Alonso e Massa citados para o julgamento da Ferrari

Fernando Alonso e Felipe Massa estão citados para o próximo Conselho Mundial da FIA, que acontecerá na próxima quarta-feira 8 de setembro em Paris, onde se tratará a polêmica criada com a ultrapassagem suspeita de Alonso sobre Massa, que teria uma clara ordem de equipe para beneficiar Alonso.

O diário espanhol “As” publica que o tema deva ser tratado pela tarde, e o veredicto poderia chegar na noite de quarta ou na manhã se quinta, segundo se conheçam os motivos pelos quais essas decisão foi tomada. Apesar disso, é provável que não seja definitivo, já que a Ferrari ameaçou entrar com ações legais dependendo de qual for a escolha do Conselho mundial.

Nesse ponto, os rumores são variados e vão em várias direções, como a desqualificação da Ferrari pelo resto da temporada (algo parecido com o que ocorreu com a McLaren em 2007 pelo tema de espionagem), a perda dos 43 pontos conseguidos para a equipe com a dobradinha e, inclusive, como dizem na Itália, poderia dar a vitória para Massa e jogar Alonso ao 2º lugar. Assim, Fernando perderia 7 pontos na tabela e, em vez de estar aos atuais 41 pontos de Hamilton, estaria com 134 e a 48 do inglês. Massa teria 116, e estaria a 18 de Alonso e a 66 de Lewis.

Além dos dois pilotos, que poderiam dar a sua versão da história por vídeo, tendo em conta que quinta-feira já começam os preparativos em Monza. Stefano Domenicali, chefe do time, também estará presente.

No fim das contas, sobra para Massa, já que a sua declaração será muito importante para a decisão do Conselho Mundial…

12 respostas para “Alonso e Massa citados para o julgamento da Ferrari”

  1. Penso que Alonso e Massa não deveriam ter nenhuma participação, nem mesmo a equipe Ferrari, o julgamento seria o que todos viram e a regra sobre o assunto, nada mais do que isso.
    Agora deixar para o julgamento em cima da corrida no domingo, cheira a mais um trambique da máFIA.

      1. Apenas tirar os pontos da equipe, na minha visão, seria claramente um favorecimento à mesma. O quenão seria nenhuma novidade. A importância do mundial de construtores não chega aos pés da importância do mundial de pilotos.

        O fato de Tdt ser presidnete da FIA, estando presente ou não no julgamento, influenciará bastantena decisão. Mas o pior de tudo é que o vice-presidnete da FIA, o ESPANHOL Carlos Gracia é quem comandará a reunião e ele já deixou bastante claro que não há a menos possibilidade de a Ferrari e seus pilotos serem punidos.

  2. Infelizmente acho que não vai dar em nada.

    Na minha opinião. Massa e Alonso deveriam ser desclassificados da corrida pois, além de terem participado de uma falcatrua, como a de Cingapura, por exemplo, prejudicaram DIRETAMENTE os outros pilotos que lutam pelo título. Basta analisarmos que, se não fosse a maracutais da Ferrari, Hamilton hoje teria uma vantagem maior para o Alonso na disputa pelo título. Assim como Webber, Vettel e Button. A infração cometida pela Ferrari e seus pilotos pode influenciar nos rumos do título e por esse motivo deveriam ser duramente punidos. Mas em se tratando da Ferrari e seu histórico de benefícios dentro da FIA, acho que não vai dar em nada.

    O presidente da FIA é da Ferrari.
    O Vice Presidnete da FIA é espanhol.

    Precisa dizer algo mais?

      1. Pois é Tomás. Só que tem muita gente importante dizendo que o jogo de equipe deveria ser liberado quando o mesmo não prejudicasse outros pilotos e/ou equipes. Só que é como você mesmo disse, tudo influencia nos rumos do título.

        A troca de posições entre Massa e Alonso prejudicou diretamente Hamilton, Webber, Vettel e Button. E agora, após o GP da Bélgica, esse prejuízoi ficou aind mais evidente para o Button e o Vettel. Pergunte a eles se eles não prefeririam ter 7 pontos a mais de diferença para o ALonso. Todos eles, sem exceção, diriam que sim.

        Button, por exemplo, corre o sério risco de perder a 4ª posição para Alonso em Monza. Afinal, ao invés de 14 pontos de vantagem tem apenas 7. Por causa disso, ou seja, por causa da infração da Ferrari e seus pilotos, o Button terá que fazer uma corrida ainda mais sob pressão. Como se já não lhe bastasse a pressão de ver o companheiro de equipe no topo da classificação. Vale lembrar que a Ferrari chega em Monza como uma das favoritas à vitória, ao lado da McLaren, uma vez que a pista favorece, em tese, essas duas equipes.

      2. Concordo com você djow. O mais incrível disso, é que muita gente que era a favor da punição à Ferrari, como Lauda, agora dizem que nunca falaram nada e ninguém deve ser punido. Imagina a pressão que a Ferrari vêm fazendo em cima de todos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s