais do que consegue de patrocínio, e esse ano sua única solução seria os cortes de orçamento, que não vieram. Mesmo eles vindo, levaria anos para o time igualar a exelencia de quem está com os cofres cheios, como a McLaren.
    Nunca vi na transferência do Rubens para a Willians alguma promessa de resultados. Entrou num time mediano que não apresentou nenhuma novidade para poder dizer que ia sair de mediano. É um time que tem uma equipe técnica forte, estrutura enxuta e exata, muito valorosa, lida bem com os patrocinadores, mas encontra problemas no total de dinheiro entrando versus os gastos mínimos nescessários.

  6. Sem dinheiro é impossivel ter carro competitivo em formula 1!

    Barrichello vem fazendo o que da pra fazer com este carro… torço pra que 2011 ele tenha um carro competitivo.

  7. Claudio, vale dizer que nos anos fortes da Willians BMW ela só não ganhou da Ferrari por que o time vermelho, como históricamente sempre fez, tinha favorecimentos por debaixo do pano, como foi escancarado por Mosley que no pacto de concórdia em que a Ferrari tinha direito a veto de regras, um total absurdo que fere qualquer espírito esportivo (Que a Ferrari, repito, nunca teve, faz parte do DNA daquele canalha do Enzo), na F1 o regulamento só favorecia times com a estrutura igual da Ferrari, e alguns ainda se espantam que eles ganhavam sobrando sem quebrar durante 5 anos seguidos.
    A década de 2000 vai ficar pra sempre com essa mancha. Agora lidamos com essa coisa desleal da Ferrari ter propaganda tabagista, o que lhe garante vantagem exclusiva, viram como o montezemolo tinha toda argumentação na ponta da língua?
    Vejam o link: http://www.graphicology.com/blog/2010/4/28/292-the-sneakiest-design-ever.html
    O grande pepino é que todo mundo acha que a Ferrari é essencial à F1, coisa que sempre discordei, a F1 seria um esporte mais digno e limpo se Enzo tivesse sido abortado pela mãe, quanto antes o time rosso cair fora, melhor pra categoria. Todos imploram a presença do time por causa da torcida tifosi, e a ferrari volta e meia teima que vai sari se não fizerem suas vontades. É uma criança mimada. Ou melhor, um imenso elefante branco mimado.

    Se Ferrari sair da F1, a F1 sobrevive, ma a Ferrari não. Em 10 nos até a Ferrari auto some do mapa. Incrível que ninguém se toca disso.

    1. Calma Pedro, em todos os esporte, quem compete quer ter alguma vantagem, na F1 não é diferente, nos pilotos também, nos últimos anos os pilotos bozinhos não aparecem e quando aparecem nós não damos valor. Nas equipes é a mesma coisa, será que esse carro fantástico da Red Bull está dentro do regulamento? Nos outros esportes também ou essa quantidade de drogas usadas pelos atletas por uma medalha roubada?
      O importante é competir, é passado, porque nós torcedores aceitamos passivamente, não reclamamos.

      1. Luiz, favorecimentos dentro da FI é o fator mais antigo da categoria, mas parece, que já faz parte do jogo. Eu vejo isso a tanto tempo, e ainda não me acostumei. Por ser um esporte carissimo, exige soluções, que atendam àqueles que pagam e se um dia alguém tiver saco para levantar todas as falcatruas, que já foram engendradas na FI, com certeza ira escrever um livro com varios volumes e de tediosa leitura. A FI não é um saco de gatos, mas de tigres, com dentes e garras bem afiados, manda quem pode, obedece quem tem juizo.

      2. Já ouviu falar de Tenis? De Golf?
        São esportes competitivos como qualquer outro, mas de enorme honestidade no jogo. Quem é pego querendo qualquer vantagem que não esteja nas regras pega fama de desonesto e desaparece.
        Todos os esportes podem ser assim, depende da exigência de quem assiste. Você está acostumado demais com futebol, um dos esportes mais desonestos do mundo.

    2. Concordo com vc em numero genero e grau, e já exlicitei o que vc falou em outros post, a super Ferrari nasceu depois dos anos de gloria da Williams, quando a FIA proibiu toda tecnologia que Williams dominava, Suspensão Ativa, controle de Tração, Cambio automatico e inteligente, tudo foi banido, abrindo caminho para Ferrari e shumacher começarem a ganhar testando 5 vezes mais que as outras e se impondo pela grana e por mutretas claro, diziam que por anos o segredo da Ferrari estava no assoalho e a FIA sabia e fez vista grossa, ao contrario de quem foi protestado pela Ferrari, o caso da Renault e seus amortecedores, não fique abismado quando a FIA baixar um pacotão pra acabar com a hegemonia do carro da Red Bull, assim fazendo suas queridinhas Ferrari e Maclaren voltarem ao topo, Se a Ferrari saisse do circo a formula continuaria a ser F1, depois a Ferrari ia querer voltar com certeza, a F1 se abala com a saída da Ferrari, de principio sim, porem depois se recupera, agora a ferrari sem F1 estaria pior que a F1 sem eles.

  8. Depois de parcerias vitoriosas com a Honda e a Renault, a Williams firmou-se como umas das principais escuderias da Fórmula 1, perdendo força depois do último título, em 1997, com Jacques Villeneuve.

    Com a BMW, ainda conseguiu vencer algumas corridas, mas sem ganhar campeonato. Em 2005, quando os bávaros deixaram Grove, o time de Frank Williams perdeu muita força, caindo drasticamente.

    Mesmo com uma equipe bem qualificada, eles não conseguiram obter resultados capazes de mantê-los entre as principais equipes do certame, perdendo espaço para a Renault, Red Bull, caindo para o bloco intermediário.

    Vejo a Williams seguindo o caminho da Benetton, podendo até ser adquirida por outra companhia em breve. Posso estar errado, mas tudo se encaminha para isso.

    1. Espero que não, mas vc tocou em assunto pertinente, sem contar que seu corpo tecnico (pessoal), muita gente formada na Williams esta em outro canto ganhado mais grana, afinal tio Frank é pão duro, porem muita gente foi enganar japones e hoje estão desempregados.
      (honda e Toyota, muita gente tirou dinheiro deles sem nenhum resultado, inclusive Button que tinha salário astronomico para nada)

  9. Tomás, vejo que cada dia o conceito da F1, que é velocidade pura, vai entrando em nós, tudo tem que ser para ontem!
    Se a Williams, já entrasse vencendo esse ano, tenho certeza que todas as equipes sem esse motor cairia em cima da máFIA, reclamando.
    Sobre o Rubinho, fique tranquilo, ele ainda está na F1, pela sua grande capacidade e porque faz o que ama, isso já é uma vitória.
    Hoje, a maioria dos torcedores só dão valor para títulos, mas fazer uma equipe voltar ao topo demora, como é o caso da Williams e da própria Mercedes Benz, esse talvez tenha um mérito até maior, que tanto o Rubinho como o Michael estão trabalhando para conseguir.
    Se conseguirem que essas equipes cheguem ao topo, nunca poderemos dizer que pegaram um carro pronto e vencedor.

    1. Faz sentido o que vc falou, o fator tempo é importante Shumacher levou uns 3 anos para acertar a Ferrari, porem acho que hoje, tanto Rubinho como Shumacher, podem até acertar os seus bolidos, mas já será tarde e quem colherá os resultados serão os mais jovens.

      1. Concordo com você Claudio, só que se for analisar essa parte, vai ficar um texto muito grande e é bem mais fácil para o Shumi, pois a Mercedes Benz tem dinheiro sobrando o que não é o caso da Williams.

  10. Tomas;
    Sobre a Williams, faz muito tempo que ela não ganha nada, e fica entre as equipes intermediarias, e parece cada vez mais nitido que a Williams não quer ficar conhecida como equipe campeão no passado e intermediaria agora e no futuro. O Barrichello foi com muita expectativa e objetividade, mas todos sabem que em apenas 1 ano não se resolve. Uma coisa que eu não entendo é que o Barrichello já teve carro bom, muito bom, e não soube aproveitar, Schumacher e Button aproveitarão e muito bem, enfim, se eu fosse o dono da equipe eu apostaria em um titulo do novato Nico.

    Abraços

  11. A era Emerson, Piquet e Senna, provocou na FI um sentimento de frustração, afinal, ingleses, italianos e alemães é que deveriam estar ganhando corridas e campeonatos. Li outro dia por ai, que o Senna era otimo, mas o Prost é que foi campeão por 4 vezes, contra 3 do Senna. Contra números não há argumentos? Há sim, se somarmos todos os pontos, que foram furtados do Senna durante varias temporadas, chegaremos a conclusão, que o “professor” na verdade era o aluno, e para levar titulos para casa contava com o compatriota Ballestre. O circo da FI resolveu, que os titulos iriam ficar na Europa, de preferencia em paises, que demonstravam apatia pelo esporte, e assim foi feito, e vem se repetindo, ou vão me dizer, que o Massa só não foi campeão porque até mangueira de gazolina ficou fincada no carro e tantos outros erros em pit stop, coisa em que a Ferrari sempre foi especialista.”Teoria da conspiração”, não, constatação dos fatos, e quem analisar os fatos com isenção ira chegar a mesma conclusão. A Willians de hoje, não tem dinheiro, não goza de prestigio dentro da FIA, enfim, é uma equipe coadjuvante, que ficara entregue as suas limitações, até que algum milionario resolva investir pesado no time. A Willians tem a experiencia da vencedora, mas sem dinheiro, muito dinheiro, não se consegue nada na FI, principalmente um projetista de talento e um motor de primeira linha, quem sabe um dia, a Willians não retorna ao pódio, mas para isso é preciso investir muito dinheiro, detalhe que escapa a equipe nos dias de hoje.

  12. Se tem alguém com muita sorte,talvez prestígio e nohall é o Sir.Frank Willians pra conseguir reverter esse quadro e juntar bons parceiros financeiros para contratar quem seja para fazer carros que vão brigar por vitórias e campeonato, visto seu passado potencialmente vencedor. Aí Barrichello estaria novamente em posição e acho que capaz de tentar de novo ser campeão do mundo de f1. Torço por isso por ser brasileiro!

  13. Barrichello poderia estar na Mclaren agora , e ele ter sido o vencedor de 2 corridas esse ano ao invés do Button…

    Mas Rubens nao foi inteligente qndo aceitou o convite da Williams logo de cara (msm sabendo q ela nao eh mais uma equipe boa)…

    Fazer oq neh…eu sou fã do Rubens e continuo sendo , pra mim ele eh o melhor piloto q ja vi correr , espero q ano q vem ele volte ao topo conseguindo pelo menos alguns pódios , mas com essa Williams de hj em dia isso eh quase inpossivel ._.

  14. É ; realmente ” a Williams não deu um carro vencedor ao Rubinho … ” ao Juan Pablo Montoya … aliás , a Williams , não tem carros vencedores desde 2004 , o último grande momento da Williams foi em 2003 quanto Montoya disputou o título até a última prova , desde então , a Williams vem conseguindo apenas resultados razoáveis .
    O que está acontecendo com essa equipe , que é a terceira maior vencedora da história da F1 com nove títulos de construtores , e 113 vitórias , comandada por Frank Williams o último garagista da F1 ?
    É não reconhecer o domínio cada vez maior das montadoras .
    Nisso , o Frank parece que não evoluiu ou não quis evoluir , com isso , acaba com uma bela parceria de seis anos em 2005 com a BMW , coincidência ou não , a Williams não foi mais a mesma desde então .
    Portanto , esse é o meu ponto de vista : a ” nobre ” e ultrapassada cultura do último grande garagista da F1 .
    Mas entendo que ao longo da bonita história de Frank Williams e da própria Williams a mesma nunca pode ser dada como morta , pois sua trajetória de derrota e renascimento prova isso .
    Por fim , entendo que realmente a equipe de Frank Williams e Patrick Head , não deu um carro competitivo e vencedor a Rubinho , mas essa equipe sim , adiquiriu e muito bem adiquirido um piloto competitivo e vencedor , eis a grande diferença .
    Esse é que foi um bom negócio para a Williams nesses últimos anos a contratação do Rubinho … mas para o Rubinho …

    1. A unica coisa boa de toda essa discussão, é que foram raros aqueles, que não viram no Rubens um piloto de FI. Em outros blogs por ai, parece que o Rubens só tem inimigos no Brasil, e convenhamos apesar de todos os problemas que já encarou sempre mostrou ser um piloto com “P”.

      1. O nivel da discursão aqui é outro, nos blog mais populares de jornalistas consagrados nem me atrevo a comentar, tu abre os comentários chove merda com besteira.

  15. Pra terminar e parar de falar, até por que o blog nem é meu, a Williams sempre ressurgiu como uma fenix, do meio das cinzas espero um dia ver ela de novo no topo, se for com Rubinho melhor ainda.

    1. Enquanto a mentalidade do Frank e do Patrick não mudar em termos financeiros , a Williams continuará assim por muito tempo .
      Simplesmente essa dupla parou no tempo depois da saída da BMW.
      Mas quem sabe , se esse namoro com a Renault não resulta num bom casamento … com o Rubinho junto é claro .

  16. É claro que não deu. A Williams não faz nada de bom há uns 10 anos. Pq esse ano seria diferente? Equipe falida, que só pensa em ganhar um pouco mais de dinheiro antes de fechar as portas.

    1. Grande Ylan tudo bem ?
      Amigo , tenho certeza que a Williams não está falida , mas hoje ela tem menos dinheiro sim .
      Com pouco recurso financeiro , ela conquista menos bons resultados .
      Com os resultados em pista não aparecendo não consegue dinheiro .
      E com menos dinheiro não faz um carro vencedor , é o ciclo .
      Na verdade a perda dos motores BMW foi um duro golpe .
      Hoje, o teimoso do Frank paga pelos motores que usa , e não são os melhores .
      E , importantes patrocinadores , não estão mais com a equipe .
      A Williams , não vai acabar ou falir , pois o grupo CVC já cuida não só da sua história , como também no caso da equipe de F1 , pois estes saberão conduzir .
      Portanto Ylan , a Williams , esta longe de parar .
      P.S : Você sabe disso , só tá ” tirando uma onda ” eu já te conheço … rsrsrs …
      Abraços .

  17. Eu gostaria tanto que a Williams com esse motor voltassem ao topo, já vejo com bons olhos para a Williams com motor Renault.

  18. Tomás, meu grande amigo, eu gostaria de uma pesquisa sobre os orçamentos das equipes de ponta, incluindo também a Renault, Wiliams e a Indiana!
    Penso que a Red Bull, não tem um orçamento tão grande, tem uma grande equipe técnica, comandada por um génio.

    1. Ah… e o dinheiro dos touros vermelhos? Não ajuda, não?
      Os caras têm um negócio mundial. Financiam esportes radicais pelo mundo todo, incluindo uns aviãozinhos de corrida que voaram aqui na Baía de Guanabara. Pena que a chuva atrapalhou o evento de 2010. Tomei o maior banho no temporal que se abateu na cidade maravilhosa. Risos.
      A taurina dá um lucro absurdo. Dinheiro dos Red Bulls é o que não falta, até para pagar pelo melhor projetista das últimas décadas. LOL.

  19. “E a Williams não deu um carro vencedor para Barrichello…”
    Sério…alguém esperava por isso? Eu acho que devido às circusntâncias e ao orçamento da Williams, até que eles estão indo bem. Agora, acho que se eles partirem pro motor Renault será uma boa coisa. Tomara. Rubinho tá mostrando ao mundo (mais uma vez) o grande piloto e acertador de carros que é. GoRubens!

  20. Barrichello é um grande piloto. Dirigiu os melhores carros do mundo e mandou bem. O duro é que o brasileiro ficou mal acostumado com Fitipaldi, Piquet e Senna e não admite ter apenas bons pilotos. Dá a impressão que temos de ter gênios em todas as gerações. Se formos mais racionais, saberemos dar valor à carreira dele. É um BOM PILOTO que figurou entre os melhores de seu tempo, sem ser um dos GÊNIOS de sua geração.
    A emissora oficial não ajuda, pois sempre tentou – afim de vender a F1 – tratá-lo como se fosse o gênio que não é (aconteceu com o Rubinho, acontece com o Massa) e acaba queimando a imagem dele no Brasil para auferir lucro.
    Recomendo uma lida no site do Barrichello para ver a visão do próprio sobre sua carreira. A passagem do filho questionando porque ele estava tão bravo no podium é elucidadora. Sábia criança. O link é http://barrichello.com.br/pt/historia/4-historia.html

    Parabéns pelo blog. A escolha dos temas é excelente. FAvoritei.

  21. opa tá falando da Willams,disso eu entendo!rs

    Frank Williams apostou em Barrichello e na Cosqorth pra tentar vencer, mas a minha desconfiança da Cosworth se tornou real. Em 2006 deu vexame, em 2010 não seria diferente. Mas um ponto que você tocou no seu post é que a pão durisse de Frank Williams só é com pilotos, nunca com o carro. O carro não evolui porque falta grana pra isso, o que não falta pra boa parte das equipes que você citou. O chassis da Williams são sempre bme nascidos mas carecem de desenvolvimento, e isso requer grana. Enfim, ter a Renault como fornecedora pode ser um bom sinal, e até uma parceria ocm a VW no futuro também, já que eles poderiam ter a tão sonhada grana pra a Williams sonhar com algum título futuramente

  22. ola o meu nome é elvis e sou de salvador, eu assisto a f1 desde que senna e prost corria na maclaren. bom depois de ler o comentario do flak wlliams eu posso ter esperança de ver o rubinho novamente no podio o mais alto do podio

  23. o comentario do “mercedes” simplesnte e de quem nao conheçe f1 um verdadeiro noob pesquisou na net para falar abobrinha acompanho f1 desde 1982 e faço um desafio a esse coitado sito qualquer fato importante de cada temporada a ele na lata sem demora!! e quero ver se ele faz isso!!!! o cara e arrogante deveriam excluir um lixo escrito como aquele que mancha o blog

  24. Bom só tenho uma coisa a diser.

    Se a Brown GP conseguiu faturar um mundial de construtores e um de pilotos com um orçamento pifio como era o deles e sem parceria, acredito em tudo.

    uma equipe que não tinha dinheiro para pagar os cafesinhos dos trabalhadores?
    uma equipe q praticamente não tinha orçamento para criar atualizaçoes no carro?

    Mais tudo isso tem um porem foram inteligentes o suficiente para descubrir uma brecha no regulamento q permitia o DIIFUZOR DUPLO o que fasia q os carros da brown fossem 1segundo e meio mais rapidos q os da ferraris!!!!

    isso fez um carro campeão!
    nada de progetistas cariçimos nada de genios guiano seus carros mais sim uma brecha e um pouco de sorte!
    e claro talento.

    Acredito q wlliams pod se tornar sim campeão em 2011 tudo e possivel na f1.

    sem duvidas a williams ira precionar a coswoert para melhorias e o q me deixa mais esperançoso e um kers q a williasm esta fasendo q e bem superior ao usado em 2009 e junto com o motor coswort pod dar serto ja q a potencia do motor iria almentar bastante sem passar os 18,000 giros por minuto

    pod ser q der serto q sab?

    vlw até mais….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s