A Ferrari pode ser considerada a “terceira via” para a temporada 2022?


Destaque durante as duas rodadas de testes da pré-temporada, a escuderia de Maranello pode ser considerada uma possível adversária para a Mercedes e a Red Bull neste ano

A Ferrari foi considerada uns dos destaques durante os testes da pré-temporada de 2022, que aconteceram em Barcelona e no Bahrein. A escuderia de Maranello liderou boa parte das duas rodadas dos treinos, sem qualquer problema mecânico grave e foi a equipe que mais deu voltas, totalizando 788 e completando quase 4.000 km com a mesma unidade de potência.

Em uma primeira análise, a F1-75 se mostrou um carro veloz e com grande potencial, além disso, os pilotos pareciam estar confiantes ao guiá-lo. Mas, os engenheiros ainda precisarão fazer alguns ajustes antes da primeira corrida da temporada, marcada para este domingo (20), no Bahrein. É que assim como aconteceu com quase todas as equipes, o novo modelo sofreu bastante com o chamado ‘porpoising’, que é quando o carro faz o movimento de “nado do golfinho” em alta velocidade.

Apesar de ter sofrido de forma bastante acentuada com o ‘porpoising’, o bom desempenho da Ferrari chamou a atenção dos amantes da alta velocidade. Mesmo que Mattia Binotto tenha dito que ainda não vê o seu time como um dos favoritos ao título deste ano, a equipe de Maranello pode aparecer como uma possível adversária para a Mercedes e a Red Bull.

Além disso, o fato de Binotto ter declarado que tanto Leclerc quanto Sainz terão “oportunidades iguais” na pista, pode ser considerada uma vantagem para a equipe. Ambos os pilotos poderão ter as mesmas oportunidades de brigar pelos pontos do campeonato, não definindo quem será o primeiro e o segundo piloto da equipe por ora. Essa decisão do time é justificada pelo bom desempenho de Sainz e Leclerc na última temporada. Mesmo que o espanhol tenha ficado na frente do monegasco na tabela de pontos, a diferença foi de apenas 5,5 pontos, mostrando ser uma das duplas mais consistentes do grid atual. Binotto espera que isso permaneça neste ano.

A F1-75 demonstrou em seis dias de testes, ter um bom equilíbrio, um bom ritmo de corrida, um motor que parece muito potente e um carro que reagiu conforme a equipe esperava, mesmo com diferentes configurações, trazendo uma sensação de um trabalho bem feito pelo time italiano. Charles Leclerc e Carlos Sainz tem um carro estável em mãos que pode trazer muitos bons resultados para a equipe e fazê-la entrar na disputa pelo título Mundial dos Construtores em 2022.


Larissa Gambirazi é natural da cidade de São Paulo e desde pequena sempre foi apaixonada por ouvir e contar boas histórias, através destas duas paixões decidiu qual carreira gostaria seguir. Atualmente, é formada em Jornalismo, especialista em Jornalismo Esportivo e apaixonada pelo automobilismo. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: