Gp de Rússia confirmado para 2014

A entrada de Vitaly Petrov na F1 certamente abriu uma grande porta para a Rússia entrar no mercado do automobilismo em breve. Foi confirmado ontem, com as palavras do primeiro-ministro Vladimir Putin, o acordo feito com Bernie Ecclestone para a realização do primeiro GP russo da história, que será realizado na cidade de Sochi daqui a 4 anos.

É interessante, de qualquer forma, observar como o calendário da Fórmula 1 nos próximos anos irá aumentando, sendo que apesar de recentes circuitos novos, como Marina Bay, Yas Marina e o novíssimo Yeongan, o número não parece ser um limite para o negociador que é Bernie, e já teremos, no mínimo, mais dois Grandes Prêmios: Austin, Estados Unidos-2012 e Sochi, Rússia, 2014. E ainda sem contar uma possível entrada de Roma e Nova York.

A duração do contrato para Sochi será de aproximadamente 7 anos, com uma opção de renovação para mais 5, apartir de 2020. Ecclestone confirmou que a cota anual que Rússia pagará será de 40 milhões, a mesma quantidade que atualmente pagam Cingapura e Abu Dhabi, e o costo aproximado da construção do circuito gira em torno dos 200 milhões.

A propósito disto, o interesse das maiores empresas no mercado russo é evidente, e a Rostekhnologii, Megafon, Lukoil e Rusal já estão dispostas a invertir no circuito, o que é um grande avanço para um bom projeto a ser estudado.

Vale lembrar que a cidade Sochi está situada ao sudoeste do país, bem próxima ao Mar Negro, e será sede dos próximos Jogos Olímpicos de Inverno em 2014. Moscou, que era a cidade chave para a realização do GP, acabou não sendo escolhida.

Seria este o traçado do GP de Rússia 2014?

Entre outros motivos e sobre a verba depositida no futuro GP, já está lançada a ideia da entrada de uma equipe russa na Fórmula 1 nos próximos anos, que provavelmente deve ser catapultada pela entrada do país como representante no calendário. O maior interessado neste projeto é Nikolai Fomenko, chefe da fabricante russa de automóveis Marussia, que já patrocina a Virgin.

Definitivamente, é muito improvável que a Renault abra mão de Petrov, que com a chegada da Rússia á F1, tomará uma evidente força e irá atrair grandes patrocinadores. Mas, até 2014, tudo pode acontecer…

8 comentários em “Gp de Rússia confirmado para 2014

  1. O FIA….é impressão minha, ou o desenho se pareçe muito com alguns novos circuitos que estão sendo desenvolvidos
    Eu estou meio entendiado com esses novos circuitos Asiaticos, acho muito chatos, mas vamos ver na Russia, que tem parte na Europa.
    O certo, na minha opinião era voltar o GP da França, não circuito em NY, e CIA.
    Voltar a ter um circuito na Argentina, era bom, na Africa do Sul, e na Holanda também.

    Abração

    • A alternativa da volta á Argentina seria muito interessante, o cicrucito Galvez é muito bom. Óbvio que para a F1 está totalmente despreparado e não existem interesses, no momento, em trazê-lo de volta para maiores categorias do automoblismo mundial.

      Sobre África do Sul, ontem já foi descartada a possibilidade de um futuro GP no país.

  2. O ruim é que se entra um GP sai outro. Segundo Bernie a um tempo atrás, o limite é 20 GPs. Ou seja em 2012, quando os EUA entrarem alguem sai, e com a Russia mais alguem vai sair.
    Fora que esse circuito parece ser outro daqueles que o líder coloca um santo em cima e os de trás vão na procissão.

    • Sobre sai e entra circuito, estão dizendo que com a entrada desses circuitos, inclusive o da Russia, quem estaria caindo fora do campeonato seria Interlagos, por causa dos tempo rápidos alcançados aqui.
      Espero que não, mas acho que pode ser verdade.
      É por isso que se cogita a ideia de refazer o circuito antigo de Interlagos, que era uma maravilha.

      Abraços

    • Vamos ver se Bernie conseguirá impor esse limite de 20 corridas. Duvido que os negócios não coloquem abaixo essa intenção.

      • Tomare que aumente. Acho que o limite seria umas 25 corridas. Mas a temporada teria de começar no fim de Fevereiro e terminar no fim de Novembro. Mas etapas como Barein, Abu Dhabi, Japão, Coréia, China deveriam ser juntas, para não ter que viajar demais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: