FIA revela mudanças para 2011, 2012 e 2013

As decisões no Conselho Mundial da FIA anunciadas. Para 2011, remoção do artigo 39.1, que proíbe ordens de equipe, com cada caso a ser analisado de acordo com o Código Esportivo, pitlane pode voltar a ser fechado durante SC, câmbios durando cinco corridas (e não 4), redefinição da regra das asas traseiras móveis e entre outras coisas. Para 2012, uso de biocombustível e liberação do rádio das equipes para as transmissões. Além de ser confirmada a mudança dos motores a partir de 2013, que serão turbo de quatro cilindros e 1,6 litro de volume, com rotação máximo de até 12 mil rotações.

Uma análise rápida sobre as mudanças:

01. Fim da proibição das ordens de equipe:

Talvez a mais polêmica de todas e a que mais tem para ser falada. Há 8 anos, quando ocorreu o episódio, no GP da Austrália em 2002, em que a Ferrari ordenou Rubens Barrichello dar passagem a Michael Schumacher nos últimos metros, a FIA proibia, a partir de 2003, as ordens de equipe.

Não é segredo para ninguém, porém, que elas sempre estiveram nesse espaço de tempo e nem sempre equipes envolvidas foram punidas. Acontece que agora, quando a mesma Ferrari comete uma atitude muito similar a de 2002, onde, via “mensagem subliminar”, manda Felipe Massa deixar o caminho livre para Fernando Alonso em Hockenheim, a FIA toma uma atitude completamente oposta: Traz as ordens de equipe de volta, anulando o artigo 39,1, que as proibia.

O sentido dessa escolha é infundada, não existe nada que a explique. O mais provável é que a Scuderia tenha feito pressão nos bastidores para legitimar a trapaça e não ficar como a culpada do ano. Se for isso, é melhor Massa ir estudando outra equipe para 2012.

O grande contraponto da história está na permanência do artigo 151.cc, que alega que ações que prejudiquem o esporte serão julgadas de acordo com o Código Esportivo. Cheiro de confusão no ar…

02. Mudanças na lista de penalidades que os comissários podem aplicar:

Talvez uma das mais curiosas mudanças. Quais outras penalidades os comissários poderão aplicar? Nada sabemos.

03. Revisões às condutas de pilotagem e dos pilotos:

Algo desnecessário, onde os pilotos terão que cuidar até sua vida privada para não levarem punições na F1. Multas e retirada de pontos na carteira devem ser algumas das revisões a serem passadas ao campeonato.

04. Um limite da largura da via rápida nos pits:

A fim de evitar as, talvez, perigosas disputas das posições no reduzido espaço do pit-lane.

05. A introdução de uma regra que permite ao diretor de prova fechar os boxes num período de Safety Car por razões de segurança:

Faltou esclarecer quando eles serão fechados e quando não.

06. A volta dos pneus intermediários em 2011:

A FIA se esqueceu que eles sempre existiram.

07. Penalizações para o piloto que não usar os dois pneus de pista seca especificados para cada corrida:

Outra “mudança” que já existia.

08. Uso da mesma caixa de câmbio durante cinco corridas:

Uma ideia interessante, sendo que até 2010 era obrigatório o uso da mesma caixa durante 4 corridas, com passível punição se não fosse cumprida na perda de 5 posições no grid. Uma forma que se aplica na redução de custos.

09. Esclarecimento de quando os carros podem ultrapassar o Safety Car:

Obviamente pelo ridículo episódio em que Hamilton ultrapassou o safety-car e causou a ira da Ferrari. Só resta saber quais são esses esclarecimentos, não é FIA?

Artigo em andamento…

56 respostas para “FIA revela mudanças para 2011, 2012 e 2013”

  1. Sou totalmente a favor dessa mudança de motores, vai abrir uma opção muito grande para os fabricantes de motores, todos em igualdade de condições.
    Sou a favor de um combustível também verde.

  2. E o combustível??, vão continuar usando a poluidora gasolina ou optam por etanol da Cosan??…rsrs. Eu rí, mas é uma grande sacada para o grupo Cosan!

  3. F1 sem apelo prático não funciona.

    Tomara que adotem motores potentes, econômicos e movidos à alcool.

  4. Eu sou contra essas mudanças por um lado, e a favor por outro. Sou contra a gastar tanto dinheiro em um ano, em um carro. Isso vai fazer com que o mundial seja disputado pelas 4 grandes, o resto não aguenta a F1. E a favor pelo lado ecológico, nisso a F1, e todas as outras categorias precisam melhorar.

  5. Daqui a pouco deve sair a confirmação das mudanças lá de Monte Carlo.

    Porém, circula pelo paddock que há uma chance de mudança no calendário da F1 2011. O GP do Brasil está envolvido. A confirmação sai hoje.

  6. É um passo necessario para a FI., o mundo esta mudando, e a FI., deve mudar junto com ele. Com alto custo ou não, esse passo não pode mais ser adiado. Teve uma época, que a unica equipe que não corria com o mesmo motor era a Ferrari, talvez a saida, para se dar a largada nessa nova e necessaria empreitada, seja, todas as equipes financiando uma unica empresa, que ira pesquisar, criar e colocar o novo sistema para funcionar. Com o passar do tempo, todas terão acesso a tecnologia e poderão fabricar e melhorar os seus proprios equipamentos. Se alguém achar isso ruim, pois perderia competitividade, a RBR desse ano desmente a tese, pois com o mesmo motor, a Renault não chegou nem perto das RBR, que apesar de terem os mesmos motores, era muito superior em outros quesitos. Acho, que só assim, seria possivel suportar um investimento tão grande, mas tão necessario para o futuro da FI., e do Planeta.

      1. Todas as tranmissões não (vide aquele post que publiquei com as falas de Alonso e seu engenheiro de pista Andrea Stella em ABu Dhabi)…

    1. Já era previsto. Isso vai dar mais confusão, pois “cada caso a ser analisado de acordo com o Código Esportivo” não será muito claro e dependerá de decisões “opinativas”

    2. sem ofensas, mas se tu acha ridículo é melhor mudar de esporte, jogo de equipe e f1 é uma relação que sempre existiu e sempre vai existir, queiramos ou não.

      1. Samuel, eu não vejo qual é a graça em sentar na sofá, ligar a TV e saber que o piloto 1 vai facilmente ultrapassar o piloto 2 por causa de dinheiro. O bom é ver brigas como a de Massa e Kubica no Japão dem 2007, ou a de Hamilton e Button na Turquia esse ano.

      2. “jogo de equipe e f1 é uma relação que sempre existiu e sempre vai existir, queiramos ou não.”

        Que exista é uma coisa, que seja saudável para o esporte é outra.

  7. Aqui o release oficial da FIA:

    Press Release

    World Motor Sport Council

    10/12/2010

    The final meeting of the World Motor Sport Council (WMSC) in 2010 took place in the Principality of Monaco today.

    This evening, the FIA will be honouring its Champions from around the world at the annual Prize Giving Gala held at the Sporting d’Eté de Monte-Carlo, Monaco. The awarding of the coveted trophies to winners across categories of the sport will mark the finale to the 2010 FIA season.

    FORMULA ONE

    The WMSC approved the introduction of a new specification engine from 2013, underlining the FIA’s commitment to improving sustainability and addressing the needs of the automotive industry. Following dialogue with the engine manufacturers and experts in this field, the power units will be four cylinders, 1.6 litre with high pressure gasoline injection up to 500 bar with a maximum of 12,000 rpm.

    The engines will deliver a 35% reduction in fuel consumption and will feature extensive energy management and energy recovery systems, while maintaining current levels of performance. In 2013, five engines will be permitted per driver, but each year after that the limit will be four.

    Sporting and Technical Regulations

    A number of changes were made to the Sporting and Technical Regulations for 2011, including:

    – The article forbidding team orders (39.1) is deleted. Teams will be reminded that any actions liable to bring the sport into disrepute are dealt with under Article 151c of the International Sporting Code and any other relevant provisions
    – Amendments to the list of penalties Stewards are permitted to apply
    – Revisions to driving and driver conduct
    – A limit on the width of the fast lane in the pits
    – The introduction of a regulation permitting the Race Director to close the pit lane during a race for safety reasons
    – The re-introduction of intermediate tyres for 2011
    – Penalties to be applied to any driver who fails to use both specification of dry weather tyre during the race
    – An amendment requiring gearboxes to be used for five consecutive races, instead of four
    – Clarification on when cars can overtake the safety car
    – A refinement to the principles of the regulations already agreed concerning moveable rear wings
    – A better definition of the reference plane, and reinforcement of bodywork deflection tests, especially at the front of the reference plane
    – The allowance for anti-intrusion panels to protect drivers’ legs

    Amendments to the 2012 Technical Regulations were made in the following areas:

    – Team communications will be made available to broadcasters
    – The inclusion of fuel compounds produced from biomass
    – A limitation on suspension uprights

    1. Outra coisa que não entendi está nesse pedaço: “- The re-introduction of intermediate tyres for 2011”. traduzindo: “- A reintrodução dos pneus intermédios para 2011”
      Que pneus são esses??

      1. Ali é onde há um grande erro (na minha opinião). Fiquei meio confuso com a informação, porque para mim eles nunca deixaram de existir.

  8. Sabe o que eu acho? Deveria ser permitido a compra de chassis, funcionaria mais ou menos como é na Indy. Reduziria os custos e equipes menores poderiam brigar de igual prá igual (em tese). O combustível, mesmo não mudando os motores para menor cilindrada e com turbo, deveriam usar etanol ainda em 2011.
    Liberar o jogo de equipe deve ter sido por pressão da Ferrari.

  9. F-2: Cesar Ramos lidera teste em Barcelona

    Depois de testar com a Ferrari na última semana, Cesar Ramos andou — e impressionou — nos testes da Fórmula 2, em Barcelona.

    Nesta sexta-feira, o piloto foi o mais rápido, com o tempo de 1min37s843, apenas alguns milésimos na frente de Ramon Piñeiro e de Jack Clarke, que já disputavam a temporada 2010 da categoria.

    “O carro é diferente do F-3. O motor [Audi] é bem mais potente. São 470 cavalos contra 220 cavalos do F-3. Mas consegui me adaptar rápido e fiquei muito feliz por ter mostrado uma boa performance”, disse Ramos, campeão da Fórmula 3 Italiana neste ano.

    Confira os tempos desta sexta-feira em Barcelona:

    1. Cesar Ramos (Bra) 1min37s843
    2. Ramon Piñeiro, a 0s015
    3. Jack Clarke, a 0s067
    4. Alex Brundle, a 0s111
    5. Christopher Zanella, a 0s125
    6. Benjamin Lariche, a 0s262
    7. Mihai Marinescu, a 0s451
    8. Nigel Moore, a 0s460
    9. Daniel Cammish, a 0s737
    10. Martin Qing Hua, a 1s233

      1. Digamos que Hulk até é um piloto de sorte, campeão da GP2 e logo em seguida piloto da Williams na F1, com direito a pole na casa do rival.

        Para César chegar até isso falta remar muito ainda. E quando digo muito, é bastante (inclusive para não colocar falsas esperanças, pois sem dinheiro, e que o diga Hulk, não se conseguem vagas).

    1. Vale lembrar que esses tempos são do terceiro treino do dia, já que no combinado César foi o terceiro:

      1 Jack Clarke (GB) 1:37.121s
      2 Ramon Piñeiro (Esp) +0.537s
      3 Cesar Ramos (Bra) + 0.722s
      4 Alex Brundle (GB) + 0.833s
      5 Christopher Zanella (Sui) +0.847s
      6 Mihai Marinescu (Rom)+0.983s
      7 Benjamin Lariche (Fra) +0.984s
      8 Nigel Moore (GB) +1.182s
      9 Daniel Cammish (GB) +1.459s
      10 Thiemo Storz (Ale) +1.591s

      1. Sim, apesar de que Clarke foi o 9 no campeonato e Piñero o último. Tabela da F-2 2010 aqui: http://www.formulatwo.com/results/standings.aspx

        Mas sem dúvida é um grande resultado, acredito que tenha potencial e cresça nas categorias, precisará estar na equipe certa com as pessoas certas para ter futuro (e que não ocorra algo como Nelsinho, que caiu nas mãos de Briatore, pois este era seu empresário)

  10. A falha da regra 9 foi a demora da aplicação da punição. Com o desempenho melhor de Hamilton, este cumpriu a pena e ainda voltou a frente de Alonso.

    A regra foi mal aplicada. Ela em si (a regra) funcionou.

    1. “A falha da regra 9 foi a demora da aplicação da punição.”

      Exatamente Bruno. Mas foi essa demora que mudou a corrida, e isso não deveria ter acontecido.

  11. REalmente, também não gostei nada dessas regras. Algumas já existiam, outras mais ridiculas. Espero estar enganado, mas não quero ver a F1 sem graça ano que vem.

  12. Descobri seu blog esses dias, Parabens !!!! As informações são atualizadas e interessantes e com bom conteudo tecnico. Mas ainda sim fiquei na duvida, os motores serão ou não Turbo ? Pois se não chegarem a potencia entre 750 a 800 Cv será uma piada. Concordo que essa onda ecologica é necessaria no cenario mundial, mas tem hora que enche o saco. A essencia da F-1 sempre sera o limite extremo nos mais diversos segmentos tecnicos do carro. Obrigado.

    1. Marcelo, muito obrigado, seja bem-vindo ao blog e fique a vontade para interagir com todos aqui.

      Tenho dúvidas, pois apesar de se falar no mundo inteiro que serão turbo, o comunicado do Conselho Mundial fala só em injeção direta de alta pressão. Mas acredito que venham a ser realmente, apesar de não estar no release oficial.

      Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s