GP da Alemanha- Prévia, Análise

Muito bem amigos. Amanhã pela manhã já teremos as primeiras movimentações com os treinos livres em Hockenheim, então faço uma análise das perspectivas das 3 principais equipes que devem bri para o GP de domingo.

  • McLaren

A McLaren lidera ambos os campeonatos, tem uma boa diferença de pontos para a Red Bull, mas, talvez não possua o mais importante de tudo, o carro mais rápido do grid. Fica claro que estar na frente na tabela neste momento traduz os resultados da briga interna na Red Bull- o que por sinal já deu pontos preciosos de bandeja para o time de Woking.

No aspecto técnico, e levando como base Silverstone, a McLaren não andou bem. Aconteceu que as mudanças no difusor testadas na sexta não foram como esperadas e o carro ficou desestabilizado para treino e corrida. Apesar disso, a McLaren levou 30 pontos para casa. Agora, em Hockenheim, a temática procura ser a mesma, porém com outro desfecho. Amanhã serão testados as novas partes do difusor-escapamento e, com os resultados conseguidos ali, o panorama do final de semana será tomado.Acredito que se tudo der como planejado, a McLaren brigará forte pela vitória.

  • Red Bull

A Red Bull ainda vive sob os sintomas de sua terrível briga interna, entre Vettel e Webber. Os capítulos vistos em Silverstone foram o que faltava para a bolha estourar de vez. E, apesar de o RB6 ser o melhor carro do grid, Vettel e Mark desperdiçam essa oportunidade de capitalizar diante dos rivais e perdendo pontos na tabela. Vemos isso que, mesmo sendo os últimos vencedores (Vettel em Valência, Webber em Silverstone), ainda estão atrás da dupla da McLaren.

Para este GP não há dúvidas que a Red Bull virá muito forte. Provavelmente fará a pole position, tendo em vista que será importante quem largará em 2º, e quem será o pole. Mas o “ingrediente a mais” virá na corrida, sem dúvida. Lá é que a estratégia de prova, escolha dos pneus, chuva e mais definirá o vencedor. E estas três equipes em questão vão querer tirar vantagem disso, seja como for.

  • Ferrari

Por fim, a Ferrari continua com a sua esperança de levar o campeonato e voltar a vencer corridas. As incentivações de Alonso e Domenicali parecem ser até irreais visto a situação da equipe nas corridas e campeonato. Incompetência, azar, entre outros fatos se misturam para nos dar a atual receita da Ferrari. O que se vê, porém, é Alonso distante dos líderes e Massa não pontuando a 3 corridas.

O F10b se mostra um carro rápido, mas os resultados em pauta não são os que a equipe quer. Principalmente porque esta evolução deve estar custando caro, e até agora nada positivo conseguiu ser mostrado. Para Hockenheim, pela 1ª vez acredito que a Scuderia possa ter chances reais de Pole. Mas, o grande benefício dos carros vermelhos neste final de semana pode ser exatamente na escolha dos pneus, como já discutimos dias atrás no blog.

Porém, apesar de tudo isto, de a chuva aparecer, é loteria. Em quem você aposta?

41 respostas para “GP da Alemanha- Prévia, Análise”

  1. Thomás.. .essa previsão ai no canto direito é pra Hockenheim?
    Sol pra corrida? Faz isso não!! Tem que chover!! Quero ver corrida boa!!
    Ainda bem que essa pista permite umas ultrapassagens

    1. Pois é Viktor, mas sem pânico. A previsão estava diferente ontem, mudou hoje, deve mudar amanhã.
      Aliás, o dia em Hockenheim hoje foi muito chuvoso, com “pancadas de sol” e chuva novamente. Loucura total!

  2. A Toyota pode voltar à F-1 na próxima temporada fornecendo apoio técnico para a equipe Hispania, de Bruno Senna e Sakon Yamamoto.

    Segundo o site italiano “422race.com”, a equipe com menos recursos do grid, chefiada por José Ramón Carabante, estaria próxima de fechar um acordo com a montadora japonesa, que deixou o esporte no fim de 2009.

    Acredita-se que, com a parceria, o modelo TF110, que foi desenvolvido pela Toyota antes do fechamento da equipe e seria usado nesta temporada _e chegou a ser negociado com a Stefan GP, sem sucesso_, finalmente vá para as pistas, como base do carro de 2011.

    A publicação também indica que a montadora estaria recontratando seus engenheiros e projetistas, ativando a fábrica de Colônia para a Hispania. Recentemente, Karun Chandhok, que foi titular na primeira metade desta temporada, deu sinais de que algo de bom aconteceria com sua equipe.

    “A Hispania tem alguns planos bons para 2011, e estão procurando várias possibilidades para melhorar. Se isso acontecer, não será um lugar ruim para estar, certamente”, comentou o indiano, que foi preterido em favor de Yamamoto, que tem o apoio financeiro de patrocinadores japoneses.

    Tá lá no Tazio.

  3. Quanto ao boato da Hispânia/Toyota: com certeza seria uma boa para Carabante contar com a ajuda de quem tem alguns anos de bagagem na F1. Mas pensar que dá pra se basear no carro que seria usado em 2010 pro do ano que vem não é uma boa. Principalmente por causa da proibição dos difusores duplos (recurso que, dizem, a Toyota usaria em peso esse ano).

    1. “Mas pensar que dá pra se basear no carro que seria usado em 2010 pro do ano que vem não é uma boa.”

      Você escreveu exatamente o que eu penso Allan. Acredito que isso seja apenas uma referência,pois não dá para se basear no projeto de um carro que está em outro regulamento. Acredito que o benefício seja mais no quesito projetistas, dinheiro e base administrativa.

    2. Allan acho isso improvável. Só vejo sentido nisso do lado da Hispania…o que a Toyota ganha em ter sua marca atrelada ao fim do grid???

      1. “o que a Toyota ganha em ter sua marca atrelada ao fim do grid???”

        Na verdade a ideia não é essa, imagino que o objetivo seja sair do fim do grid.

      2. Faz sentido Will.
        E, mesmo que ela tenha começado bem ano passado, acabou o ano muito inconstante. Juntar o sujo com o mal lavado continua na mesma ‘porcaria’.

  4. Se caso isso acontecesse seria uma boa ideia para Bruno, que pelo menos o carro seria do médio pelotão. Mas se a noticia se concretizasse não adiantaria ter um carro razoavel, sem ter motor. Com a dinheiro que viria da ex-Toyota, a Hispania conseguiria um motorzinho melhor e pudesse andar legal.

    1. Ter um Renault em seus carros seria pedir demais para a Hispania. É bom eles se contentarem com os Cosworth e rezar para esta parceria dar certo para figurar no grid em 2011…

      1. É bem dificil, mas continuar com os Cosworth só será bom se esse carro ser pelo menos como o da Willians, que mesmo usando aquela porcaria de motor, consegue andar nos pontos. Se o carro não for bom, a Hispania será quase que a mesma coisa desse ano. Seria como uma Sauber…

      2. “Seria como uma Sauber…”

        Cuidado, a Sauber está em crescimento Lucas, pode vir a ser maior ainda em 2011.

      3. Tipo, eu quis dizer a Sauber no começo da temporada, que estava a poucos segundos das novatas.
        Sabem uma coisa que eu observei, e que pode ajudar no conjunto do carro, o bico. Os carros que tem os bicos mais retos, não andam bem. Ano passado lembram o bico da Brawn GP, quase tocava o chão, e foi vencedor. A Sauber por exemplo, tem um bico retão, e corre bem em alguns circuitos. Pode ser bobeira, mas…

  5. Tomás, essa o Livio Oricchio escreveu hoje respondendo para um amigo sobre o Rubinho.
    Escrevo aqui de Heidelberg, a 15 quilômetros de Hockenheim. Se não conheces essa cidade medieval, recomendo. É um importante centro universitário. Aliás, desde 1200 e pouco! Não imaginas o calor que está fazendo. Em São Paulo, no verãozaço não é assim.
    O Rubinho não é bom piloto, hein?
    Sam Michael e Adam Parr da Williams me dizem maravilhas Rubinho. E sei que mudanças importantes no quadro técnico da Williams irão acontecer em breve por causa da eficiência do trabalho do Rubinho, que literalmente está ditando os caminhos técnicos para o time.
    Grande abraço!
    Livio Oricchio

    1. “E sei que mudanças importantes no quadro técnico da Williams irão acontecer em breve por causa da eficiência do trabalho do Rubinho, que literalmente está ditando os caminhos técnicos para o time.”

      Eu também não tenho a menor dúvida disso Luiz Sergio. Aliás,parece só ser no Brasil que o Rubens é subestimado e gozado por uma grande maioria.:(

      1. “Aliás,parece só ser no Brasil que o Rubens é subestimado”,

        Exatamente isso, nao fosse o Rubens, coitada dessa Willians!

      2. “Exatamente isso, nao fosse o Rubens, coitada dessa Willians!”

        Pena que poucos vêem assim, Lucas.

  6. *Lewis quer abrir vantagem na tabela

    Apesar de ser líder do campeonato, ter tido como pior resultado nas últimas 4 corridas um 2º lugar e ter um carro à altura, Lewis ainda não está satisfeito com a vantagem que tem a Button.

    “É estranho. Eu tive quatro corridas sólidas – duas vitórias e dois segundos lugares – e ainda estou apenas 12 pontos na frente. Vamos ter de ver como vai ser, mas se eu conseguir aumentar um pouco essa vantagem, certamente ficarei mais feliz.”

    Por essas e outras, a briga interna entre Hamilton e Button,mesmo que amigável, deve ser muito tensa. Afinal, a diferença é de apenas 12 pontos, um mero 4º lugar.

  7. VALENTINO ROSSI EM 2011 É PILOTO DA DUCATI
    Valentino Rossi já tem tudo acertado com a Ducati.
    O contrato tem validade de dois anos e o piloto vai receber € 14 milhões.
    Rossi assina com Ducati e se despede da Yamaha no final da temporada.
    O acordo entre a Ducati e a Yamaha que é a atual equipe de Rossi, vai possibilitar o teste pelo novo time no final do campeonato desse ano.
    A Ducati está para as motos GP o equivalente a Ferrari para a F1.
    O grande Valentino em uma Ducati competitiva é um sonho de quase todos os italianos e de muitos torcedores desse fantástico piloto, eu me incluo nesse grupo.

  8. Já tinha visto as fotos na altura que foram postas na net, mas agora reparei numa coisa interessante. Os escapes já saem mais atrás, conceito da redbull que foi copiado agora por todas as equipas da frente, até onde poderia ir a toyota com esta chassi!!!

  9. O grande problema da Red Bull esse ano é não aproveitar o potencial do carro mesmo com brigas internas.
    1988: MP4-4 ganhou 15 das 16 provas, com 10 dobradinhas, saindo da pole em 15 ocasiões. Fora outras estatísticas impressionantes (http://f1around.wordpress.com/2009/07/02/uma-breve-biografia-do-mais-poderoso-carro-da-historia-da-formula-1/).
    Tinha como dupla aquela que se classifica como uma das mais ‘problemáticas’ da F1.
    Mas mesmo assim ganhou tudo naquele ano. A diferença? Seus pilotos era extremamente talentosos e constantes, mesmo em meio à rivalidade.

    1. Como eu disse no post:
      “E, apesar de o RB6 ser o melhor carro do grid, Vettel e Mark desperdiçam essa oportunidade de capitalizar diante dos rivais e perdendo pontos na tabela.”

      É nessas horas quem um Ron Dennis faz falta…

  10. Eu acredito que será bem disputada essa corrida. RBR e Mclaren a frente, Ferrari e MErcedes tentando chegar nas duas, a Renault sempre por ali e a Williams brigando com a Force India, sem descartar a Sauber. Mas acho que se chover, da Button ou Hamilton com Barrica no pódio.
    visitem meu novo blog:
    http://f1ontemehoje.wordpress.com/
    abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s