Las Vegas: A cidade do pecado e da F1

O traçado do GP de Las Vegas irá aglomerar os mais tradicionais hotéis e cassinos (Foto: Fórmula 1)

Na última semana, o mundo do automobilismo foi presenteado com um assunto quente para discutir nas redes sociais: Las Vegas, a Cidade do Pecado e o paraíso das residências musicais, agora também será o lar de uma corrida da Fórmula 1 em 2023.

A categoria parece querer seguir em turnê pelos Estados Unidos: a adição do Grande Prêmio acompanhará a atual passagem por Austin e o circuito de Miami, inédito em 2022. 

O estado de Nevada já sediou a F1 no início dos anos 80. Na época, os pilotos correram em torno do hotel Caesar’s Palace por dois anos seguidos, 1981 e 1982. O retorno ao deserto do Mojave se dá pela atual ascensão da Fórmula 1 no país, fato que fez florescer o lado comercial do esporte, como de costume. No próximo ano, os Estados Unidos irão somar três das 24 corridas previstas para acontecer.

Como se a escolha do local já não fosse peculiar o suficiente, a largada deverá acontecer em uma noite de sábado, no vigésimo quinto dia de novembro e durante o clássico fim de semana de ação de graças estadunidense. A lendária avenida Strip, dona das luzes ofuscantes dos cassinos e um dos pontos turísticos mais cobiçados da cidade, terá que ser devidamente asfaltada para segurar as 50 voltas do circuito urbano.

Os comandantes do esporte tiveram muito a dizer sobre a novidade. Stefano Domenicali, presidente do Formula One Group, bateu o martelo e afirmou que Las Vegas tem potencial para se tornar a principal estadia da F1. Em contrapartida, Zak Brown, chefe de equipe da McLaren, disse estar preocupado com o futuro do Grande Prêmio de Mônaco, até então o mais luxuoso e glamuroso da categoria. Para ele, a nova atração significa um risco iminente ao reinado histórico e cultural de Monte Carlo, que há tempos entrega disputas monótonas devido às poucas chances de ultrapassagem dos atuais carros no circuito.

A reação dos pilotos foi a mais diversa. Em um vídeo promocional liberado, foi possível conferir as caras e bocas dos atletas ao receberem a notícia. Desde Esteban Ocon pulando de felicidade, até Lewis Hamilton brincando que será uma tarefa difícil focar na direção com tantas festas acontecendo nos arredores da pista, o público teve uma prévia do que ainda está por vir.

Bem recebida pelos fãs, ficam as expectativas e as dúvidas: em 2023, Las Vegas garantirá uma vaga na lista das corridas mais importantes da temporada? A Cidade do Pecado irá destronar o Principado de Mônaco?

____________________________

Nathalia Tetzner é estudante de Jornalismo e ama escrever sobre quase tudo. Seja debatendo cultura ou analisando Fórmula 1, ela sempre carrega consigo um senso crítico e social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: