O que há por trás do julgamento da Ferrari hoje em Paris

Mais uma vez, para desconforto de nós amantes do automobilismo, a F1 é manchete por causa de suas sujeiras do que por seu desempenho em pista. O tapetão volta à tona, e hoje a equipe que está na forca é a Ferrari- fortemente criticada nos últimos dias ao redor do mundo.

É lamentável ter que depender de julgamentos para saber qual será o resultado definitivo de uma corrida- fato que não acontecia nas décadas de 50, 60, 70… A F1 evolui tecnologicamente, ampliou sua cobertura para o mundo da internet, tem visto crescer a sua cota de fãs, mas, ao mesmo tempo, sofre um desequilibro quando o assunto são regras. E, principalmente, a interpretação destas.

Bom. O que aconteceu em Hockenheim no dia 25 de julho foi algo sujo, que não vai com os verdadeiros princípios do esporte. É manipular um resultado, mudar uma corrida, um campeonato.

Claro que tudo em sua pesagem muda o rumo do campeonato. A Ferrari no caso fez uma atitude comum em 2007 e 2008, quando a própria deu ordem de equipes a Kimi e Massa em respectivas ocasiões. Mas qualquer um sabe que o campeonato estava no fim e aquilo era realmente necessário para conquistar um título.

E foi principalmente isso que marcou a indignação dos torcedors mundo afora. Como a Ferrari foi capaz de beneficiar um piloto na metade do campeonato? Aonde, está, então, a igualdade e respeito entre seus dois pilotos?

É ali que entrar os interesses por trás da ação que a Ferrari cometeu na Alemanha. Não é segredo para ninguém que a Scuderia contratou Alonso para ser campeã. Com ele. Massa sabe disso, afinal ninguém é bobo e ele não é inocente coisa nenhuma, e apesar de nós não sabermos o que acontece por trás- talvez esteja premeditado.

A história que ocorreu com Barrichello se repetiu 8 anos depois com Massa. O que estaria se passando na cabeça dele naquele comento da mensagem da Ferrari? Versões e versões, o caso é que a Ferrari fez algo que prejudicou a si mesma e pode prejudicar ainda mais, com a perda de pontos e posições.

O que está por trás do julgamento de hoje é uma plataforma sólida de ideias que formam a FIA. Jean Todt, o presidente, participou da ordem de equipe que deu a vitória a Schumacher em Austria/02. Porém, naquele ano as ordens não eram proibidas, então não havia nada de errado.

Agora, o caso é diferente, e Todt tem pela 1ª vez um caso de peso envolvendo a sua candidatura e o poder de decisão que ele tem é grande- porém a pressão certamente é maior ainda. Será que ele não punirá a Ferrari apenas porque foi multicampeão com esta por vários anos?

Não se sabe, mas certamente isso não tem algum sentido. É como um jogador que sempre jogou no time A, mudar-se ao B e não fazer gols no A em um futuro confronto só porque já foi parte deste. Surreal.

Surreal para nós, que pensamos com fundamento. Mas para as pessoas que estão metidas neste rolo da Scuderia, pode até ser uma boa escapatória. Não punir a Ferrari. Acabaram-se os problemas. Porém, podem começar por outros, certamente com a revolta de muitos torcedores.

O vice-presidente da FIA é um espanhol. Claro que logo é ligado a Alonso, o maior beneficiado neste escândalo. O pior de tudo é que este indivíduo, chamado Carlos Gracia, disse descaradamente que ele não entende com as ordens de equipes foram proibidas e que a Ferrari não será punida. Mas se ele tem tanta certeza, para quem um julgamento? Para perder tempo e fazer cena?

O que mais tem neste circo é gente cínica. Carlos Gracia, Niki Lauda (que deve ter sido pressionado pela Ferrari a desmentir suas declarações contra a equipe), Giorgio Beghella Bartoli (diretor do GP de Monza e que disse que não existiram ordens de equipe em Hockenheim) e por aí vai.

A cagada feita é grande, tão grande, que certamente quem for que seja que decidir algo hoje no julgamento, será de última hora.

A conferir o que sairá neste julgamento, mas certamente não agradará a todos. Mas sim a quem mais lhe interessar…

42 respostas para “O que há por trás do julgamento da Ferrari hoje em Paris”

  1. O Presidente da FIA é Jean Todt, multicampeão pela Ferrari.
    O vice-presidente é espanhol, e bem ligado á Alonso.
    Só falta saber se Briatore participará deste julgamento de alguma forma, acho que nem vai ser necessário….

    Depois do Nelsinhogate onde todo mundo se ferrou, menos o espanhol cara de pau, não duvido em nada que isso ocorra novamente… alias tenho quase ctz que Alonso sairá impune, Massa que abra os olhos, ele é o lado mais fraco da corda neste caso, e todos sabemos que a corda arrebenta sempr do lado mais fraco…

  2. –>
    A Ferrari no caso fez uma atitude comum em 2007 e 2008, quando a própria deu ordem de equipes a Kimi e Massa em respectivas ocasiões. Mas qualquer um sabe que o campeonato estava no fim e aquilo era realmente necessário para conquistar um título.
    –>

    Acontece que o regulamento não diz que, em caso de decisão de título, o jogo de equipe é permitido. Assim sendo, tanto agora como em 2007 e 2008 a Ferrari infringiu as regras, manipulou o resultado de uma corrida e, especificamente em 2007, indiscutivelmente, influenciou diretamente na decisão do título.

    Resumindo: elimine o jogo de equipe da Ferrari em 2007, refaçam as contas e vejam quem seria o campeão daquele ano.

    1. É djow, você está certo, mas apesar de que no regulamento não dizia que em caso de título estava permitido, não houve julgamentos nem polêmica. Isso porque foi considerado algo normal para todos.

      E aliás, Lewis tinha tudo em mãos, era só ter uma corrida sólida e ganharia o campeonato. Ou duas posições a mais na corrida. Aliás, qualquer pessoa no lugar da Ferrari naquela situação faria isso. Era escolher entre uma vitória de Massa ou um título mundial.

      1. Mas aí é que está, Tomás. O 7º lugar na corrida era mais do que suficiente para o Hamilton ganhar o título, ou seja, ele fez exatamente o que era preciso para levar a taça. Só não levou porque houve o jogo de equipe da Ferrari. Você disse que qualquer equipe teria feito a mesma coisa. Não podemos afimar. Mas podemos afirmar que se o Hamilton soubesse que a Ferrari iria infringir a regra ele teria acelerado ainda mais para ganhar a 6ª posição e garantir o titulo.

        Erra faz parte da vida de todas as pessoas. Inclusive de um piloto formidável como Hamilton. Já o jogo de equipe não faz parte das regras da FIA.

        Assim sendo, não entendo poque criticar o Hamilton (mesmo que de forma velada), dizendo que ele deveria ter pilotado assim ou assado, impingindo a ele a perda do título quando quem não cumpriu o regulamento foram outras pessoas.

        1. Retire o jogo de equipe da Ferrari.
        2. Mantenha Hamilton na 7ª posição.
        3. Refaça as contas e veja quem seria o campeão.

        Não há muito o que discutir sobre isso. A Ferrari não cumpriu o regulamento e como presente da FIA levou o título.

      2. Well, são os dois lados.

        Eu tenho absoluta certeza que QUALQUER, qualquer equipe faria o mesmo que a Ferrari fez em 2007. Qual é o sentido de na última corrida deixar um piloto que está fora da disputa do título vencer e deixar o outro, que se vencer é campeão, em 2?

        Qual sentido tem isso? Para mim, nenhum. Quanto ao “se o Hamilton soubesse que a Ferrari iria infringir a regra ele teria acelerado ainda mais para ganhar a 6ª posição e garantir o titulo.”, também não tem muito sentido, afinal era mais do que óbvio que a Ferrari faria isso. Todos sabiam. E quando o time deve ter feito as contas como ficaria se a Ferrari ganhasse com Kimi, deve ter querido se matar mesmo.

        Quanto ao refazer as contas, seria Lewis o campeão. O que digo, e ele deve estar se arrependendo isso até hoje, é que se tivesse feito uma corrida mais tranquila e sem tanta afobação, teria sido campeão fácil fácil. Isso eu, você e qualquer um sabe.

        Mas é passado, já foi, Kimi campeão com jogo de equipe e ponto final.

        E tem mais, não é só Alonso que é beneficiado. Fica a mensagem.

      3. Um piloto, seja ele qual for, tem o direito de ter um dia ruim, de errar, de fazer uma corrida péssima etc etc etc. E Hamilton, mesmo num dia ruim, fez o necessário para ser campeão, ou seja, ficou em 7º. Posição mais do que suficiente para ganhar o título. Mas aí entrou a Ferrari e sua mania de infringir as regras e, com a conivência da FIA, roubou o título do cara.

        Kimi só ganhou o título porque a Ferrari e a FIA roubaram. Ele não descontou 17 pontos de diferença em 2 corridas. Ele descontou 15 e ganhou 2 de presente da FIA.

  3. Dorfão.

    E para piorar a situação do Massa, acabei de ler que a defesa da Ferrari dirá que apenas avisou Massa da situação de pista e que ele, sozinho, por conta própria, decidiu ceder a posição para Alonso.

    Resumindo: a Ferrari dirá (por vias tortas) que se alguém tem que ser punido é o Massa pois o brazuca teria agido (e infringido o regulamento) sozinho.

    1. Pronto, taí a merda feita, essa equipe pilantra é muito previsível, até um zé ninguem como eu foi capaz de prever que a merda iria ser jogada toda no quintal do Massa…
      Ctz que Massa, querendo mostrar a todos que é ótimo funcionário, nem vai reclamar de nada, e vai assumir toda a bronca, tranquilamente…

      É, Alonso revelou ao mundo um piloto mais submisso e fiel que Barrichello,(talvez por isso Schumacher goste tanto do Massa) eu só torço para que os fãs do Massa não venham torcer para o Hamilton, que torçam para o Vettel, Button ou Webber… infelizmente isso ja vem ocorrendo.

      Abraços

  4. A pressão será grande, ainda mais pelo fato do Jean Todt ser ex-diretor da Ferrari. Qualquer resultado favorável a escuderia de Maranello, será atribuído ao ex-dirigente ferrarista.

    Foi incorreto, mas dificilmente o time italiano perderá pontos. Talvez uma multa em dinheiro.

    1. Jean Todt já está na sede da FIA, em Paris, para a reunião do Conselho Mundial que julgará a Ferrari pelo jogo de equipe no GP da Alemanha.

      Jean Todt, o presidente da FIA, já foi chefe de equipe da Ferrari, isso é motivo suficiente para por em dúvida sua integridade para tratar do caso. O resultado do julgamento pode servir de resposta, para o mundo sobre a FIA e o seu presidente.

      1. É de se duvidar sobre a decisão. Com Todt como chefe, será contraditório ele punir a equipe que este fez parte em uma ordem de equipe igual 8 anos atrás.

  5. Na equipe Red Bull, é o austríaco Helmut Marko quem costuma dar a palavra final nos assuntos internos da equipe, Marko mostra total confiança na conquista do título.
    A Red Bull, depois da corrida em Monza vai dar preferência ao piloto do time que estiver melhor colocado no campeonato.
    O julgamento de hoje da Ferrari e do espanhol Fernando Alonso pela FIA, pode ser decisivo para colocar Vettel novamente bem próximo do líder Hamilton e de Webber seu companheiro e domingo passa a ser a primeira decisão da Red Bull com meta de ter o campeão mundial de 2010.

    1. “A Red Bull, depois da corrida em Monza vai dar preferência ao piloto do time que estiver melhor colocado no campeonato.”

      Ou seja, Webber. Afinal, ele e Vettel são divididos por 28 pontos. A vitória vale 25, ou seja, mesmo se Vettel vencer e Webber não pontuar, o australiano estará na frente depois da corrida em Monza.

      Quero ver se a Red Bull vai beneficiar Webber, Helmut Marko!

  6. Tomás .
    A FIA tornou público um vídeo editado com som e imagem sobre a dita corrida da Alemanha, no qual estão claras as mensagens via rádio das ordens da Ferrari para F.Massa ceder a posição a F. Alonso .

    Numa das falas R.Smedley o engenheiro de Felipe , ordena a Massa que aumente o ritmo e defenda a posição , pois ” Alonso está mais rápido ” . Uma preparação clara para a segunda mensagem : ” Fernando é mais rápido do que você . Confirme que entendeu a mensagem ” .
    Fala de Alonso : ” Estou muito mais rápido do que Felipe ” .
    Réplica do box : ” Entendemos a mensagem ,sim entendemos ” .
    Aí só restou a Massa admitir que estava conformado com a decisão da equipe , com um lacônico e prematuro adeus ao título : ” Parabéns ao time ” , sussurrou após a corrida .

    Talvez os parabéns ainda tenham castigo , porque no julgamento marcado para hoje , a FIA poderá não deixar as coisas no plano das congratulações . Uma das possibilidades será a perda dos pontos no Campeonato de Construtores . Mas devemos lembrar que , mesmo sob forte pressão das outras escuderias , da mídia internacional e dos patrocinadores , quem preside a Federação é Jean Todt , o autor da ordem para Rubinho dar a vitória a Schumacher no GP da Áustria de 2002 . Portanto meu caro amigo Tomás , Todt vai julgar uma reincidência do seu próprio ato na Ferrari .

    1. “Todt vai julgar uma reincidência do seu próprio ato na Ferrari .”

      Exatamente Marco. Acho que de todas as coisas que poderiam acontecer com Todt no 1º ano de sua presidência, esta foi a pior de todas.

  7. Ué, não seria um inglês que iria julgar o caso? Vi notícias de que o Told não iria julgar o caso por ele ter um passado com a Ferrari e ter feito parte do episódio da Austria 2002. Tomara que saia todo mundo punido, pontos, dinheiro, Zacarias, Choronso e FIArrari.

    Go Go Go Mclaren

    1. “Ué, não seria um inglês que iria julgar o caso? Vi notícias de que o Told não iria julgar o caso”

      É Viktor, para você ver como a FIA muda tudo tão rápido.

  8. Enquanto isso, vamos torcendo pra Hamilton, Weber, Vettel ou Buton, de equipes que respeitam o torcedor , fazendo valer o que um esporte tem de mais significativo” o Piloto e o Torcedor”

    1. Mclaren e Red Bull tem dado exemplo de desportividade. Até certo ponto.

      Não é de hoje que sabemos que a Red Bull beneficia Vettel. Só não vê quem não quer.
      A McLaren ainda creio que está o tratamento igual, mas depois de Monza isto deve mudar.

      A diferença é que nada é tão explícito quanto ao jogo de equipe da Ferrari.

  9. Pois é, mas em 1998 a Mclaren fez jogo de equipe logo na primeira corrida, Hakkinen liderava fácil, por algum motivo teve que ir para o boxe, voltou atrás de Coulthard, mas no final o inglês devolveu a liderança na cara dura a Hakkinen que venceu o GP, isso ninguém lembra e ninguém foi punido, era para Coulthard vencer se Hakkinen teve problemas azar dele! Em 2009 Hamilton também foi prejudicado pela equipe, voltou em sexto atrás de Kovalainen e o finlandês quase parou seu carro na curva para Hamilton passar, isso ninguém lembra. Em 2010 Hamilton liderava fácil o GP da Turquia com Button atrás, Lewis recebeu ordem para baixar o giro do motor, mas antes perguntou: “Se eu baixar o giro o Button não vai me ultrapassar?”,Mclaren respondeu: “Não Lewis, não”…mas por algum motivo Button não foi informado de nada, atacou e passou Hamilton na pista, em seguida Hamilton recuperou a liderança. Button estava mais rápido que Hamilton, mas curiosamente não atacou mais, teria recebido ordens para se manter atrás? Mesmo vencendo Hamilton demonstrou irritação com a equipe no pódio! No GP da Europa em 97, Mclaren e Williams fizeram jogo de equipe, se uniram para derrotar a Ferrari, J.Villeneuve liderou a corrida até a última curva, depois deixou as duas Mclarens passar e ninguém disse nada, ninguém foi punido…Só punir a Ferrari pelo ocorrido na Alemanha(e lembrar do eterno GP da AUT/02 )é sacanagem! Cansei de ver jogo de equipe nos últimos 30 anos, pra mim nada mudou…

    1. –>
      Em 2009 Hamilton também foi prejudicado pela equipe, voltou em sexto atrás de Kovalainen e o finlandês quase parou seu carro na curva para Hamilton passar, isso ninguém lembra.
      –>

      Fala a pista que eu provo que você está enganado.

    2. –>
      Em 2010 Hamilton liderava fácil o GP da Turquia com Button atrás, Lewis recebeu ordem para baixar o giro do motor, mas antes perguntou: “Se eu baixar o giro o Button não vai me ultrapassar?”,Mclaren respondeu: “Não Lewis, não”… mas por algum motivo Button não foi informado de nada, atacou e passou Hamilton na pista, em seguida Hamilton recuperou a liderança. Button estava mais rápido que Hamilton, mas curiosamente não atacou mais, teria recebido ordens para se manter atrás? Mesmo vencendo Hamilton demonstrou irritação com a equipe no pódio!
      –>
      Hamilton já fez 30 ultrapassagens esse ano (sem contar as ultrapassagens em largadas). Em algumas ocasições ultrapassou pilotos com carros mais rápidos que o dele. Não vai ser o Button quem conseguirá segurar o Hmailton. A não ser que Hamilotn tenha algum problema. Do contrário ele aproxima, coloca de lado e papa o Button.

      1. “Hamilton já fez 30 ultrapassagens esse ano (sem contar as ultrapassagens em largadas). Em algumas ocasições ultrapassou pilotos com carros mais rápidos que o dele. Não vai ser o Button quem conseguirá segurar o Hmailton. A não ser que Hamilotn tenha algum problema. Do contrário ele aproxima, coloca de lado e papa o Button.”

        É exatamente isso que está ocorrendo nesta temporada, nem mais, nem menos..

  10. Corrigindo:

    “Em 2009 Hamilton também foi prejudicado pela equipe”

    O certo é em 2008, mesma corrida que o Nelsinho Piquet chegou em segundo GP ALE, a imagem é bem clara! Kovalainen tira o pé e FACILITA a ultrapassagem para Hamilton, depois consegue ultrapassar o outros e vence a corrida, Lewis deu show nessa corrida, mereceu a vitória, mas que Kova foi orientado a deixar Lewis passar, isso não tenho dúvidas! Não preciso que vc me prove nada, eu mesmo tiro minhas conclusões! Hamilton é o queridinho na Mclaren, isso não é novidade! Um baita piloto, mas tem sim seus privilégios na equipe, mas não vamos fazer tempestade por isso, outros pilotos também tem essas mordomias…

    1. Existe uma diferença entre tirar conclusões e concluir de forma errada, muito provavelmente por não gostar do piloto. Mas se você olhar o tempo da volta do Hamilton antes dele entrar nos boxes, o tempo de volta dele entrando nos boxes e o tempo da primeira volta dele ao sair dos boxes verá o quão rápido ele estava. Estava tão rápido, ou melhor, tão mais rápido que o Kova que, não apenas o deixou para trás como foi à caça, e papou, o Nelsinho e o Massa. Hamilton virava quase 1s por volta mais rápido que eles. papou o Massa e o Nelsinho no mesmo ponto da pista. Terminou a corrida 5.5 segundos à frente do Nelsinho, 9.3 à frente do massa e a 12.4 do Kova. Colocou esse TEMPORAL no Kova em pouco mais de 15 voltas. O Kova era tão INCAPAZ de fazer frente ao Hamilton que conseguiu a proeza de terminar a corrida 3s atrás do Heidfeld, 4º colocado.

      Oras, meu caro. Se para você o Kova tinha carro e COMPETÊNCIA para segurar o tal Lewis Hamilton, no mínimo ele conseguiria um pódio. Isso se chama lógica. Isso se chama concluir algo com base em fatos. No caso da F1 os fatos são os números. E, no caso entre Kova e Hamilton, o Kova teria que nascer novamente para tentar fazer frente ao inglês.

      O Ritmo que Hamilton impôs à corrida assim que o SC saiu da pista era tão forte que chegava perto do tempo da classificação. Coisa que o Kova JAMAIS conseguiria fazer. Como nunca conseguiu, diga-se de passagem.

      Usar o Kova e o GP da Alemanha’08 como exemplo para dizer que Hamilton precisa de ajuda não cola.

    1. Não. Apenas coloquei uma opinião mais crítica no assunto.

      A Ferrari não foi punida. A questão é que eu concordo com a não punição por um lado e discordo de outros.

  11. Não tenho nada c0ntra Lewis, já disse que é um baita piloto, quem vive metendo o pau no Lewis é o Galvão: “O Lewis erra muito não parece ser do time dos gênios!”. Em todo caso, explica para a galera todas as vitórias do Lewis em 2007 correndo em uma equipe que roubou os planos da Ferrari, porque só a equipe perdeu os pontos no mundial de construtores e Alonso e Hamilton não? Explica porque Lewis foi desclassificado no GP AUS/09, o rádio entregou a trapaça e Lewis veio a público pedir desculpas(isso não limpa a barra, fez a trapaça), acabou sobrando para um funcionário na época! Curioso é que no caso de espionagem em 2007 ficou bem claro, se a Mclaren se envolvesse em outra trapaça em um período de dois anos(08/09) ela seria expulsa da temporada. Pois é, Lewis e a equipe fizeram trapaça no logo no início de 09 na AUS e não aconteceu nada, ninguém lembrou do que foi combinado no passado! Lewis é um grande piloto, mas de santo não tem nada. Mas a Formula 1 não é lugar para fazer grandes amisades, ou dar uma de bonzinho…Lewis dança conforme a música! Alonso/ Schumacher/Senna/Prost/Piquet… também jogavam pesado, por isso tiveram sucesso.

    1. Putz. Achei que com 30 anos de F1 você era um cara que possibilitaria um debate mais decente. Ma sjá vi que é igualzinho a qualquer molequinho que ocnhece F1 do youtube. É só se deparar com um montanha de fatos e argumentos que muda de assunto assim, do nada.

      Estou me referindo ao assunto que estávamos tratando (GP da Alemnha 2008) e que você, sem conseguir debater, simplesmente mudou e passou a falar de 2007.

      Você acha que eu vou perder o meu tempo te dando uma aula de argumentos para que você, ao se ver sem palavras e sem saída simplesmente mude de assunto?

      Eu prezo pela minha inteligência e pelo meu tempo. O dia em que você quiser começar e temrinar um assunto e queira fazer isso com alguém que usa argumentos e não foge, me chama.

  12. Mac desculpe me intrometer mas vc disse “Em todo caso, explica para a galera todas as vitórias do Lewis em 2007 correndo em uma equipe que roubou os planos da Ferrari, porque só a equipe perdeu os pontos no mundial de construtores e Alonso e Hamilton não?”

    Vc queria que um estreante na F1 se recusasse a correr por que sua equipe tinha roubado planos de outra equipe??
    O erro foi da equipe e a mesma foi punida por isso.
    O grande mérito do Hamilton em 2007 foi andar melhor que seu companheiro bicampeão mundial, sem respeitar ou se assustar com o curriculo do espanhol. Na verdade, Hamilton só foi sentir a pressão nas 2 ultimas etapas da temporada, e nem tem relação com o Alonso, pois o mesmo já se encontrava fora da disputa pelo titulo após rodar sozinho e bater debaixo de chuva, algo meio parecido com o que fez em SPA 2010.

    1. “pois o mesmo já se encontrava fora da disputa pelo titulo após rodar sozinho e bater debaixo de chuva”

      Dorfão, agora você distorceu os fatos.
      Alonso rodou ali, mas como assim á se encontrava fora da disputa pelo titulo?

      Depois foi Lewis que ficou na brita na China e Alonso foi 2º, tirando 8 pontos de vantagem e entrando com desvantagem de 4 na última corrida. Isso é ficar fora da disputa pelo titulo?

      No final, tirou mais pontos e os dois terminaram empatados.

  13. Isso não isenta o Lewis, ele venceu com uma equipe que roubou planos da Ferrari, esta no rolo! E na AUS em 09 ele fez trapaça, isso é fato! Que Lewis em 2007 andou junto com Alonso isso todos viram, mas também foi muito bajulado em 2007 . É comum novato com talento já chegar andando com pilotos de ponta, isso acontece desde a década 50! Schumacher mesmo na Benetton já chegou e colocou Piquet no bolso, basta fazer uma pesquisa detalhada no final de 91. Que Hamilton é muito bom isso ninguém tem dúvidas, mas vai ser eternamente cobrado por ter começado em equipe de ponta…até aqui só sentou e pilotou, quero ver na época que a Mclaren pegar uns 3 anos seguidos em baixa, aí sim ele vai ter que provar que é muito bom…vamos ver se ele consegue “levantar” a equipe.

  14. O Alonso chegou na última corrida em 2007 com chances de ser campeão, faça as contas e vc verá! Durante a corrida Alonso estava mais na briga pelo título que Hamilton! O 3 candidatos ao título, em alguma das 71 voltas estiveram campeões. Alonso da primeira a sexta volta;Hamilton na sétima;Alonso da 8ª a 19ª;Kimi da 20ª; Alonso nas duas seguintes; Kimi da 23ª a 25ª; Alonso da 26ª a 31ª;Kimi novamente entre as voltas 32 e 37;Alonso entre 38 ª e a 49ª;e por fim Kimi da volta 50 até a bandeirada. Hamilton só esteve campeão em 1,4% da corrida, Alonso 53,5 % e Kimi 45,1 %

    1. Tomas não quis destorcer os fatos não, só não me recordava disso com tanta clareza, agora analisando os excelentes números que o Mac levantou sou obrigado a concordar com vc´s e admitir meu erro, por isso é bom discutir aqui, a gente sempre acaba aprendendo.
      E discordar tb faz parte:

      “Isso não isenta o Lewis, ele venceu com uma equipe que roubou planos da Ferrari, esta no rolo!”

      Isso é verdade, mas não se esqueça que Alonso tb venceu, e tentou até subornar Ron Dennis para obter total atenção da equipe, e deu no que deu!
      Alem disso Alonso jogou mto sujo com HAM em algumas oportunidades, como no GP da Hungria, e chegou ao ponto de oferecer dinheiro aos mecanicos da Mclaren para poder bater Hamilton.
      Alonso estava desesperado, e não era com os rivais da Ferrari, era com o cara da outra Mclaren, atitude que não condiz em nada com um Bicampeão.

      Vc disse tb “Schumacher mesmo na Benetton já chegou e colocou Piquet no bolso”
      Isso é verdade, mas é uma baita covardia sua comparar um Piquet em final de carreira, com um Alonso em plena ascensão vindo de 2 titulos em cima de Michael Schumacher.
      E outra coisa, eu não acho tão comum assim um estreiante embolsar um piloto de ponta como vc disse, é não é necessário vasculhar outras temporadas, na temporada de 2010 temos Petrov levando vareio, Hulk sendo embolsado e Di Grassi com extrema dificuldade frente a Glock.

  15. “Alonso tb venceu, e tentou até subornar Ron Dennis para obter total atenção da equipe, e deu no que deu!”

    Ratificando, na verdade eu quis dizer que Alonso chantegiou Dennis, caso a equipe não desse vantagem a ele, entregaria toda a armação da Mclaren para a FIA.
    Tudo isso para poder derrotar um estreante!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s