GP da Turquia: o ponto de virada para Massa no campeonato?

A história da virada de Felipe no campeonato depois de perder a liderança na China não é nova. Muito se discutiu sobre que esta aconteceria em Barcelona, casa de seu principal rival, Alonso, mas não veio a ocorrer. Também vimos se dizer muito sobre a remontada em Mônaco, mas que acabou amargando em um 4º lugar. Porém, na Turquia, a história é diferente…

Para início de conversa, Massa venceu 3 vezes no circuito de Istambul Park, em 2006, 2007 e 2008. Foi lá também que ele conquistou a sua 1ª pole e vitória (06) e ainda detém o recorde de vitórias no traçado. Ou seja, temos que confessar que existem vários aspectos ao seu favor para que a tão esperada primeira conquista em 2010 chegue.

A Ferrari mostrou um potencial um pouco abaixo do esperado em Mônaco, sendo superada pela Red Bull e até uma forte Renault. O resultado não foi nada bom, já que a Red Bull atingiu a meta de liderar os 2 campeonatos com absoluta superioridade. Com isso, o principal objetivo dos homens de Maranello é abater essa diferença, de apenas 3 pontinhos (78 de Webber e Vettel contra 75 de Alonso).

O problema, principalmente para Massa, e que ele está a 17 pontos da liderança. Algo que pode pesar negativamente em sua ânsia de voltar aos pódios e vitórias.

17 pontos, em teoria, não é uma diferença monstruosa. É tecnicamente menos que um segundo lugar, equivalente a 18. Porém, com o amplo equilibro 9e se não domínio) da Red Bull, descontar esta diferença se tornar um desafio, e não dos mais fáceis.

  • Cuidado com a Red Bull

A receita para vencer está no carro. A Red Bull mostrou não ter grandes dificuldades em nenhum tipo de circuito. Em Mônaco, onde todos esperavam um domínio da Ferrari ou Renault, apareceu mais uma dobradinha espetacular do time dos energéticos para calar de vez os críticos.Afinidade com o carro, coisa que o RB6 tem de sobra, é fundamental.

É bom ficarmos atentos também a aquela curiosa troca de chassis no carro de Vettel. Segundo Horner, alguns problemas foram encontrados e este será trocado. Não sei se é uma desculpa para mostrar o quanto Webber foi superior ou se mesmo se Vettel foi atrapalhado com isso.

Também, para os que pensam que a Ferrari domina tudo com Massa em Istambul, está enganado. O mais recente histórico que temos ali é o de 2009,onde Jenson Button, com uma Brawn GP ainda tendo uma grande vantagem (porém vale lembrar que esta estava começando a diminuir), venceu. Mas onde vemos qual foi  carro do fim de semana é na classificação. Nesse caso, Red Bull foi a equipe da vez.

Vettel fez a Pole Position , com um tempo de 1:28:316,pouco mais de um décimo a frente de Button. Na corrida, a Brawn ainda tinha um pacote mais confiável e resistente, por isso a vitória. Mas Webber e Vettel completaram o pódio.

Agora, como todos sabemos e estamos cansados de saber, a Red Bull domina fortemente o quesito “Poles” em 2010. Seis em seis corridas, 100% de aproveitamento. Mas nas “provas reais” o aspecto é diferente, sendo que “apenas” 50% das provas foram vencidas pelos touros. McLaren aparece com duas e a Ferrari se detém apenas a vitória no 1º GP da temporada, em Bahrein, com Alonso.

Favorita é a Red Bull, mas Felipe pode tirar uma carta do baralho interessantíssima. Vejamos a seguir.

GP daTurquia- um circuito anti-horário

Mesmo que você acredite ou não, um circuito anti-horário pode beneficiar certo piloto. No caso de Felipe, é incrível a sua habilidade para pilotar bem em esses tipos de traçado, tendo também a variável das curvas para a esquerda. Atualmente, só 4 circuitos tem em seu plano o traçado anti-horário.São eles: Istambul, Interlagos, o Circuito de Rua Marina Bay, em Cingapura, E Yas Marina, em Abu Dhabi.

Em Istambul, como já foi dito, Felipe venceu três vezes. No Brasil, isto contando a partir de 2006, onde ele tinha um carro que lhe desse no mínimo condições de vitória, venceu duas vezes (06-08) e em 2007 foi 2º. Em 2009 não participou. Em Cingapura, onde correu apenas uma vez, em 2008, tinha tudo para vencer o GP de ponta a ponta. Porém, o erro estúpido da Ferrari em esquecer a mangueira prendida no carro jogou as suas chances fora e Felipe acabou em 13º. Por fim, em Yas Marina, Massa ainda não marcou nenhuma participação.

Tendo em vista tudo isso, não há duvidas que Felipe é um dos pilotos que mais se destaca em circuitos anti-horários. E no ano passado, ele declarou com um pouco de confirmação essa sua “habilidade” de encaixar seu estilo de pilotagem neste traçado:

Eu apenas gosto da pista e me sinto confortável nela, mas é difícil apontar porque me adapto melhor que os outros pilotos. Eu realmente prefiro curvas rápidas e tenho um “feeling” para todas as curvas aqui, por que não é questão de ser melhor apenas em um setor do circuito.

Eu acho que encontrei uma boa maneira de acertar o carro perfeitamente para esse circuito. Isto não acontece apenas na Turquia, mas também no Brasil, onde eu venci nos últimos dois anos e, na verdade, deveria ter sido nos últimos três anos.

Na verdade, vem sendo sugerido para mim que a razão talvez seja o fato de essas duas pistas serem as duas únicas com sentido anti-horário no calendário (em 2010 se somam mais duas). Quem sabe? Talvez eu seja melhor que outros pilotos ao atacar curvas para a esquerda.

Coincidência ou não, é este circuito um dos preferidos de Massa. Porém é bom lembrar de alguns fatores de Istambul. Ele, que para fim das dúvidas é projetado por Hermann Tilke, tem algumas peculiaridades. Este foi influenciado por alguns dos melhores circuitos do mundo. A curva 1 é semelhante ao S do Senna de Interlagos, e também foi comparada ao “saca-rolhas” de Laguna Seca.

Há uma curva de alta velocidade em subida parecida com a Eau Rouge de Spa-Francorchamps. E a já famosa curva 8 é tida como uma das melhores e mais desafiadoras da Fórmula 1 atualmente. Com quatro pontos de tangência, os pilotos sofrem uma força de 5g durante quatro segundos enquanto a contornam em alta velocidade.

Para o F10, que ainda perde um pouco para o RB6 em termos de velocidade ou resistência (apesar dos dois carros não serem totalmente confiáveis, como o MP4-25, por exemplo), é bom ressaltar o seguinte, no que se diz algo factível para Massa.

Istambul tem a pista em quatro níveis de altura,  e seu desenho tem quatro “pernas”, e ainda é impossível fazer em qualquer uma delas “flat” – com o pé embaixo direto.

É necessário soltar o pé do acelerador e acelerar continuamente, o que exige técnica – outro diferencial trazido de volta nesta temporada. Esse aspecto – pilotagem mais técnica – é bom para Massa.

A virada viria em hora certa

Agora, com o domínio da Red Bull, uma vitória da Ferrari acalmaria os ânimos de Vettel e, principalmente, Webber. Será uma corrida interessantíssima, mesmo pela condição do campeonato, equilíbrio dos carros e um traçado eficaz.

E Não descartaria Alonso e Hamilton, sem dúvida. Eles podem fazer a diferença em Istambul…

Na seção de comentários, fique a vontade para discutir a fundo a questão Massa- GP da Turquia, o fato do circuito ser anti-horário e no que isso pode ajudar Felipe, o domínio da Red Bull, Alonso e Lewis, enfim, ela é toda sua.

Mais uma vez obrigado, Tomás.

32 respostas para “GP da Turquia: o ponto de virada para Massa no campeonato?”

  1. Sinceramente, não gosto do GP da Turquia, acho um circuito chato e de corridas pra lá de chatas.
    Mas indo ao Felipe Massa; Pode sim ser um ponto de virada, se a Ferrari for bem aí, ele tem tudo pra ganhar, Mas tem as RBR, as imbatíveis, ano passado Vettel foi Pole perdeu a corrida pro Button p causa de um Erro primário que foi na 1º ou 2º volta se não em engano.
    A Cossworth prometeu melhoras (poucas) em seus motores, espero que a williams possa andar um pouco melhor, pq o Carro só regride ao invés de progredir.

  2. rapidamente Rochester JJ o erro do Vettel ano passado foi na largada mais enfim…

    O felipe pode sim dar uma volta por cima, ja que ele tem o “segredo” de istambul.

    Mas Tomás só nao concordo com uma coisa de que vc falou, imagino eu que o massa nao ira sofrer de anciedade ou qualquer outra coisa pois ja tem 7 anos de F1.

  3. O trabalho de Felipe Massa, Fernando Alonso e a dupla da Mclaren para fazer frente a Red Bull será intenso. Como você mesmo disse Tomas, tem uma curva longa e de alta velocidade.

    Nesse tipo de curva o RB6 se mostra imbatível devido ao intenso refino aerodinâmico. A minha dúvida que será respondida em Istambul é se o tamanho das retas lá são o suficiente para o bom aproveitamento do f-duct da equipe de Woking e agora também da equipe de Maranello.

    Não há como não levar em consideração o estupendo campeonato do Kubica, que sozinho “paga” todo o custo operacional da Renault by Genii.

  4. Acredito que todo esse papo de virada é quase inútil. Teremos mais um fim de semana da Red Bull. Aposto em Vettel, já que é um circuito mais desafiador do que os passados em que Webber venceu. Pra mim, a Ferrari vem em seguida, mas não virá tão forte. Aliás, esse ano é da Red Bull, como o ano passado era da Brawn, isso não tem muito jeito de mudar, é o melhor carro de longe.

  5. “esse ano é da Red Bull, como o ano passado era da Brawn”

    Concordo plenamente , talvez aconteça o msm do ano passado onde a RBR alcançou a Brawn no meio da temporada + ou – , soh q esse ano pode ser a Ferrari/Mercedes/Mclaren q podem alcançar a RBR…

    Mas por enquanto eh RBR disparada a melhor , e com ctz absoluta eh Vettel ou Webber pelo menos pole esse fds 😀

    1. O problema é que a RBR temdesenvolvido seu carro no mesmo ritmo das outros, se vacilar melhor que elas, as outras estão fazendo e desenvolvendo o Duto de ar delas na pressa, espera pra ver a RBR que trabalhou com mais calma no duto.

  6. Lembro-me da 1ª vitória de Massa na Turquia, em 2006. Ocorreu devido a um erro da Ferrari, em chamar os dois pilotos, Massa e Schumacher, aos boxes na mesma volta, quando entrou o Safety Car. Em situações normais, talvez aquela vitória não tivesse ocorrido, apesar do excelente final de semana em que o brasileiro passava. Realmente, Felipe tem uma afinidade com esta pista, assim como Senna tinha em Mônaco, Spa, etc… Espero que seja sim, o começo de uma virada na tabela, aproveitando agora o fato do vencedor obter 25 pontos. Desta forma, como vc disse, 17 pontos, não é uma diferença assim, tão grande.

    Abraço e parabéns pelo Blog!

  7. Essa é uma pista que Felipe Massa sempre mostrou competitividade e andou bem, superando os companheiros de equipe.

    Mas como no ano passado, não possui um carro que lhe ofereça favoritismo, tendo em vista que a Red Bull é o carro do momento, pole nas seis etapas até agora e líder do campeonato, com o melhor carro. Além disso, temos McLaren, que deverá andar perto dos líderes, a Mercedes e a Renault, correndo por fora, ambas vão beliscar alguns pontos.

    Na disputa com Alonso, o momento de Felipe tentar a virada na tabela de classificação é agora, pois é uma pista favorável a ele.

  8. Será que Massa pode ser considerado o ” imbatível rei da Turquia ” ?
    Se Senna ficou mundialmente conhecido como o Mr . Mônaco , podemos então pensar em considerar o Massa como o Mr . Turquia , pois nos últimos anos , só deu ele .
    Agora falando sério .
    Massa vai bem na Turquia , pelo fato do circuito turco predominar curvas para a esquerda , onde Massa tem maior facilidade , pois foi criado no pátio de Interlagos , que junto de Barhein , sâo os únicos com tais peculiaridade .
    E isso , podem ter certeza que é uma verdade , pois tem pilotos que são melhores que outros em determinadas curvas , tanto para esquerda … como para a direita … e assim sucessivamente .

    1. Olá;
      Eu acredito que vai dar Massa em 1º, 2º ou 3 porque se Massa pegar em primeiro e alonso lá para sexto ,e as RBR setimo e oitavo, coisa que é muito difícil, massa será lider ou vice-lider.

  9. Boa, Tomás.
    Acho que essa é “a última chance” do Massa provar que merece ser considerado candidato ao título. Veremos.

  10. em condições normais?
    Imposible.
    Sem chuva, sem REDBULL perder competitividade? nao.
    Mas podemos esperar uma boa competitividade por parte dele.

  11. Realmente Tomás, esse GP é importantíssimo, para os pilotos da Ferrari. O Resultado normal dessa prova é dobradinha para Red Bull, pelas características do circuito, ficando para os demais pilotos, a luta pela vaga restante no pódio. Vou fazer um exercício de “SEs”

    Podemos supor q um dos pilotos da Red Bull, sairá da Turquia com 103 pontos na tabela.

    Se Massa fizer prevalecer sua boa forma em Istambul e chegar em terceiro, pula para 76 pontos e fica a 27 do líder

    Se Alonso conseguir o terceiro lugar, pula para 90 pts e fica a 13 do líder.

    É muito mais interessante para a Ferrari q Alonso chegue a frente do Massa, mas a equipe não pode fazer qualquer tipo de jogo de equipe nesse momento, pois pode comprometer seu wcc, então a disputa fica mesmo dentro da pista.

    Gosto muito dessa prova, pelo retrospecto do Massa e pela curva 8, como vc bem descreveu, desafiadora para os pilotos, q a fazem em 6ª marcha + ou – a 262 Km/h.

  12. Pode ser a chance de Massa até pela peculiaridade do circuito (predominar curvas para a esquerda), pela sua boa performance na Turquia, mas sem carro acho difícil. A menos que trabalhem bem e o carro melhore, deve dar RBR de novo! Como participo de um campeonato paralelo com um grupo de amigos e o meu piloto naquele campeonato é o Vettel, estarei torcendo muitooooooo por ele! Abraços.

  13. Tomas
    MAssa tem a chance sim de virar o jogo..
    MAs a RBR esta muito adiantada no desenvolvimento de seu carro…
    Acredito q Massa pode aproveitar seu confrto dentro do circuito para tentar ficar na frente de Alonso….acho q ja será alguma coisa…
    Se ele vencer melhor ainda…mostrará um grande poder de reação….Mas tendo em vista o q a equipe dos energéticos vem fazendo acho dificil….n impossivel….mas dificil
    Tomara q ele consiga, torço para o brasileiro….

  14. certamente pelo seu histórico incontestável nesse circuito, vai dar sua virada na tabela, no alonso e possivelmente possa ficar entre as duas RBR’s, sabendo que estão imbatíveis neste final de começo de temporada.
    Torço muito pra isso acontecer, sou seu fã!

    parabéns pelo excelente post e blog!

  15. Historicos e estatisticas são o que passou. O presente do Massa não é nada animador, dirige um carro, que foi elaborado segundo as caracteristicas de pilotagem do Alonso, o que facilita para o espanhol quando o circuito favorece o carro. Nós nem podemos acusar o Massa de não tentar, como Schumacher, que é considerado um fenomeno, não consegue se adaptar ao chassi, que serve mais ao estilo de seu companheiro. Acredito, que o Massa, como sempre alias, vai dar tudo o que for possivel para ganhar essa corrida, sempre lembrando, que as RBR não vão vender facil a derrota, já que vem dominando em qualquer tipo de circuito, até o momento, sem duvida os melhores carros do grid.

    1. É verdade, mas vamos esperar que ele se anime nessa pista em que se adapta melhor que os outros, e consiga entrar subir na tabela e auto estime!

      1. Teo, pelo que já vi do Massa, ele não é de se entregar, e o que desanima é saber, que se a Ferrari tiver, que lutar por alguém, esse alguém com certeza não é o Massa. Eu desanimo, ele (Massa) com certeza não.

  16. Ao contrario do que muita gente pensa, Massa tem sim muitas chances de vitória no GP da Turquia. Todos estão falando que se não tiver carro não dá. É verdade, mas não dá pra dizer que a Ferrari é uma carroça né? Mas vocês acham que em todas as 3 vezes que o Felipe venceu em Istambul ele tinha o melhor carro? Voltemos a 2008. As McLarens estavam colocando tempo em praticamente todos os treinos na Turquia. Mas só colocavam tempo no Raikkonen. As McLarens estavam melhores, tanto que até o Kova se classificou na frente do Raikkonen. Mas Felipe fez a pole e venceu, justamente porque a pilotagem dele nesse circuito faz toda a diferença. Conseguiu tirar a diferença pras McLarens. Foi o braço mesmo, tanto que Lewis chegou em 2° colado nele. Pra quem acha que eu to falando besteira, é só conferir.

    http://www.formula1.com/results/season/2008/791/6508/

    Se ele outrora tirara uma diferença pras McLarens que estavam melhores no circuito, por que pensar que ele não pode tirar essa diferença pras Red Bull?

    Abraços. Carlitos.

  17. com certeza. Próximo domingo quando teremos o GP da Turquia da Fórmula 1. É uma prova que o massa tem tido um retrospecto considerável nos ultimos tempos, venceu três das cinco provas disputadas em Istambul e, nas mesmas, tem três poles também. Mas deve ter muitas dificuldades agora – como no ano passado quando largou em sétimo e terminou em sexto. A Ferrari ainda não tem o melhor carro e o brasileiro enfrenta problemas de aquecimento de pneus e aderência. ALém dos pneus serem os mais duros com os quais está tendo dificuldades. Já seu companheiro de equipe conseguiu as modificações que queria no projeto do modelo 2010 e complicou a vida do companheiro.

    Felipe precisa se mexer, se não se mexer, vão mexer com ele. Cada vez mais crescem as notícias de substituição. Agora, além de Robert Kubica, colocam o nome de Mark Webber pelos lados da Ferrari. Até que ponto é boato ou possa ter um pingo de verdade não sabemos ao certo, no entanto se o contrato novo estava pronto para ser assinado, porque não foi ainda?

    Hoje a imprensa inglesa disse que Nicolas Todt, empresário do Massa, já anda também conversando com outras equipes (Renault e Red Bull). Até o meio de julho as coisas se decidem e em agosto deveremos ter anúncios oficiais. Por isso, se está pensando em título e futuro bom, o momento de aparecer é agora.

  18. Acho que massa no maximo rouba alguns pontos do Alonso, porem para alcançar a RBR ele precisa de outras coisas alem de afinidade com a pista, as coisas que citei são: carro melhor e a ferrari querer dar esse carro pra que eu duvido muito.

  19. Esqueci de dizer, acho que essa pista vai acentuar vantagens tecnicas os carros bons serão melhores ainda, e os ruin piores, quero ver as carroças trancando todo mundo, espere que a Cosoworth de um jeito nos seus motores a ponto de trona-los pelo menos decente, dizem que ele não é tão fraco, o problema e que vertiginosamente de perfomance durante seu desgaste natural.

    1. Não tem o q fazer, o desenvolvimento dos motores para a Cosworth foi congelado em março/2010. Foi concedida uma autorização para a Ferrari mexer nos seus motores, para sanar o problema das válvulas pneumáticas, bem como para a Renault revisar seus motores após o problema da vela no GP do Bahrein, com o consentimento de todas as equipes.

      Não li e nem ouvi em nenhum lugar, q a Cosworth deseja revisar seus motores, de qualquer forma, já houve precedentes nos casos da Renault e Ferrari, caso a fábrica inglesas tenha alguma pretensão nesse sentido.

      Pelo visto, Barrica e Hulk, vão ter q ir com esses motores mesmo até o final da temporada e esperar atualizações aerodinâmicas para o FW32 melhorar a performance e torcer para o pão duro do Frank Williams, negociar com a Renault para 2011 e retomar a parceria vitoriosa q rendeu vários títulos mundiais ao time de Grove

  20. Sim, a Red Bull vai estar bem rápida… Mas alguém sabe como é o desempenho do Alonso nesse tipo de pista para nos informar, rs?
    DTA, fiquem na paz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s