RB6: O carro do ano

Acredito que não há dúvidas sobre qual foi o carro dominante da temporada mais equilbrada (por ironia!) dos últimos tempos: Sebastian Vettel e Mark Webber ditaram o ritmo de quase todos os sábados de treinos classificatórios- uma dose de rapidez seguida que não se via há alguns anos- com o magnífíco carro da Red Bull em 2010, o RB6.

A verdade, porém, é que o desenvolvimento deste carro genial, que se comportou de maneira absoluta em 90% das etapas do mundial, já vem sendo programado desde 2009, ano em que Brawn e Button triunfaram diante da supremacia do RB5 no último terço (ou até metade) da temporada.

Adrian Newey, o mago da aerodinâmica na Fórmula 1, é o grande responsável por um dos carros que marcaram época na Fórmula 1, assim como os Ferrari de 2000 á 2005, por exemplo, e foi ele quem conseguiu a proeza de adaptar o difusor duplo na temporada passada ao RB5 com sucesso.

E como tudo apontava depois das últimas vitórias de Webber e Vettel no ano passado, o processo de fermentação da parte técnica do carro se completou, apesar de todas as mudanças no regulamento, como o fim do reabastecimento, o que causou uma revolução no modo de divisão das partes de um F1 e consequentemente modificou todo o carro em si, começando pelo tamannho do tanque: o dobro.

E ainda Newey criou, para este ano, um difusor de fundo duplo ainda mais eficiente que os originais, ao redesenhar os escapamentos para que a peça aproveitasse também os gases quentes que saem dali. Soma-se a isso uma asa dianteira refinada (e controversa para alguns) e o resultado foi o massacre que vimos nesta temporada.

Claro que a concorrência, em certas ocasiões, não gostou nada deste massacre. Vejamos, a mudança nos escapamentos que Newey criou em base do difusor gerou um momento de discórdia, inclusive quando se descobriu que os escapamentos que nós viamos no RB6 eram falsos e estes estavam mais abaixo, enquanto a Red Bull os escondia com uma papel autoadesivo. E, logo mais, a Ferrari os copiou no F10.

A outra grande novidade, a asa dianteira, deu ainda mais controvérsias, em que se suspeitava que eram móveis. Martin Withmarsh foi o primeiro a se expressar contra, dizendo que eram aerofólios móveis. A FIA fez uma série de testes e depois se chegou a suspeitar que a Ferrari também possuia uma com a mesma ideia aerodinâmica. Coincidência?

Isto, claro, sem contar a suspensão ativa, em que Ross Brawn afirmou que a Red Bull tinha um carro que controlava a altura do assoalho e rendeu uma das maiores (senão a maior) polêmicas da temporada, em que todos tentavam encontrar “o segredo” do RB6, que marcava Pole Positions, uma trás da outra.

Mas todos estes contratempos não foram suficientes para debater a Red Bull. Os dois títulos já são de Milton Keyes e ninguém os colocará em dúvida. Um merecimento digno de uma equipe que evolui à cada dia, que diz não ás ordens de equipe, tem um mago da aerodinâmica, dois pilotos de enorme capacidade e um carro que possui os conceitos básicos da aerodinâmica aplicados de forma justa e necessária. Acredito que por esta, em 2005, ninguém esperava.

Acima de tudo, vale destacar os números conquistados por esta máquina em 2010: 9 vitórias (5 Vettel, 4 Webber), 15 Pole Positions (10 Vettel, 5 Webber), 20 pódios (10 Vettel, 10 Webber), 6 voltas mais rápidas (3 Vettel, 3 Webber) e 699 voltas na liderança (382 Vettel, 317 Webber).

Agora, é esperar pelo que deve ser outro foguete chamado RB7, e claro, parabenizar o trabalho de Adrian Newey e Sebastian Vettel, os campeões de 2010.

28 comentários em “RB6: O carro do ano

  1. Pingback: Tweets that mention RB6: O carro do ano « Blog Fórmula 1 -- Topsy.com

  2. Ano após ano, a RBR vem pegando o jeito, e o carro ficou melhor a cada temporada, não importando o regulamento.
    Agora já têm o melhor carro… e serão melhores ainda em 2011 (provavelmente).
    Será que conheceremos um novo período de tédio onde a RedBull será tão superior que o campeonato se encerrará com várias corridas de antecedência como ocorreu com Schumacher? Não considero improvável… mas torço que não aconteça, para o bem do nosso amado esporte.

    • “Será que conheceremos um novo período de tédio onde a RedBull será tão superior que o campeonato se encerrará com várias corridas de antecedência como ocorreu com Schumacher”

      Já é um temor que muitos andam tendo. E, se formos analisar, isso já poderia ter ocorrido em 2010: O RB6 marcou 15 Pole Positions. Se todas elas se tivessem transformado em vitórias, seria um massacre sem dó. Mas o que complicou a situação para a Red Bull foram as circunstâncias de corridas, quebra e acidentes.

      E, mesmo assim, foram campeões.

  3. Este carro é um avião, como vim dizendo ao longo do ano, este carro nas mãos de outros pilotos tinham era campeão muitas provas antes de o campeonato terminar.
    Um canhão! Que chegou a dar 2 segundos por volta ao 3º classificado.

    • Sim, provavelmente nas mãos de pilotos como Alonso, Hamilton e talvez Schumacher teria sido campeão antes.

      Mas vale lembrar que Vettel foi vítima de problemas mecânicos, e os acidentes foram marcantes na escuderia esta temporada.

  4. Esse é o carro do ano e com piloto mais experiente, seria Campeão bastante tempo antes..O Newey é um craque faz tempo todos sabemos que o Ayrton o quis levar para onde ia por saber que era um génio com o lápis na mão..Esta é também uma vitória do Homem sobre a Máquina ( os Super-Computadores no caso) nem o dispêndio de uma fortuna num Computador só para CFD da Renault lhe deu supremacia sobre a RBR do crayon…

    Agora o que vai fazer a FIA com a declaração do Adrian Newey numa entrevista onde diz que o Alguersuari recebeu ordem para deixar Webber passar? O que diria o bom do Cassius Clay Regazzoni sobre a “limpa” RED BULL e todas as outras que fazem tramoia?…ah mas para ele tirar material mais avançado a um piloto e dar a outro-que o havia rebentado- não é prejudicar o negligenciado é política normal de equipe..Engraçado para mim é sempre priorizar um em detrimento de outro com a agravante de não deixar lutar em pista com material igual.. e o mais lento prejudicar a Equipe..

    Jogo de Equipe com quatro carros é mais eficaz….E a RBR e o Vettel não ganhou só por isso mas deu ajudinha..se o Webber se tivesse atrasado mais Alonso se calhar não tinha entrado tão cedo mas não vou estar aqui com mais especulação Vettel melhor Piloto RBR melhor scuderia e RBR6 melhor carro..aí estão os prémios de WDC e WCC para depois não aparecer classificação de blogista-comentarista a dizer que o Alonso foi o 8º piloto por razão que só ele consegue explicar e entender..

    Abraços

    • “Agora o que vai fazer a FIA com a declaração do Adrian Newey numa entrevista onde diz que o Alguersuari recebeu ordem para deixar Webber passar?”

      Qual declaração?

      • Tá na frase Tomás.. Alguersuari recebeu ordem para deixar passar Mark Webber…entrevista de Newey..aí um bocadinho de trabalho de pesquisa Tomás..tem olho pro furo mas tem de fazer mais trabalho de google ou bing, acho que li em jornal inglés …Newey interview past Abu Dhabi..tenho-te ajudado nestes tempos de Buenos Aires e ainda não arranjou argentina de mais de 18 para um café..

        Se encontrar a entrevista te mando o link..

      • Investiga até o fundo porquê o Webber pasou e quando passou! Não faça como todos que pararam no Alguersuari retardar Webber pergunte-se quando passou e como passou..já há o audio da prova.. e veja se o Alguersuari não recebeu indicação para deixar Webber passar..

        Abraço

    • Não… Adrian Newey:

      “A ironia é que se Alguersuari não tivesse segurado Mark, a Ferrari provavelmente não teria se dado ao trabalho de cobrir, porque teria sido tarde demais”, disse Newey. “Eles só conseguiram cobrir porque Mark foi segurado, então a Toro Rosso na verdade nos fez um favor – involuntariamente, eu suspeito”.

      Involuntariamente. Se bem que duvido que ele admitiria, e segundo que é impossível saber a verdade sobre o que ocorreu.

  5. A equipe austriaca deve muito a genialidade de Newey por estar aonde estar. Claro que seus pilotos são rápidos e talentosos, mas o carro só saiu perfeito por causa da batura do gênio ai. Fico pensando que se a Red Bull estivesse com motores mais potentes, como um Mercedes, eles ganhariam com folga, pois parece mais confiavel e potente que os Renault. Espero ver a Red Bull competitiva ano que vem, para que se de mais emoção a Fórmula 1 durante esses anos. Mas vamos ver, novas regras, novos pneus, quero ver se eles conseguem manter a competitividade.

    • Os motores Mercedes viriam muito bem à Red Bull, e Vettel penso que os quer.
      Afinal, corrida sim corrida não Horner reclamava dos Renault, e os propulsores franceses tiraram a vitória de Seb em Yeongam.

  6. Os pilotos é que complicaram as coisas, o carro é fantastico!

    Essa maquina nas mãos do Hamilton seria um dos campeonatos mais sem graça dos ultimos tempos…

  7. Os méritos desse carro são de Newey. Fez magica no bólido, que só não foi melhor pelos erros de Vettel. Com mil e uma inovações que ajudavam no desempenho, era fácil andar bem, até mesmo em circuitos que não se esperava isso.
    Depois de um ano de muito dinheiro, 2 titulos e mais experiencia, o RB7 será um foguete.

  8. Realmente, esse RB6 é fantástico, épico, e reformulou alguns conceitos da F1. Acho que a asa móvel deveria ser permitida, apesar de ela ser um pouco perigosa, mas é genial. O escape, sobretudo, é de outro mundo, uma ideia sensacional. Fica provado por esse carro a genialidade de Newey e sua juventude, que parece não esgotar-se.

    • “Fica provado por esse carro a genialidade de Newey e sua juventude, que parece não esgotar-se.”

      Exatamente. E a Red Bull deve orgulhar-se de ter esse projetista na equipe, que imagino, deve estar recebendo algumas pomposas ofertas de certos rivais…

      • Tenho uma duvida: O Newey já era da Red Bull em 2008, pelo menos?? Porque ela começou a andar bem no ano passado.

      • Newey vem na Red Bull desde 2006, depois que saiu da McLaren. Ou seja, demorou 3 temporadas para que Adrian fizesse um carro vitorioso.

  9. A Red Bull sobrou, e Adrian Newey, voltou a projetar um bólido campeão, depois de 11 anos de jejum. O projetista rubrotaurino disse que as mudanças de regulamento, ocorridas de 2008 para 2009 ajudaram a escuderia austríaca, que não obteve destaque até então.

    No entanto, os problemas com os carros, além de problemas envolvendo Vettel e Webber, contando que Hamilton e Alonso, os melhores pilotos do grid na atualidade, estavam defendendo cores de times adversários, ajudou a equilibrar a disputa.

    Sem dúvida, foi o campeonato mais emocionante e imprevisível nos 17 anos que acompanho Fórmula 1. No Canadá, quando a McLaren venceu e dominou a etapa, eu esperava que a equipe de Woking iniciasse um domínio no campeonato, mas o suspense durou até o fim, enquanto a marca austríaca dominava treinos, mas falhava em diversas ocasiões.

    Vettel é um grande piloto e mostrou maturidade nas etapas finais, mas ainda tem muito a aprender, pois cometeu erros que poderiam lhe custar o título. Hamilton errou em Monza e Cingapura. Se fosse 3º colocado em ambas as etapas, teria levado o caneco. Alonso errou apenas em Mônaco, mas faltou equipamento ao espanhol no momento decisivo, além de espírito esportivo. Webber é um piloto bom, mostrou que não é de chegada. Jenson Button e Nico Rosberg são, na atualidade, bons representantes do estilo Alain Prost de pilotar, sem arricar muito e tomando decisões acertadas. Robert Kubica e Rubens Barrichello também merecem destaque, andaram muito e ajudaram Renault e Williams, respectivamente.

  10. Excelente comparação do RB6 com os carros dos anos de domínio da Ferrari! Mas eu acho que a concorrência fica brava com a Red Bull sempre, rs! Não há dúvida que Adrian nesse ano se superou e produziu um carro com imensas qualidades! Mas gostaria de saber como seria o desempenho dos carros da Red Bull com outros pilotos, como Luisinho, Kamui.
    A dupla da Red Bull atual faz um bom trabalho, não é a toa que Seb é campeão, e podemos dizer que que Mark está evoluindo, apesar da recaída no final do ano. Mas eles têm suas limitações, como qualquer piloto da Fórmula 1! Não quero aqui desvalorizar a dupla, mas seria interessante ver como pilotos com mais experiência técnica poderiam ajudar a desenvolver o carro da equipe dos energéticos, ;)!
    O engraçado é que antes a gente via a MacLaren envolvida em escândalo de espionagem da tecnologia da Ferrari. Agora é a Ferrari que anda “espionando” os carros da Red Bull, rs! Fazer sucesso tem seu preço, rs!
    Abraço para todos!

  11. Pingback: Ferrari alfineta Red Bull… « Blog Fórmula 1

Deixe uma resposta para Vito Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: