Batalha por lugar na Renault deve esquentar nos próximos meses

E já começam a aparecer polêmicas no -teoricamente- melhor cookpit restante nas equipes grandes para o ano que vem. Nas últimas semanas, vários pilotos vêm sendo incluídos na lista de futuros pretendentes ao 2º cookpit da Renault em 2011, que atualmente é ocupado pelo russo Vitaly Petrov.

  • Sobre a relação Petrov e Renault

Vitaly, ao meu ver, me parece um piloto que se for lapidado e conseguir mostrar, obviamente, serviço por contra própria, pode ter um bom futuro na Fórmula 1. Acontece que na Renault dos dias de hoje, Boullier, chefe da equipe, não parece agradado com os resultados de Petrov nas últimas corridas.

Chega até ser irreal comparar o rendimento dele com Kubica, mas os apenas 6 pontos conquistados até aqui em 10 corridas são insuficientes para assegurar seu futuro na equipe francesa. Mas a equipe deixou claro que tudo está nas suas próprias mãos, e se os resultados começarem a aparecer, veremos Petrov no grid de 2011.

Claro que a sua chegada à F1, como o 1º piloto russo na história da categoria tem uma grande importância. Apesar de ele ser “pagante”, já desbancou nomes como Romain Grosjean e Nick Heidfeld na disputa pelo lugar deste ano. Somando-se a isso, parece que existe um certo interesse por parte do “chefão” Bernie Ecclestone em realizar um GP na Rússia. Ontem, na apresentação de Button nas ruas de Moscou com a McLaren, só se ouviram elogios. Portanto, neste caso, a permanência de um piloto russo na F1 para a realização de uma corrida no país será fundamental. Só falta saber até que ponto isso influenciará na escolha da Renault.

  • Os pretendentes à vaga

A lista realmente é grande. O de maior importância, pelo fato deste ser campeão mundial, é o de Kimi Raikkönen. Porém, duvido muito que isto possa virar realidade, já que Kimi demonstrou-se interessado em renovar com a Citröen Jr., sua equipe no WRC.

Depois, Heikki Kovalainen, da Lotus, Nick Heidfeld, reservas da Mercedes, Christian Klien, reserva da Hispania,  Timo Glock, da Virgin e Kamui Kobayashi, da Sauber, são os candidatos.

Kövalainen é nome forte, já que estreou na F1 pela Renault em 2007 e terminou na frente do companheiro Fisichella. Mas Heikki parece estar muito bem na Lotus e até o momento nada foi dito.

Heidfeld foi o grande candidato do ano passado, onde se supunha que este reencontra-se a dupla com Kubica dos tempos da BMW. Este ano, como reserva da Mercedes, a esperança é de voltar como titular em uma equipe de ponta, no caso, a Renault.

Klien é atual reserva da Hispania e é um dos favoritos de Ecclestone. Já correu na F1, parece ter potencial, mas a sua ida à equipe francesa parece complicada.

Glock está de portas abertas na Virgin para receber propostas e apenas no caso de ser rejeitado na Renault é que renovará com sua atual equipe. Um bom piloto, que pode ser bom companheiro para Kubica, sem contar que é alemão.

Por fim, Kobayashi, que dispensa apresentações. Aposto que é nele que Boullier tem os olhos e contanto que é japonês, pode trazer bons patrocínio, sem contar a sua ótima qualidade.

Agora, quero saber a opinião de vocês: Apostam na permanência de Petrov, ou se for na entrada de algum desta lista, em quem?

18 comentários em “Batalha por lugar na Renault deve esquentar nos próximos meses

  1. Gosto do Petrov, acho ele um bom piloto, tem velocidade, mas este ano não está nem sentindo cheiro de Kubica. Será que ele é favorecido? Será que ambos recebem equipamentos idênticos? Por mais que Kubica seja um dos melhores pilotos da F1 e Petrov um estreante, acho que o polonês tem uma pitada de favorecimento ai, e com razão, resultados consistentes em todas as corridas.

    Se Petrov não fica, gosto do nome do Kobayashi, ou quem sabe do Lucas Di grassi que quase correu na equipe a pouco tempo.

    • Favorecimento eu não sei, não creio que a “nova Renault” faça isto. Obviamente que Kubica tem mais apoio e com base em seus resultados não seria injusto dar-lhe um carro melhor para avançar no campeonato.

      Na minha opinião, Kobayashi é um dos melhores pilotos nessa lista de candidatos, mas o tema “negócio” é muito importante para definir uma troca.
      Quanto à Lucas, é muito improvável, até porque ele já não faz mais parte da Renault e quando fazia, não foi o substituto de Piquet, perdendo lugar para Grosjean por uma série de motivos. S ele evoluir com a Virgin pode ser melhor.

  2. Mesmo com o fraco desempenho em corridas mostrado até agora, creio que Petrov continua na Renault, ele é muito bom piloto, só falta se acertar mais na pista. Mas caso a Renault não tenha paciência pra isso, um ótimo piloto para a qual ela pode contar é com o veterano Nick Heidfeld, o qual já foi companheiro de Kubica e iria voltar a antiga dupla da BMW.

    Abraços 😉

  3. Mesmo com um desempenho abaixo do esperado eu acho que o Petrov continua na equipe! Na F-1 o que manda, o que resolve, é dinheiro! E o Russo ja injetou e pode injetar mais ainda pra nao perder o cockpit.

    Eu gostaria de ver o Bruno Senna em um equipe onde ele possa mostrar alguma coisa, com o carro de GP2 que a Hispania tem nao mostrará absolutamente nada!

    • “Eu gostaria de ver o Bruno Senna em um equipe onde ele possa mostrar alguma coisa,”

      Infelizmente, Lucas, o cenário para uma mudança benéfica para Bruno em 2011 parece nulo. Ou é Hispania, ou nada. Vamos ver o que vem pela frente.

      • Também gostaria muito de continuar vendo Bruno na F1 ano que vem, mas ta dificil. Lucas teve “muito mais sorte” esse ano, e já esta quase que garantido na temporada 2011.

      • “Lucas teve “muito mais sorte” esse ano, e já esta quase que garantido na temporada 2011.”

        É verdade Lucas. Acredito que esta vaga foi conquistada pela sua base de testes na Renault e também pela boa temporada na GP2.
        É um talento a ser lapidado, pena que chegou tarde.

  4. Tomas, acho que Petrov é uma boa aposta para a Renault.
    Está crescendo, não tem perigo de ameaçar Kubica (por enquanto) portanto um racha interno é dificil de acontecer..

    Mas um piloto que merecia uma chance seria Nick Heidfeld….que está de molho esse ano e já correu com Kubica!

  5. Petrov teve um azar monstruoso esse ano de ter um companheiro de equipe que vem fazendo milagre nas corridas. O russo não é mal piloto, porém todos os olhos na Renault estam em Kubica, e assim Vitaly fica sem espaço e com isso pode cair fora da equipe francesa. Ao meu ver seria um erro da equipe que perderia um talento e com certeza iria se arrepender futuramente.
    Se realmente surgiu uma vaga na Renault, Kobayashi tem tudo para virar uma abelha ano que vem. O japonês mostrou que sabe o que faz dentro de um cockpit, com um corrida perfeita em Interlagos e Abu Dhabi (2009), e Valencia (2010). A Renault deve optar por Kamui pois é mais jovem e mais talentoso do que Petrov.
    Kimi parece “bem” no WRC e cedo, de lá não sai. Kovalainen seria uma opção se pudesse disputar com Koba que é muito mais piloto. Heidfeld é carta fora do baralho de todos, não fez nada na F1, e está em fim de carreira. Klien foi outro que não mostrou serviço na F1, e terá sorte se arranjar vaga para o ano que vem. Glock sem contar Koba, é o que tem mais chance, vejo Timo um bom piloto que nunca teve muitas chances.

  6. Tomas ontem fez 40 anos da primeira corrida do Emerson Fittipaldi na F1. Vale lembrar que ele foi o primeiro campeão brasileiro e o esporte a motor no Brasil deve muito a ele. Minhas saudações ao nosso “Emmo” e desculpe pelo off-topic.

    OBS: Bem que ele merece um post especial.

    Abraços!

    • “OBS: Bem que ele merece um post especial.”

      É verdade Valtinho. Essa me passou batido, deveria ter postado algo.
      Imagino que ontem era o dia exato, agora já focarei o trabalho no blog para o GP da Alemanha. Vamos fazer uma prévia bastante bacana nos próximos dias, bolão e mais.

      Mas obrigado pela dica. Abraço!

  7. Eu gostaria de ver o russo na equipe no ano que vem, pois na minha opinião ele não vem fazendo feio, não…
    Quanto a viuvada que quer por que quer ver o primeiro-sobrinho em qualquer carro, desistam, ele não tem cacife para isso. O intrigante que a lista tem um monte de pilotos reserva de outras equipes, e ponto.
    Iria ser legal ver o Koba-san na parada, mas acho que ele deve continuar na Sauber, como um dos pilotos (se a ART realmente fizer parte da estrutura, eles terão um salto enorme de qualidade…e grana!).
    Quanto ao ungido, como disse o Tomas, ou é Hispania ou nada, ou nem isso, pois é até capaz da equipe não ter condições de continuar, abrindo não uma, mas duas vagas no grid…

  8. Seria uma beleza ver Kimi novamente. A Renault, se caprichar, ficará entre as melhores ano que vem. Por isso deveria fazer uma boa contratação.

  9. a Renault tem a velha amnia de fritar piltos inexperientes…alguns com razão mas não vejo Petrov comoum demitido, ele ainda tem potancial pr amostrar, mas pelo visto…tchau tchau

  10. O Raikkonen está difícil de voltar para a Fórmula, tendo em vista que está satisfeito com o rali. Heikki Kovalainen, Romain Grosjean e Lucas di Grassi foram lançados pela Renault, deles, vejo o finlandês com mais chances, sem contar Timo Glock, Kamui Kobayashi, Nick Heidfeld, companheiro de Kubica na BMW, e o próprio Vitaly Petrov, que conta com patrocínios e a possibilidade de levar a Fórmula 1 ao território russo.

    Por enquanto, não arrisco a apostar. Não sou bom de previsão. Ano passado, apostava na permanência de Kimi Raikkonen na Ferrari, e só me dei conta em Cingapura, quando um mecânico da Renault disse que Fernando Alonso faria falta na equipe.

  11. Tomás;

    Seu blog tem um potencial enorme na Blogosfera. Agora que cessei o ritmo de postagens no F1 Around, pode acreditar que seu espaço será um dos sucessores, te desejo boa sorte e muito sucesso.

    Um abraço, Becken Lima.

  12. O desempenho e evolução demonstrado pela Renault em 2010 deixa mais do que claro que a equipe merece 2 pilotos competitivos e não 1 piloto pagante.
    É lógico que tem relevancia o lado financeiro da equipe, que provavelmente necessita desse dinheiro extra para se manter, não está rasgando money como faz a Ferrari.
    Mas um piloto do calibre de Kimi Raikkonen iria trazer muita atenção a essa equipe, patrocinadores e possivelmente bons resultados, além de ser ótimo para fãs como nós.
    Não acredito nessa hipótese, pois Kimi é muito desejado, para se ter uma idéia Norbert Haug fez visita á sua casa, e com ctz a pauta deve ter sido um possível regresso a F1, (não duvido, jajá vovô Schumacher cansa de brincar), mas Kimi é um piloto muito caro, a negociação com a Mclaren em 2009 melou por conta disso, e sendo realista, como uma equipe que vendeu uma vaga para se manter na F1 em 2010,passa de uma hora para outra a contratar o ultra desejado Kimi Raikkonen?? E sem desfazer do excelente Robert Kubica, que ja está garantido em 2011.

    Sem chance de isso ocorrer…

    Eu gostaria de ver o Kobayashi desfilar com um R31 na mão, acho que seria a escolha certa para a Renault, Kamui não deve ser caro, trará atenção, resultados e provalmente show…

    Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: