Barrichello estava errado…

“Saia já daí!”… Foram essas as palavras que, em fevereiro deste ano, Rubens Barrichello disse à Nico Rosberg, que iria correr na Mercedes ao lado do multicampeão Michael Schumacher. Antecipando um massacre do “alemão” em cima do inexperiente Nico, Barrica foi curto e grosso, visando uma temporada difícil e complicada para o filho de Keke.

Bem, mas como nós sabemos, não foi bem isso que ocorreu. O aprendiz de Schumacher acabou reduzindo a pó as chances de Schummy ser superior na equipe, com uma constância bem ao seu estilo conservador, que não garante show a ninguém, mas que rendeu uns pontinhos ao final de cada corrida para Rosberg.

Foram 142 pontos, apenas dois a menos do que o Ferrarista Massa (que, ok, não teve uma temporada digna), o que o deixou na ilustre posição de melhor do pelotão secundário, na 7ª posição e um caminhão de 72 pontos à frente de Schumacher. Sem contar a goleada de 14×5 em qualifyngs…

Números aparte, é que Nico foi premiado pela sua constância e talento também, apesar de não ser um piloto que dá gosto de ver correr. Foi superior á Michael mas, mesmo assim, o heptacampeão proporcionou mais emoção do que o Mercedes nº 4. Claro que Schumacher continua sendo lenda em pessoa e isso ninguém nega.

Mas, é bom salientar, Nico talvez tenha sido beneficiado pelas condições da volta de Schumacher, em que o próprio teve que testar um GP2 como preparação, onde admitiu estar enferrujado. Acabou sofrendo com o chassis do W01, o que levou à uma modificação de rigidez do mesmo, que culminou no fim dos sonhos de Rosberg a lutar por algo e deixou Schummy na mesma.

Depois vieram os problemas com os pneus Bridgestone, mesmo problema que Massa sofreu na temporada. Em suma, Nico foi melhor, mas nada indica o que pode vir a ser 2011- ano em que Schumacher tentará sua redenção e participará totalmente do avanço do carro, algo que certamente será essencial para os seus pretextos depois.

E, pelo que vimos nos testes Pirelli, Michael parece ter gostado dos pneus italianos- enquanto Rosberg saiu disparando que são mais lentos e piores. Será que vem a revanche?

Cedo ainda para saber. Nos remetendo à outro aspecto da temporada desses alemães, fica a indagação à declaração de Rubens, que acabou não se confirmando. Agora, porque Barrichello tinha tanta certeza que Nico seria apenas mais uma vítima do Kaiser?

Os motivos podem ser mais do que claros. Rubens foi sempre (e isso é inegável) o 2º piloto da Ferrari. Jamais teve a oportunidade de mostrar seu real potencial dentro da Scuderia pois quem tinha a preferência era Schumacher. Passaram-se 6 temporadas na equipe e Barrichello continuou a mesma figura que era em 2000, sendo a sombra de Schumacher e já tendo passado papelões como os de Áustria/02 onde foi obrigado a deixar Michael passar- o que na verdade já tinha sido combinado e aceitado pelo próprio Rubens no dia antes.

Inclusive Rosberg havia respondido à Rubens na época:

Ele passou por isso [ser batido por Schumacher, seu companheiro de equipe] durante seis temporadas, então seu comentário não me surpreende.

Ou seja, seguramente, Barrica deve ter ficado com aquele clima de desprezo no ar e se sentido rejeitado por um time que era só olhos a um piloto. Saiu, tarde, mas foi embora, onde recuperou ânimo e venceu duas em 2009. E, aquela altura, tudo o que menos se esperava era a volta do heptacampeão.

E Rubens vendo aquela situação, com o “pobre” Nico como companheiro da máquina, deve ter agido de boa fé alertando Rosberg. Não acertou nas suas previsões, mas poderia. Talvez não profetizou porque a equipe não é Ferrari e sim Mercedes, e possivelmente não se admita envergonhar um piloto em benefício de outro.

É indiscutível porém que a Mercedes sabe do produto que tem em mãos, que pertencia à Ferrari e agora está em poder de um dos seus mais antigos rivais. Não tenho dúvidas que Michael não foi como se esperava em relação à Rosberg pelas suas dificuldades com o carro e pneus e pela idade.

Em 2011, nós não sabemos o que ocorrerá, mas se Schummy pegar o jeito de volta, poderemos ver Nico sendo sua sombra. Ou será que não? A Mercedes teria a coragem de fazer o que a Ferrari fez com uma jovem promessa alemã (Rosberg)?

São dúvidas que permanecem, mas Nico está honrando seu trabalho- sendo melhor que Michael Schumacher. Resta saber se isso foi apenas pelas dificuldades de Schumi ou por mérito próprio. O certo é que Rosberg não se intimidou com o desafio que tinha pela frente e pisou em cima do compatriota.

E talvez seja porque não exista a cláusula Barrichello o impedindo de estar à frente de Schumacher…

39 comentários em “Barrichello estava errado…

  1. Sim, se enganou bem ele. Acho que ele falou isso, realmente, por desprezo ao Schumacher, achando que a Mercedes o iria favorecer, mas não é o que aconteceu. Mas vamos ver ano que vem, Nico Rosberg é um bom piloto sim, e ainda precisa de uma vitória na Fórmula 1, e que dependendo do carro que a Mercedes construir, pode sair logo.

  2. Aconteceu também o que poucos esperavam. Schumacher não voltou com a mesma força, sentindo a falta de ritmo, além de não contar com o equipamento que teve quando foi campeão com Benetton e Ferrari. O carro da Mercedes não era forte o suficiente para os pilotos disputarem vitórias ou manter o título conquistado ano passado pela Brawn.

    No próximo ano, quem sabe o multicampeão recupere a velha forma e dê a montadora alemã os títulos de pilotos e construtores, retribuindo o apoio quando iniciou a carreira na Fórmula 1 em 1991.

    • O que mais me intriga no momento é 2011, e a 1ª impressão de Nico e Michael diante dos pneus. Cada um deles se sentiu diferente com o desempenho, e isso poderá fazer a diferença na próxima temporada.

      Vamos ver se em março isto continua assim…

      • Farão sim. Se já fizeram este ano, e eram os mesmos Bridgestone.

        E para Massa, aplico o que já veio defendendo a um tempo: Além do problema com o aquecimento, o que fez mal à Felipe foi o estreitamento dos pneus a partir deste ano: de 270 à 245mm.

  3. Bons Dias Meus F1 Freaks Like Me

    Não sei se o Rubinho estava errado, é que o problema não é ver se o Nico esmagou ou não o Schuma, que abalroou..A questão é ver onde chegaria o filho desse piloto Campeão do Mundo, se a Mercedes tivesse apostado verdadeiramente nele, não tivesse parado a evolução do MGP1 ..em Maio…e o que conta vai ser o próximo ano em que consta que a MGP está a preparar um MÍSSIL..mas todo configurado para o Schuma a sair mais de trás e essas coisas, parece que o Rosberg gosta do carro mais equilibrado…A história não está ainda toda contada…

    Abraços

    • Sem dúvidas Senna. E isso é outro ponto interessante desta história, Nico vinha em uma boa linha de desenvolvimento, e já havia estado na vice-liderança do campeonato. O projeto acabou se perdendo, e óbvio que Rosberg não disputaria o título, mas se a Mercedes não o tivesse mudado, estaria muito mais na frente do que finalizou.

      E Barrichello estava errado…

  4. Alguém acha mesmo que se o Schuma estivesse terceiro ou quarto no Campeonato como andou o Nico a Mercedes parava de evolucionar o carro em Maio? Se isso não é prejuízo de segundo piloto vai-me dizer o que é …para o povão tudo normal mas se estudar bem o assunto vai descobrir que o Barrica não estava tão errado..

    Abraços

  5. Só para lembrar, a declaração completa dele foi:
    “Saia já daí! O único conselho que posso dar a ele é que ele precisa dirigir rápido e não bater. Ross sempre irá dizer isso antes das corridas.Ele é um grande talento e só desejo o melhor a ele. Talvez amanhã os jornais falem:” Rubens disse a Nico para sair de lá (Mercedes)”, mas eu não estou dizendo isso como algo negativo.”

    Sou torcedor do Barrica, mas vocês já notaram que falta um pouco de “concordância” nas frases dele?
    Não dá pra saber se ele tá sugerindo pro Rosberg sair da equipe ou sair da situação de 2o piloto.

    • Foi o mesmo no caso “porcaria”. Sempre é no tom da brincadeira…

      Por isso quis levar para o outro lado “da coisa”. Tanto que Barrichello não necessitava alertar Rosberg sobre isso, mas o que me incomoda um pouco no Rubens é ele sempre dizer na brincadeira.

      Talvez se Nico tivesse levado um banho de Schummy, Barrica teria dito: “Eu avisei!”.

  6. O comentário do Barrichello não foi sério, Tomás. Fora de contexto, parece que ele está com despeito do Rosberg, mas não é verdade.

    • Sim. Mas eu não engulo o tom de brincadeira, e acredito que com certos assuntos o tom de brincadeira não é necessário.É preciso arriscar e falar algo sério. Mas para diminuir as conseqüências sobre isto ou aquilo, é brincadeira.

      • Tomás, o tom de brincadeira é necessário sim. Que tipo de pergunta é essa que fazem às vezes aos pilotos??? “Qual conselho vc tem a dar para o Rosberg?” foi a pergunta dos repórteres a Rubens na época.

        É uma pergunta capciosa a um piloto que já passou por poucas e boas ao lado de Schumacher. É claramente uma tentativa de provocar o Rubinho e ganhar uma manchete.

        Pois bem, ganharam a resposta que queriam, em tom de brincadeira, e ainda mandaram uma manchete pra encher o saco de todo mundo, inclusive do Nico, que respondeu de forma cínica, inclusive.

        É claro que ninguém vai deixar de noticiar que “Rubens manda Rosberg ‘cair fora’ da Mercedes”. Que puta notícia, não? Pena que totalmente sem conteúdo.

        Além do que, embora não tenha tido muitos problemas com Schumacher, o Rosberg viu claramente que não é fácil correr ao lado do alemão. E sinceramente, ter batido Schumacher nessas circunstâncias não me impressiona. Creio que o Rosberg não fez mais que sua obrigação, qual seja enterrar um ex-campeão enferrujado com autoridade.

      • Caro Tomas,
        entendo que sempre a imprensa, principalmente a Brasileira, qdo buscou essa declaracao do Barrichello queria fazer ou criar uma polemica e o Barrichello sabendo que sempre ele se enrola ou aumentam o que ele diz, fez a brincadeira e depois quis dar um tom serio.

        eh ipressionante como qdo jah nao ha muito assunto no ar muita gente busca reviver temas sem muito sentido para criar noticias ou ganhar pageviews jah que o tema Barrichello sempre eh digno de criticas.

        Vamos esperar o novo carro da Mercedes chegar com os pedidos do Schumacher atendidos e ver o que sera do Rosberg, na minha opiniao ainda bem que ele ficou na frente do Schumacher jah que o cara tinha 3 anos de aposentado os carros eram muitos diferentes( feito para o Button Style), ele nao podia testar e para piorar os pneus nao casaram com o piloto, nao esqueca que nas ultimas corridas o alemao Schumacher comecou a ser mais rapido que a Britney em classificacao e com os pneus Pirelli as coisas podem mudar.

      • “eh ipressionante como qdo jah nao ha muito assunto no ar muita gente busca reviver temas sem muito sentido para criar noticias ou ganhar pageviews jah que o tema Barrichello sempre eh digno de criticas.”

        Fernando, não fiz isso para criar polêmica ou pageviews. Lembrei da frase de Rubens e me senti no direito de analisá-la, e vendo como foi o ano de Nico me baseando na projeção de Rubens.

        E se não está satisfeito, tem uma série de blogs melhores que este net afora…

      • Daniel;

        Eu, como vejo o lado disto, sei que existem vários lados para se analisar. Ainda mais quando são temas delicados, que geram alguma discussão e desentendimentos.

        Já nem vamos falar da frase então. Mais especificamente na temporada de Rosberg. Ele fez seu dever ao ter vencido um ex-campeão enferrujado. Ok. Mas ao mesmo tempo Schummy também tinha seu dever de não ser derrotado pro seu aprendiz.

        Na época Nico se sentiu um pouco abalado com o que Barrica tinha dito à ele, e respondeu de forma cínica como você disse. Passarem-se 19 corridas e vimos o que aconteceu. Rosberg foi melhor.

        Mas eu me limito a pensar se tivesse sido o contrário. Aí fica a critério de cada um.

        Independente das condições que Nico venceu Michael, ele foi superior. Quase ninguém foi superior a Schumacher em uma mesma equipe. E Rosberg conseguiu. Vem com nome forte para 2011, mas é preciso saber se o banho que Schumi levou foi por causa dos pneus ou se sua ferrugem é permanente.

        Rosberg é jovem, tem futuro. Schumacher voltou, já não tem que provar nada a ninguém e está mais no clima de “diversão”, apesar de focar em seu trabalho. A Mercedes apostaria na futura estrela alemã ou persistiria no produto Schumacher?

        Ross Brawn está no comando. Temos Norbert Haugh também.

        Espero, sinceramente, que 2011 mostre a outra faceta de Schumacher, a de gênio. Em março ele já terá 42. E, se com 42 for superior a um “moleque” como Nico, será elevado a uma outra realidade. Talvez a de mito, se já não é.

        Com isso, digo que o esperado era o que Rubens previu. Um ano difícil para Nico. Como não foi isso que ocorreu, escrevi esta resenha. Vamos ver se na próxima temporada teremos a 2ª parte ou se isto não passa de falácia…

      • Tomás esse não é comentário de Dono de Blog…o Fernnado Piccione exprimiu opinião e deixa passar.. não afugenta nem eleitor nem leitor e muito menos cliente /usuário já para não falar Mandatário ou Constituinte..todos sabemos das suas dificuldades aí por terras da Pampa..mas quem pode ver Concerto do Paul McCartney e loira argentina todo o dia não deve estar assim tão mal…se alegra de acordar todo o dia vivo e poder ir pra luta.. olhar o céu cheira o Mar sentir o pêlo de um cavalo de corrida e escutar corrida de Fórmula 1 aí está melhor que não ouve o Bueno…e essas Argentinas falando doce como falam..faltou saborear um bom churrasco para quem não é vegetariano ahhh e 150.000 entradas no Blog se muito Güri com catorze anos pudesse isso tudo de certeza que ia agradecer a Deus e a todas as divindades juntas…

        Abraço

      • rsrs.. Obrigado Senna.

        Só que às vezes incomoda certas pessoas vindo cuspir coisas que não adicionam nada ao post, senso que eu me esforço muito para pensar todos os dias em um tema interessante para postar, mantendo o blog vivo nas férias da F1.

        abs.

  7. Afinal a pergunta que fica é, o Shumy “era” um piloto excepcional, ou os carros que dirigiu foram moldados para que ele desse essa impressão. Vocês se lembram de uma temporada, em que tinhamos duas marcas de pneus e só o da Ferrari funcionava. O mercado alemão estava sendo obstruido pela ausencia total de vencedores, como ocorreu na Espanha mais recentemente. O mercado alemão o mais forte da Europa e o Espanhol o de maior acensão. Assim, a FI precisava dar a essas duas potencias um “estimulo”. Juntou a fome com a vontade de comer, dois pilotos acima da média, com carros e a FIA para lhes garantir o sucesso, foi facil. O negocio da Espanha era duas rodas, agora é Alonso, e a Alemanha já cria novos campeões e não precisa mais de Schumy, se tiver que escolher com certeza vai ficar com o Nico, afinal, ele tem futuro, Schumy, já deu o que eles precisavam. Mas, como politica é politica, não duvido que o Schumy implaque mais um titulo antes de parar de vez. É bom lembrar, que o Brasil, esta se tornando o queridinho do planeta, a diferença conosco, é que com ou sem campeões o autodromo fica lotado todo o fim de semana, se a coisa mudar, com certeza iremos fazer um campeão da FIA.

    • “Afinal a pergunta que fica é, o Shumy “era” um piloto excepcional, ou os carros que dirigiu foram moldados para que ele desse essa impressão. ”

      Outro tema mais delicado ainda. Não há dúvidas que a Ferrari fabricou uma série de 5 anos seguidos o melhor carro de F1. Michael pode ter tido seus privilégios, sim. Mas quem é que ganha com um carro não vencedor?

      Poucos, ou ninguém. Schumacher em suma foi a síntese do heroísmo alemão nas pistas, a Alemanha se rendeu aos seus pés. E Sutil, Rosberg, Hulkenberg e o já campeão Vettel, estão na F1 muito pela sua influência.

      Com Schumacher a Alemanha descobriu o negócio da F1, e agora é uma fábrica de talentos.
      Mas nem todos contam com uma Ferrari em mãos…

      • A Ferrari, até o Schumy chegar por lá, estava em baixissimas temporadas, ninguém pode negar, principalmente o profissionalismo do cara, que exigiu da equipe, o que ela já não da hoje, nem mesmo o Alonso, quando precisou da equipe teve resposta adequada e viu o campeonato (que a FIA já tinha prometido a RBR) escorregar entres os dedos. O ano que vem, a Ferrari vai precisar recuperar o enorme investimento, que fez em Alonso e vai ser a campeã de pilotos e equipe, em 2011 a Ferrari só perde para a Ferrari, como quase a RBR fez este ano. É principio basico de economia, grande investimento, grande retorno, e só.

  8. A última frase exemplifica tudo. Acho que a superioridade de Michael nos tempos de Ferrari tem mais relação com a qualidade do alemão do que com os jogos da equipe. E, além disso, não considero Rubens, naquela época, na altura de Michael.

    • Na verdade Rubens foi na maioria das vezes inferior a Schumacher, isto é verdade. Mas quando a Ferrari se cega em um piloto (como agora com Alonso), o outro é esquecido. Assim foi e assim está sendo.

  9. E aí Tomas, tudo bem?
    Verdade, no geral, o Barrichello errou, mas acho que esse comentario dele foi mais para chamar a anteção, pois é sem nenhum motivo.
    Sobre o Schumacher, acho que os fãs não viram nada denovo, eu tinha falado no começo da epoca, que ele está velho, e como o propio Ross Brawn disse, logo no começo da temporada, Rosberg tem a obrigação de vencer o Schuma.
    O que eu não gosto, quando se trata de historias sobre o Schumacher, é comentarios que a equipe vai favorecer, vai fazer aquilo…blá blá…isso eu realmente não gosto..rsrs.
    Agora, em 2011, eu aposto sim em uma vitoria do Schummy.

    Abraços

    • “O que eu não gosto, quando se trata de historias sobre o Schumacher, é comentarios que a equipe vai favorecer, vai fazer aquilo…blá blá…isso eu realmente não gosto..rsrs.”

      Por algum motivo é Lucas, por algum motivo é…

  10. Se Barrichello errou ou não, não importa, o que importa é que Shumi volta em 2011 e se o carro ajudar (e os pneus também) ele pode sim, dar trabalho ao Nico, daí, talvez a frase de Barrica venha a fazer sentido. Tudo depende de quem a Mercedez vai previlegiar no campeonato, se Shumi se der bem, vai ser complicado para o Nico!

    • Por enquanto a postura da Mercedes me agrada, mas já deu indícios em alguma época do ano em uma certa “queda” por Schumi.

    • Anda muito pouco prolixo Cassius Clay…então e o Blog…

      • É fim de temporada Ceccotto, é fim de temporada…rs…

        Quanto ao blog, tá difícil, tenho dado algumas aulas este semestre e tá faltando tempo, mas, para temporada que vem quem sabe.

        Abraço.

  11. Uma coisa é fato. SChumacher apesar de velho e enferrujado não veio a toa para Mercedez. Aperfeiçoar, desenvolver o novo bólido de 2011? Isso ele fez muito bem quando na Ferrari e a parceria Brawn-Schumacher teve seus frutos. Este ano Nico mostrou serviço e atolou sem manipulações ou atalhos as rodas do velho dick vigarista.
    Na corrida maluca que promete ser 2011, carros novos, pneus novos – haja visto que no primeiro momento agradaram Massa e Schumacher e desagradaram outros que correram bem com bridgestone, parecer ter ocorrido uma inversão dos valores. É cedo, mas que o cenário 2011 promete ser interessante isso promete. Rubinho, talvez tenha dito o que aqui se divulga. Talvez assertivo no tipo de experiência que teve com Schumy, tentou-se a dizer que o jovem alemão sofreria. Que venha 2011 para sabermos como sera essa história.

  12. Pingback: Tweets that mention Barrichello estava errado… « Blog Fórmula 1 -- Topsy.com

  13. “Barrichello estava errado…foi ÓTIMA..rs”

    Minha mãe já esta melhor Tomás, sumi porque estava com ela no hospital…

    Sejamos francos, se vc tivesse que apostar em Schumacher ou Rubens depois de velhos(eles começaram na mesma época) em quem vcs apostariam para ERGUER uma equipe?(colocando seu SALÁRIO na mesa), os dois em equipes no mesmo nível técnico, de status, financiero…começando por baixo em termos de resultado, equipe média!

    Lembrando que Schumacher ergueu duas equipes até chegar ao domínio(isso nem mesmo Senna nunca conseguiu na vida, ele seria campeão se ficasse na Lotus em 88/89/90/91/92/93 ou Mclaren em 94/95/96/97/98?). Outro detalhe relevante, nos tempos de Ferrari, enquanto Schumacher interrompia suas férias para testar milhares de kilometros(também testava superesportivos de rua) em busca de diminuir centésimos de segundos, Rubinho ficava na Disleylandia se divertindo(é o peso da responsabilidade, isso Schumacher sempre carregou MUITO mais que o chorão, isso ninguém lembra). Schumacher nunca ficou SONHANDO, ele sempre buscou um IDEAL, essa é a DIFERENÇA entre PILOTOS…e pilotos. Rubinho é um piloto que até hoje nunca atingiu seu ideal no esporte a motor, ficou MUITO RICO(grande empreendedor) isso não posso questionar! Depois de tomar SURRA em 09 de um piloto(Button) que tinha vencido apenas um GP até 08, Rubinho deveria ficar MUDO sobre assunto Schumacher/Ferrari, ele ficou MUITO RICO, mas o sobrenome BARRICHELLO ficará marcado PARA SEMPRE no Brasil como BUNDÃO, coitado dos filhos! A maioria sabe que Schumacher bateu Rubens por COMPETÊNCIA, por isso Rubens ganhou esse apelido(não por ser menos veloz, mas pelas eternas reclamações, brasileiro até admite ser batido, mas ficar chorando como Rubens,jamais). Rubinho já era piada antes de entrar para a Ferrari, o “quadro” Rubinho pé de chinelo começou em 98. Pra finalizar, Rosberg defendeu Schumacher no início do ano dentro da equipe sobre a maneira como o velho alemão trabalha, isso foi um TAPA NA CARA na declaração de Rubens ao dizer que Nico tinha que sair da equipe! Schumacher teve 11 companheiros, somente UM ficou na choradeira! Porque Rubens não deu conselho para Massa não correr ao lado de Schumacher em 2006? Massa nesse ano venceu seu primeiro GP Brasil, coisa que Rubens nunca conbseguiu em 18 anos! Rubinho no esporte a motor não tem MORAL NENHUMA para falar de ninguém, muito menos de Schumacher, o alemão até 99 em apenas 128 corridas sem o chorão ao lado já tinha conquistado:

    35-Vitórias
    39-M.Voltas
    23-Poles
    71-Pódios
    570-Pontos
    2-Títulos

    E o Rubinho o que tinha conquistado entre 93 e 99? Não tinha sequer UMA ÚNICA VITÓRIA na F1!!! Até Alesi, Panis, Hebert e D.Hill(Jordan) já tinham sua primeira vitória na F1 com carro infeior! E ainda Rubinho queria tratamento igual ao alemão a partir de 2000 na Ferrari, é um fanfarrão esse Rubinho…tinha que ser FANTOCHE do Galvão. O mais hilário é que muita gente fica do lado do Rubinho, então boa sorte com ele em 2011, eu pelo menos não troco 10 Rubinhos por 1 Schumacher-Returns-fora de forma…

  14. Barrica errou, mas, 2010 foi um ano atípico em partes. No normal, Schummy daria um banho em Nico que o garoto nunca ia esquecer, e depois disso, a preferencia seria mais do que clara. Mas com a idade, os pneus e as novas regras, Michael sofreu e quem levou o vareio foi ele.
    O carro de 2011 deve ser voltado pro Schumacher (Por que será??) e se acontecer o que aconteceu esse ano, é melhor voltar pra casa.

  15. Barrichello fala demais.. tava achando que o Nico Rosberg é parecido com ele : lento , ararado, chorão e escudero..

  16. Caramba o Nico he inexperiente caramba então na F1 tem uma par que naum tem nem experiencia. o Nico jah he um dos melhores pilotos que tem no grid hoje…………..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: