Faça o seu “Top 10” dos pilotos em 2010

Os testes da Pirelli terminaram, e conseqüentemente as atividades da Fórmula 1 também- até 1º de fevereiro, não vão haver atividades na pista. Assim, chega a hora perfeita para resgatar o que houve de importante nesta temporada, e hoje é o dia de vocês escolherem os 10 melhores pilotos do ano, segundo cada um classificar.

Os que quiserem podem acompanhar o ranking de alguma frase ou texto, para complementar e fundamentar a opinião. Quanto mais comentários, melhor, assim, na próxima semana, dependendo dos resultados do Top 10 de cada um de vocês, fazer a seleção dos 10 melhores pilotos com média e colocá-los em uma ordem de 1º ao 10º lugar. Portanto, fiquem à vontade e opinem!

Queria agradecer a todos pelas 150.000 visitas conquistadas hoje de manhã. Um grande feito, e isso tudo é por vocês que acompanham e comentam quando podem aqui. Muito obrigado à todos!

51 comentários em “Faça o seu “Top 10” dos pilotos em 2010

  1. Primeiramente Parabens pelo grande numero de visitas, e aqui vai minha lista dos Top 10:

    1° Vettel- Eu o critiquei muito durante o ano, mas ele mostrou que é rápido, e pode vencer muito mais

    2° Webber- Foi subestimado pela equipe durante o ano todo, e mesmo assim andou bem, só foi mal na ultima corrida, onde perdeu um titulo

    3° Hamilton- Com a Mclaren que raramente esteve disputando vitórias, sempre conduziu bem e fez milagres em algumas corridas

    4° Alonso- Levou a Ferrari nas costas, mas chorou o ano todo, e ainda se mostrou um mal perdedor, poderia estar ainda mais pra baixo

    5° Button- Mostrou a todos o que eu sempre defendi, ele é bom, mas quando tem o melhor carro em mãos, venceu duas na sorte

    6° Massa- Sofreu com os pneus, mas ficou devendo um pouco, o episódio da Alemanha arranhou sua reputação

    7° Kubica- Mesmo com a Renault ele conquistou pódios, e provou que merece um carro melhor

    8° Kobayashi- É muito rápido, e esse ano com a Sauber que sempre foi fraca, conquistou vários pontos, dando um baile em seus companheiros

    9° Barrichello- Levou a Williams ao patamar em que está, e no desenvolvimento do carro de 2011, pode conquistar alguns pódios

    10° Hulkenberg- Se beneficiou da chuva, e mostrou seu talento com uma equipe média fazendo uma pole

    • Sebastian Vettel:
      “Fernando Alonso foi o único piloto que ainda não me parabenizou.”

      “Esperei todo esse tempo para não despertar dessa conquista. É tudo um pouco surreal para mim, parece que meu rosto estava na primeira página de cada jornal alemão.”

      “Acho isso tudo um pouco difícil de lidar, porque, no final do dia, não sou o piloto campeão, sou apenas um garoto normal”.

  2. Top Ten

    1- Sebastian Vettel: Foi campeão e andou bem, embora tenha cometido alguns erros. Na hora da decisão, mostrou o valor que possui e fez jua à confiança que a Red Bull depositou nele.

    2- Fernando Alonso: Cometeu alguns erros, mas conseguiu ajudar bastante na melhora da Ferrari na segunda parte do ano. Faltou esportividade em alguns lances, como com o Petrov em Abu Dhabi. É um piloto brilhante, mas precisa melhorar nos aspectos interpessoais.

    3- Lewis Hamilton: Assim como Alonso, teve grandes desempenhos, porém errou em momentos decisivos. Poderia ter vencido o campeonato não fossem os erros na Itália e em Cingapura.

    4- Robert Kubica: Com um carro mediano, teve ótimas performances, mas faltou conjunto para lutar pelas vitórias.

    5- Mark Webber: Teve um grande ano, mas cometeu erros bobos, comprometendo na disputa pelo título mundial. Mostrou personalidade na Inglaterra, mas faltou a estrela de um grande campeão.

    6- Jenson Button: Bom estrategista, normalmente se deu bem nas táticas de corrida. Ao contrário do que muitos pensavam, não foi atropelado por Hamilton e conquistou espaço na equipe, além de manter um bom relacionamento com o colega de McLaren.

    7- Rubens Barrichello: Ajudou bastante no desenvolvimento da Williams. Tem grande experiência, mas anda como um jovem, além de manter um bom ambiente no paddock, o que ajuda a conseguir um lugar na Fórmula 1. Neste ano, teve um ótimo desempenho, fazendo corridas bem sólidas com o carro limitado que possui.

    8- Nico Rosberg: Assim como Button, tirou proveito das boas estratégias que fez, mas também mostrou ser um piloto estilo Prost, sem arriscar muito. Consegiu superar Schumacher constantemente.

    9- Kamui Kobayashi: Ao lado de Sebastian Vettel, e, principalmente Lewis Hamilton, o japonês é o homem show da categoria. Não escolhe lugar para ultrapassar. Esse merece ficar por um bom tempo no cenário.

    10- Nico Hulkemberg: Melhorou ao longo da temporada, e, mesmo em condições atípicas, conseguiu uma pole position, com um carro limitado. Tem futuro.

  3. 1- Vettel
    2- Hamilton
    3- Alonso
    4- Kubica
    5- Barrichello
    6- Rosberg
    7- Hulkenberg
    8- Kovalainen
    9- Kobayashi
    10- Webber

  4. Top Ten:

    1- Sebastian Vettel: O que dizer sobre o campeão de 2010, piloto incrível e Frio, soube levar o carro e a equipe como quis e terminou o ano no posto mais alto.

    2- Mark Webber: Não foi campeão, mais é um piloto justo, correto e que não cometeu erros graves, meio sem sorte por algumas corridas e pelo companheiro de equipe

    3- Fernando Alonso: O piloto mais completo da formula 1, cresceu mto nas ultimas corridas, mais poderia ter feito algo a mais, já que sempre foi o preferido da Ferrari na Temporada

    4-Robert Kubica: Um piloto que vem crescendo a cada temporada, fez belas provas, sem atrapalhar ninguem, tem tudo pra vir forte em 2011

    5- Jenson Button: A Dupla puro sangue da Mclarem tinha tudo pra dar certo, mas não deu..Com isso acho que da Dupla Button e Hamilton, Prefiro o Button por tudo realizado na temporada..Concerteza um grande Piloto.

    6- Rubens Barrichello: Realizou um trabalho maravilhoso com a Willians-Coswort, Tirou muito mais do que se podia esperar do carro, conseguiu a confiança da Equipe e além disso ensinou seu companheiro algumas ”manhas” da formula 1.

    7- Kamui Kobayashi: Um Japones diferente, Veloz como um Inglês e frio como um alemão, teve a oportunidade e agarrou com tudo, Uma temporada muito boa, serviu pra ganhar experiencia e além disso contribui para o espetaculo.

    8- Nico Rosberg: Otimo piloto, deu um perfeito vareio no seu companheiro de equipe heptacampeão, Precisa de algo mais pra ser campeão, mais tem muito futuro..

    9- Nico Hulkemberg: Um piloto que foi melhorando a cada corrida, e surpreendeu a todos com uma pole no Brasil, ganhou experiencia e tem muito futuro..

    10- Petrov: Mesmo não fazendo corridas corretas, eu acho que é um piloto em potencial, andou muito rapido em algumas pistas e sempre tem noção do que está fazendo.

  5. Notícia de último momento:

    Michael Schumacher, que havia sido 2º hoje, foi punido por cortar uma chicane na sua volta rápida e teve o tempo de volta anulado, e caiu para sétimo.

  6. 1º Vettel
    2º Alonso
    3º Kubica
    4º Webber
    5º Hamilton
    6º Button
    7º Rosberg
    8º Barrichello
    9º Kobayashi
    10º Petrov

  7. 1 – Vettel: poderia ter sido campeão antecipadamente, mas falhou por diversas vezes, o que postergou seu título para a última corrida, mostrou muito amadurecimento no decorrer das provas finais, quando não corria em primeiro mostrou-se agressivo e habilidoso em suas ultrapassagens.

    2 – Alonso: mesmo com um carro inferior conseguiu um vice-campeonato. Mesmo que maculado com o jogo de equipe e choradeira típica, Alonso fez um brilhante campeonato, principalmente no segundo semestre, e por fim MASSAcrou o Massa

    3 – Hamilton: Showman do pelotão da frente, fez esplêndido campeonato, mas sucumbiu novamente nas provas finais, ainda é imaturo por não suportar a pressão de fim de campeonato, poderia ter sido campeão se não tivesse errado nas últimas provas

    4 – Webber: assim como Hamilton, sumiu nas provas finais, seu excesso de zelo somado ao abatimento dos últimos GPs culminaram na perda do campeonato, mas fez provas belas, foi constante, merecia ganhar o título

    5 – Kubica: se tivesse um carro de ponta seria campeão, foi constante, fez espetáculo e destruiu seu companheiro de equipe.

    6 – Button: com seu estilo cerebral de competir conseguiu se manter sempre próximo ao Hamilton, fez um bom campeonato, mas faltou agressividade em determinadas corridas

    7 – Kobayashi: teve um ínicio de campeonato apagado devido ao insipido C29, conforme a confiabilidade do carro foi aumentando Koba fez seu show, atropelou seus companheiros de equipe, fez ousadas e lindissimas ultrapassagens, e mesmo novato tomou as rédeas para desenvolver o carro de 2011

    8 – Rosberg: seus resultados falam por si só, Schumacher não deu nem pro cheiro, só faltou um pouco de espetáculo

    9 – Barrichello: conseguiu tirar tudo o que o carro da Willians poderia dar, e merecidamente assegurou mais um ano de F1

    10 – Sutil: estava indo muito bem no começo do campeonato, mas sucumbiu com a falta de dinheiro da Force India.

  8. 1° Webber – Na Minha opinião, deveria ter levado o titulo
    2° Vettel – Simplesmente Campeão
    3° Alonso – Com carro inferior fez milagre
    4° Kubica – Na Minha opnião, o melhor piloto do grid, só não tem carro.
    5° Hamilton – Tenho nada o que falar dele, apesar dessa temporada que na minha opinião foi fraca
    6° Rosberg – Ficou na frente do Schumi (Na minha opinião, ficar na frente do Schumi, era mais do que uma obrigação).
    7° Kobayashi – Acredito que será o primeiro japonês a vencer uma corrida, e talvez um campeonato.
    8° Hulk – Simplismente talentoso
    9° Sutil – Até agora vem mostrando um bom serviço a bordo da Force India
    10° Schumacher pela a coragem…hehe (sou torçedor…explicado)

    Abraços e até

    • Muito bacana Fernando, não sabia que você possui um blog. Passarei sempre que o tempo deixar por lá, gostei do espaço.

      Só peço para postar a lista aqui, pois facilitará a contagem das médias depois.

      Grande abraço!

  9. 1-Vettel
    2-Alonso
    3-Webber
    4-Kubica
    5-Hulkenberg
    6-Hamilton
    7-Kubica
    8-Button
    9-Barrichello
    10-Massa

  10. Parabéns, pelo número significante de visitas, Tomás! Graças a Deus, Ele honrou o seu esforço e tem te recompensado! Mas é isso aí, hein, firme e forte, não desista nunca de algo que vale a pena, venha o que vier!
    Bem, o top 10:

    1. Sebastian: o garoto cometeu alguns erros graxos durante a temporada, mas mostrou um certo amadurecimento e em vez de “fazer continhas”, manteve o foco para lutar por vitórias (que nem sempre acompanharam as poles), e teve ajuda da sorte com o mau desempenho de Fernando e Mark no último GP. E, lógico, soube aproveitar melhor que seu companheiro de equipe a velocidade de seu carro!

    2. Lewis: apesar da MacLaren não ter o carro mais veloz do ano, Luisinho conseguiu se manter firme na disputa pelo título até a última corrida, apesar de duas corridas jogadas fora. Com todos os problemas deste ano, Luisinho conseguiu mostrar amadurecimento, fazendo um excelente trabalho de recuperação após um início de ano pífio.

    3. Fernando: tirando os problemas de ordem “moral” (tipo a vergonha que aconteceu na Alemanha, a reclamação por Vitaly não ter lhe dado passagem, a arrogância no meio do ano de se achar praticamente dono do título e coisitas mais), o espanhol conseguiu vitória na primeira corrida do ano, e após um ataque de “lentidão” nos carros da Ferrari em relação ao G4 logo em seguida, a equipe de Maranello conseguiu desenvolver melhor o carro no segundo semestre, e dar ao piloto um carro bem mais rápido. Que deu a Fernando condições de sagrar-se vice-campeão.

    4. Robert Kubiça: o polonês durante muito tempo fez parte do grupo dos “G7”, grupos de pilotos que disputavam o título. Há de se comentar que o carro da Renault pode ter sido melhor do que muito imaginam, dado o desempenho razoável de Vitaly em seu primeiro ano na Fórmula 1 e justamente utilizando os carros da marca francesa. Mas Robert fez “milagres” com esse carro este ano, e merece sim parabenização. Haja vista o bom desempenho na última corrida do ano. Robert merece um carro que lhe dê oportunidade de lutar por vitórias e uma equipe que o valorize, e nesses aspectos, ele está mais bem servido do que na antiga BMW.

    5. Jesson: o simpático inglês melhorou muito sua performance este ano. Ok, ano passado ele foi campeão mundial, mas este ano ele conseguiu um equilíbrio emocional para administrar o campeonato de forma regular do que o ano passado em que tinha um carro que parecia um foguete. Acho que o contato com a equipe inglesa, há muito uma equipe de ponta, e a relação saudável com Luisinho ajudaram muito nesse desenvolvimento. Sem falar que Jesson foi muito bem em ajudar Lewis nas últimas provas do campeonato.

    6. Mark: para muitos, ele merecia o título por ter se superado e feito um campeonato acima das expectativas de muitos sobre os seus rendimentos. Mark ganhou confiança, e o lampejo que poderia continuar adquirindo vitórias (a primeira foi ano ano passado) neste momento que está mais experiente na Fórmula 1! Foi contra toda a expectativa da Red Bull e várias vezes no ano chegou a liderar o campeonato. Mas acredito que as brigas internas com Sebastian no campeonato causaram a Mark um certo desequilíbrio emocional, que minou suas chances de título, especialmente nas últimas corridas do ano.

    7. Massa: infelizmente esse simpático brasileiro vai fica marcado pela episódio do jogo de equipe na Alemanha, em que o tupiniquim deu passagem a Fernando no momento em que não havia necessidade. Mas Massa não fez um mau campeonato, pelo menos não no primeiro semestre do ano, ainda mais sabendo que o ferrarista brasileiro costumava começar mal nas primeiras corridas do ano. Parece que o episódio da Alemanha desequilibrou o brasileiro de tal forma, que esse não conseguiu sequer ajudar seu companheiro de equipe a lutar pelo campeonato, mas Massa não perdeu o brilho. Teve um ano com vários momentos de azar, mas ainda conseguiu chegar em 6º no campeonato, o que não é um resultado ruim, haja vista como ele sofreu para aquecer os pneus este ano,

    8. Nico Rosberg: ele vai ficar conhecido como o garoto que “deu um banho” no heptacampeão Schumacher. Nico não fez um campeonato brilhante, até agora não conseguiu nenhuma vitória, mas conseguiu se manter muitas vezes no Q3 e à frente do seu companheiro de equipe (lembrando que Michael ficou com praticamente a metade dos pontos de Nico) e dar muito alegrias para o Brawn e o pessoal da Mercedes!

    9. Kamui: esse japonesinho é esperto, após um início de campeonato não muito empolgante, o nipônico conseguiu mostrar, especialmente no segundo semestre do campeonato, toda a sua raça e combatividade, que é o que dá graça ao mundo de Fórmula 1. Kamui deu orgulho a sua família, e conseguiu bater facilmente, na maioria das vezes, seus companheiros de equipe.

    10. Rubinho: acho que esse ano podemos dizer que ele “ressucitou”. Não, ele não brigou por nenhum campeonato, ou sequer alcançou alguns pódios. Mas conseguiu acender mais uma vez a luzinha da simpática equipe Williams, e a dar o melhor de si com tranquilidade, cometendo menos erros. Acho que isso fez toda a diferença, especialmente para quem está na sua 18ª temporada!

    É isso pessoal, tenham todos um excelente final-de-semana!

  11. Parabéns pelo blog Tomás!

    O ano de 2010 foi o mais acirrado dos últimos tempos, chegando a última corrida com 4 pilotos brigando pelo título…

    Top 10 pilotos em 2010:

    1º – Vettel
    2º- Alonso
    3º-Webber
    4º-Hamilton
    5º-Button
    6º-Shumacher
    7º-Barrichello
    8º-Kobayashi
    9º-Kubica
    10º-Massa

  12. Vou fazer uma listagem bem superficial, mas planejo desenvolver(e analisar) melhor num futuro próximo.

    1 – Kubica: excelente ritmo tanto em qualifying quanto corrida, cometeu pouquíssimos erros se comparado ao que brigaram pelo título.

    2 – Vettel: rei do qualifying, começou o ano bem, teve um período difícil na metade do campeonato e cometeu muitos erros. Mas foi quase perfeito no final – quando mais importou – e suportou incrivelmente bem a pressão para alguém tão jovem.

    3 – Alonso: depois da vitória no “Borein”, teve corridas ruins e vários erros. Mas conseguiu uma recuperação espetacular da metade para frente do campeonato.

    4 – Rosberg: não sentiu a pressão de ter o recordista dos recordistas na mesma equipe. Foi muito bem tanto em qualifying quanto corridas e assim como Kubica, cometeu menos erros que os que brigaram pelo título.

    5 – Hamilton: sempre muito rápido, um dos destaques da temporada. Infelizmente cometeu 4 erros na segunda metade da temporada, dando chance para os outros pilotos alcançarem.

    6 – Webber: começo muito ruim, se recuperou na metade do campeonato em uma seqüência de 4 ótimos desempenhos. Se valeu da regularidade para não perder posições no campeonato na parte final, quando já não estava rápido o suficiente.

    7 – Button: fosse melhor nos qualifyings, teria chance de ser campeão nessa temporada cheia de erros. Com 2 vitórias por inteligência, contrastando com escolha ruim por updates no seu carro, acabou perdendo para Hamilton por uma margem menor que a esperada.

    8 – Sutil: rápido com um carro instável, conseguiu praticamente
    aposentar seu companheiro. Seu verdadeiro potencial permanece uma incógnita.

    9 – Alguersuari/Hülkenberg: o piloto mais jovem a disputar um mundial, sua melhora em relaçao ao ano passado foi acentuada. Comete poucos erros dada sua idade e foi constantemente mais rápido que Buemi.
    Hülkenberg, além da incrível pole em Interlagos, mostrou toda aquela velocidade que já tinhamos visto na GP2. Uma característica a destacar é a confiança em si mesmo. A F1 perde muito se ele ficar de fora em 2011.

    10 – Kobayashi/Barrichello: o japa teve bom ritmo toda temporada (se bem que seu companheiro era um aposentado) e mostrou novamente que existem outros caminhos em uma pista. Rubens foi bem em diversas ocasiões e ajudou muito no desenvolvimento do carro. Porém, por vezes deixou de cumprir seu dever de andar na frente do novato Hülk.

  13. 1- Vettel
    2- Hamilton
    3- Piloto 8
    4- Webber
    5- Kubica
    6- Button
    7- Rosberg
    8- Kobayashi
    9- Barrichello
    10- Hülkenberg

  14. Que Campeonato!!

    Lógico que quando chega ao fim, vale destacar os 10 melhores, que pra mim ficaram nessa ordem:
    ______________________________________________________________________

    1º Sebastian Vettel (RBR) – Fez um campeonato incrivel, errou diversas vezes mais, sempre ficou entre os primeiros, venceu e sem contar que foi o rei das Poles.

    2º Lewis Hamilton (McLaren) – O showman da F1! Foi excepcional no começo da temporada com o time de Woking, depois acabou abandonando em Monza e Cingapura e teve a perda da 3º marcha em Suzuka oq le rederam pontos importantissimos, e acabou o deixando muito distante de disputar o titulo nas duas ultima corridas.

    3º Mark Webber (RBR) – O velhinho mostrou que podia brigar pelo titulo, foi constante e liderou boa parte, mas fraquejou o fim e terminou em 3º.

    4º Robert Kubica (Renault) – Com um carro um pouco inferior aos top 4. brigou de igual pra igual em várias corridas e fez até podio. Sem contar a Surra que deu em Petrov.

    5º Rubens Barrichello (Williams) – Que trabalho que ele fez na Williams! Um carro infinitamente inferior e conseguiu ser constante em várias corridas. Sofreu muito no início da Temporada com o fraco desempenho do carro, mas depois evoluiu bastante e nos qualifying muitas vezes foi o melhor dentre os carros inferiores ao Top 4.

    6º Jenson Button (McLaren) – Começou o campeonato muito bem, foi constante, mas deixou muito a desejar, dava pra ter ido um pouco melhor.

    7º Fernando Alonso (Ferrari) – Só não ficou mais na frente nesse top 10, pela mancha no Gp da Alemanha. Foi bem, fez importantes pontos quando o carro da Ferrari estava uma droga, depois evoluiu, venceu, chegou a liderança, mas perdeu o título na ultima corrida e pra variar, mostrou que não sabe perder.

    8º Nico Rosberg (Mercedes) – Começou bem o campeonato, mas depois foi decaindo um pouco junto com a mercedes, que por sinal não conseguiu evoluir o carro avassalador da Brawn GP. Mas foi muito constante nas corridas e deu um belo baile no Schumi.

    9º Nico HULKenberg (Williams) – Não foi muito bem em algumas corridas, mas muitas vezes bateu na trave e não marcou pontinhos nas corridas, mas é um excepcional piloto, e fez a surpreendente pole em Interlagos, merece entrar nessa lista.

    10º Adrian Sutil (Force India) – Conseguiu ir bem no começo da temporada, mas depois sofreu com o carro da Force India, que começou a apanhar da Sauber e Williams e passou a brigar com as STR’s, sem contar que surrou Liuzzi.

  15. Bom, vamos lá:

    1° S. Vettel – Nem precisa muito para comentar. Fez mais de 10 poles no ano (me corrijam se eu estiver errado), poderia ter vencido o campeonato muito antecipado, mas “deixou” para a última corrida. Título merecido.

    2° M. Webber – Dito como segundo piloto, lutou até o final pelo campeonato, porém, acredito que outra chance dessa dificilmente terá novamente.

    3° L. Hamilton – Podemos dizer que foi o “showman” da F1 esse ano. Dos pilotos de equipes de ponta, acredito que foi o que fez mais ultrapassagens e fez algumas corridas serem boas. Como costuma sempre forçar nas ultrapassagens, isso fez com que ele perdesse o campeonato, pois provavelmente em Monza e Cingapura ele conseguiria um pódio. 2011 torço pelo seu bi.

    4° R. Kubica – Começou com um carro não muito bom, mas conseguiu tirar tudo do carro e marcar bastante pontos para uma equipe que veio decaindo nos últimos 3 anos e com o caso Nelsinho. Terminou muito próximo de Felipe Massa e Nico Rosberg que tinham carros superiores.

    5° R. Barrichello – O carro da Williams não nasceu como ele queria e o motor Cosworth tinha muito a ser desenvolvido. Rubinho conseguiu tirar mais do que tinha para tirar do FW32, fez mais do dobro de pontos do companheiro e novato Nico Hulkenberg e fez boas corridas como em Valencia (4°) e Silverstone (5°) além da bela ultrapassagem (melhor do ano) em cima de seu, não muito amigo, Michael Schumacher.

    6° K. Kobayashi – O japonês voador fez sua primeira temporada completa e não decepcionou pelo carro que teve em mãos. Fez manobras ousadas, principalmente em Suzuka e merece um carro melhor na próxima temporada.

    7° J. Button – O campeão de 2009 venceu duas corridas no ano na estratégia. Méritos dele. Não digo que é um mau piloto, mas para ele falta um pouco mais de agressividade. Claro, não precisa ser como seu companheiro Hamilton, mas isso não tira minha visão de Button ser um bom piloto.

    Agora os 3 últimos, os personagens da temporada:

    8° V. Petrov – Merece estar na lista, pois não torço para o Alonso e ele nos deu um belo presente sábado passado: segurou Alonso e não facilitou para o espanhol tentar seu terceiro título. Levou uma surra de Kubica, mas essa última corrida deve servir para carimbar seu lugar em 2011.

    9° F. Massa – Não fez uma boa temporada, fez aquela palhaçada no GP da Alemanha e ainda perdeu feio para seu companheiro Alonso. Ano que vem tem tudo para a história se repetir. O ponto positivo dele é que na reta final ele andou sempre atrás dos candidatos ao título, ou seja, ele não ajudou o Alonso (graças a Deus).

    10° F. Alonso – Podemos dizer que foi a piada do campeonato. Fez aquele joguinho ridículo de equipe evidente, quis fingir que não sabia, foi irônico e cínico nas respostas de que disse que o Massa teve problema no câmbio (só um anormal diria que não foi jogo de equipe) e no final foi reclamar com o Petrov após o término do GP dos Emirados Árabes e nem o campeão mundial, Vettel, ele cumprimentou.

  16. Pingback: Programação de férias do Blog Fórmula 1 « Blog Fórmula 1

  17. 1 – Sebastian Vettel
    2 – Mark Webber
    3 – Lewis Hamilton
    4 – Robert Kubica
    5 – Fernando Alonso
    6 – Nico Rosberg
    7 – Jenson Button
    8 – Kamui Kobayashi
    9 – Rubens Barrichello
    10 – Vitaly Petrov

  18. Eu vou um pouco com os outros, não é? Apesar de não ser um grande fã deste tipo de coisas, pois acho que só por estar na Formula 1 é uma vitória, pois falamos de uma elite, reconheço que existem uns melhor do que outros. A saber:

    1 – Sebastien Vettel. É o campeão e o piloto mais rápido do ano. Fez mais pole-positions que a concorrência, e as asneiras que cometeu na Turquia e Hungria foram compensada com a sua exelente ponta final (três vitórias em quatro corridas). É um campeão merecido.

    2 – Fernando Alonso. Foi quase como Julio César: chegou, viu e quase venceu. Foi mais vitima que réu nas circunstâncias de Abu Dhabi, mas no resto também errou, como na Belgica. Contudo, em termos de simpatia, está muito abaixo, especialmente devido ao seu feitio egoista e das manobras alemãs, do qual foi protagonista indireto.

    3 – Mark Webber. Transcendeu-se e quase foi campeão. Como ele próprio disse em Silverstone “nada mau para um segundo piloto”, pois aproveitou alguns azares alheios, mas no final não conseguiu ter a estrelinha de campeão. Pode ser um Reutemann dos nossos dias, mas veremos o que fará em 2011.

    4 – Lewis Hamilton. Se não fosse a sua demasiada agressividade, teria lutado pelo título até ao fim, mas este ano o seu carro foi inferior á máquina da Red Bull. Mesmo assim, venceu corridas e foi superior a Jenson Button.

    5 – Robert Kubica. Parecia que a mudança para a Renault seria “de cavalo para burro”, mas afinal até não. Três pódios e uma volta mais rápida, constantes presenças no “top six” e “top ten”, batendo constantemente o seu companheiro “rookie” Vitaly Petrov, deram uma segunda vida à equipa chefiada por Eric Boullier, que este ano é cada vez menos francesa e cada vez mais luxemburguesa, com a entrada de gerard Lopez da Genii Capital.

    6 – Jenson Button. Normalmente, os anos a seguir à conquista do campeonato do mundo são dificeis, e Button sabia-o. Na McLaren, o numero um que levava no seu dorso seria à partida mais simbólico do que real, sabendo do dominio de Lewis Hamilton na equipa de Martin Whitmarsh, mas a sua calma e o seu estilo de condução, mais suave que Hamilton, permitou marcar pontos na equipa, a vencer corridas e a marcar pontos quando Hamilton falhava. Não foi tão segundo piloto assim, pois até à corrida da Coreia, era candidato ao título.

    7 – Nico Rosberg. A “menina” da Formula 1 tinha um teste de fogo na nova Mercedes, que comprara a Brawn GP no final de 2009. Lidava contra o regressado Michael Schumacher e não podia falhar. Não falhou: deu os unicos pódios do ano e foi constantemente mais rápido que Schumacher, 14 anos mais velho do que ele. Faltou-lhe carro para vencer e lutar pelo título, mas ajudou imenso a Mercedes a conseguir o quarto lugar entre os construtores, o pior resultado entre os candidatos ao título. Pode-se dizer que para 2010, a prova foi superada.

    8 – Kamui Kobayashi. De piloto discreto na GP2 a furacão na Formula 1, primeiro na Toyota e depois na Sauber, foi um passo. Agressivo e rápido q.b, arrisca-se a ser o melhor piloto japonês de sempre na história da Formula 1, uma aposta pessoal de Peter Sauber. Constantemente no “top ten”, foi ele que deu a grande maioria dos pontos da equipa suiça, batendo constantemente os seus companheiros Pedro de la Rosa e Nick Heidfeld, bem mais velhos e experientes do que ele.

    9 – Rubens Barrichello. Agora tricentenário e na sua 18ª época seguida, a sua passagem para a Williams, com motor Cosworth, parecia ser uma última etapa rumo à reforma. Mas usou toda a sua experiência para dar à equipa do Tio Frank alguns resultados dignos de registo, como o quarto lugar em Silverstone, e contribuir para o sexto lugar da equipa britânica. E conseguiu ser melhor, no seu conjunto, do que o “rookie” Nico Hulkenberg, mesmo que ele tenha conseguido a primeira pole-position em cinco anos.

    10 – Michael Schumacher. Muita gente tinha altas expectativas sobre o seu regresso, mas todos se tinham esquecido que ele não estava num carro há quatro temporadas e já era quarentão, logo, os seus melhores anos já ficaram para trás. Contudo, mesmo sem pódios, a ser constantemente batido por Nico Rosberg e alguns episódios de “Dick Vigarista” (Mónaco e Hungria), as suas prestações na Turquia e Coreia, esta última debaixo de chuva, deram-nos uma amostra de que mesmo com resultados modestos, ainda mostra rasgos de génio.

  19. 1° Vettel – O mais jovem campeão. Tem muito talento e velocidade pura e aliado com um carro muito rápido, pode mostrar sua capacidade e se sagrar campeão.

    2° Kubica – Temporada incrível com um carro que não oferecia tanta competitividade assim.

    3° Webber – Mostrou que mesmo quase no final da carreira ainda tem muita lenha pra queimar. Mostrou velocidade e principalmente errou pouco, o que lhe permitiu lutar pelo título junto com seu companheiro de equipe.

    4° Alonso – Reação incrível em um campeonato considerado praticamente perdido. Mesmo tendo aquele episódio lamentável na Alemanha, é inegável que Alonso se reergueu na luta pelo título de forma sensacional.

    5° Kobayashi – Mesmo num carro que não oferecia muita competitividade, ele mostrou muita agressividade e deu seus shows de sempre. Mostrou que merece um carro bem melhor.

    6° Barrichello – Mostrou um trabalho impressionante em uma Williams bem limitada. Somou vários pontos e por pouco não foi ao pódio, tudo isso com o 5° ou 6° carro do grid.

    7° Hamilton – Mostrou o talento de sempre e foi um dos postulantes ao título.

    8° Button – Mostrou que não foi campeão do mundo a toa e se mostrou competitivo quase no mesmo nível do seu companheiro que é um dos caras mais talentosos do grid.

    9° Rosberg – Mostrou consistencia em um carro que não mostrou força suficiente para lutar pelo título.

    10° Hulkenberg – Fez uma pole inacreditável no Brasil e mostrou muita velocidade. O fato de ter ficado atras do companheiro na classificação se deve muito ao nivel de experiencia. Mas mostrou que tem potencial.

  20. Parabéns Tomás, grande ano!

    1° Vettel – Velocidade pura, apesar de ainda precisar ser lapidado é um diamante de muitos quilates!

    2° Alonso – É uma prova de que o homem domina a máquina! Óbvio que ele compensa o que falta de caráter com talento.

    3° Hamilton – Um verdadeiro puro-sangue inglês. Promessa de disputa até o fim, sempre.

    4° Webber – Mostrou que ainda tinha garrafas para vender, e vendeu bem caro!

    5° Button – Não foi campeão por acaso, merece respeito e um estrategista nato.

    6° Kubica – Muitos mais altos que baixos, um ano que o transformou em piloto completo aos olhos do público da F-1

    7° Rosberg – Destruiu Schumacher, preciso dizer mais?

    8° Kobayashi- É muito, muito rápido, absurdamente ousado!

    9° Barrichello – Um grande ano do brasileiro, respondeu bem a quem temeu que o Hulk fosse amedrontá-lo.

    10° Hulkenberg – Merece estar na lista pela pole em Interlagos.

  21. Meu TopTen, levando em consideração as diferenças entre os bólidos e a experiência na categoria:

    1 – Vettel
    2 – Alonso
    3 – Hamilton
    4 – Webber
    5 – Button
    6 – Kubica
    7 – Kobayashi
    8 – Rosberg
    9 – Hulkemberg
    10 – Petrov

    Petrov e Hulk entraram respectivamente principalmente pelas performances de Abhu Dabi e Brasil.

  22. 1º: Alonso. A Ferrari perdeu o título pra ele. Se eles tivessem falado pro Alonso que ele iria voltar atrás de pilotos que já tinham parado ele não aceitaria e tiraria a diferença na pista. Recuperação incrível na segunda metade do ano.

    2º: Webber. Constante como nunca se tinha visto nele. Perdeu ao errar no momento que não deveria: Coréia.

    3º: Hamilton. Levou dois azares com quebras e errou em Monza, onde era líder do campeonato e favorito à vitória pelo carro que tinha em mãos. Eu o perdoo do erro de Cingapura. Chegar brigando com o 25, que se perdeu no desenvolvimento, mostra que é um grande piloto.

    4º: Vettel. Precisa aprender a ultrapassar. Mas é extremamente rápido. Mais da metada das pole positions são provas mais do que suficientes disso.

    5º: Button. Em um carro desconhecido feito para seu companheiro fez muito ao lutar pelo título até quase no final. Seu estilo “mineirinho” é ótimo para se aproveitar de situações. Precisa ser mais agressivo.

    6º: Kubica. Levou a Renault longe. Estava sem pressão de resultados, mas teve várias provas de destaque.

    7º: Rosberg. Bateu Schumi e isso basta. São outras épocas para o velho alemão, mas Rosberg teve resultados sólidos ao longo do ano.

    8º: Barrichelo. Continua se mantendo motivado depois de 19 temporadas. Evoluiu a equipe e se ela tiver condições financeiras, pode chegar um pouco mais perto ano que vem.

    9º: Kobaiashi. Primeiro ano completo e, apesar de vários erros, mostra que é um piloto disposto a arriscar. Fez provas com estratégias ousadas de trocas no final, para conseguir voltas voadoras no fim da prova.

    10º: Hulkenberg. Além da pole em Interlagos, teve ótimos resultados ao longo do ano e evoluiu na temporada. Pra mim é o rookie do ano, mesmo sem a pole por aqui.

    Talvez tenha esquecido um ou outro, mas é isso…

    • Em corrida, o Kobayashi só errou (feio) no Canadá e em Cingapura..

  23. Dei meus pitacos lá no blog: http://fasterf1.wordpress.com/2010/11/20/o-top-5-de-2010/. Considerei o desempenho do piloto X o carro que tinha nas mãos X a pressão com que tinha que lidar. Considerei também quem trocou de equipe neste ano – foram muitos – e se adaptou bem. Ou seja, a avaliação é pelo que aconteceu na pista, pois não me sinto à vontade em julgar atitudes de quem não conheço.
    Para ajudar na contagem do Tomás, lá vai:
    1- Alonso
    2-Hamilton
    3-Vettel
    4-Button
    5-Kubica
    6-Webber
    7-Rosberg
    8-Kobayashi
    9-Barrichello
    10-Kovalainen

  24. Minha lista:

    1. Vettel (rápido, 2 erros graves, seria campeão antecipado se não fossem as falhas mecânicas)

    2. Hamilton ( agressivo, 2 erros graves que tiraram suas chances de título)

    3. Alonso (piloto mais completo, levou aFerrari ‘nas costas’. 3 erros graves que poderiam fazer a diferença no final)

    4. Kubica (outro piloto completo, nenhum erro, apesar de correr sem pressão)

    5. Rosberg (rápido, botou Shumacher no chinelo, cometeu poucos erros)

    6. Kobayashi (arrojado, correu como um veterano em seu primeiro ano completo, alguns erros que fazem parte do aprendizado)

    7. Barrichelo (experiente e rápido, finalmente teve as regalias de um primeiro piloto)

    8. Sutil (ano que se consolidou como bom piloto, apesar de um fim de temporada fraco, na média foi muito bem)

    Estes acima citados são os que de alguma forma (psicologicamente ou na pista mesmo) dominaram amplamente seus companheiros de equipe.

    9. Button (constante, outro que erra muito pouco, fez uma temporada decente em seu primeiro ano numa equipe nova)

    10. Webber (surpreendeu em algumas corridas perfeitas, mas foi dominado nas classificações e não aguentou a pressão no final)

    Abs!

  25. 1° Vettel O campeão Mundial não pode deixar de encabeçar a lista, apesar de tantas “cagadas” e etc, mas é muito rapido!!

    2° Webber Se deu mal justamente na ultima corrida do ano! Minha torcida era pra ele, mas todo campeão tem que ter um pouco de sorte né, Vettel que o diga.

    3° Hamilton- A Mclaren nao ajudou, mas mesmo assim ele “aprontou” algumas durante a temporada.

    4° Alonso Otimo piloto, ok! mas um grande chorão! Incopetente pra passar o Petrov na ultima prova e ainda foi tirar satisfação com o cara? MANÉ!

    5° Button Regular, mas a Mclaren nao ajudou esse ano.

    6° Kubica Esse merece um carro a altura!

    7° Kobayashi Piloto é isso! rs Queremos mais “voadores” “malucos” como ele!!

    8° Barrichello Sempre onde o carro permitia estar! O risco no capacete do “queixada” VIGARISTA foi senssacional!

    9° Hulkenberg Rápido! E a grande surpresa em Interlagos, ainda que por 3 curvas só rs…

    10° Massa VERGONHA! ja naquele espisodio dos boxes devia ter jogado o carro em cima do chorão e colocado as cartas na mesa! Sempre tomando o “0,5” segundo rs, nunca conseguia a temperatura dos pneus, com os Pirelli vamos ver né…

  26. 1- Mark Webber – pelo campeonato como um todo. Foi o mais constante.
    2- Fernando Alonso – pela arrancada final com o terceiro melhor carro do grid.
    3- Sebastian Vettel – Campeão, mas quase jogou tudo fora de tantos erros que cometeu. Piloto mto jovem que ainda tem muita história na F1
    4- Lewis Hamilton – Fez uma temporada abaixo de sua capacidade. A falta de um bom empresário refletiu na pista.
    5- Robert Kubica – Mostrou do que é capaz. Com um carro competitivo é candidato ao título.
    6- Jenson Button – Campeão em 2009, começou bem mas acabou com uma temporada mediana.
    7 – Rubens Barrichello – Pra mim, o grande responsável pela evolução da Williams no decorrer do ano.
    8- N. Hulkenberg – Excelente temporada de estréia com direito a pole em Interlagos. Uma pena que tenha saído da Williams.
    9- N. Rosberg – Apenas engoliu o Heptacampeão mundial com o mesmo carro.
    10- F. Massa – Desmotivado desde antes do episódio da Alemanha, fez sua pior temporada na minha opinião.

    Grandes decepções:

    1- Kobayashi, depois de sua estréia em Interlagos, achei que fôssemos enfim ver um piloto japonês de respeito, ficou abaixo (da minha) expectativa.
    2- Schumacher, sem comentários
    3- Senna – O carro não permitiu que víssemos o nome Senna no lugar que estamos (ou estávamos) acostumados.

  27. 1º- Vettel: Arrrojo
    2º – Webber: Consistência
    3º – Barrica: Desenvolvimento genial da Williams
    4º – Kubica: Excelente pilotagem num carro inferior
    5º – Rosberg: Um banho no Shummy
    6º – Hamilton: Quando carro ajudou, ele tava na frente
    7º – Button: Sempre guiando muito bem
    8º – Senna: Chegou a andar na frente das Lotus
    9º – Shumacher: No final, mostrou como vai ser o começo de 2011
    10º – Hulk: O cara fez uma pole de Williams…

  28. 1 – Massa rsrs brincanagem. Agora sério:

    1 – Alonso
    2 – Kubica
    3 – Hamilton
    4 – Vettel
    5 – Webber
    6 – Barrichello
    7 – Button
    8 – Rosberg
    9 – Kobayashi
    10 – Sutil

  29. Semmuitas delongas, afinal todo mundo comentou já sobre eles:

    1° Vettel-
    2° Kubica- Pra mim genial, ele fez muito com aquela Renault
    3º Webber
    4° Alonso-
    5° Hamilton-
    6° Button
    7° Kobayashi -Mitooooooooo!
    8° Hulkenberg- Poleeeeeeeeeeee
    9° Barrichello
    10° Rosberg

    • Não concordo, mas posso até entender e aceitar o Alonso como best driver em virtude da supremacia dos RedBull e da arrancada final do “Piloto das Pernas Depiladas”.

      Agora, colocar o Hamilton na frente do Vettel, com os erros grotescos que ele cometeu, só sendo ingleses mesmo, é um total absurdo e acaba por ridicularizar esta lista.

      • Realmente Cassius, foi uma inglesada…os 2 cometeream erros grotescos, mas um deles foi o campeão e merecia estar na frente!

  30. 1. Alonso – Por ter batido no peito e ter falado que tinha chances de ser campeão quando ninguem acreditava na Ferrari

    2. Webber – Por ter corrido contra todos, inclusive contra tua própria equipe

    3. Vettel – Por ter sido o mais veloz na pista na maioria das corridas

    4. Sutil – Por ter levado a Force India nas costas

    5. Barrichello – Por ter levado a Williams nas costas

    6. Kubica – Por ter levado a Renault nas costas

    7. Rosberg – Por ter humilhado o Schumacher

    8. Button – Por ter enfrentado o queridinho da McLaren de igual pra igual e mostrado que é um piloto constante, merecendo o titulo anterior

    9. Hamilton – Por ter encarado com alguma maturidade ter um companheiro de equipe de potencial igual ou maior que o seu, diferentemente de quando era com o Alonso

    10. Massa – Por ter retornado e ter feito o que podia dentro das condições técnicas depois de um ano parado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: