O heptacampeão e o retrato de uma era

[Daniel Gomes, autor do excelente blog Splash n’ Go, é o nosso segundo convidado do blog neste período de férias na F1. Daniel fala neste texto denominado de “o heptacampeão e o retrato de uma era”, sobre Michael Schumacher, sua época e sua tremenda influência na F1 ontem e hoje, tratando, em base, de temas polêmicos].

Michael Schumacher. Um piloto, uma lenda. Quando um esportista, em qualquer campo, tem toda uma era batizada com seu nome, existe algo mais do que apenas a dominância pura e simples.

Mas se a análise for mais profunda, o nome de uma era a representa de todas as formas. Não é só porque Schumacher venceu sete campeonatos que os anos de 1990 e 2000 pertenceram a ele. Durante este tempo, Schumacher, a lenda, bateu todos os recordes possíveis no que diz respeito aos números, desbancando até a incrível marca de 65 pole-positions de Ayrton Senna.

Venceu mais, foi mais rápido e mais eficiente que qualquer piloto em qualquer época. Também, é claro, teve o carro mais dominante da história da categoria com a Ferrari, o que não é pouca coisa. Mas isso não é um problema, pois Senna também sempre quis o melhor carro. Sabia que só com ele venceria.

Entretanto, durante esse tempo, Michael, o homem, andou no limite também. Mas no limite das regras, do bom senso, do mau-caratismo até. Ainda hoje é assim, com a ultrapassagem sobre Alonso em Mônaco e sobre Rubinho na Hungria. Não é exagero dizer que Schumacher, a lenda, só alcançou a glória por causa de Michael, o homem. Algumas vezes ele foi punido, ora duramente, ora não. Mas as vantagens de ser um bad boy em muito excedem as desvantagens de andar à margem das regras.

  • À sua imagem e semelhança

Nos 20 últimos anos a F1 parece ter se envolvido em uma nuvem de polêmicas que, embora não seja novidade, parece ter tomado um contorno mais óbvio e dramático a partir da suspeita de, em 1994, a Benetton ter um sistema de reabastecimento e de controle de tração ilegais.

Coincidência ou não, 1994 foi ano em que Schumacher, a lenda, venceu seu primeiro campeonato quando Michael, o homem, pilotou um carro que, para muitos, inclusive Senna, estava totalmente fora do regulamento de então.

Depois disso, Schumacher venceria inúmeras vezes, mas, ocasionalmente, com o apoio de Michael. Pode-se argumentar que a relevância das transgressões do piloto se deva exclusivamente à sua notoriedade. Ou seja, se ele está em evidência, tudo o que faz também estará.

Mas o fato é que tudo o que é relacionado a má-fé na F1 está quase que inexoravelmente associado a Michael Schumacher. E a F1 durante sua era foi coalhada de casos assim, como que sempre reafirmando que uma coisa estava relacionada à outra. Como se a F1 das duas últimas décadas tivesse sido moldada à imagem e à semelhança do alemão.

  • Paixão e ódio

É público e notório que a relação dos fãs com a F1 é de extremo protecionismo. O fã se sente no direito de sentar no sofá e destilar seu veneno contra as ordens de equipe, contra as “flexibilizações” do regulamento, contra a FIA e a Fota e tudo o mais.

Entretanto, ao ver alguém “de fora” criticando a categoria, o mesmo fã se veste de uma armadura e lista um sem-número de itens que provam cabalmente que a F1 é o esporte mais perfeito e mais fascinante que existe. Mesmo que nem esporte seja.

É assim também com Schumacher. Ninguém nega a lenda. Mas ninguém perde a chance de criticar o homem. A defesa e o ataque a Michael Schumacher se dão com a mesma intensidade que em relação à F1 em si.

O fã tem, na ponta da língua, todas as ocasiões em que Michael, o homem, entrou em cena para ajudar Schumacher, a lenda. E assim também o faz com a F1. O critério utilizado é o mesmo, ou seja, nenhum. Sempre dois pesos, duas medidas. A era Schumacher nada mais é do que o retrato de uma F1 em que o esporte, o ídolo e o próprio fã têm uma relação dúbia, baseada na confiança desconfiada e na “licença poética”.

Aliás, Fernando Alonso, que parece ser um fiel discípulo de Michael, o homem, segue seus passos quase que literalmente. A regra é clara, mas na F1 já aconteceu tanta coisa… mais um escândalo não vai acabar com o esporte… mais uma regra quebrada não vai atrapalhar o campeonato. Ano que vem a FIA muda as regras e tudo se resolve…

Tem de haver um boicote! É claro que eles não vão ter coragem de fazer isso de novo… Foi uma vergonha, um despautério… mas… quem fez a pole mesmo???

Por Daniel Gomes

47 comentários em “O heptacampeão e o retrato de uma era

  1. Muito bom o texto do meu xará. Concordo com ele, e vejo o Alonso também no caminho exato ao de Schumi. Talentoso, rápido, inteligente, mas cheio de polêmicas junto.

  2. Muito boa a reflexão. Michael Schumacher é sem dúvida um dos maiores pilotos da história da categoria, mas é cercado de polêmicas.

    Fez algumas manobras nas pistas, que em alguns casos, mancharam o curríulo vitorioso construído ao longo da carreira, mas utilizando de meios escusos em certas ocasiões.

    Mesmo se não fizer uma boa campanha na Mercedes, que até agora vem muito abaixo das expectativas, Schumacher será lembrado também pelas conquistas, questionáveis em algumas situações, um vencedor, um competidor que bateu vários recordes.

  3. Parabéns pelo ótimo texto.
    Venho a muito tempo, batendo na mesma tecla, o maior problema da F1 não são os pilotos aprontando na pista e sim uma federação suja, sua omissão alegando que não que estragar o campeonato, vem encorajando as equipes e os pilotos a viverem burlando as regras, sabendo que as punições não acontecem e quando acontecem são sempre menores do que os torcedores esperavam de uma federação, dois pesos para julgar chega a ser vergonhoso.

  4. Parabéns pelo texto. Textos de qualidade e de cunho reflexivo, como este, é o que faz valer a pena acessar um blog.

    Muito bom Daniel Gomes.

  5. Parabens pelo texto Otimo texto.

    So uma observacao sobre esse pedaço aqui

    Venceu mais, foi mais rápido e mais eficiente que qualquer piloto em qualquer época. Também, é claro, teve o carro mais dominante da história da categoria com a Ferrari.

    Ontem estavamos justamente debatendo eu e o Claudemir qual foi o carro mais dominante. E nao foi a F2004. a F2004 perdeu 3 corridas e a Mp4 do Senna perdeu 1 corrida. Logo o carro mais dominante de todos os tempos foi a Mclaren com o seu Mp4

    • MP4/ 4 foi um projeto de Steve Nichols e supervisão do genial Gordon Murray que era recem chegado a Mclaren e era chefe do departamento de projetos de Woking , e sem dúvidas ainda não fizeram nenhum carro tão dominante quanto esse na história da F1.

      Aliado a dois pilotos fantásticos e um super motor não deu chances a Ferrari e Williams.

      • Colocaria no bolo a FW14 (?) a Williams do Mansell de 92. Nas mãos de um piloto mais obsessivo, como Senna ou Schumacher, na minha opinião, seria o carro mais dominante de todos os tempos.

    • Essa questão é bem interessante a ser debatida. Por números, realmente o MP4/4 foi o carro mais dominante da F1. Mas vejo a comparação com apenas o F2004. Mas e o F2002?

      Comparação entre MP4/4 e F2002:

      McLaren em 1988:
      16 corridas
      15 vitórias (Arton Senna 8, Alain Prost 7)
      10 dobradinhas
      15 poles (Senna 13, Prost 2)
      10 voltas mais rápidas (Senna 3, Prost 7)
      3 abandonos: (1 motor, 1″distração”, 1 batida)
      * McLaren não terminou no pódio em apenas uma única corrida, o GP da Itália em Monza.

      Ferrari em 2002:
      17 coridas
      15 vitórias (Michael Schumacher 11, Rubens Barrichello 4)
      9 dobradinhas
      10 poles (Schumacher 7, Barrichello 3)
      12 voltas mais rápidas (Schumacher 7, Barrichello 5)
      5 abandonos: (1 caixa de câmbio, 1 batida, 1 hidráulico, 1 motor, 1 elétrico)
      * Ferrari subiu ao pódio em todas as corridas

  6. parabéns…como sempre textos ótimos!!!
    muito pertinente a comparação de Michael e de Schumacher…rsrsrs
    e como a imagem de schumacher se confunde com a imagem da f1 em si..

  7. Claudio, boa contraposição, mas não se esqueça que o MP4-4 tinha ao volante Prost e Senna.

    A F2004 tinha Schumacher e… Rubinho.

    • Isso é um grande contraponto realmente.

      Mas vejamos outro detalhe, a Mclaren Mp4 durante as corridas chegavam a dar volta no primeiro carro nao Mclaren lembra ?

      volta no 3 colocado era normal durante aquela temporada.

      • Claudio, outro bom contraponto, mas a F1 de 1988 era MUITO diferente da F1 de 2004. A confiabilidade dos carros era outra e o campo competitivo era muito menos parelho do que em há seis anos.

        Por essas e outras, considero um carro dominante nos anos 2000 um feito muito mais incrível do que um carro dominante nos anos 1980, que eram, digamos, mais “soltos” no que diz respeito às regras e à fiscalização (o caso da Brabham de Piquet fora do regulamento é um exemplo disso).

      • Outro bom contraponto levantado Daniel.
        A verdade é essa, as décadas de 80 e 90 a F1 era mais “liberal”, talvez pelas regras não serem não bem investigadas e o regulamento não ser tão preciso, e algumas engenhocas aconteciam.

        Lembro do caso de Piquet que havia colocado um pote com água para o peso do carro conferir e nas curvas a água era solta e o carro voava…rsrs….

      • Daniel ->

        “Por essas e outras, considero um carro dominante nos anos 2000 um feito muito mais incrível do que um carro dominante nos anos 1980, ”

        Mas ai vem um problema, o julgamento sao números Absolutos ou numeros Relativos.

        Se for relativizar a Ferrari foi a melhor de todos os tempos, agora em numeros Absolutos a Mclaren era disparadamente melhor.

        Dar volta no 3o colocado nao precisa dizer mais nada.

        Obs: Eu torço para a Ferrari e nao para Mclaren

  8. A Magneti Marelli uma subsidiária da Fiat estaria oferecendo um sistema Kers para as equipes da Fórmula 1.
    É especialista em eletrônica e foi o Kers usado na Ferrari no ano passado.
    O valor cobrado é de apenas um milhão, para uso e apoio na temporada.
    Grande parte das equipes como Red Bull, Sauber, Toro Rosso, Virgin, Lotus, Hispania e a própria Ferrari, devem utilizar o Kers da Magneti Marelli.

    • Interessante notícia Felix. Pode ser bobagem, mas será que estaria sendo fabricado com uma base na Ferrari?

      • Tomás, essa informação é muito nova, sem os detalhes, o importante é a opção para todas as equipes!

      • Verdade Felix.
        Sim, essa opção é bastante democrática. Mas pelo que eu li é “grande parte”.
        Tem 5 que talvez não usem o da Magneti, já que pelo visto o Kers será obrigatório.

  9. “Se vc voltou, nós voltamos”

    Ótimo texto, acho que o alemão passa pela porta do céu (a mãe dele é porteira), hilário se barrar o Rubinho…rs

    Esse é um dos problemas, os vivos pode voltar…outros não, e isso incomoda muitos! Quando Schumacher diz que esta se divertindo, é porque ele esta fazendo apenas o que gosta, sabe das suas limitações , nunca prometeu nada em sua volta, quer apenas mostrar que após os 40 anos ainda pode ser competitivo, e mostrou isso segurando o carro de Rubens 4 segundos mais rápido por 5 voltas, já tinha feito parecido com Button na Espanha ! Schumacher tem a vida bem resolvida, ser ultrapassado faz parte do jogo, a “espremida” foi um caso isolado/pessoal, até então correu de forma limpa o ano todo.
    Schumacher foi imprudente na “espremida” em cima do chorão, mas em nenhum momento passou em sua mente causar um acidente, se quisesse era só terminar de jogar o carro em cima do chorão, mas não o fez e ainda reconheceu o excesso pedindo desculpa coisa que muitos não fizeram em manobras parecidas! O Webber pediu desculpas quando jogou o carro em cima do chorão após a largada do GP ALE/09? A roda do carro de Webber bateu violentamente na lateral do chorão, Webber foi até punido na corrida! Com certeza o chorão não se lembra mais dessa atitude do Webber, só vai se lembrar do alemão, vai falar do GP da AUT e ALE até o fim da vida, haja saco!
    Quando o Gilles Villeneuve era imprudente ( e foi muito criticado no circo por causar acidentes) o público não falava nada achavam até graça, todos sabiam que algo grave poderia acontecer …tanta imprudência acabou causando sua própria morte! E a batida proposital do Senna a mais de 250Km/h em cima do Prost no JPN/90, poderia machucar alguém, Senna se preocupou com isso? E o Coulthard que tirou o pé do acelerador em um trecho de alta velocidade na BEL/98 na chuva para o Schumacher bater atrás, hoje não tenho mais dúvidas, aquilo foi ordem de R.Dennis, o próprio disse semanas antes ao piloto escocês: “Se Hakkinen for campeão vc leva 1 milhão de dólares de bônus”, mas pra receber o bônus Coulthard tinha que “colaborar” tirando pontos preciosos do alemão, e foi o que aconteceu na BEL/98. Coulthard se preocupou se alguém ia se machucar naquele forte acidente na chuva? Coulthard nem deu chance para Schumacher desviar, sabia que o alemão tinha a visão prejudicada atrás, o escocês foi punido? E o que dizer do caso de Singapura/08? Briatore/Paty Simons/Nelsinho e até Alonso(claro que ele sabia de tudo, só deu uma de migué: “Essa idéia não saiu da minha boca, problema de vcs se der merda depois). Eles se preocuparam se alguém podia se machucar naquele acidente proposital? Poderia bater uma roda ou aerofólio na cabeça de algum piloto, ninguém levou isso em conta! Entre manobras imprudentes e atitudes feita de modo proposital o Brasil tem dois pilotos envolvidos, e pior fizeram sem se importar se alguém ia se machucar…Senna/90 e Nelsinho Piquet/08! Mas ninguém vai se lembrar , pois sempre o culpado vai ser o eterno alemão, quanta hipocrisia!
    Pra mim o mérito maior na última corrida é do Schumacher por segurar um carro 4 segundos mais veloz por CINCO VOLTAS! Tenha dó o Rubinho levar 5 voltas para fazer uma ultrapassagem em uma Mercedes que estava se arrastando com pneus duros com mais de 40 voltas! Rubinho parecia estar de RBR e Schumacher de Lotus, era só chegar e passar. Se fosse Alonso/Vettel ou Lewis passariam Schumacher no meio do circuito e ainda por fora na curva, a diferença de carro era gritante. Rubinho foi pelo mais FÁCIL, quando viu que na primeira tentativa a coisa era mais embaixo (risos), ele preferiu esperar CINCO VOLTAS para ver o restinho de pneu do alemão acabar! Sem poder frear em cima da curva, sem tração em curva e sem tração em saída de curva Schumacher fez até “milagre” nessas 5 voltas. O alemão mostrou que ainda tem muita lenha para queimar, também fez belas largadas! Essas manobras “pesadas” aconteceram muito nos anos 80 e início 90 e ninguém falava nada, hoje acontece o mesmo e ninguém lembra(Webber x Rubens). Piloto que tem ATITUDE e jogar pesado mesmo, era assim nos anos 80/90 e todos adoravam! Só pra lembrar a Benetton bateu recordes na pré-temporada e isso não tem nada haver com reabastecimento, o carro realmente era rápido com Schumacher, em 94 a FIA admitiu que várias equipes estavam sob suspeita de usar chips “turbinados”, tanto que em 95 liberou vários componentes eletrônicos de volta, até a Williams em 94 estava sendo favorecida com mais jogos de pneus, um dos integrantes do fornecedor admitiu isso! Curioso é que na primeira largada do ano Schumacher foi ultrapassado por Alesi, se tivesse controle de tração não perderia a posição! Nessa corrida até o Galvão se surpreendeu com rendimento da Benetton até lembraram a grande evolução da equipe em 92/93, a Benetton avisou antes da temporada começar que era a melhor em trabalho de boxes, que poderia ganhar posições sendo mais rápida, esses detalhes ninguém lembra! Após várias punições, mesmo com a FIA em cima a Benetton continuou vencendo com Schumacher, o ano de 95 só confirmou que não precisava jogar sujo para vencer, se jogou dançou conforme a música! Schumacher foi o culpado do erro de Senna na rodada do GP Brasil/94? Schumacher foi culpado da má largada de Senna em AIDA/94? Schumacher foi culpado por Senna rodar sozinho no treino para o GP de Imola? Quem estava sendo pressionado era Senna que estava perdendo para um novato, Schumacher já estava “controlando” Senna nas primeiras corridas, sabia que tinha um carro muito bom! O próprio Senna admitiu que o alemão era o seu novo desafio na F1, se ele morreu paciência, e teve gente aqui no Brasil na época que disse que o alemão teve culpa no acidente do Senna, tenha dó! Que o mesmo comemorava muito no pódio, ué o Senna nem tinha morrido ainda, eu não me lembro de ver o alemão saltitando no pódio, coisa que ele fazia sempre na época! O carro do Senna era muito bom, D.Hill nunca reclamou do carro e era apenas um novato, venceu várias corridas em 94, o problema é que Senna achava o carro muito desconfortável para pilotar, e isso atrapalha a concentração do piloto, os erros na pista indicam isso! Enquanto Senna errou por 3 vezes em corridas e treino, Schumacher era preciso em tudo. O Senna dizer que o carro do alemão estava fora do regulamento é coisa de perdedor, ele foi pego com carro irregular(freios) no GP da AUS/87, será que isso explica seu ótimo desempenho em 87? Senna nem tinha que falar nada, a Williams estava sendo favorecida conseguindo mais jogos de pneus! Eu também achei as Mclarens de 84 e 88 fora do regulamento, hoje tenho certeza que eles estavam usando chips turbinados. Com R.Dennis no comando já sabemos do que ele era capaz! Schumacher foi campeão com um super carro, mas levou anos para fazer a “barata” voar…

    “O Schumacher é apenas um alemãozinho contra quele GALVÃOZÁO TODO, precisa ser defendido…o quarteto do mal da Globo pega muito no pé…rs”

    • Só voltei, para fazer uma pergunta. Esse tal de Hess é doente, tem algum tipo de problema mental, ou é só chato mesmo?

    • Hess, me desculpe, mas o fato de Rubinho não ultrapassar o Schumi não diz nada. Em uma pista estreita e complicada com poucos pontos de ultrapassagem, qualquer um teria dificuldade. É fácil jogar o carro do lado e frear mais tarde em qualquer curva.

      O difícil é sair dela com a posição debaixo de braço e equilíbrio para não tomar o passão de volta.

      Acho que vc está subestimando a possibilidade de ultrapassagens na F1 atual.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…. Nunca ví uma exposição tão grande de um fã para com seu ídolo como esta. Para demostrar sua paixão pelo Alemão, o cara foi capaz de passar por cima até da razão! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKkkkk… Pela frase: “Quem estava sendo pressionado era Senna que estava perdendo para um novato, Schumacher já estava “controlando” Senna nas primeiras corridas”, e por todo o resto, mostra que ele deve ter comprado alguma revista velha, e alemã, em uma banca ou ter escutado de seu pai ou avô estas besteiras, nas quais ele acredita até hoje! Logo vê que ele não deve ter acompanahdo 1 corrida se quer do Senna!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…
      Não vou escrever mais, pois não consigo parar de riiiiiiiiiiiiiiirrrrrrrrrr kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…

      • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  10. Pirelli, testará seus compostos na pista de Mugello, na Itália, o carro será um F1 Toyota 2009, o piloto será o alemão Nick Heidfeld, o atual piloto de testes da Mercedes com uma vasta experiência na F-1.
    Mugello deve ser o primeiro local dentre os seis circuitos que receberão testes da Pirelli até a última etapa da temporada, as 12 equipes testarão os pneus ao término do campeonato.

    • Olha o Nick.. precisa voltar à ação ano que vem!
      Quanto aos pneus, eu gostaria ter visto a Michelin tomar o lugar.. Espero um bom trabalho da Pirelli, e só.

  11. Muito legal o texto, diferente da maioria…
    Concordo com você Daniel, e você “Hess advogado do Schumacher ”
    Como sabem, eu sou fã do Schumacher, e falo que ele é maior de todos os tempos, mas cada um com sua opinião.
    Como já disseram, antigamente faziam isso, inclusive Brasileiros, e todo mundo gostava, agora que é o Schumacher, a atitude vira anti-despotiva….
    Eu queria ver se fosse ao contrario, o Schumacher ultrapassando o Barrichello, naquele momento, e no mesmo lugar, hora….identico a Hungria…hoje todo mundo estaria falando mal do Schumacher, mesmo assim.
    Vejam a corrida de SPA 95, ESPANHA 96 ou Monaco 97…epoca em que o Schumacher se parecia muito com o Hamilton, ou seria o contrario?
    Enfim, o Schumacher pilotou sempre com um carro inferior a Williams e depois a Mclaren, mas mesmo assim brigou pelo o titulo
    Falam do Schumacher, mas é justamente ele que está fazendo com que corridas chatas, como Monaco e Hungria se tornem interessante, pois ele é como pilotos antigos, como Gilles e CIA, o Schummy não deixa passar, o cara vai ter que tentar muito para conseguir.
    O Engraçado, é o seguinte, vejo muita gente criticando a F1 atual, mas quando temos uma ação assim, como o do Schumacher sobre o Barrichello, todo mundo critica, mas não era isso que todo mundo queria, para ultrapassar tem que ser bom, tenho certeza que o que fazia a epoca de ouro (anos 70 para mim) ser as melhores, era isso, só ultrapassava se tivesse coragem e determinação, o Barrichello fez isso, e meritos do Schumacher por ter aguentado por 5 voltas com o pneu só o “pó”

    Abraços e até mais
    Abraços e até mais

  12. Excelente texto ^^
    E concordo com o que o nosso amigo Daniel (o do primeiro comentário rs) falou:
    ” Concordo com ele, e vejo o Alonso também no caminho exato ao de Schumi. Talentoso, rápido, inteligente, mas cheio de polêmicas junto. ”
    Faço dessas palavras as minhas.

    Abrçs 😉

  13. Daniel e Rochester;
    Vocês querem dizer que Alonso vai no caminho exato ao de Schumi? Ou seja, que ele conquistará mais 5 títulos? Expliquem isso melhor.

    • Não não. Bom, talvez ele tenha mais titulos daqui para frente, mas o que eu digo é que ele é um piloto de muito talento mas que carrega um monte de polêmicas com ele. Mesmo que algumas, supostamente, ele possa ser inocente. Entende? rsrs

  14. O texto foi preciso, mas enfatizo um ponto do texto que o pessoal passou desapercebido e creio ser importante para refletirmos sobre as atitudes de um fã de F1: Às vezes nos falta argumentos convincentes para defender nosso apreço pelo “esporte” a motor, ou a F1 especificamente.
    Algumas reflexões: Alonso está no caminho de Schumacher, ou já entrou, mas não ganha 7 vezes nem a pau.

    O F2002 era muito bom, mas o F2004 tinha adversários fracos: não é a toa que o mais ameaçador era Button na BAR. Em 2002 vc tinha pelo menos uma Williams ou Maclaren à tiracolo. E Schumacher e Barrichello em ótima forma (melhor ano do Rubinho em pilotagem de todos, exceto o não reconhecido 2008 e 2010). mais uma vez, os números são enganosos. O Mp 4 da Maclaren tinha Prost e Senna no melhor duelo dos dois… mas tinha adversários tão fracos que dava pena (carros..pq tinha Berger e Mansell em carros não comparáveis)

    Sobre Schumacher e o suposto “chorão” Barrichello: tem sempre gente disposta a defender a putaria a preço de milagre (com todo respeito à putaria, é claro); foi erro, foi sujo, foi perigoso, e se fosse quaalquer um de nós tinha voado em cima do Schumacher com o capacete na mão p/ fazer fratura exposta. Se fosse Schumacher levando uma fechada ele teria feito isso, assim como Senna .
    Só acho errado o Rubinho cair na armadilha de seguir o discurso global e dizer que não vai mais passar, que deu o troco… a ultrapassagem foi genial, com um carro com muito menos potência de reta, segurando direitinho o carro p/ num levar o X que o alemão tentou dar.

  15. Venha com bons argumento se quiser questionar, vc não é obrigado a ler o que os outros escrevem , se quiser começar a dar aula sobre Formula 1 fique a vontade a galera agradece, pode começar!!! Doeu aonde Newton???

    • Não senti dor alguma, e não sou professor de nada, nem sou tão pretencioso como você, bem, se você é alemão esse é um traço da raça superior ariana, não é mesmo. Você escreveu o que quiz, e usando da mesma prerrogativa, escrevi o que entendi sobre o que li. Você destilou veneno e acabou envenenado, se não gostou, problema seu. ADEUS.

  16. Belo texto, parabens Daniel.
    Schumacher é o maior de todos (depois de Senna), ele talvez tenha feito os fãs da F1 que se perderam com a morte de Senna, voltarem a acordar cedo para assistir corridas, tem recordes em quase tudo, mas mesmo tendo tudo o que tem, ele joga sujo, ele trapaceia, e isso não é de hoje. Mas contudo ele nunca saira da história da F1.

  17. Ouvi um comentário logo que saiu esta ultima punição para o Schumi que caracteriza bem como ele quebrou todos os recordes. O comentario dizia que Michael era recordista, também, em punições na F1.
    Não sei a veracidade, mas realmente ele tem TODOS os recordes.

      • E o de campeão mais precoce da categoria. Que durante muito tempo pertenceu ao Emmerson Fittipaldi, até ser batido pelo Alonso em 2005 e pouco depois pelo Hamilton em 2008; e agora pode ser novamente batido pelo Vettel. Mas acho que dá Webber, embora torça pelo Hamilton. O australiano faz por merecer, mas o comportamento dos dirigentes da Red Bull não.

      • Bem lembrado Vitor.
        Aliás, já que você tocou nesse assunto, tudo o que envolva “mais jovem” realmente não é com Schumacher. rsrs..

        Abraço!

  18. O alemão joga sujo…mas e o Senna?

    Deixou a Tolemam na mão e fechou contrato com a Lotus(furiosa a Toleman até o proibiu de correr o GP de Monza/84).

    Senna também impediu a entrada de D.Warwick na Lotus, queria atenção da equipe só pra ele, foi assim em 85/86/87 Senna escolhia seus companheiros na Lotus, só teve companheiros fraquíssimos nessa equipe(Na Mclaren o Andretti era uma piada, o Berger o mais capacho de todos que passou na F1, quando tinha carro melhor que Senna evitava ultrapassagem, se fazia entregava logo a posição, o D.Hill nem existia na equipe Williams).

    E a trapaça de Senna nos treinos para o GP de MON/85 para segurar a pole? E no GP AUS/87 que Senna foi desclassificado com freios irregulares. E o caso IMO/89 onde quebrou o acordo de homem para homem com Prost e levou vantagem na primeira volta e venceu a prova, isso não é trapaça? E o GP BRA/88 onde Senna foi desclassificado por ter pego carro reserva quando não era mais autorizado, isso não é trapaça?

    E o GP do JPN/89 onde cortou a chicane, se esta no regulamento que não podia cortar a chicane então violou as regras, trapaça, hilário foi que os próprios comissários japoneses é quem desclassificaram o “herói”, justo eles que adoraram o Senna! E o GP JPN/90 jogando o carro em cima do Prost, isso não é trapaça? Fora as várias agressões físicas que o pavio-curto Senna se envolveu no mundo da F1, isso é exemplo de boa contuda? Deu soco na cara de jornalista, tem outro caso em vídeo no tube onde mostra o Senna estupidamente afastando com o braço outro jornalista só porque ele(jornalista) queria saber o que Senna falava com Schumacher sobre batida entre eles no GP da FRA 92. Outro vídeo mostra ele chutando(de leve, mas chutou) um fãn do Mansell quando pegava uma carona no carro do inglês. Foi mal educado com uma tradutora, teve outra jornalista que disse que também foi ignorada por Senna, mas o que deixou ela indgnada foi que minutos depois Senna abriu o sorriso ao ver a câmera da Globo o entrevistando!

    Pegou piloto argentino de categoria de base pelo pescoço! Deu murro na cara de piloto novato Irvine na F1, agrediu fiscais de pista em 87 foi até multado em 10 mil dólares um valor alto na época. Pegou mêcanico da Mclaren pelo colarinho, fora a tentativa muito baixa de tentar prejudicar o emprego do R.Leme na Globo(esse ficou MUDO para não perder a boquinha na emissora).Se isso não é patifaria então as coisas nesse mundo se inverteram mesmo!

    E teve quele caso do Senna e Galvão infrigindo as leis de trânsito fora do Brasil, estavam brincando de carrinho bate-bate! A empresa proprietária dos veículos não gostou nada da brincadeira e Senna teve que pagar o prejuízo na hora! Grana não era problema, mas isso é exemplo de esportista? Como já dizia o Galvão: “ISSO É MUITO FEIO!!!.” E ainda perguntado o que achava de uma mulher correr de F1, disse: “Mulher no volante perigo constante!”, as mulheres no Brasil ficaram com tanta raiva que muitas foram tirar satisfação quando Senna chegou ao Brasil. Na saia-justa Senna teve que se desculpar diante das câmeras…

    • Ah tá… erro de um justifica o do outro? Tá bom, agora a gente vai discutir quem é o mais sujo? Bem, nesse caso, eu recomendo discutirmos os embates eleitorais desse ano, que tal? Se é de sujeira que estamos falando, tem coisa melhor que a política brasileira?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: