Prewiew GP do Brasil

A Fórmula 1 volta á Interlagos e mais uma vez, para a alegria dos torcedores que procuram as mudanças de ares, os candidatos ao título são diferentes dos que ano passado. Red Bull e McLaren, do início á metade do ano foram as que domindaram um cenário que, a certo modo, parecia ser delas. A Ferrari apareceu um pouco além disso apartir de Hockenheim e conseguiu o que poucos acreditavam- a liderança do campeonato.

É engraçado dizer que, assim como em 2009, poderemos ter o campeão sem o melhor carro. Tanto que Button venceu na primera metade da temporada anterior 6 corridas, para depois sbir no pódio apenas uma vez e, vendo a supremacia da Red Bull e logo mais de Hamilton com a McLaren, administrar a vantagem para se tornar pela primeira vez campeão mundial, justamente, em Interlagos, como de costume ocorreu nos últimos 5 campeonatos.

A realidade agora é outra e Button está em uma atmosfera diferente do que em 2009 e as possibilidades de título para Jenson são apenas matemáticas. Precisa livrar 43 (não pode empatar em número de pontos pois teria uma vitória a menos) de Alonso, sem contar a necessidade de vencer as duas corridas e torcer, e muito, para que todos os outros 4 tenham problemas mecânicos ou algo parecido. Assim, já chega como uma carta fora do baralho.

Um fator que sem dúvidas será determinante para o fim de semana em Interlagos, no autódromo do inesquecível José Carlos Pace, é o clima. Ele que, para esclarecer, já decidiu o campeonato de 2008. Aquele que foi o mais dramático dos últimos tempos e, apesar de uma corrida espetacular e perfeita de Felipe Massa na ponta, teve Lewis como campeão, justamente porque Timo Glock não conseguiu se segurar nos últimos 500 metros da pista com pneus lisos, afinal havia trechos da pista que premaneciam molhados.

Ano passado o cenário foi complicadíssimo pela chuva, no qualifyng que durou 4 horas e teve como Pole Position Rubens Barrichello, naquela época de Brawn, em um aguaceiro interminável. A corrida, no entanto, sagrou outro piloto como vencedor: Mark Webber.

O aussie que anda desacreditado pelo seu mais famoso conterrâneo, o tricampeão mundial australiano Jack Brabham, que alegou as dificuldades de Mark wm retomar a liderança da tebela uma vez que esta foi perdida por um erro do próprio Mark. Mas, apesar de tudo e o que Jack certamente não pensou é que Webber possui algo que apenas ele e Vettel tem: O RB6.

Um carro magnífico, que venceu em todo tipo de pistas e consegue ser rápido o suficiente para amedrontaros adversários de forma descomunal. Alonso, no fundo, sabe que em Yeongam tudo culminava para uma acachapante dobradinha dos touros com Vettel e Webber, mas o destino não quis assim. De qualquer forma, vendo o retrospecto taurino ano passado, a vitória de Webber em tese significa muito para as pretensões do vice-líder no momento: Além e ser um apoio, é uma certeza que que isto pode ser feito novamente, e com um carro melhor em mãos.

“Apenas me chama a atenção os dois longos trechos de aceleração plena de Interlagos, da saída do S do Senna à freada da Reta Oposta, e da saída da Junção à freada do S do Senna. São cerca de dois terços do circuito e, já vimos, como no Canadá e em Monza, essa não é a especialidade da Red Bull. Mas Interlagos tem um trecho bastante guiável, da Descida do Lago à freada da Junção, onde o projeto de Adrian Newey para a Red Bull pode fazer a diferença“.- Livio Orrichio.

Certamente, Interlagos contribui com um meio termo de especialidade nas três equipes do melhor pelotão. Já podemos descartar a ideia de ver a Red Bull liderando tudo neste final de semana desde agora, porque certamente não será assim.

Nesse caso, vale aplicar as palavras de Vettel: “Será um desafio. Devemos nos adaptar bem á aerodinâmica de Interlagos, apesar de que as retas beneficiarão aos bons motores”. Assim, corrida sim corrida não, Vettel faz a sua jogada de cena contra os motores Renault, que certamente o jovem Seba possui como maior inimigo neste ano- duas semanas atrás, foi vítima mais uma vez-. Não é de hoje, que além do fato de ser alemão, Vettel quer os Mercedes na Red Bull. Por enquanto o negócio não está feito, e não deve estar pois a Mercedes não vai querer abrir mão de seus motores para um time tão forte como o de Milton Keyes, a vantagem é de Ferrari e McLaren, que contam com os potentes Ferrari e Mercedes.

A Scuderia de Maranello que também, assim como a de Woking, não pode ser subestimada. Tods nós sabemos a barbaridade que Massa dirige aqui. É uma rapidez que Felipe parece ter nas veias para brilhar no Brasil- venceu em 2006, era líder em 2007 mas deixou passar Kimi para sagrar o filandês campeãoe venceu novamente e de forma impecável em 2008, quando por segundos era o campeão. Só fica o vazio em 2009, onde Massa esteve ausente na recuperação do seu acidente na Hungria, mas deu a bandeirada á Mark Webber.

De certo modo, Massa deverá ser uma pesa chave para Alonso neste final de semana. E, para os que criticam o espanhol pelo trato com Massa este ano, é bom relembrar que foi ele quem se tornou “ajudante” de Felipe na busca do título do brasileiro em 2008. Cumrpiu seu dever chegando em 2º lugar, mas quis a história que Lewis fosse o triunfante. Além do mais, existe uma foto já histórica em que Massa, com lágrimas no olhos,aparece abraçando Alonso no alto do pódio como um gesto de agradecimento.

Voltando ao presente, não duvido que a Ferrari seja favorita á vitória no domingo. Só não venceu em 2009 pois o F60 era péssimo, mas em 2006,07, e 08 Interlagos se transformou em uma festa vermelha á la Italiana.

A espera, no entanto, é de um ótimo GPe de fortes emoções. A vitória deve ficar entre as três mais bem colocadas equipes no grid, e certamente Massa será um dos fortes candidatos a vencer pela 3ª vez o GP do Brasil. A conferir.

22 respostas para “Prewiew GP do Brasil”

  1. Para os que possuem dúvidas sobre as chances de Alonso ser campeão em Interlagos, aqui estão 4 oportunidades que já ocorreram nesse ano que deixariam o asturiano com o tri antecipado. Interessante notar em que 4 de suas 5 vitórias Webber não foi bem. Aqui estão as chances:

    Replay Bahrein:
    1. Fernando Alonso (+25)
    2. Felipe Massa (+18)
    3. Lewis Hamilton (+15)
    4. Sebastian Vettel (+12)
    7. Jenson Button (+6)
    8. Mark Webber (+4)

    1. Fernando Alonso (Ferrari): 256 Campeão
    2. Lewis Hamilton (McLaren): 225
    3. Mark Webber (Red Bull): 224
    4. Sebastian Vettel (Red Bull): 218
    5. Jenson Button (McLaren): 195
    6. Felipe Massa (Ferrari): 161

    Replay Hockenheim:
    1. Fernando Alonso (+25)
    2. Felipe Massa (+18)
    3. Sebastian Vettel (+15)
    4. Lewis Hamilton (+12)
    5. Jenson Button (+10)
    6. Mark Webber (+8)

    1. Fernando Alonso (Ferrari): 256 Campeão
    2. Mark Webber (Red Bull): 228
    3. Lewis Hamilton (McLaren): 222
    4. Sebastian Vettel (Red Bull): 221
    5. Jenson Button (McLaren): 199
    6. Felipe Massa (Ferrari): 161

    Replay Monza:
    1. Fernando Alonso (+25)
    2. Jenson Button (+18)
    3. Felipe Massa (+15)
    4. Sebastian Vettel (+12)
    6. Mark Webber (+8)
    Ret. Lewis Hamilton (+0)

    1. Fernando Alonso (Ferrari): 256 Campeão
    2. Mark Webber (Red Bull): 228
    3. Sebastian Vettel (Red Bull): 218
    4. Lewis Hamilton (McLaren): 210
    5. Jenson Button (McLaren): 207
    6. Felipe Massa (Ferrari): 158

    Replay Yeongam:
    1. Fernando Alonso (+25)
    2. Lewis Hamilton (+18)
    3. Felipe Massa (+15)
    12. Jenson Button (+0)
    Ret. Sebastian Vettel (+0)
    Ret. Mark Webber (+0)

    1. Fernando Alonso (Ferrari): 256 Campeão
    2. Lewis Hamilton (McLaren): 228
    3. Mark Webber (Red Bull): 220
    4. Sebastian Vettel (Red Bull): 206
    5. Jenson Button (McLaren): 189
    6. Felipe Massa (Ferrari): 158

  2. Não sei se em outros GPs a história se repete, mas a torcida brasileira vai toda de vermelho e vibra com os carros vermelhos. Mas, realmente, Felipe Massa sempre vai bem no Brasil, isso é um ponto a mais para a Ferrari.

  3. Espero um GP muito bom, como normalmente é aqui, mas não acho que o titulo saia daqui. O circuito sempre foi da Ferrari e esse ano não deve ser diferente. Pra mim a vitória é de Alonso, mas se ele ficar de fora, ou pra trás, acho que Massa leva.

      1. Essa nova pontuação é boa por isso. O titulo deve ficar pra Abu Dhabi, com Alonso na liderança pelo menos. Não sei se leva, mas ele chega lá como líder.

      2. Alonso disse que ele quer chegar á Abu Dhabi com 11 ou mais pontos de vantagem. Certamente a Ferrari sabe que lá o terrítório é da Red Bull, por isso que a todo custo vencer em Interlagos.

  4. O que Alonso têm que os pilotos brasileiros não têm? “Piolhos”, diz Massa

    Piolhos. Este, segundo Felipe Massa, é diferencial de Fernando Alonso em relação aos brasileiros. A afirmação, claro, foi em tom de brincadeira, após uma pergunta de um programa humorístico. Nesta quarta-feira, o piloto da Ferrari participou de uma entrevista coletiva da atual fornecedora de pneus da Fórmula 1, ao lado de Bruno Senna, da Hispania, e Lucas di Grassi, da VRT, em um hotel de luxo na zona sul de São Paulo.

    Ao ser perguntado sobre o que Alonso – “bicampeão do mundo, candidato ao título, bonito e gostoso” – nas palavras do repórter – tinha que ele e outros brasileiros não tinham, Massa pensou um pouco e emendou:

    – Piolhos – disse, arrancando risadas dos jornalistas.

    Depois, mais sério, o brasileiro disse que o companheiro da Ferrari é, hoje, o favorito ao título, mas que a situação ainda pode mudar.

    – O piloto que tem mais chance é o que está em primeiro, com certeza. Olhando para as últimas corridas, Alonso foi quem mais conseguiu marcar pontos. A gente viu a RBR fazendo mais poles durante o ano. Só o Vettel fez dez, mas venceu apenas três corridas. No fim, o que conta é a corrida. A RBR tem o carro mais rápido, mas o mais importante são as provas. Temos que lembrar que em 2008, um ponto foi importante até o final. O piloto que estiver no pódio, vai ter mais chances. Hoje, é o Alonso. Antes, foi o Webber. As coisas mudam de uma hora para outra.

    Para o brasileiro, a RBR não errou ao deixar que seus dois pilotos brigassem pelo título até o fim da temporada. “É normal”, afirmou. Depois, disse mais uma vez que não teria problemas em ajudar Alonso no GP do Brasil.

    – Lógico que, se depender de mim, com certeza serei profissional e ajudaria a equipe a ser campeã. Claro que, em casa, tendo a chance de vencer, é especial. Mas, se depender de mim, seria sensacional para a equipe e eu não teria problemas.

  5. Mesmo considerando todas as possibilidades do espanhol ser campeão, eu sinto um “leve” cheiro de torcida para o Fernando ganhar.
    Alguém mais compartilha da mesma opinião, rs?
    Bjs, amo vocês!

  6. Apesar da desvantagem dos motores, no “misto” a Red Bull compensa e vem forte. Mas no Brasil tem também o Massa, que anda muito bem, domina a pista, e aposto que ele anda na frente do Alonso nos treinos e na classificação.

    1. “e aposto que ele anda na frente do Alonso nos treinos e na classificação.”

      E na corrida também, porque não? Apesar disso, Massa já anunciou publicamente que entregará a vitória mais uma vez a Alonso se for necessário…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s