A real diferença de tempo entre Massa e Alonso em 2010

A diferença estipulada na maior parte da temporada para descrever o tempo que Massa era mais lento do que Alonso em 2010 foi basicamente uma- 7 décimos. Mas a verdade é que os números não mostram isso, e, como vocês podem ver abaixo, a realidade se contorna de uma maneira distinta em relação a isso:

Massa realmente sofreu com o aquecimento de pneus- isso é um fato e que também pode ser comprovado nos números abaixo- Austrália, Canadá, Japão, Coréia e Brasil, onde o clima nas classificações foi frio, Felipe foi muito mal e nesses casos os sete décimos ocorreram na prática.

Porém, no clima mais ameno, Massa conseguiu reduzir essa desvantagem em 3 ou 4 décimos. E no clima quente, como Bahrein, Turquia e Valência, o aproveitamento foi muito superior- superou Alonso nas duas primeiras ocasiões e andou a meio décimo na última.

A explicação é simples- Quanto mais calor no ambiente e pista, mais fácil se torna a tarefa de aquecer os compostos, e é justamente ali onde Massa foi páreo e superior a Alonso. É um bom sinal, já que com uma boa adaptação aos Pirelli, veremos um Felipe mais forte- e isso já passa de especulação a uma possibilidade quase certa.

Enfim. Aqui abaixo vocês podem ver os tempos de Alonso e Massa conquistados ao longo das três etapas dos qualifyings em 2010- laranja significa Massa mais lento (+) e verde mais rápido (-).

Ao lado da identificação das corridas a média de tempo que Massa ficou de Alonso- no caso do sinal “menos”, a frente, dividindo-se a soma pela número de “Qs” das classificações. No final, vemos qual foi a real diferença de tempo entre Felipe e Fernando- bem menor do que sete décimos.

1. BAHREIN (+ 0.174)

Qualifying 1:

  • Fernando Alonso: 1:54.612
  • Felipe Massa: 1:55.313 (+ 0.701)

Qualifying 2:

  • Alonso: 1:54.172
  • Massa: 1:54.331 (+ 0.159)

Qualifying 3:

  • 2. Massa: 1:54.242 (- 0.336)
  • 3. Alonso: 1:54.608

2. AUSTRÁLIA: (+ 0.622)

Qualifying 1:

  • Alonso: 1:25.082
  • Massa: 1:25.548 (+ 0.466)

Qualifying 2:

  • Alonso: 1:24.335
  • Massa: 1:25.010 (+ 0.675)

Qualifying 3:

  • 3. Alonso:  1:24.111
  • 5. Massa: 1:24.837 (+ 0.726)

3. MALÁSIA: (+ 0.239)

Qualifying 1:

  • 19. Alonso: 1:53.044
  • 21. Massa: 1:53.283 (+ 0.239)

4. CHINA (+ 0.137)

Qualifying 1:

  • Alonso: 1:35.987
  • Massa: 1:36.076 (+ 0.089)

Qualifying 2:

  • Alonso: 1:35.235
  • Massa: 1:35.290 (+ 0.055)

Qualifying 3:

  • 3. Alonso: 1:34.913
  • 7. Massa: 1:35.180 (+ 0.267)

5. ESPANHA: (+ 0.515)

Qualifying 1:

  • Alonso: 1:21.957
  • Massa: 1:22.564 (+ 0.607)

Qualifying 2:

  • Alonso: 1:21.549
  • Massa: 1:21.841 (+ 0.292)

Qualifying 3:

  • 4. Alonso: 1:20.937
  • 9. Massa: 1:21.585 (+ 0.648)

6. MÔNACO: (-)

Alonso não participou do Qualifying ao bater pouco antes do GP no terceiro treino livre. Sem possibilidades de comparação.

7. TURQUIA: (- 0.138)

Qualifying 1:

  • Alonso: 1:27.857
  • Massa: 1:27.993 (+ 0.136)

Qualifying 2:

  • 8. Massa: 1:27.200 (- 0.412)
  • 12. Alonso: 1:27.612

8. CANADÁ: (+ 0.490)

Qualifying 1:

  • Alonso: 1:16.171
  • Massa: 1:16.673 (+ 0.502)

Qualifying 2:

  • Alonso: 1:15.597
  • Massa: 1:16.314 (+ 0.717)

Qualifying 3:

  • 4. Alonso: 1:15.435
  • 7. Massa: 1:15.688 (+ 0.253)

9. VALÊNCIA: (+ 0.034)

Qualifying 1:

  • Alonso: 1:38.472
  • Massa: 1:38.657 (+ 0.185)

Qualifying 2:

  • Massa: 1:38.046 (- 0.133)
  • Alonso: 1:38.179

Qualifying 3:

  • 4. Alonso: 1:38.075
  • 5. Massa: 1:38.127 (+ 0.052)

10. INGLATERRA: (+ 0.457)

Qualifying 1:

  • Alonso: 1:30.997
  • Massa: 1:31.313 (+ 0.316)

Qualifying 2:

  • Alonso: 1:30.700
  • Massa: 1:31.010 (+ 0.310)

Qualifying 3:

  • 3. Alonso:  1:30.426
  • 7. Massa: 1:31.172 (+ 0.746)

11. ALEMANHA: (+ 0.434)

Qualifying 1:

  • Alonso:  1:14.808
  • Massa: 1:15.216 (+ 0.408)

Qualifying 2:

  • Alonso: 1:14.081
  • Massa: 1:14.478 (+ 0.397)

Qualifying 3:

  • 2. Alonso:  1:13.793
  • 3. Massa: 1:14.290 (+ 0.497)

12. HUNGRIA: (+ 0.328)

Qualifying 1:

  • Alonso: 1:21.278
  • Massa: 1:21.299 (+ 0.021)

Qualifying 2:

  • Alonso: 1:20.237
  • Massa: 1:20.857 (+ 0.620)

Qualifying 3:

  • 3. Alonso: 1:19.987
  • 4. Massa: 1:20.331 (+ 0.344)

13. BÉLGICA: (- 0.016)

Qualifying 1:

  • Alonso: 1:57.023
  • Massa: 1:58.323 (+ 1.300)

Qualifying 2:

  • Massa: 1:47.322 (- 0.222)
  • Alonso: 1:47.544

Qualifying 3:

  • 6. Massa: 1:46.314 (- 1.127)
  • 10. Alonso:  1:47.441

14. ITÁLIA: (+ 0.139)

Qualifying 1:

  • Massa: 1:22.421 (- 0.225)
  • Alonso: 1:22.646

Qualifying 2:

  • Alonso: 1:22.297
  • Massa: 1:22.610 (+ 0.313)

Qualifying 3:

  • 1. Alonso:  1:21.962
  • 3. Massa: 1:22.293 (+ 0.331)

15. CINGAPURA: (-)
Massa teve problemas ainda no Q1 e não marcou tempo. Sem possibilidades de comparação.

16. JAPÃO: (+ 0.334)

Qualifying 1:

  • Alonso: 1:32.555
  • Massa: 1:32.721 (+ 0.166)

Qualifying 2:

  • 5. Alonso:  1:31.819
  • 12. Massa: 1:32.321 (+ 0.502)

17. CORÉIA: (+ 0.352)

Qualifying 1:

  • Alonso: 1:37.144
  • Massa: 1:37.515 (+ 0.371)

Qualifying 2:

  • Massa: 1:36.169 (- 0.118)
  • Alonso: 1:36.287

Qualifying 3:

  • 3. Alonso: 1:35.766
  • 6. Massa: 1:36.571 (+ 0.805)

18. BRASIL: (+ 0.697)

Qualifying 1:

  • Alonso: 1:18.987
  • Massa: 1:19.778 (+ 0.791)

Qualifying 2:

  • Alonso: 1:19.010
  • Massa: 1:19.200 (+ 0.190)

Qualifying 3:

  • 5. Alonso: 1:15.989
  • 9. Massa: 1:17.101 (+ 1.112)

19. ABU DHABI: (+ 0.398)

Qualifying 1:

  • Alonso: 1:40.170
  • Massa: 1:40.942 (+ 0.772)

Qualifying 2:

  • Alonso: 1:40.311
  • Massa: 1:40.323 (+ 0.012)

Qualifying 3:

  • 3. Alonso:  1:39.792
  • 5. Massa: 1:40.202 (+ 0.410)

0.305 (3 décimos) foi a média de tempo que Massa esteve atrás de Alonso em 2010.

71 comentários em “A real diferença de tempo entre Massa e Alonso em 2010

  1. Então Tomas, basicamente, você afirma, que os pneus, portanto o carro, não favoreceu ao Massa. A Ferrari, não poderia ter feito nada para melhor esse aspecto do carro. Como manjo muito pouco de aerodinamica, acredito, que alguma alteração na suspensão do carro, poderia ter surtido efeito, mas, fica a duvida, se o carro aceitaria essa modificação sem comprometer o restante da performance. Eu creio, que a Ferrari para 2011, possa vir diferente nesse aspecto, mesmo porque, esse fator não prejudicou apenas o Massa, que pelo estilo de pilotagem sofreu mais, que o companheiro de equipe, mas prejudicou tambem o Alonso, que poucas vezes conseguiu se mostrar superior a concorrencia, o que nos leva a pensar, que o problema era cronico e afetava os dois pilotos, como já disse, afetava mais o Massa, pelo estilo de pilotagem. Quanto ao desempenho da nova Ferrari, só o tempo dira, nem mesmo os treinos de inicio de ano, deixam claro suas evoluções ou problemas, já quando começam as corridas, fica mais facil estabelecer parametros reais sôbre a qualidade ou deficiencia do bólido. Enfim, só nos resta esperar e torcer para, que o Massa acorde, a Willians ande mais e a gente possa voltar a torcer pelo menos por podios dos brasileiros, afinal, não existe nada mais gratificante, que ver a bandeira do Brasil hasteada pelas pistas do mundo.

    • Também podemos dizer que a Ferrari dificilmente arriscaria fazer alguma modificação no carro pró-Massa sendo que isso, talvez, poderia prejudicar Alonso. Algo similar ocorreu na Mercedes no início da temporada.

      Mas de qualquer forma eu cheguei a conclusão de que sem problemas de aquecimento, Massa será mais forte em 2011.

      • Eu, não tenho duvidas, pior do que esse ano, o Massa não deve voltar. Já quanto ao perfil do carro ser mais favoravel ao Alonso, eu não tenho a menor duvida disso, mas é ai, que o Massa tera que se mostrar um piloto de primeiro nivel, superando a adversidade e arriscando mais. Ele foi muito apatico esse ano, parecia desinteressado e com pouco “apetite”, como nunca tinha visto antes.

      • “Eu, não tenho duvidas, pior do que esse ano, o Massa não deve voltar.”

        Não sei Newton, acho que isso é impossível saber. Não sabemos se o carro da Ferrari será vencedor, se Massa encontrará alguma outra dificuldade ou somar até menos pontos.

  2. Se levarmos em consideração estas médias de tempos, realmente Massa não foi tão mal assim. Apesar de ter um carro (pneus) que não dava condições de melhorar a sua performance, ele “tirou leite de pedra”. Espero realmente, que na temporada 2011 ele consiga impor seu estilo de pilotagem e faça frente ao espanhol chorão!!

  3. Concordo com você Tomás em sua avaliação. Estou confiante que teremos um Massa mais forte em 2011.

    “Vamo que vamo”!

    Abraço;
    Altair Cordeiro
    @AltairF1

  4. Tomás,

    No inicio do ano me perguntaram quem andaria na frente, e quando afirmei que Massa não teria a menor chance, quase apanhei!

    Passada a temporada, eis a resposta. Não que Massa não seja um bom piloto, pelo contrário.
    Acontece que Alonso é um dos melhores que apareceram nos últimos tempos, simples assim.

    Feliz Natal e um excelente 2011 , garoto!

    abs

    • Enfrentar Alonso não creio que seja o desafio mais simples. Mas a própria imprensa e os fãs parecem colocar essa pressão de resultados, até involuntariamente. Como se fosse obrigação. Depois, se o esperado não vem, caem as críticas.

      • Tomas, infelizmente esse comportamento da imprensa e da torcida não vai mudar, quem tem que mudar urgentemente é o Massa. Em 2011, ou vai ou racha, claro, se ele ainda pretende ter um futuro na FI.

      • Infelizmente não muda mesmo. E olha que, no caso da imprensa, estamos falando sobre um piloto brasileiro.

  5. Tomás, acho que faltou analisar que tipo de pneu estava sendo usado, pois o supermacio é mais fácil de aquecer.
    De qualquer forma, 0.3s é um mundo para um piloto de ponta. Massa levou mais tempo que Schumacher (2.8s), e é unânime a opinião de que o alemão decepcionou. Na McLaren, Button tomou 1.6s (vou postar os números completos semana que vem). E, como o Newton lembrou, Alonso também reclamava de dificuldade de aquecimento.
    É só uma opinião, mas acho que há mais que pneu nessa diferença.

    • Sim, Julianne.

      Pois bem, como eu digo no texto, e acredito que isso seja bem plausível:

      “E no clima quente, como Bahrein, Turquia e Valência, o aproveitamento foi muito superior- superou Alonso nas duas primeiras ocasiões e andou a meio décimo na última.

      A explicação é simples- Quanto mais calor no ambiente e pista, mais fácil se torna a tarefa de aquecer os compostos, e é justamente ali onde Massa foi páreo e superior a Alonso. É um bom sinal, já que com uma boa adaptação aos Pirelli, veremos um Felipe mais forte- e isso já passa de especulação a uma possibilidade quase certa.”

      A exceção é Abu Dhabi, mas no Q2 Massa ficou muito próximo. E no Q3 Alonso tirou aquela volta para o terceiro lugar no último momento.

      Vimos em Bahrein, Turquia e Valência que com muito calor na pista Massa quase anulava sua dificuldade de aquecimento.

  6. Como disse que a Julianne, há mais que pneu, Alonso foi e é mesmo superior a Massa. Mas não é motivo para crucificar o brasileiro. Fernando vai ver seu nome entre os grandes da Fórmula 1. Massa será lembrado apenas como um bom piloto, a não ser que ganhe dois, três títulos no futuro.

    • Pois é Tomás, acho que num futuro bem próximo a F1 vai mesmo ter que adotar esse “para-brisa”, ainda mais, depois daquele acidente fatal com o Henry Surtees na Formula 2 em 2009. Mas creio que a idéia seja aquele tipo bolha que cubra todo o cockpit.

      • Isso é bom, mas não do jeito que está na imagem. No caso do Surtees até poderia ajudar um pouco, mas não muito. Já com Massa seria a mesma tragédia, a mola veio de cima.

    • Eu gostaria mais da bolha. Daria uma vantagem na aerodinâmica e deixaria, talvez, o carro mais bonito- além de evitar tragédias, como a de Surtees onde o pneu veio de cima.

    • Não. Não. Não. Ficou ridículo. A gente pouco vê as expressões dos pilotos, com esse negócio (aliás, que montagem…) então, fica pior.

      • Quando encerra a temporada e ficamos sem corridas para assistir e comentar, surge de tudo, até para-brisas nos FI., eu prefiro um modulo especial de comando, interligado por comando direto do cerebro do piloto, o que evitaria, que eles precisassem usar as mãos, poderiam dirigir apenas pela força do pensamento. Mas de uma coisa eu tenho certeza, se dependesse do Alonso, ele gostaria de introduzir nos FI., uma buzina a ar, aquelas de caminhão, sacaram.

  7. Felipe Massa já deu a volta por cima na Fórmula 1 duas vezes. A primeira em 2002, quando foi dispensado pela Sauber e voltou dois anos depois. Em 2008, depois de um mau começo, o brasileiro venceu no Bahrein e reagiu na classificação, fazendo uma campanha mais regular ao longo do ano. Neste ano, com a superioridade de Alonso, muito se falou na possibilidade de substituição, mas a escuderia de Maranello deu nova chance a Felipe. Quanto a uma configuração de carro mais pró-Massa, não ponho muita fé, pois eles farão mais ao jeito de Alonso.

    Para Felipe Massa, mais uma chance de calar os críticos.

    • Diego, a verdade que a própria Ferrari já não acredita na capacidade do Massa, vamos ver se ele consegue dar mais uma vez a volta por cima.
      Penso que quando o Nelson Piquet sofreu aquele acidente na F1 e levou mais de um ano para se recuperar, o mesmo aconteceu com o Massa, só que ele não admite, 2011 é um ano decisivo para mostrar que ele se recuperou ou vai acabar com sua carreira.
      Nem para o segundo piloto da Ferrari ele mostrou que pode continuar no carro vermelho.

      • A Ferrari acredita sim Felix. Senão, ainda não sei como ela renova seus contratos. De nada adianta ter um piloto que vence corridas e soma muitos pontos e outro que soma 100 a menos.

      • É como eu já disse, para Massa, 2011 ou vai ou racha. É tudo ou nada.

  8. Muita gente falou que era tudo desculpa esfarrapada essa coisa dos pneus, e que Massa tomava 7 décimos sempre. Mas com novos pneus esses 3 de média podem sumir, e verms uma disputa realmente.

    • Tomás, tudo se compra na F1, até um apoio da família Chapman.
      Será que Tony Fernandes não consegue outro nome de uma equipe que foi campeã na F1 e da a volta por cima.

      • Bem, sei lá…
        Acho que isso já está virando uma falta de respeito com a tradição da F1 e as ex-equipes campeãs.

    • Mas o Fernandes tera os motores Renault? Para mim, o jogo era esse desde o principio, lembram eu comentei isso aqui.

      • Terá sim, a Lotus de Fernandes correrá com motores Renault.

        Assim como a outra Lotus.

  9. Prefiro não comentar a ótima análise do Tomás, porque essas coisas são fatos, e não se discutem.

  10. Tomás, levar um décimo, 2, 3, 4, 5, ou um segundo, penso que das equipes grande ele foi o pior na classificação, o dura era aguentar o Galvão pensar que ele poderia superar o Alonso.

    • Sim, foi ridículo o ano de Galvão na F1. Quem será o substituto de Galvão nos domingos de manhã? A Record? A Band? Ou o SBT de novo?
      haha

    • Felix, não seja injusto, afinal o cara tem que vender o peixe dele. Já pensou se ele fica ali falando o tempo todo, que o Massa já era, que não da mais, é melhor voltar para casa. Sera, que a Globo ia conseguir manter patrocinio para o esporte? E no final, quem ia dançar seriamos nós, que não poderiamos mais assistir as corridas aos domingos, talvez ouvir pelo radio, se é que alguém transmite FI., por radio no Brasil. Faça o seguinte, tira o som da TV., e deixa tudo como esta por lá, senão quem vai pagar o preço somos nós.

      • Eu realmente não suporto o Galvão, seu modo de transmitir a corrida, falar dos pilotos e assuntos. Ele acha que é o “sabe-tudo”.

        Mas, enfim, Newton tem razão, é melhor engolirmos isso para não ficarmos sem F1. Agora aqui na Argentina não tem F1 na TV aberta, só na TV a cabo. Nisso o Brasil é melhor, disponibilizar a F1 com uma antena de R$ 5 para todos.

        Aqui não é assim e isso me irrita um pouco. Sem contar que a inflação aqui está enorme, espero que passe logo. Por enquanto, irei assistir na internet.

      • Newton, você está certo, é melhor tirar o som.

  11. Dificil avaliar velocidade do piloto só pelo Qualifying, Massa não se adapatou aos pneus, tem que ver como seria sem esse problema, isso fez muita diferença! Felipe não é tão lento assim, principalmente em classificação onde sempre mostrou velocidade! Em todo caso, o que vale mesmo é a corrida onde acontece situações variadas, aí quem conseguir superar melhor as adversidades ganha uma batalha, de várias durante o ano! Se um piloto (depois da corrida) chega 30 segundos a frente do companheiro em 60 voltas, então ele foi pela média, meio segundo por volta mais rápido, se um deles “roda” na primeira volta já começou jogando a corrida fora, e se errou…paciência, tudo conta! Muitas vezes no Qualifying o piloto usa pneus diferentes para a corrida (na época de reabastecimento a quantidade de gasolina também variava o tempo real do GRID), também pode acontecer pequenos erros do piloto na classificação, isso altera os tempos!

    Não tem como dizer que piloto A é melhor que o B só por causa da velocidade pura, o conjunto é que faz diferença, principalmente na corrida! Massa foi bem apenas nas 3 primeiras corridas, depois foi caindo muito, sua motivação também caiu vendo Alonso se dando melhor! Atualmente não temos um piloto completíssimo, isso é coisa rara de aparecer na F1. Veloz em treinos e corridas (seco e molhado), arrojado quando for preciso e cerebral, para não jogar resultado fora, principalmente quando esta liderando uma corrida com folga!

    Fora da pista, se possível, saber desenvolver equipamento(dar estabilidade a equipe sempre mantendo na briga também é relevante). O fator mental fora do carro também conta muito, Massa pode até andar no mesmo décimo que Alonso(em pista molhada o espanhol leva vantagem), mas mentalmente, o espanhol já provou sua força dentro da Ferrari, nessa hora o que vale mais é ser egoísta que um cara legal Galvão…rs. Os grandes pilotos da era moderna(a partir de 84) tem o perfil mais sarcástico que de décadas anteriores, dentro e fora pista eles nunca tiveram pudor por jogar pesado, pilotos como: Piquet/Senna/Mansell/Schumacher/Alonso/Hamilton nunca deram “mole”, mesmo assim houve reclamação sobre favorecimentos:

    Piquet/Mansell 86/87
    Senna/Prost 89
    Mansell/Patrese 92
    Schumacher/Rubens(00/05)
    Alonso/Hamilton(07)

    Massa vai melhorar, mas no conjunto o espanhol leva boa vantagem, só cabe a Felipe mudar a situação exigindo mais da equipe, mas só poderá fazer isso se mostrar bastante serviço na pista(não vai ser fácil com Alonso), quando chegou no GP da ALE já era tarde demais…

    Felipe é ótimo, mas teve azar em 2010, lembre-se que Massa só pegou “osso” como companheiro na equipe: Villeneuve/Schumacher/Kimi/Alonso, ainda vale a pena torcer por ele…

    • A McLaren nunca favoreceu Alonso, ou talvez fez isso apenas no início.
      Depois a equipe jogou a favor de Lewis e isso todos nós sabemos, inclusive Ron Dennis disse na época do GP da Brasil que “nós não estávamos correndo contra a Ferrari, mas sim contra Fernando”.

      Foi uma temporada suja, cada um jogava pelo seu lado, Lewis não respeitou um acordo de cavalheiros e depois Alonso permaneceu no pit-lane parado por 10 segundos para evitar que Hamilton tivesse tempo para marcar tempo na tentativa da Pole. A FIA na época puniu Alonso (que tinha sido Pole) com a perda de 5 posições no grid e Dennis nada fez.

      Mesmo se Alonso fosse tri naquela ocasião ele sairia da McLaren.

      Mas quando Senna e Prost colidiram em Suzuka 1989, Senna havia vencido mas a FIA tirou sua vitória e Dennis foi reclamar até onde não dava mais- mesmo que com o resultado Prost, da McLaren também, seria campeão.

  12. Pra mim o Santander era um banco e não um modelo de pneus… (sarcástico).

    • Júlio, você tinha um blog?

      Fiquei curioso… Era sobre Fórmula 1?

      P.S: A logomarca é parecida realmente. Mudarei no dia 1 de fevereiro, quando já teremos um F1 2011 na pista.

      • Sim, mas resolvi dar um tempo…
        Não era sobre F1 não, eu falava sobre tudo e as vezes sobre F1 também. E como gosto muito de F1 fiz aquela marca… eu tinha até camisa daquela marca.

        Mas, um dia a história acaba.

        Boa sorte aí com a escolha da nova marca… afinal, uma “marca” marca. (rsrs)

  13. “Montezemolo prevê ida de Sebastian Vettel para a Ferrari ‘cedo ou tarde'”
    Tá no Globo.com
    Não é uma hora boa pra falar disso, mas acho que já era pro Massa.

    • Sinceramente acho que isso é apenas uma questão de tempo. A Ferrari o quer e ele planeja isso para o futuro, então isso deverá acontecer algum dia. Aí está um bom motivo para a Red Bull continuar com a linha de carros vencedores.

      O que eu penso é se a Ferrari estaria disposta a ter Alonso e Vettel na mesma equipe. E como Fernando disse que só sai daqui a uma década….

      O que achei irreverente foi a declaração de Dietrich Mateschitz:

      “Sebastian quer guiar para a Ferrari em algum dia. Nós vamos fazer o que for preciso para dificultar a decisão dele”…

  14. Aproveitando também, claro, para desejar um Feliz Natal a todos que acompanham o blog, com muita felicidade e alegria. Abraços e tudo de bom.

  15. Isso que é legal aqui, voc6e foi buscar números e não foi no achismo que predomina em blogs. É por isto que eu leio este blog.

  16. Bem;

    Na comunidade do orkut “Felipe Massa do BRASIL!!!” um participante postou o nosso artigo por lá. Algo natural por se tratar da comunidade de Massa e este post seguir a tendência de “defendê-lo”, o que obviamente não é assim. Aqui é mostrada a realidade, sem tendências para NENHUM piloto.

    Ao longo das horas comentários foram se adicionando lá e muitas críticas também. Mensagens como:

    “Eu vi a matéria desse tópico no blog onde ela foi postada inicialmente e não tenho a menor dúvida em dizer que trata-se de uma redação completamente alinhada ao ufanismo da Rede Globo, ou seja, foi escrita por alguém que se espelha na forma como a Globo faz a cobertura da F1 quando se trata do Massa.”

    Ok, jamais ouvi tamanha bobagem. Os que acompanham o blog diariamente sabem que isto é mentira e é melhor não continuar na conversa dessas pessoas.

    “Mas você fugiu de responder qual a importância do Q1 e do Q2 na diferença de tempos entre companheiros de equipe. Aliás qual a importância disso na comparação entre qualquer piloto?

    A galera se apega a um malabarismo matemático ridículo, risível, digno de pena e depois o fanático sou eu.”

    Essas palavras foram de um tal de James Howlett.

    Então ficamos assim: Se o Q1 e Q2 não importam, somemos as diferenças (e diminuamos quando Massa foi melhor e dividamos por 17! >

    – 0.336
    + 0.726
    + 0.239
    + 0.267
    + 0.648
    – 0.412
    + 0.253
    + 0.052
    + 0.746
    + 0.497
    + 0.344
    – 1.127
    + 0.331
    + 0.502
    + 0.371
    + 1.112
    + 0.410

    Total: 4.623

    Resultado: 0,271

    Ou seja, se levássemos em comparação apenas o Q3, que James diz que é único que importa, a diferença seria ainda menor!

    James, pense e estude o que você diz antes de escrever. Um abraço.

    • hahahaha…Essa aula foi boa Tomas, talves essas pessoas, e nao somente essa especifica faca pelo ao menos uma analise coerente antes de querer meter o bico no concreto!

      Abcos

    • A desinformação aliada a deformação, produzem hoje no Brasil, uma quantidade irritante de anti isso, anti aquilo. Quase sempre essas posições são tomadas em julgamentos apressados e que não se sustentam diante dos argumentos. Esse é apenas mais um, tão bem fundamentado e raciocinado, quanto varios outros, que lemos por ai. Mas, tem uma coisa, que não posso deixar passar: Tomas, se somos (porque estamos juntos nessa) filiais da Rede Globo, cade o meu salario e o meu espaço na telinha, eu queroooooo………????
      Tomas, Feliz Natal, para todos nós, que ainda “pensamos”, erramos, discutimos, raciocinamos, voltamos atrás quando erramos e somos capazes de enchergar além do óbvio e invariavelmente dia sim outro também, nos encontramos neste espaço, que você disponibiliza para nós, vamos continuar errando, acertando, mas o mais importante é, vamos continuar “pensando”, sem preconceber, sem antes avaliarmos o justo, o correto o real. FELIZ NATAL PARA TODOS.

      • Newton;

        É por isso que nunca gostei de comunidades de Fórmula 1 no Orkut. A maioria (não todas, pois existem algumas almas pensantes e inteligentes) não sabe quase nada do esporte, e pensa porque assiste as corridas ou lê as notícias do Globo Esporte. com/f1 sabe tudo.

        Por isso sempre agradeço que o blog está longe desta massa de ignorância que está sob muitas comunidades. Aqui o conteúdo é justo, necessário e razoável. E vocês são a prova de que raramente vemos comentários inúteis por aqui.

        Enfim, minha indignação por essas pessoas que pensam que escrevo seguindo a linha de pensamento da Globo.

        Valeu Newton, abraço e Feliz Natal!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: