Notícias 29/11- Di Resta focado na F1, RoC, Finali Mondiali e mais…

Fim de semana bastante movimentado no automobilismo em geral, principalmente na clássica Race of Champions e a definição do campeonato no DTM. A Ferrari ainda marcou com o Finali Mundiali, festa tradicional dos de Maranello todos os anos, e algumas outras notícias sobre movimentações no paddock, logo abaixo:

01. Filipe Albuquerque, o vencedor do Race of Champions

A tradicional corrida dos campeões foi um sucesso neste final de semana. O palco da festa foi na cidade alemã de Dusseldorf (antes era realizada em Shangai) e tivemos feras do automobilismo mundial concorrendo pelo título, como: Sebastian Vettel, Michael Schumacher, Alain Prost, Sebastién Loeb, Carl Edawrs e outros.

Sebastian e Michael levaram o título para a Alemanha no quesito “nação”, mas a grande surpresa do dia foi o português Filipe Albuquerque. Filipe foi fantástico, derrotando Sebastian Vettel duas vezes, o compatriota Alvaro Parente (ex-Virgin) e o heptacampeão mundial do WRC Sébastien Loeb na final. Um marco para o automobilismo português que vem investindo forte nos seus pilotos, e não é a toda que a cada dia vemos mais nomes do país europeu nas categorias mais variadas. Só falta um na Fórmula 1.

02. Finali Mondiali 2010

Muito bonita a festa da Scuderia de Maranello na tradicional festa de fim de ano. Apesar do ainda fresco gosto da derrota em Abu Dhabi, o objetivo é esquecer o passado e se concentrar em 2011. E nestes últimos dias, em Cheste, Valência, a Ferrari fez um show com Alonso, Massa, Fisichella e Badoer pilotando os mais variados carros da equipe. Abaixo, alguns vídeos:

03. Paul di Resta focado na Fórmula 1

Talvez o melhor escocês do automobilismo em atividade, Di Resta conquistou o campeonato do Turismo Alemão ontem, como já prevíamos no sábado. Agora, porém, o próximo passo é a Fórmula 1, e naturalmente a Force India, equipe na qual correu algumas sextas-feiras no ano e é piloto de testes.

A Force India me deu uma grande oportunidade. A Fórmula 1 sempre foi meu sonho e consegui fazer um bom trabalho com eles neste ano. É claro que espero correr em 2011, para começar uma longa relação. Paul di Resta.

Resta saber, agora, como a Force India reagirá diante do título de Paul. Descartará liuzzi em troca da promessa alemã ou manterá sua dupla em 2011? Pergunta que deve ser respondida nos próximos meses.

04. Santander encerra parceria com a McLaren

O banco espanhol de Emilio Botín vai encerrar seu ciclo de patrocínio no time de Woking, que começou em 2007 com a chegada de Alonso na equipe. Foram 4 anos de parceria bem-sucedida, onde a marca aparecia no aerofólio traseiro e nos macacões de Lewis e Jenson. Agora, a Ferrari possui a exclusividade do maior patrocinador em Marabnello.

05. Mark Webber lança livro

E o simpático Aussie, que fez a sua melhor temporada da carreira finalizando em terceiro no campeonato, lança um livro contando a sua história na temporada de 2010, com o livro: Mark Webber, Up Front. 2010 – A Season to Remember, que, apesar de Mark não ter sido campeão, o coloca na frente em uma temporada para recordar. Curioso.

O livro está à venda já a partir desta segunda-feira, através da loja virtual da Pan Macmillan Austrália. A obra tem 244 páginas e custa 39,99 dólares australianos, o equivalente a R$ 66.

06. GP da Rússia em risco

Meses depois da confirmação do GP da Rússia, na cidade de Sochi, para 2014, começam a girar em torno da prova as dúvidas sobre a sua realização. O problema parece ser pelas Olimpíadas de Inverno, que serão na cidade no mesmo ano da estréia da corrida:

Queremos garantir que os dois eventos – tanto os Jogos Olímpicos como a corrida da Fórmula 1 – sejam realizados nas melhores condições possíveis. Entretanto, acreditamos que é impossível organizar competições dessa importância no mesmo ano. Andrew Mitchell, porta-voz do COI.

Resta saber qual evento terá preferência.

8 comentários em “Notícias 29/11- Di Resta focado na F1, RoC, Finali Mondiali e mais…

      • Luiz, a Austrália tem o tricampeão Jack Brabham (1959-60-66), que correu com seu próprio carro no título de 1966, sagrou campeão com seus carros Denny Hulme em 1967, e Nelson Piquet em 1981-83, na época que a equipe era comandada por Bernie Ecclestone.

        E ainda o país tem o campeonato de 1980 com Alan Jones. Depois disto a tradição foi escassa, com Webber ressurgindo apartir de 2009. Ou seja, podemos dizer que a Austrália teve 3 grandes pilotos na Fórmula 1.

        São 32 vitórias, 2 campeões e 3 vencedores

        A Alemanha, obviamente, tem um pouco mais de tradição do que os australianos, mas não é algo disparado. Tem 113 vitórias (91 delas com Schumacher), 10 com Vettel, 6 com Ralf Schumacher, 2 com Wolfgang von Trips, outras 2 com Heinz-Harald Frentzen e 1 com Jochen Mass. Ou seja, antes do surgimento de Schumacher, a Alemanha tinha apenas 3 vitórias na F1. Depois do seu surgimento, vieram Fretzen, seu irmão e agora Vettel.

        No quesito equipes, tivemos a Mercedes e Porsche na década de 50-60, e depois a BMW-Sauber em 2006. Claro que tivemos os motores alemães também.

        No geral, se não fosse Michael Schumacher, o equilibro é predominante.

    • Suspeito que ele esperava ser campeão e já preparava a obra prima. Acabou não sendo, mas publicou mesmo assim. Vá entender…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: