Alonso está cada vez mais frustrado na Ferrari?

A discussão que se acalora ultimamente em fóruns de F1 no Brasil e no exterior também dão conta de que Alonso estaria cada vez mais frustrado na Ferrari. Isso não é difícil de se imaginar, até porque a Ferrari mostrou estar muito por baixo das esperanças dos Tifosi e sendo atualmente, na pior das hipóteses, a 5ª força do grid.

A tal frase foi dita entre outras ideias ineteressantes pelo comentarista da BBC Jonathan Legard, alegando que, por uma série de circustâncias, estaria induzindo o bicampeão a erros mais freqüentes- como vimos em Mônaco e Turquia, por exemplo.

Legard amplia a sua visão em relação ao tema:

Alonso está bastante frustrado com o ritmo de desenvolvimento da Ferrari. Comparado à sua temporada na McLaren em 2007, quando a equipe britânica tinha atualizações em todas as corridas, o fluxo de partes novas da Ferrari tem sido lento, com apenas pequenos ajustes aqui e ali.

O resultado é que o carro que começou a temporada muito perto da Red Bull agora é, nas palavras de Alonso, o quinto mais rápido.

Se nós formos analisar mesmo que rapidamente, nos damos conta que a Scuderia está devendo muito tanto para Alonso quanto para Massa, que está sofrendo bastante com a lentidão em atualizações no carro. Retornado a fita e indo ao início do ano, notamos que a Ferrari foi sempre alvo de duras críticas da mídia internacional e, ao mesmo tempo, atingida por apontações de problemas de maior gasto de combustível no F10, a falta de confiabilidade com os motores, que já foi pesadelo mas parece ter sido solucionada, e os boatos em fevereiro de que teríamos um F10B.

Alonso deve estar sendo duramente bombardeado pela imensa pressão que carrega nas costas, e, apesar de que nenhum piloto faz milagre com um carro que não pode disputar vitórias, deixando a desejar em suas apresentações. Os erros, como eu já citei, podem ser uma prova do nervosismo diante de um problema que parece ser maior do que se imaginava.

Porém, parece que a Ferrari terá uma grande atualização no GP da Europa (o que vem posteriormente ao do Canadá, no domingo dia 13) – uma cópia do sistema de escapamento que produz pressão aerodinâmica da Red Bull e um novo difusor. Mas o temor é que isso não coloque a Ferrari novamente na frente, porque suas rivais no mínimo manterão o ritmo. A equipe também não entende porque o carro é competitivo com os pneus mais macios, mas lento com o composto mais duro.

Tantas perguntas, mas poucas respostas. A verdade é que a virada do campeonato que estava programada para Mônaco, foi adiantada para Turquia e agora para Canadá. Se for adiantada mais uma vez, a Red Bull e até talvez a McLaren vão tirar uma vantagem que possa ser irreversível para os homens de Maranello, e para Alonso também.

Será, então, que apesar das promessas de melhoras futuras, Alonso está cada vez mais frustrado na Ferrari?

16 comentários em “Alonso está cada vez mais frustrado na Ferrari?

  1. bueno, es cierto que el ferrari no esta nada bien, pero alonso tambien ha cometido sus errorcitos asi que la culpa seria de ambos, no puede recaer toda en ferrari, ademas tampoco es llegar y ganar, tal vez le ha costado adaptarse a alonso, y ademas de qeu ferrari le falta algo, necesitan inventos, no copias, si para valencia no traen nada nuevo, ya este campeonato se perdió. Y tampoco se puede estar con que lo que hubiera sido si… el presente es presente y uno esta con un equipo en las buenas y en las malas. saludos!!

  2. Esses erros podem ser originados de vários fatores, dentre eles o próprio carro ser de difícil condução, responder de forma inesperada a comandos do piloto etc. Não estou defendendo o Alonso, até mesmo porque não gosto dele. Aliás, estou adorando vê-lo afundar – quanto mais melhor. Mas ferramentas ruins não permitem que o profissional atue na plenitude de sua capacidade e provoca erros inimagináveis em comparação com uma situação normal.

    Experimente trabalhar com faca cega. Como a cegueira não é buscada, mas causada aleatoriamente, em algumas partes da lâmina há fio e em outras não. Consequentemente, se está num ponto cego vc força porque a faca não corta. Mas a lâmina em movimento, de repente, entra em contato com o objeto num ponto em que há fio. Aí aquela força feita para um instrumento sem corte é aplicada num ponto de máximo corte. Neste caso acidentes são comuns.

    Abs.

  3. “Mas ferramentas ruins não permitem que o profissional atue na plenitude de sua capacidade e provoca erros inimagináveis em comparação com uma situação normal.”

    É uma das razões do meu ponto de vista para a frustração (e obviamente os erros) de Alonso ultimamente.

    O fio da navalha…

  4. O Alonso deve estar meio frustrado de inicio mesmo. Acredito que ele como bi-campeão esteja com uma vontade louca de voltar a vencer rotineiramente. Com certeza, ele achou que a Ferrari iria lhe proporcionar isso mas não é o que vemos. Estamos vendo uma equipe que bate cabeça e não sabe direito o porque do carro não ser competitivo em certas situações.

    Bem, chamo atenção para um fato curioso que tem acontecido até agora. Pode parecer ridículo mas, esse mau desempenho da Ferrari se deve unicamente aos pneus. Claro que outros fatores contribuem para isso. Provavelmente o F10 tem uma falha de projeto que faz com que o carro não se comporte bem com os compostos mais duros de pneus. Já com os mais moles, o carro casa perfeitamente e volta a ser competitivo. E se prestarmos mais atenção ainda, a McLaren tem um problema inverso, porém, muito menos grave que o da Ferrari. Até agora, nos circuitos em que se utilizou os compostos mais macios (Barein e Monaco) a McLaren andou atras da Ferrari e da Red Bull. Porem ainda nessas condições os carros da equipe inglesa conseguem manter o minimo de competitividade. Já os carros da equipe italiana, quando se deparam com o seu ponto fraco simplesmente somem no meio do grid. Nas próximas duas etapas serão usados os compostos super macio e medio. Portanto, podemos esperar uma Ferrari bem mais forte na classificação porém, sofrendo em ritmo de corrida. Essas dificuldades de adaptação podem ter resposta em uma parte do carro que a maioria das pessoas acham que não conta muita coisa pra performance: a suspensão. Estaria na suspensão o motivo dos carros da Ferrari terem tanta dificuldade com pneus mais duros? Bom, lembro também que tudo isso que estou falando é mera especulação minha, já que eu não tenho informações e nem muito conhecimento para dar certeza à esse tipo de afirmação. Mas acho que, a resposta para saber se a Ferrari continua na briga e se as frustrações do Alonso diminuem está justamente nos compostos de pneus a serem utilizados. Quanto mais corridas com pneus mais macios, melhor pra Ferrari, a não ser que consigam resolver esse problema.

    Resumindo, na minha opinião, o ponto fraco da Ferrari são os pneus duros, o ponto fraco da McLaren são os pneus macios (mas não tão fraco) e, até a Turquia achava que a Red Bull não tinha ponto fraco. E no carro realmente não tem, mas sabemos que a coisa por lá esquentou na parte psicologica dos pilotos.

    Abraços. Carlitos.

  5. O Alonso foi contratado para devolver a Ferrari as glórias conseguidas na Era Schumacher. No início do ano, isto na pré-temporada, a escuderia italiana era apontada como favorita na briga pelo título, mas o carro foi perdendo rendimento. Na Turquia, semana passada, foi superada por Mercedes e Renault, sendo o 5º carro do grid.

    Certamente o espanhol deve estar frustrado, pois saiu da Renault atrás do sonho de vencer pela equipe de Maranello, mas os resultados não vêm sendo os esperados. Os principais concorrentes estão melhorando, e os italianos não apresentaram muito progresso nas últimas semanas.

    Para o asturiano deve estar sendo difícil, e, se o novo pacote não for bom o suficiente, o time do “Cavalinho Rampante” deve ficar fora da disputa pelo caneco.

  6. Rossi fratura tíbia e fíbula durante treino liderado por Lorenzo na Itália
    Valentino Rossi quebrou a perna direita após um acidente no segundo treino livre para o GP da Itália de MotoGP, em Mugello. Jorge Lorenzo acabou com a liderança da sessão

    Valentino Rossi sofreu a pior lesão de sua carreira na MotoGP durante o segundo treino livre para o GP da Itália, no circuito de Mugello, neste sábado (5). Em um violento acidente na sessão, o piloto da Yamaha teve uma fratura exposta na tíbia e na fíbula de sua perna direita. Por causa disso, o italiano está fora da prova em seu país natal – o heptacampeão mundial nunca tinha perdido uma etapa da categoria.

    Rossi é atendido ainda no local do acidente pelo serviço médico do circuito de Mugello

    A liderança da atividade ficou com o companheiro de Rossi na equipe japonesa, Jorge Lorenzo. Após uma sequência de cinco voltas na casa de 1min49s, o espanhol cravou 1min49s282 na última de suas 26 voltas.

    O segundo lugar acabou com Andrea Dovizioso, que venceu a disputa interna da Honda contra Daniel Pedrosa, terceiro colocado. Apesar do grave acidente, Rossi ainda teve condições de marcar o quarto melhor tempo do treino.

    Randy de Punier foi o sexto, à frente de Casey Stoner, que também caiu durante a sessão, com menos gravidade comparado ao incidente de Valentino. Mas o contratempo prejudicou o australiano, que só pôde dar quatro voltas rápidas pela manhã em Mugello.

    Colin Edwards, Ben Spies e Nicky Hayden fizeram uma trifeta norte-americana do sétimo ao nono posto. Loris Capirossi, um dos anfitriões do fim de semana, fechou a lista dos dez primeiros.

    O treino de classificação para o GP da Itália de MotoGP ocorre logo mais em Mugello.

  7. Bom dia Tomas.

    Saiu uma materia no James Allen fizendo justamente ao contrário. o Consumo de gasolina hoje dos motores são muito parecidos. Informação essa adquirida atraves de simulações de equipe.

    What is interesting is that engineers tell me that the difference in fuel consumption between the Mercedes, Ferrari and Renault engines isn’t particularly significant, based on calculations of how the car performs in the race relative to its performance on low fuel in qualifying.

    O Dado mais interessante porém é que segundo Cristian Horner o motor Renault tem cerca de 30 cavalos a menos que os outros, e que esta dependendo dessa equalizacao para continuar com a Renault para o proximo ano, e que eles gostariam de ter o Mercedes, porém nao sabem se existe a disponibilidade de fornecimento.

  8. Com certeza, a Ferrari tá com um carro mediano na mão e nem o Alonso ta fazendo milagre – a coisa ta dificil. Imagina o arrependimento que deve passar na cabeça dele, quando pensa que o Kubica na Renault já está quase na frente da dupla ferrarista. Se ele Alonso estivesse na Renault, com esse carro – que com seus patrocinios poderia estar melhor – poderia estar num pódio uma vez ou outra. Com essa carroça, ninguém faz nada.

  9. Há algum tempo atrás, o Massa estava sendo questionado quanto a pressão, que o Alonso produzia sôbre ele, e ele Massa segundo alguns, estava destruido psicologicamente. Na época eu disse, que a Ferrari estava destruindo os sonhos de Alonso, que achou, que com a Ferrari seria chegar e voltar a ser campeão do mundo. Isso não aconteceu, o carro é ruim, continua ruim o que ajuda os pilotos a errarem e provoca muita frustração, principalmante no piloto, que chegou cheio de expectativas. Após tantas temporadas acompanhando de perto a FI, não fica dificil, apesar de minhas limitações, avaliar, que o grande problema da Ferrari nos ultimos anos, é a falta de um projetista mais competente, alguém que faça o carro nascer bem, alguem que inove e traga para o grid um carro a ser batido e não um carro, que precisa de remendos e cópias. Melhorar o que já é bom é facil, encontrar soluções para corrigir problemas estruturais do carro fica muito mais dificil, muitas vezes até impossivel de ser corrigido, o que parece ser o caso da Ferrari, nos ultimos anos.

  10. Acho q não é dificil ele estar frustrado n…O ritmo da Ferrari realmente é muito lento..
    E Alonso precisava de uma temporada competitiva dentro da F1…
    A pressao é grande, tudo foi aompanhado pelo mundo todo, desde a negociação ate a real contratação do Espanhol…
    E o campeonato não para, e as corridas vao passando, a cada dia fica mais dificil tirar a diferença das RBRs e das McLarens….
    Se a Ferrari não der uma mudada logo não dará mais tempo, a não ser que ela tenha uma carta na mangua, o q ainda acho improvável…
    Todo esse panorama é de desanimar qualquer um…isso poder ser o q esta levando Alonso a cometer alguns erros que ele não costuma cometer…

  11. O problema da Ferrari, parece realmente residir na equipe de projetistas que demonstram não ter a criatividade suficiente para realmente fazer algo revolucionário. Mesmo Aldo Costa tendo trabalhado um bom tempo com o Rory Byrne, este sim um dos magos em projetos, parece não ter assimilado as habilidades do sulafricano. Costa e equipe podem ser bons copiadores, mas não inovadores.

    O grande sucesso da Ferrari durante a última década deveu-se, básicamente, a uma “legião estrangeira” comandando as ações e a política atual de se premiar predominantemente “pratas da casa” ou seja, italianos, tem feito a Ferrari ter bastante problemas, principalmente em aerodinâmica. Outro fator a ser considerado é esse modo administrativo, hermético e centralizado, imposto pelo Montezemolo que inibe, naturalmente, a criatividade.

    A Ferrari tem que entender que terá de abrir seus horizontes e contar novamente com gente criativa, independente de nacionalidade, para que possa haver melhorias significativas em sua máquinas. Esperar que nasça um “Adriano Nuovoey” ou coisa parecida, de origem italiana, poderá lhes custar muito caro. Contrataram recentemente um ex-engenheiro da Toyota F1 e que será responsável pela adoção de um difusor duplo, provavelmente em Valência, o mesmo que seria usado na natimorta Toyota TF110 deste ano. Será, no entanto, apenas um remendo mas, quem sabe, um novo alento criativo tão necessário para o sucesso da Ferrari.

    saudações

    • A FI deixou claro ao longo dos anos, que cópias por melhor, que pareçam, são apenas cópias, a essência do projeto esta diretamente ligada a parte copiada, portanto, muitas vezes uma não funciona sem a outra. Uma equipe como a Ferrari, exige a presença de um projetista de primeira linha, quando Senna resolveu se mudar para a Ferrari, exigiu, que um anos antes, enquanto corria pela Willians fosse contrato um projetista a altura do carro, que pretendia ter em mãos, Schumacher fez o mesmo, e esse mostrou, que não estava errado, tudo começa no projeto. Se a bola fosse quadrada, com certeza não teriamos ouvido falar em Péle, Maradona, Zico e tantos outros craques.

  12. Tomas, legal sua análise.
    Só um toque: em vez de “adiantada” no penúltimo parágrafo, creio que você quis escrever “adiada”.
    Um grande abraço!

  13. É, pra quem disse que a Ferrari ia dominar 2010, está vendo o que acontece hoje. Eu sempre fiquei com a posição de que a Ferrari não iria ser a melhor equipe dessa temporada.

    Com relação ao Alonso, se tivesse ficado na Renault teria um carro melhor hehe, mas ninguém pensaria isso no ano passado, isso não vem ao caso. Mas é bom ele tentar mexer os palitos dentro da equipe, senão vai comer muita poeira até o final do campeonato.

  14. Por isso que Schumacher é Schumacher!!! Que teve paciencia por durante 5 anos tentando ser campeão!!!E o mais superior é que ele se manteve esperançoso, e não criticava a equipe, pelo contrario tentava encontrar a solução, junto ao Dream Team Ross/Todt e outros engenheiros!!!
    Alonso já no primeiro ano demonstra que não vai se conformar com a equipe em não estar no nivel das outras!!!Mas isso também é sua responsabilidade!!!Alias ele não é o acertador de carro, os 7 décimos onde estão???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: